Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Bibliografia para aprendizado do idioma arábico

De Camila, publicado dia 23/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Livros para aprender árabe

Querer aprender árabe é uma ótima iniciativa, mas é preciso, antes de mais nada, saber por onde começar.

Existe sempre a possibilidade – e ela é altamente recomendável – de se fazer cursos de árabe em escolas especializadas no ensino do idioma como língua estrangeira. Para um aprendizado ainda mais personalizado, existe a opção de aulas com um professor particular fera no assunto.

Mas há um elemento essencial que deve acompanhar o aluno durante o período de assimilação não só do árabe, mas de qualquer língua estrangeira: livros.

Você sabe quais livros ter ao seu lado durante as aulas de árabe?

Superprof responde a esta pergunta!

Confira ainda um mini-guia sobre como aprender árabe!

Por que aprender árabe com livros?

Na era da internet, redes sociais e vídeos no Youtube, por que procurar informações em livro se pode-se encontrar todas as informações necessárias com apenas alguns cliques?

Como aprender o árabe de maneira “analógica” na era digital é uma boa pergunta a ser feita!

Fonética

Claro, para aprender uma língua como o árabe, especialmente quando se está na cultura latina, é muito importante aprender a identificar e reconhecer os sons específicos do idioma.

É preciso a escuta constante da língua para conseguir entender e se habituar a como ela soa.

Para tal, é possível a utilização de CDs que acompanham livros didáticos, de DVDs para ver e ouvir como falar árabe, além de  dezenas de vídeos em árabe na Internet.

Seja qual for a sua escolha, o importante é se banhar em sons árabes, ouvindo pessoas falar, cantar e até mesmo rir em árabe!

Seus ouvidos, e consequentemente seu cérebro, precisam se acostumar a esses novos sons para que você possa se tornar capaz de utilizá-los da maneira correta.

Para estudar tais sonoridades, é necessário não só ouvir e repetir, mas também identificar a língua por escrito, sabendo onde posicionar acentos, como destacar uma palavra, o porque de determinadas palavras não conterem vogais e como expressá-las.

A fonética do árabe é essencial na hora da fala. Entender a fonética da língua árabe é importante na hora de conseguir estabelecer um diálogo no idioma.

É nessa hora que o livro se torna extremamente útil, pois ele é um excelente companheiro para ensino aprendiz a decifrar acentos, aprender o alfabeto e praticar tranquilamente o que assimilado em casa.

Ele ainda permitirá que o aspirante a arabófono desmistifique rapidamente a imagem ruim que foi construída em torno da língua árabe por algumas sociedades.

Dê uma espiada nos sites mais adequados para aprender árabe online.

Vocabulário

Outro elemento crucial para aprender árabe é obviamente o domínio do vocabulário.

É impossível falar bem essa língua sem ter um mínimo de repertório de vocabulário. Ele é, simplesmente, o “beabá” na hora do aprendizado de uma língua estrangeira como o árabe.

Com os livros, é possível aprender listas de palavras por tema (vida cotidiana, vocabulário jornalístico, um para mover, para pedir o tempo, um para comer, etc.), assim como expressões que permitirão ao estudante se comunicar em árabe.

Um dos principais erros dos iniciantes quando decidem aprender uma língua estrangeira é memorizar dezenas de listas de vocabulário aleatórios e, em seguida, na forma de listas de palavras isoladas, separadas de seu contexto.

Com alguns livros dedicados a ensinar o idioma árabe, é possível integrar diretamente as palavras mais comuns em um contexto de uso diário, permitindo a utilização do conhecimento assimilado de maneira quase imediata.

Os livros são suportes interessantes e complementares aos cursos particulares de árabe.

É também assim, anexando as palavras ao seu contexto ou repetindo-as regularmente, que o estudante do idioma consegue memorizá-las.

Em árabe, estima-se que com cerca de 5000 palavras registradas no repertório de qualquer aprendiz, é possível se estabelecer um diálogo sobre qualquer assunto. Com 1000 palavras, o aluno já deve ser capaz de compreender 80% do que é dito.

Use livros ou dicionários para aprender de maneira inteligente listas temáticas de vocabulário dentro de um determinado contexto. A prática com uma pronúncia em voz alta também é essencial para atingir sucesso nesta missão!

Um livro ao lado ajuda muitos estudantes de árabe. Os livros têm tudo para se tornar um fiel companheiro dos aprendizes do idioma árabe.

Conheça ainda instituições em outros países para se aprender árabe.

Gramática

Finalmente, o último ponto essencial para aprender uma língua estrangeira como o árabe na companhia de um livro: gramática.

O aprendizado da gramática pode ser traumático para muitos que ainda não superaram nem as aulas de português da escola. Mas ela é de extrema importância na hora de se assimilar qualquer tipo de idioma.

Outro ponto importante: ela não é aprendida em um piscar de olhos, nem assistindo a uma série em árabe ou ouvindo podcasts feito por arabófonos.

A gramática requer prática. Sendo assim, é aconselhável se conversar com o maior número de pessoas possível – de preferência que já falem árabe! – para que elas possam corrigir e estimular o aprendiz.

Outro ponto positivo para o material impresso: a gramática é muito bem explicada nos livros. Ele são super úteis aos estudantes, pois a lógica e a estrutura da língua árabe não têm absolutamente nada a ver com a gramática da língua portuguesa.

Algumas palavras mudam de lugar, outras perdem uma vogal, etc.

Se você está se perguntando onde aprender árabe, então preste atenção no você já tem em mãos: um bom livro de gramática o ajudará a perceber essas diferenças entre o árabe e sua língua materna.

E a língua árabe trás muitas dúvidas a seus aprendizes! Nada melhor do que ter um livro em mãos para consultar na hora da dúvida!

Livros para aprender árabe

Diante da incrível quantidade de livros dedicados ao aprendizado de línguas estrangeiras, das diferentes técnicas para aprender árabe, dos métodos e de outros guias linguísticos para ensinar a falar e ler essa língua, aqui vai uma pequena seleção de livros que podem ser encontrados em livrarias, online ou ainda em sebos.

Seja você iniciante ou já em um nível avançado, aprofundar conhecimentos é ótimo para todos!

Faça sua escolha!

“Lições Elementares da Língua Árabe para os que Não a Falam”

Este é um excelente livro que propõe um ótima introdução para iniciantes em árabe, ideal para revisar o que foi aprendido logo nas primeiras aulas do idioma.

A parte gramatical fornece dicas interessantes sobre pontos importantes, além de explicar as dificuldades que podem ser encontradas pelo aluno.

E saiba que o lugar certo para qual é a melhor maneira de se aprender árabe!

Dicionário Português – Árabe, Árabe – Português

Como estudar o árabe, incluindo seu vocabulário, sem ter um dicionário digno desse nome ao seu lado?

O objetivo de possuir um livro desses é o de dar a todos acesso à terminologia árabe moderna e, consequentemente, auxiliar no aprendizado ainda mais rápido do idioma.

As transcrições fonéticas de palavras árabes em caracteres latinos tornam o dicionário acessível a falantes de português.

O propósito de se usar um dicionário é praticamente óbvio e pode ser resumido em três palavras: simplicidade, facilidade, eficiência.

“O Árabe sem Mestre”- Alphonse Nagib Sabbagh

O autor, nascido na cidade de Deir El Kamar, no Líbano, estudou na França na década de 1930. Na década de 1940 foi visitar alguns parentes no Brasil e nunca mais deixou o país!

A dificuldade de ensinar a língua árabe sem nenhum material didático fez com que desse seus primeiros passos na direção da lexicografia, ao elaborar seu primeiro livro, O árabe sem mestre (1959), composto por algumas explicações sobre a escrita e o alfabeto árabes, seguidos de um vocabulário de palavras e expressões agrupadas por tema (família, casa, cumprimento, etc.).

Este livro foi escrito em 1959 e, por incrível que pareça, ainda continua sendo uma excelente opção para quem deseja aprender a língua do Oriente Médio.

Aprender árabe requer muita leitura e dedicação. Conjugar a utilização de livros para a revisão das aulas de árabe com outros métodos é uma excelente maneira de se aprender o o idioma.

“Gramatica do Árabe Moderno” – David Cowan

Com 199 páginas, a “Gramática do Árabe Moderno” foi traduzida e adaptada para ajudar os lusófonos desejosos em aprender a língua do Egito.

O livro do estudioso David Cowan, é um guia que permite fácil acesso às principais regras gramaticais da língua árabe clássica e moderna, seja para jovens ou adultos em nível iniciante ou avançado.

A descrição de características básicas – incluindo curiosidades – do idioma, como, por exemplo, a constituição de seu alfabeto, a pronúncia das consoantes e métodos genéricos sobre acentuação e pontuação constitui a primeira parte desta obra. O livro é dividido em 25 lições, abordando ainda aspectos como a identificação de:

  •  artigos,
  • gêneros,
  • frases nominais,
  • pronomes pessoais singulares,
  • partículas interrogativas,
  • formas plurais.

No Brasil, ele foi publicado pela Editora Globo.

Descubra ainda onde encontrar cursos de árabe no Brasil.

“Árabe: Guia de conversação para Viagens” – Guia Visual Folha de São Paulo

O Guia de conversação da Publifolha foi desenvolvido tendo como objetivo auxiliar pessoas que viajam a países arabófonos, seja a passeio ou a negócios.

A publicação da editora do Jornal Folha de São Paulo oferece expressões essenciais para quem não conhece o idioma das arábias.

O vocabulário é organizado pelas situações mais comuns enfrentadas pelos turistas em diversos momentos em um país estrangeiro, como, por exemplo:

  • transportes,
  • compras,
  • hotéis,
  • serviços,
  • emergências.

Ele traz ainda um manual destinado à compreensão de menus em restaurantes, como, por exemplo, a tradução de nomes de de pratos tradicionais e ingredientes comuns de serem encontrados.

Para facilitar ainda mais a vida do aprendiz, o guia apresenta a transcrição da pronúncia das palavras, com o intuito de facilitar a comunicação em árabe com nativos e arabófonos. Isso porque o livro possui também um minidicionário com as palavras mais comuns da língua!

“15 minutos: Árabe” – Marion Sarhaan

A frase de divulgação da coleção da qual este livro faz parte é “aprenda o idioma com apenas 15 minutos de prática diária“.
Segundo a autora e os editores, com apenas 15 minutos de estudo por dia, o aprendiz é capaz entender e falar árabe com segurança.
Parece um sonho? Então confira o que mais é divulgado pela editora desta publicação (também a Publifolha):
São somente 12 semanas de aula para aqueles que querem começar do zero ou reforçar os conhecimentos na língua. ’15 Minutos Árabe’ é um curso que contém um livro e dois CDs com duração aproximada de 60 minutos cada. O método utiliza exemplos do cotidiano que abordam todos os tipos de situações, desde viagens a negócios, além de temas sobre compras, saúde, lazer e diversão. O guia de conversação e pronúncia traz ainda um minidicionário português-árabe e um capítulo especial sobre o sistema de escrita da língua.”
Ficou curioso? Nós também. Sendo assim, como nenhum tipo de conhecimento é demais, ainda mais no que diz respeito ao aprendizado da língua árabe, vale a pena investir!
Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar