Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Maneiras de se estudar o idioma dos árabes

De Camila, publicado dia 24/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Qual o melhor método para aprender árabe?

Aprender árabe não é algo que pode ser improvisado do dia para a noite.

Entre o ato de se falar algumas palavras comuns como “Choukran” para agradecer ou “Inshallah” para “a glória de Deus” e realmente falam árabe, existe uma grande lacuna.

Se você quer realmente aprender árabe da A a Z, então te convidamos a descobrir alguns dos melhores métodos ou para assimilar essa língua tão distante do português.

O árabe é, sem a menor sombra de dúvidas, um idioma infinitamente mais difícil de se aprender do que o espanhol ou o italiano. Pelo menos para nós que temos o português como língua materna.

As motivações de quem quer dominar o idioma do Oriente Médio podem ser numerosas:

  • Se tornar tradutor ,
  • Dar cursos do idioma,
  • Assistir canais em árabe, como Al Jazeera,
  • Compreender o Alcorão ou, pelo menos, aprender o árabe corânico,
  • Fazer negócios com países de idioma árabe,
  • Etc.

Começar o aprendizado consolidando uma boa base do idioma é um ponto praticamente obrigatório para quem realmente deseja se familiarizar com as regras da gramática ou da conjugação árabe.

Mas como fazer isso?

Superprof preparou algumas dicas sobre alguns tipos de métodos que podem ser utilizados na hora de se lançar na aventura de assimilar o básico da língua árabe.

Confira ainda um mini-guia sobre como aprender árabe!

Uma língua longe de ser óbvia

Normalmente, aprender uma língua estrangeira pode ser divertido. No entanto, o mesmo não pode sempre ser dito a respeito do aprendizado do árabe. Este idioma falado oficialmente em 28 países requer, muitas vezes, mais esforço e foco do que outras línguas.

Estamos acostumados a escutar língua com raízes latinas, tais como o francês, inglês, espanhol ou italiano. O árabe, no entanto, não tem a mesma estrutura, já que ele se originou do aramaico.

É por esta e algumas outras razões que escrever em árabe é complicado, mesmo na melhor das condições…

Um exemplo?

Você já se imaginou lendo da direita para a esquerda e não da esquerda para a direita, como estamos acostumados?

Lê-se o árabe da direita para a esquerda. A leitura do árabe é completamente diferente da leitura do português (ou de qualquer outra língua ocidental).

Não queremos te desmotivar (de forma alguma!), mas precisamos ser sinceros e admitir que esta é uma das línguas mais difíceis de se aprender: seu alfabeto tem 28 letras, a leitura é da direita para a esquerda, não há praticamente nenhuma vogal na sua escrita e assim por diante.

É difícil encontrar-se sozinho quando se trata de estudar uma língua tão viva… Além disso, aprender inglês seria muito fácil.

Entenda melhor abaixo a necessidade de se conhecer os melhores cursos de gramática para se aprender bem a falar árabe!

Graus de dificuldade

Aprender uma língua não é o mesmo para todos: alguns se sentem mais à vontade com a gramática, enquanto outros possuem uma compreensão oral melhor do que escrita.

Expressão e compreensão oral é, portanto, o ponto forte de alguns, enquanto expressão e compreensão escrita é o mais motivador para outros.

De acordo com a nossa língua materna, aprender o árabe será mais ou menos fácil. Além do mais, depois de completada esta missão rumo ao domínio do idioma árabe, será fácil, fácil aprender chinês ou turco!

Por quê?

Em primeiro lugar, as letras chamadas de “guturais” serão certamente um primeiro desafio a ser superado na hora do aprendizado da língua, especialmente para quem fala português, pois elas demandam sons com os quais não estamos acostumados.

A dificuldade de compreensão das letras também pode ser um obstáculo, já que elas só têm significado quando são anexadas a outras letras na hora de se formar palavras.

Estima-se que um lusófono consiga começar a falar corretamente árabe a partir de 2200 horas de cursos do idioma, ou seja, cerca de 80 semanas de aulas de árabe em média (mais de 18 meses).

Sendo assim, a metodologia aplicada na hora do aprendizado influencia muito a produtividade do curso: aulas particulares de árabe em domicílio com atenção personalizada e exclusiva de um professor que entenda do assunto resultará em frutos mais significativos do que aulas virtuais à distância através da internet.

O grau de dificuldade da língua árabe é semelhante ao do chinês, japonês ou coreano. Mas aprender russo também não é nada fácil, não é mesmo?!

Primeiro se aprende a escrita completa, para depois assimilar a escrita sem vogais. Já imaginou escrever todas as palavras sem vogais? Pois isso acontece na língua árabe!!!

Dê uma espiada nos sites mais adequados para aprender árabe online.

As particularidades da língua árabe

Em relação à parte escrita

Embora o alfabeto árabe contenha apenas 28 letras, a maneira de escrevê-las se difere totalmente do modo ocidental com o qual estamos acostumados.

As formas das letras são modificadas de acordo com o seu lugar em cada palavra, mudando quando estão no início, meio ou no final dela. Um pouco como o sigma grego (para aqueles que conhecem o sigma grego, claro!).

As vogais, no entanto, são raramente visíveis, o que não facilita nem um pouco a leitura.

Por exemplo, uma palavra como maktab, que significa “escritório”, é escrita “mktb“.

Imagine ter que ler constantemente frases como: ‘lrs sns ls vlls‘?! Essa não é uma tarefa muito fácil para um ocidental!

A princípio, é preciso aprender a ler o árabe com todos os seus elementos (ou seja, letras) e, em um segundo momento, reaprendê-lo sem as vogais…

Finalmente, no que diz respeito à estrutura da frase, a língua árabe usa frases verbais e frases nominais e a ordem é sempre a mesma, ou seja, verbo-sujeito-complemento.

Fique por dentro também de quais livros de árabe ter ao seu lado durante as aulas do idioma.

Quanto à parte oral

Quando se trata da parte oral, a língua árabe oferece sons incomuns para os ouvidos brasileiros, assim como para os que também falam inglês. Ou seja, dominar uma segunda língua não quer dizer nada na hora de se aprender a falar árabe!

Repetir textos em árabe é uma boa maneira de assimilar corretamente a pronúncia fonética.

O discurso árabe é, muitas vezes, expressivo e vivo, pois é através das entonações, das expressões do rosto e dos gestos que as pessoas conseguem transmitir suas mensagens.

O árabe literário, por outro lado, é mais linear, mais, digamos, monótono.

A melhor maneira de aprender árabe

Depois de avaliar as dificuldades e os obstáculos de se aprender o básico da língua árabe, é hora de descobrir qual é a melhor maneira de aprendê-la.

Em muitos sites, você encontrará cursos de árabe online com lições gratuitas e slogans como “Árabe em 10 ou 15 lições” ou “Aprenda Árabe facilmente em 20 horas“.

Todos os aprendizes do idioma do Oriente Médio procuram por um método que se adapte melhor às suas necessidades, tanto em termos de tempo quanto de resultado e orçamento.

Mas cuidado: há uma diferença entre aprender o árabe (ou melhor, tagarelar em árabe) e aprender a ler e entender a língua árabe.

O árabe oral varia de acordo com o país. Aprender o árabe oral bem diferente de aprender o árabe escrito.

Enquanto aprender árabe leva muito tempo, investimento pessoal, várias lições de casa e a superação de diversas etapas, a leitura do árabe é, antes de mais nada, o primeiro passo que precisa ser explorado.

Apresentamos abaixo alguns métodos e alternativas de aprendizado que podem ser de grande ajuda para todos os aprendizes do árabe literal.

O método Assimil

Este é um método bastante eficaz para aqueles que começam a aprender uma língua estrangeira de maneira autodidata e com o aprendizado do árabe não poderia ser diferente.

Mesmo com os diálogos frequentemente não tão interessantes, o Assimil continua sendo uma excelente porta de entrada para se assimilar o árabe sem problemas, pois permite ao estudante incorporar noções básicas que serão muito úteis no futuro do aprendizado.

As lições são bem curtas – o que, psicologicamente, acaba motivando ainda mais os estudantes de primeira viagem – dando a impressão de uma progressão rápida e sem muito esforço!

Os exercícios permitem que o aprendiz trabalhe a memória e aprenda gradualmente o alfabeto sem nem mesmo se dar conta.

É certo que este método não o tornará bilíngüe nem o fará um intérprete licenciado. No entanto, é uma ótima maneira de apresentar os iniciantes à cultura e à língua árabe.

Conheça ainda instituições em outros países para se aprender árabe.

O método universitário

Se você mora em uma cidade onde a faculdade oferece um bacharel em árabe (ou até mesmo um grau mais elevado), isso é algo a se tentar.

Durante o dia, você pode frequentar aulas de árabe com outros alunos, enquanto aqueles que têm uma vida profissional intensa podem assistir a aulas de árabe à noite.

A vantagem dos cursos na universidade é que se tem um professor experiente, presente em sala de aula, pronto para responder a todas as perguntas e, se necessário, também para te motivar!

O tutor universitário pode, inclusive, dar dicas de estudo e, quem sabe, te ajudar a desenvolver um método de treinamento próprio…!

O chamado “método de imersão”

Este não é um método “padrão consolidado”, já que não pode ser aprendido através de livros nem de aulas. No entanto, ele se apresenta como uma excelente alternativa para se mergulhar de cabeça na assimilação do idioma árabe.

No entanto, antes de se lançar de corpo e alma nesta aventura, é melhor adquirir algumas noções básicas do idioma, especialmente em se tratando do árabe coloquial.

A vantagem dessa imersão é que o aprendiz fica intensamente submerso na cultura do país árabe de sua escolha, ganhando injeções de motivação diária para progredir constantemente.

A imersão é, portanto, um método chamado “total” e pode ser colocado em prática em qualquer um dos 28 países que possuem o idioma árabe como oficial.

Viver a cultura árabe ajuda muito a aprender o idioma. A imersão na cultura árabe é extremamente benéfica para o aprendizado da língua árabe.

O método de aulas particulares

Não resta a menos sombra de dúvidas que ter um professor particular ao seu lado ajuda muito a progredir no aprendizado do árabe.

O tutor de árabe conhece bem a língua, a pratica há muitos anos e, com muita frequência, a possui como língua materna.

As aulas podem acontecer tanto na casa do aluno quanto na do professor, que avalia as deficiências, os objetivos e as necessidades de cada um dos seus pupilos com o intuito de adaptar o programa de ensino de acordo com as expectativas do aprendiz.

O aluno tem a oportunidade de fazer as perguntas que bem intender, ajudando no aprofundamento do aprendizado, seja ele gramatical, cultural ou sobre práticas linguísticas.

Esse tipo de curso de árabe é uma oportunidade de troca real entre aluno e professor.

Descubra ainda onde encontrar cursos de árabe no Brasil.

Métodos de aprendizado online

Em uma era tão cibernética e tecnológica, quase todo mundo possui acesso a um laptop, um computador, um smartphone ou uma tablet com conexão à internet.

Assimilar os básico da língua árabe quando não se tem muito dinheiro a se gastar com aulas pode, para muitos, se tornar uma missão quase impossível.

No entanto, vale ter em mente que o mundo da web está lotado de cursos online e muitos deles são inteiramente gratuitos.

Para se ter é um bom começo de aprendizado com um orçamento apertado, esta pode ser uma excelente alternativa, mesmo não sendo a mais simples de todas. Isso porque o aluno terá que ter motivação em dobro para seguir todas as lições de maneira contínua, sem nenhum professor ao seu lado para lhe orientar.

Quanto aos cursos disponíveis na internet, é fácil encontrar vários sites que oferecem tal tipo de serviço.

Cabe a cada aluno optar pelo site de sua preferência. Mas como sempre gostamos de dar uma mãozinha amiga, seguem plataformas que merecem destaque:

  • O YouTube hospeda muitos tutoriais em vídeo, muito úteis para aprender o alfabeto árabe, pronúncia, etc.,
  • Aplicações como Alif e Nemo Arabic podem ser baixadas no smartphone, fazendo com que suas aulas aconteçam aonde quer que você esteja!
Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar