Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Conhecer o país não falando japonês é possível?

De Carolina, publicado dia 19/03/2018 Blog > Idiomas > Japonês > Como se virar no Japão sem falar a língua?

Quando chegamos ao Japão como ocidentais, a barreira e a aculturação do idioma são tais que ficamos completamente perdidos.

Na terra do sol nascente, a transcrição em inglês não é comum e somos inundados com hiragana katakana, ideogramas semelhantes aos “hieróglifos”. Ou seja, não entendemos nada!

No aeroporto, no metrô, na rua… Caracteres chineses no Japão?

Além de compreender a caligrafia japonesa, também devemos aprender a pronunciar algumas frases em japonês.

Porque, como no resto dos países do Leste Asiático – China, Taiwan, Coreia do Sul – há poucos habitantes locais que sabem falar inglês, de Hokkaido a Kyushu, em qualquer lugar fora da capital.

Tente falar inglês para comerciantes japoneses em Okinawa, Fukuoka ou Sapporo? Apostamos que vai ser uma missão quase impossível…

Prevenimos antes que seja tarde demais, quando já tiver saído do Brasil.

Mas não se desespere! É possível aprender algo antes de ir?

Faça aulas de japonês em Tóquio Além da língua, conheça os monumentos do país do sol nascente

A equipe editorial da Superprof pensou em algumas dicas para você, gaijin (estrangeiro em japonês), aprender a falar a língua no local.

Elas valem não somente para as pessoas que estão partindo, mas para os apaixonado pela cultura nipônica que querem absolutamente escrever japonês, dominar o kanji ou ser um faixa preta na língua gramaticalmente falando. Para alcançar tudo isso, é preciso estudar, revisar, repetir uma, duas vezes… Você já sabe, né?

Então, este post é muito útil para aprender japones como autodidata antes de ir para o Japão. A primeira dica é reconhecer as primeiras palavras foneticamente.

Faça aulas de japonês no Japão

Lembramos o filme Encontros e Desencontros – Lost in translation (2003), dirigido por Sofia Coppola, onde dois americanos – Bill Murray e Scarlett Johansson – se encontram no Japão “sem lenço e sem documento”, totalmente perdidos no grande universo de Tóquio.

O filme captura a essência dos clichês da vida no Japão e ilustra o quão necessário é poder falar algumas palavras japonesas em uma viagem ao país.

Portanto, as aulas de japones são muito importantes para progredir e estar confortável uma vez lá, tanto em termos de pronúncia quanto de leitura do alfabeto japonês ou do vocabulário japonês.

Aqui estão algumas escolas de idiomas no Japão que ajudarão a tornar-se um craque na língua japonesa.

Dokodemo

Para treinar o idioma na terra do sol nascente: encontre sua escola. Assim, o sonho de aprender japonês em Shibuya (Tóquio) vai se materializar!

Em japonês, dokodemo significa “em todos os lugares”, “em qualquer lugar”. É uma organização especializada no ensino da língua japonesa (saiba como aprender) para estrangeiros no Japão.

Ela apresenta estrutura de curso de japonês e assistência para encontrar moradia no local. A Dokodemo está localizada em seis escolas no Japão, Sapporo, Tóquio, Kyoto, Osaka, Fukuoka e Okinawa.

Dokodemo é uma escola muito dinâmica e oferece uma ampla gama de serviços:

  • Organização de intercâmbios linguísticos,
  • Suporte para alojamento na casa de uma família,
  • Suporte personalizado para encontrar uma casa no Japão,
  • Estágios profissionais em empresas,
  • Treinamento para entrar em uma universidade japonesa.

Cursos para todos os níveis de idioma – básico, intermediário e avançado – são para todos, desde uma simples estadia de idiomas de três meses até um curso intensivo de dois anos.

As seis escolas têm várias classes compostas de 15 a 20 alunos.

Os cursos temáticos permitem que você mergulhe em uma introdução à língua japonesa, para descobrir a história do Japão e a cultura japonesa e seguir uma preparação para o Japanese-Language Proficiency Test  (JLPT) – Teste de Proficiência em língua japonesa, um teste de aptidão do idioma japonês.

Faça aulas de japonês in loco Com tantas belezas, o Japão vai te conquistar

Esse teste serve como certificado para profissionais que querem atestar seu nível de japonês para o mercado de trabalho no Japão ou no exterior. Ele também é útil para os estudantes que querem fazer seus estudos superiores no país do sol nascente.

Cada aluno pode, portanto, familiarizar-se e aprender essa nova língua:

  • Palavras em romaji: transcrição dos ideogramas em alfabeto latino,
  • Kanji e kana: ideogramas chineses e japoneses (hiragana katakana),
  • Caligrafia japonesa
  • As várias fórmulas de cortesia presentes na cultura japonesa, xintoísmo e budistas,
  • Escrita japonesa
  • a construção gramatical do japonês.

É um pouco como o primo asiático do TOEIC, o TOEFL, o DELF (certificados de proficiência na língua inglesa).

O Instituto Japonês

Essa estrutura não é uma escola de japonês, mas um organismo que oferece estadia no Japão. O aprendizado da língua se passa graças a imersão através da prática e intercâmbio linguístico.

É o ideal, para falar todos os dias com nativos ou com seu professor de japonês.

O instituto japonês oferece cursos de língua japonesa, mas também soluções para ajudar na acomodação em uma família local ou com a moradia.

KAI Japanese Language School

O espaço linguístico é uma escola com estudantes de mais de 40 países em Tóquio.

A escola oferece cursos intensivos, aulas grupais e professor particular de japones.

O curso individual tem a vantagem de ter um professor japonês nativo a sua disposição. Ele vai dar o curso de japones de maneira personalizada, de acordo com suas necessidades.

Falando sobre o método educacional da escola, ele é adaptado ao público colocando a compreensão oral no centro do processo de aprendizado do japonês (saiba como é).

Shinjuku Nihongo Gakko

Shinjuku Nihongo Gakko (ou Instituto de Língua Japonesa de Shinjiku) é uma associação – fundação educacional – reconhecida pelo estado japonês.

Fundada em 1975, o instituto atrai diferentes nacionalidades de todo o mundo.

Eles utilizam o método “Ezoe”. Ele consiste em fornecer aos alunos um dispositivo chamado “Visual Learning Japanese”: uma combinação de conteúdo de treinamento online e offline dos conteúdos vistos na sala de aula.

Encontre as melhoras escolas de japonês Você ficará surpreso com a riqueza da cultura no Japão

O objetivo é permitir que os alunos continuem aprendendo em casa, sem um professor, para revisar, estudar japonês e aprender mais rápido.

Trabalhar no Japão: o melhor treinamento?

O que seria melhor para aprender a língua japonesa que trabalhar no Japão, mergulhar no mundo linguístico e em um programa de intercâmbio?

Trabalhar em um país, sem dúvida, é a melhor maneira de saber como falar o idioma do país anfitrião! Se você gosta de línguas, pode ensinar português língua estrangeira em uma escola japonesa, não é uma boa ideia?

Certamente, o aluno viverá como nativo e deixará seu ritmo de vida brasileiro. Aqui estão algumas dicas para mergulhar na imersão linguística japonesa e cultural todos os dias.

Encontrar trabalho no Japão?

Boa ideia. É uma ótima maneira de aprender algumas palavras técnicas de vocabulário e sair da zona de conforto.

Crie um léxico de palavras japonesas, por exemplo, com um dicionário japonês e faça cartões flash (memorização estimulante do processo de memorização).

Mas saiba de antemão que trabalhar no Japão não é tão fácil como encontrar um emprego no Canadá, Nova Zelândia ou Austrália.

Ao solicitar um visto – por exemplo, o PVT, programa de férias de trabalho no Japão – alguém com nível básico de japonês pode ter empregos que exigem pouca qualificação: lavar pratos em restaurantes, serviço, manipulação básica.

Com uma especialização, você pode oferecer sua experiência profissional brasileira no Japão: como professor de português como língua estrangeira, professor de música ou dar aula particular de inglês.

Ter um amigo japonês para praticar a língua

Um modo de aprendizagem ideal para aprender a falar japonês (conheça os métodos) gratuitamente. Você pode morar em uma república com nativos no país, por que não?

Morar em república no Japão

Encontrar acomodações no Japão pode ser difícil – e caro – em uma grande cidade como Tóquio, Yokohama, Osaka, Nagoya ou Sapporo.

Compartilhe sua casa com os moradores: o melhor treinamento de idiomas!

Além de aprender novas palavras, seus colegas de quarto japoneses ficarão felizes em compartilhar os encantos de sua gastronomia. Como se diz: “Posso pegar um sushi? Obrigado!”?

Ao compartilhar sua casa com um japonês nativo ou vários falantes japoneses, você vai poder ter um aprendizado da língua gratuito entre seus companheiros de moradia.

não há melhor que a república para aprofundar sua expressão oral e aumentar seu nível de língua.

Primeiro, observamos a transcrição fonética de cada palavra japonesa, então, aprendemos a ler e escrever as palavras com os caracteres do sistema de escrita japonês, para aprender a dizer:

  • Olá: Ohayô gozaimasu, Konnichiwa, Konbanwa,
  • Obrigado: escrevemos “arigatô”, mas pronunciamos “aligato”,
  • Por favor: onegaishimass ou kudasai,
  • Bom apetite: Itadakimasu, para dizer “obrigado por preparar esta refeição”,
  • Boa noite: Oyasumi.

Os japoneses são muitas vezes curiosos sobre o Brasil e felizes em compartilhar a cultura da sociedade japonesa e ensinar a sua língua nativa para você.

Faça aulas da língua japonesa no Japão O que você está esperando para aprender o idioma nipônico?

Além disso, você pode ensinar português para os japoneses (seja bilíngue nas duas línguas) enquanto estuda a língua japonesa. Sem dúvida, isso traz benefícios mútuos!

E, como parte desse treinamento de língua informal, você descobrirá com seus companheiros de moradia a culinária japonesa, o aspecto autêntico e tradicional da vida no Japão.

Conheça o máximo de japoneses possível

Seja qual for a atividade na terra do sol nascente, é importante sair para interagir com o maior número possível de pessoas locais.

Solução número um para sair: o bar, o restaurante – o Kaiten sushi, por exemplo – as casas noturnas japonesas. Lá, você realmente se sentirá como Bill Murray no papel de Bob Harris no filme Encontros e Desencontros (Lost in translation).

A língua japonesa é uma linguagem silábica: as sílabas pontuam a frase japonesa.

Além disso, os sons e a tonalidade da língua japonesa são familiares para nós, brasileiros.

Na verdade, devemos pronunciar A, I e O como na língua portuguesa. Os “U”s são pronunciados “OU”, os E se diz “É”.

Sair à noite ajudará a fazer amigos no Japão para praticar japonês com um nativo ou com muitos e progredir rapidamente.

Os japoneses gostam muito das noites de karaoke, como em toda a parte da Ásia.

Saía para um bar de karaokê pode conhecer os moradores enquanto se diverte, aprenda sem ter a impressão de revisar sua aula de japones no Brasil.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar