Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Saiba como organizar sua aula de canto

De Glicia, publicado dia 27/11/2017 Blog > Música > Canto > Como preparar uma aula de técnicas vocais?

Você é um cantor profissional ou amador e pensa seriamente em se tornar professor particular? Saiba que um dos aspectos mais importantes de uma aula é a metodologia de ensino usada. Para conquistar a confiança de seus alunos, suas aulas precisam ser construtivas, bem organizadas e dinâmicas.

Outro aspecto importante: as aulas devem ser preparadas levando em consideração o perfil do aluno, seus objetivos e aspirações. Oferecer aulas personalizadas não apenas  proporciona  uma evolução rápida aos alunos, como também dá credibilidade ao professor, agregando valor ao seu trabalho.

Ficou curioso? Então, vem descobrir como ensinar o canto de forma eficaz e didática.

Veja também nossa dicas para se tornar coach vocal.

Como preparar a primeira aula de canto?

O professor deve levar em consideração diferentes aspectos na hora de preparar um plano de aula adaptado às necessidades de cada aluno. A primeira etapa para definir o conteúdo da aula de canto online ou presencial é conhecer o aluno e entender quais são suas necessidades. Esse primeiro contato é crucial, pois ele vai determinar como será a relação professor-aluno, assim como o bom funcionamento das futuras aulas. A primeira aula será também decisiva na tomada de decisão do aluno em continuar ou não.

Leia nosso artigo para saber quanto cobrar por suas aulas.

Plano de aula é uma etapa importante Dê uma atenção especial à primeira aula. Ela é normalmente decisiva para saber se o aluno dará continuidade às aulas ou não.

Dessa forma, na primeira aula o professor deverá conversar com o aluno para saber quais são seus objetivos. É preciso em seguida saber qual o nível de conhecimento do aluno, para em seguida ter uma base a partir da qual organizar as aulas por vir.

Alguns pontos que deverão ser abordados nessa primeira aula:

  • O nível de conhecimento em teoria musical do aluno, para saber se ele é capaz de ler uma partitura, reproduzir algumas notas, entre outras coisas;
  • O nível de conhecimento em canto e técnicas vocais;
  • As expectativas que ele tem com relação às aulas. Ele pretende aprender a cantar por hobby ou pretende se tornar um cantor profissional, por exemplo;
  • O nível de conhecimento em música;
  • Os estilos musicais que ele mais gosta;
  • Saber se ele já fez aulas de canto antes e como foi essa experiência.

Na prática, essa primeira aula vai ajudar o professor a avaliar por si mesmo o nível do aluno e a qualidade de sua técnica vocal. Para isso, após alguns exercícios de aquecimento, você pedirá que ele interprete uma canção da escolha dele. Interpretar uma música que ele já esteja habituado a cantar o deixará mais a vontade. Muitas vezes a inibição pode fazer com que o aluno não consiga mostrar o que de fato sabe fazer. Então, quanto mais a vontade ele estiver, melhor.

Proceder dessa forma te ajudará a avaliar a técnica do aluno e a descobrir:

  • O timbre de voz dele;
  • Se ele é afinado ou não;
  • Se ele domina as técnicas vocais;
  • Se a postura e a respiração estão corretas.

Nesse momento, o papel do professor será de orientar o aluno e dizer o que deve ser melhorado. De acordo com os objetivos do aluno, o professor terá elementos suficientes para fazer uma proposta. É importante explicar sua metodologia de ensino, para que o aluno possa decidir se sua forma de ensinar corresponde ao que ele busca ou não.

Este primeiro contato te permitirá avaliar o aluno e analisar a situação de forma ampla a fim de achar o método de ensino  mais adequado, dando ênfase ao que o aluno busca e ao que é preciso ser trabalhado nas aulas.

Descubra qual a melhor formação para se tronar professor de canto!

Quais os principais objetivos em uma aula?

Cada etapa de uma aula de canto tem uma finalidade precisa. Os objetivos são discutidos e determinados na primeira aula e a partir do que for decidido conjuntamente com o aluno, o professor poderá elaborar seu plano de aulas.

estabeleça os objetivos com seu aluno Para que as aulas atendam às necessidades do aluno, é importante identificar os aspectos a serem trabalhos e estabelecer objetivos precisos.

Cada aluno tem um objetivo diferente quando decide estudar canto. O senso comum nos leva a achar que todo mundo que procura por aulas de técnicas vocais deseja se tornar cantor profissional, fazer parte de uma banda ou integrar uma trupe de teatro. Apesar da música e do canto serem disciplinas  que permitem quem as pratica seguir uma profissão na área artística, as razões pelas quais uma pessoa decide aprender técnicas vocais podem ser diversas e variadas:

  • Comunicar suas emoções;
  • Eliminar o stress do dia a dia;
  • Se tornar uma pessoa mais confiante;
  • Se concentrar em algo que a pessoa julgue importante para sua vida;
  • Ter um bom domínio da voz por uma necessidade profissional, como no caso de pessoas que precisam falar em público com frequência;
  • Melhorar a dicção…

A música tem efeitos benéficos para nosso cérebro e para nosso corpo como um todo. Algumas pessoas buscam aulas de canto como uma forma de terapia, ou como forma de auto-conhecimento. É preciso ter em mente que as necessidades de seus futuros alunos podem ser completamente diferentes, pois você deve estar preparado para oferecer uma solução adaptada a cada perfil.

Lembre-se que talvez seu público seja muito heterogêneo. Você pode vir a ser solicitado por adultos e crianças, por exemplo. Neste caso também a pedagogia aplicada deve ser totalmente diferente. Crianças e adultos não aprendem da mesma forma. Outra coisa a levar em consideração é o nível de cada aluno: debutante, cantor amador, cantor profissional, etc.

Se você tem interesse em descobrir onde dar aulas de canto, leia este artigo também!

5 passos para montar sua aula de canto

Toda aula de canto, independente do perfil do aluno, deve ser estruturada em etapas bem definidas.

1. Aquecimento vocal

O aquecimento é uma etapa essencial e indispensável. É importante para evitar danos às cordas vocais. Essa é uma das primeiras lições que o professor deve ensinar a seus alunos debutantes. Alguns exercícios simples como os vocalizes ajudam a relaxar os lábios e a língua. Esses exercícios também ajudam não apenas  a aquecer a voz, como também a trabalhar a escuta. Ter uma boa escuta é uma qualidade valiosa para quem estuda música e canto.

2. Exercícios de respiração

Outro exercício indispensável para os cantores é trabalhar a respiração. A respiração deve ser trabalhada em todas as aulas. Conforme o aluno for evoluindo, esses exercícios ocuparão menos tempo das aulas. Mas, no começo é importante que o professor ajude o aluno a ter consciência de seu corpo, a relaxar os músculos para se sentir mais a vontade e a usar o diafragma de forma consciente. Este músculo é  responsável pela entrada e saída de ar. Todo cantor precisa aprender a controlar o fluxo de ar que entra e sai dos pulmões enquanto canta.

Dominar a respiração é uma etapa primordial para que o aluno progrida. Paralelamente, também é preciso prestar atenção  na postura, pois ela ajudar a cantar melhor. Uma postura correta permite que o ar circule com maior facilidade pelos pulmões.

O que consideramos uma postura correta:

  • Se manter ereto, com a coluna e a cervical alinhadas;
  • Ombros baixos e relaxados;
  • Queixo levemente abaixado.

Com o tempo esses gestos se tornarão automáticos e não precisarão mais ser lembrados pelo professor a cada aula.

3. Prática das técnicas vocais

A maior parte da aula deve ser dedicada ao ensino das técnicas vocais. Aprender a cantar também exige boa dicção e boa pronunciação das palavras, principalmente das vogais, visto que são elas que dão sonoridade ao som da voz. O professor pode considerar um trabalho mais ou menos aprofundado desses aspectos de acordo com a necessidade do aluno.

O professor pode trabalhar também a extensão vocal e a tessitura do aluno.  A extensão vocal representa o conjunto de todas as notas que un cantor consegue articular. Já a tessitura representa o conjunto de notas que um cantor consegue articular sem esforço. O aluno precisa saber qual é sua extensão vocal, para aos poucos ampliar a gama de notas nas quais ele conseguirá cantar com facilidade. Vale ressaltar que tudo isso deve ser feito aos poucos, para não prejudicar as cordas vocais.

4. Estudo de uma música

Este é o momento de estudar partituras. Essa tarefa exige conhecimentos em teoria da música e solfejo. Se seu aluno é debutante, é necessário estar atento a este detalhe e incluir nas aulas um momento dedicado ao estudo da teoria musical. Para interpretar uma música, é preciso antes saber decompô-la a fim de estudar cada um de seus aspectos.

Neste momento da aula, não esqueça de dar uma atenção especial ao ritmo e a escuta. Esta última é importante no processo de evolução do aluno, pois ela o ajudará a melhorar a qualidade do canto e da voz de forma geral. Além do mais, isso ajudará na hora de interpretar.

5. Interpretação de uma canção

Toda aula de canto tem um momento dedicado a interpretação de uma música A parte da aula dedicada à interpretação é normalmente a preferida dos alunos.

Uma aula de canto tem por objetivo principal o aprimoramento das técnicas vocais, no entanto as aulas também precisam ser dinâmicas e agradáveis, pois a música é, antes de qualquer coisa, uma paixão para quem a pratica. A parte da aula dedicada a interpretação de canções serve tanto para colocar em prática as técnicas estudadas, como para evacuar o stress e passar um momento divertido com seu aluno. Este é também o momento de expressar a criatividade musical, transmitir emoções e sentimentos através da voz.

O aluno precisa ser capaz de se exprimir, de saber escutar sua própria voz e perceber se está cantando afinado ou não. O papel do professor é mostrar os pontos a serem melhorados e ensinar ao aluno como aprimorar suas técnicas.

Quais ferramentas usar para a aula de canto?

Se você pretende se tornar professor de canto, você precisará de ferramentas e materiais adaptados para suas aulas. Instrumentos musicais para acompanhar a voz são super aliados do professor. As aulas de canto são tradicionalmente acompanhadas de um piano, mas se você toca outro instrumento, o uso deste nas aulas pode ser interessante. Aliar o som do violão ou da guitarra, por exemplo, ao som da voz trará outra visão musical ao aluno, além de ajuda-lo a reproduzir as notas de forma correta.

Outros materiais complementares para sua aula:

  • Atril, para colocar as partituras e letras de música;
  • Metrônomo, permite medir o tempo e marcar o compasso;
  • Diapasão, para auxiliar na afinação dos instrumentos e da voz;
  • Partituras, para a leitura e reprodução dos tons;
  • Espelho, no qual o aluno se veja e possa, assim, corrigir sua postura;
  • Gravador ou programa de registro de som, para gravar os alunos. As gravações são úteis para avaliar a evolução do aluno e orienta-lo sobre os aspectos que devem ser melhorados;
  • Microfone, para ampliar o som e simular uma gravação em estúdio;
  • CD com versões instrumentais das canções escolhidas para acompanhar a voz.

Gravador é importante para avaliação da progressão do aluno As ferramentas indispensáveis para uma aula de canto são partituras, microfone e gravador.

Leia este artigo e saiba quais materiais usar em sua aula de canto.

E por fim, determine junto com seu aluno quais músicas serão trabalhadas na aula. A princípio, é melhor que o aluno cante canções que ele conhece e gosta, mas conforme ele for evoluindo, o professor pode – e deve – propor músicas diferentes, que demandam técnicas mais difíceis. Isso vai ajudar o aluno a não ficar na zona de conforto e a aprimorar cada vez mais suas técnicas.

Pronto! Você agora conhece as principais etapas de uma aula de canto e já pode começar a preparar as suas. E não se esqueça que cantar é um momento de prazer e que uma boa dose de bom humor e descontração deixará suas aulas ainda mais interessantes.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,50 sob 5 de 2 votos)
Loading...
avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Jonathan NeriMayane FreitasRenato WalcherHenrique Façanha Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Henrique Façanha
Convidado
Henrique Façanha

Excelente !!

Renato Walcher
Convidado
Renato Walcher

Excelente direcionamento.

Mayane Freitas
Convidado
Mayane Freitas

Eu estava perdida no quesito, “planejamento de aulas” vocês suuuuper me ajudaram..e agora se tornaram o meu guia para dar continuidade ao meu plano de aulas…grande abraço!

Jonathan Neri
Convidado
Jonathan Neri

excelente postagem, parabéns