Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Descubra os grandes nomes da história e cultura russa

De Sophia, publicado dia 20/05/2019 Blog > Idiomas > Russo > Quais são as personalidades mais famosas da Rússia?

 

União Soviética, Comunismo, Leningrado, Czarismo. Essa palavras são novidade para você? Pois quando falamos delas estamos falando da história russa! A trajetória do país foi construída por personagens emblemáticas, tanto no mundo da política, quanto das artes. Por exemplo, você sabia que, desde 1547, somente 28 Czares governaram a Rússia imperial, seguidos por quatro presidentes desde a consolidação da Federação Russa em 1991?

Já nos dias de hoje, Vladmir Putin contabiliza cerca de 5.500 dias de mandato como presidente! Mas a riqueza histórica russa não se restringe a seus políticos e governantes, também incluindo uma longa lista de artistas e outras personalidades relevantes. A seguir, apresentamos aquelas que consideramos que todos os interessados em aprender mais sobre a cultura russa ou que fazem aula de russo deveriam conhecer.

 

Os líderes do império russo

Primeiro czar russo, Ivan "o terrível" Ivã, “O terrível”, primeiro Czar russo e responsável por liderar importantes campanhas militares

Ivã “o terrível”, o primeiro Czar Russo

Ivã IV Vasilyevich, mais conhecido como Ivã, o Terrível, devido ao duro regime que ele instaurou desde que começou a governar nos anos 1560, foi o primeiro Czar Russo. Ele foi responsável por expandir e consolidar o território russo da época, tendo liderado campanhas militares contra os Tártaros, Poloneses e Suecos. Responsável por erguer as bases do que se tornaria o império russo, governou o país por mais de trinta anos.

Devido à sua importância, Ivã, o Terrível, figura em uma série de quadros e outras obras artísticas, tanto na Rússia, quanto em outros países, sendo evocado desde o quadro do pintor russo Ilya Repin do Século XIX (“Ivã mata seu filho”) até o jogo de video game Age of Empires (2005).

Ele é um personagem fundamental para entender a história russa, sendo responsável pelo início do Czarismo no país.

Pedro I, “o Grande”, o imperador de todas as Rússias

Conhecido como Pedro, “o Grande”, Pedro I, se torna Czar em 1682 e logo “Imperador de todas a Rússias” em 1721. Partidário do absolutismo, este grande governante é lembrado por implementar importantes reformas que modernizaram o país, colocando limites à influência da igreja e da nobreza e consolidando o poder do imperador.

A cidade de São Petesburgo foi batizada em sua homenagem, já que ele fora o responsável por encomendar a construção da cidade em 1703, que logo viria a se tornar a capital imperial.

Para demonstrar seu poder absoluto e dentro de seus esforços para modernizar a Rússia, Pedro I buscou de aproximar do Ocidente por meio de uma série de batalhas que visavam expandir seu território. Uma de suas principais vitórias veio com a “Grande Guerra do Norte”, encerrada com o Tratado de Nystad, que lhe deu controle sobre o Mar Báltico além do título de “Imperador de todas a Rússias”.

Catarina II, a Grande Imperatriz

Integrante da famosa dinastia Romanov, Catarina, “a Grande”, recebe o título de “Imperatriz de todas as Rússias” em 1762. Casada com Pedro III da Rússia, ela é sem dúvida uma das personagens femininas mais emblemáticas da história russa.

Você sabía que Pedro III foi deposto por um golpe de Estado após somente seis meses no poder e que Catarina II passou a governar em seu lugar?

Sob a sua liderança, a nobreza russa chegou ao seu apogeu, deixando um legado importante em termos tanto de política interna, quanto externa. Ela também é frequentemente lembrada pelos relatos presentes na sua autobiografia, publicada em 1859.

Nicolau II da Rússia, o último líder imperial

Derradeiro Czar russo, Nicolau II, ou Nikolaï Aleksandrovitch Romanov, reinou entre 1894 e 1917. Embora os soviéticos tenham propagado uma imagem negativa a seu respeito (devido à sua oposição aos bolcheviques), ele foi canonizado como “São Nicolau, o Portador da Paixão” pela Igreja Ortodoxa.

Na animação Anastasia (1997), a protagonista é filha de Nicolau II. Obviamente, o enredo do filme é fantasioso, mas existem teorias sobre a possibilidade de Anastasia ter sobrevivido, apesar dos outros Romanovs terem sido assassinados em 1918.

Embora tenha sido deposto (em grande parte devido aos impactos da Primeira Guerra Mundial), ao longo do reinado de Nicolau II, a Rússia atravessou um período de dinamismo econômico, político e cultural.

 

As grandes figuras políticas do período soviético

Mikhail Gorbatchov, último líder do período soviético Gorbatchov foi responsável por liderar a transição no período pós Guerra Fria

Lenin, o líder da revolução Russa

Vladmir Ilyich Ulyanov, mais conhecido como “Lenin”, é o revolucionário mais conhecido da Rússia e, talvez, do mundo. Liderou a resistência e luta contra o regime Czarista, militando pela criação de um Estado “soviético”, de base socialista. Teórico marxista, ficou conhecido por ser um dos principais líderes da Revolução de Outubro de 1917 que levou à queda do regime imperial.

Lenin era conhecido por ser um exímio orador: em 1918, quando o trem em que viajava ficou preso na neve, ele saiu do vagão e proferiu um discurso sobre a força do proletariado, o que motivou os passageiros a se organizarem para desbloquear o trem e permitir que ele continuasse a viagem o mais rápido possível. Bastante persuasivo, não?

Os sangrentos acontecimentos de 1917 resultaram na ascensão de Lenin como primeiro chefe de estado da recém criada Rússia Soviética. Ele cria a Internacional Comunista em 1919 e instaura uma ditadura de partido único, permanecendo à frente do país até a sua morte em 1924, devido à uma doença.

Stálin, o contraditório “pai do povo russo”

Sucessor de Lênin no comando da união soviética, seu período como governante ficou associado a uma grande onda de perseguição política, terminando na morte de quase um milhão de pessoas, além da criação de campos de deportação e trabalho forçado. Enquanto esses eventos se desenrolavam nos bastidores, Stálin se consolidava como um admirado governante, recebendo apelidos carinhosos como “querido pai do povo russo”.

O termo “desestalinização” surge para denominar o processo (iniciado após a morte de Stálin) de desarticulação de suas políticas e do culto de personalidade que se consolidou ao redor do governante

Sua imagem evoca um período sombrio da história russa, caracterizado principalmente pela expulsão e morte de seus opositores políticos (episódio conhecido como “Grande Purga”), além de políticas públicas como a estatização de terras. Mesmo assim, Stálin ainda é uma figura chave e influente no imaginário coletivo russo.

Mikhail Gorbatchov, o último presidente da URSS

Gorbachev foi o líder russo responsável pelo fim da Guerra Fria, dando início à transição do comunismo soviético a um regime capitalista de livre mercado. Nesse contexto, ele foi responsável por levar a cabo uma série de reformas, sendo as mais conhecidas entre estas a Glasnost (política) e Perestroika (econômica).

Paradoxalmente, Gorbatchov não conserva uma imagem muito positiva na Rússia, apesar de estar associado a um período de democratização.

Último líder soviético ainda vivo, ele vem se dedicando a causas filantrópicas, tendo se tornado um militante pacifista e ambientalista, além de ávido crítico do Kremlin.  

Nesta série não falaremos especificamente de Vladmir Putin, já que dedicaremos um artigo exclusivamente a ele.

 

Os principais artistas russófonos

Alexandre Pushkin, mestre da literatura russa Um dois maiores escritores russos, Alexandre Pushkin é homenageado pelo mais renomado instituto de língua russa

Alexandre Pushkin, o poeta Franco-Russo

Poeta, dramaturgo e escritor russo do Século XIX, Pushkin é conhecido sobretudo pelas obras a seguir: 

  • A fonte de Baktchisarai, 1824, poema;
  • Poltava, 1828, poema (adaptado para a Opéra por Tchaïkovski);
  • Mozart e Salieri, 1830, ópera;
  • A filha do capitão, 1838, romance

O Instituto de língua e cultura russa mais conhecido no mundo se chama “Instituto Pushkin” em homenagem ao poeta.

Fiódor Dostoiévski, um dos mestres da literatura russa

Escritor, jornalista e filósofo, Fiódor Dostoiévski é considerado um dos grandes autores da Era de Ouro da literatura russa (Século XIX, época em que viveram e escreveram autores como Pushkin, Nikolai Gogol e Leon Tolstói).

Sua obra é conhecida por explorar a psicologia humana e temas filosóficos, religiosos e morais. Algumas de suas obras mais famosas são: Crime e Castigo (1866), O Idiota (1869) e Os irmãos Karamazov (1880).

Para saber mais sobre a vida desta figura emblemática da cultura russa, você pode assistir a mini série em oito episódios que conta a história do autor, um dos melhores seriados para aprender russo.

A Condessa de Ségur, uma autora russa que escrevia em francês

Condessa de Ségur era o nome artístico de Sophie Rostopchine, conhecida por escrever clássicos da literatura infantojuvenil. Proveniente de uma família da nobreza, ela passou sua juventude na Rússia antes de se casar com um embaixador francês.

Suas obras refletem a filosofia da qual ela era partidária que diz que os autores deveriam “escrever sobre o que conhecem”, aquilo com que estão familiarizados.

Seu trabalho nos permite identificar conexões entre a cultura russa e da Europa Ocidental.

 

Outros personagens emblemáticos do mundo russo

Bailarinas A Rússia é conhecida pelo seu ballet. Olga Khokhlova foi uma das bailarinas mais renomadas do país

 

Os mitos sobre Rasputin

Rasputin foi um místico russo do Século XIX mais conhecido pela su proximidade e certa influência em relação à corte Russa na época.

Ao longo da história, a figura de Rasputin foi evocada em diversas plataformas artísticas e de entretenimento, desde filmes e músicas até videogames

Devido ao mistério que encobre certos períodos da sua vida, uma série de mitos se propagaram sobre esse personagem, como o de que ele seria a personificação humana do diabo, vindo à terra para matar os Czares.

Olga Khokhlova, a influente bailarina russa

A bailarina Olga Khoklova foi uma das figuras russas mais influentes do século XX, tendo sido a estrela da companhia de dança Ballets Russes, dirigida por Sergei Diaghilev.

Você sabia que ela foi amante e depois esposa do pintor Pablo Picasso e que eles tiveram dois filhos juntos?

Ela serviu de inspiração para uma das obras mais famosas do pintor “Olga en Mantilla” (Olga vestida com um típico adereço de cabeça espanhol).

Andreï Sakharov, o cientista mais conhecido da Rússia

Nascido em1921, Andreï Sakharov foi um físico nuclear russo envolvido no desenvolvimento da primeira bomba de hidrogênio. El recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1975 devido aos seus esforços na luta pela defesa dos direitos humanos na URSS. Ele é proibido de comparecer à cerimônia de entrega dos prêmios, sendo substituído pela sua esposa.

Desde 1988 a União Europeia concede o “Prêmio Sakharov” a organizações que se destacaram no seu trabalho em defesa dos direitos humanos

Seja pela sua contribuição artística, engajamento com a comunidade ou pelo papel de liderança em momentos e eventos chave, estes personagens têm um lugar destacado na história russa, sendo fundamental conhecê-los se você faz ou quer fazer um curso de russo e busca saber mais da cultura do país!

E você? Quais você já conhece e qual é o seu preferido?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar