Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como trazer os resultados para os exercícios matemáticos

De Fernando, publicado dia 23/11/2017 Blog > Apoio Escolar > Matemática > Resolvendo problemas de matemática

Desenvolver uma mente matemática é certamente a coisa mais importante a fazer quando se deseja ter êxito no assunto. Para resolver um problema com números ou lógica, seja ele uma simples operação ou uma grande equação, você precisa ter em mente essa orientação matemática, tema que causa um certo medo em várias pessoas.

De fato, a matemática pode ser assustadora, complexa e até provocar dores de cabeça para os que tem mais medo dessa disciplina.

Por isso é importante ter bastante calma e avaliar como abordar o assunto de forma diferente, especialmente porque existem muitas soluções para superar esse medo. Sair do método mais tradicional nas aulas de matematica  pode, por exemplo, ajudar um aluno melhorar a sua forma de pensar.

E um ponto é difícil de escapar: a matemática é parte do conhecimento básico para quem quer ter sucesso na escola! Desde cedo, a matemática é de suma importância e ela continua sendo importante com o passar dos anos.

Para avançar em matemática , uma das primeiras coisas a aprender é resolver problemas. Tanto em geometria quanto em álgebra, o problema aparece como um dos elementos mais importantes dos exercícios de matemática. Saber trabalhar os dados da maneira correta, alcançando uma solução satisfatória é trabalhoso, mas os benefícios são incalculáveis!

Com motivação, dedicação e seguindo estas dicas, a resolução de problemas matemáticos não será mais segredo para você!

A lógica de ter apenas uma solução possível Problemas matemáticos são como grandes quebra-cabeças!

 Definindo um problema

Antes mesmo de começar a resolver um problema de matemática, você deve entender o que é esse conceito.
Seja qual for o seu nível de educação e a dificuldade do problema a resolver , o princípio é o mesmo.

Um problema matemático é uma questão a ser resolvida com o raciocínio e elementos matemáticos.

E esta definição pode ser adaptada de acordo com a o seu nível de complexidade:

  1. Os primeiros problemas devem ser considerados como um enigma a ser resolvido, seguindo as informações fornecidas. Este estágio é importante porque se trata do primeiro nível de familiarização com os números e suas relações.
    Um bom exemplo segue uma linha como: São 14 horas. Alexandre e Tom vão caminhar pela floresta. A que horas eles completarão o trajeto se o passeio dura uma hora e trinta e cinco minutos?
  2. Durante a segunda metade do ensino fundamental, descobrimos as equações, as frações e as porcentagens. Os problemas vão ficando mais complicados. Os exercícios ficam assim: o café verde perde 6% de sua massa durante a torrefação. Quanta massa de café você obtém com 18 kg de café verde?
  3. No início do ensino médio, a exigência de uma compreensão matemática se torna maior. O método de resolução dos problemas fica mais complexo e a necessidade de entendimento das informações corretas é essencial. Exemplo de um problema aberto nesse esquema:  Nicolas tem um arame farpado com 75 metros de comprimento. Ele quer fechar seu jardim com esse fio. Este jardim deve ser retangular. Ele também quer que seja tão grande quanto possível,  para plantar o maior volume que conseguir de flores. Como ele deve fazer isso ?

O nível de complexidade difere nos três casos, mas sempre há uma ordem, pistas e uma pergunta para responder.

O problema pode ser considerado como uma investigação para resolver! Mesmo que você não tenha a facilidade necessária com os números, você pode considerar os problemas como um grande alinhamento de evidências e tentar buscar a melhor maneira de solucionar cada uma das etapas.

Dominando suas lições de matemática

Cada professor faz o mesmo: primeiro, ele lhe dá uma aula de matemática com uma noção específica, então você pratica (especialmente com problemas para resolver ) e, finalmente, avalia sua compreensão da lição com uma prova ou exercício avaliativo de matemática (que pode também ser composto por problemas).

Esta lógica é quase imutável. As aulas de matemática seguidas por exercícios direcionados são os primeiros passos para alcançar os resultados claros nos problemas.

Antes mesmo de abordar o problema, você precisa ter certeza de dominar a lição com a qual ele está vinculado.

E para fazer valer a sua tutoria de matemática, particular ou em grupo, você deve sempre:

  • ouvir atentamente o professor durante a aula
  • fazer perguntas sobre o que você não entendeu tão bem
  • revisar sua aula de matemática no fim da classe
  • memorizar definições importantes (como o teorema de Pitágoras)
  • fazer uma boa revisão e exercitar cada noção abordada

Fazer um curso de matematica basica é essencial para você se dar bem com problemas. E se você deseja completar seu aprendizado ou tiver alguma dificuldade em melhorar, você pode fazer aulas particulares de matemática.

Realize muitos exercícios A lógica matemática exige prática

A abordagem personalizada e metodologia direcionada permitirá que você evolua em seu próprio ritmo.

Aproveite a hora de ler o enunciado do problema

Diante do problema da matemática que você enfrenta, você deve primeiro ler a ordem da questão. Na verdade, um único deslize ou omissão de um elemento importante do problema terá inevitavelmente impacto no resultado final, e você pode dar uma resposta errada.

A compreensão é o elemento chave do exercício. Não se apresse e siga algumas etapas:

  • Cuide do seu ambiente de estudo optando por uma mesa arrumada com todos os materiais necessários ao seu alcance (lápis, caderno, borracha, régua, calculadora …)
  • releia a questão várias vezes para ter certeza de que você não esqueceu nada
  • faça um diagrama ou desenho que resuma o problema
  • anote os itens que você já conhece
  • resuma com as  suas palavras o que você vai tentar resolver

Essas etapas são cruciais e não devem ser ignoradas. Marcar bem cada um dos elementos ajuda muito na solução dos problemas.

O treinamento regular permite que você os faça mais automaticamente e, portanto, se torne melhor em matemática !

Pesquisar elementos úteis para resolução dos problemas

O enunciado do seu problema de matemática é como uma investigação policial: cheia de pistas. Como um inspetor faria para resolver um caso, você deve ser capaz de processar adequadamente esta informação e montá-la.

Essa lógica da matemática pode parecer complicada para alguns. E para aprender a procurar pistas, vamos tomar o exemplo de um problema de matemática, relacionado às equações :

Quando Laura nasceu, sua mãe tinha 30 anos e seu irmão tinha 4 anos.
Hoje, juntos, Laura, seu irmão e sua mãe totalizam um século (100 anos).

  1. Se chamamos de x a idade de Laura, como podemos expressar a idade de seu irmão e mãe de acordo com x?
  2. Quantos anos tem Laura?

Depois de ler a ordem várias vezes, já podemos observar os elementos conhecidos: Sabemos que a mãe tinha 30 anos quando Laura nasceu e que seu irmão era 4 anos mais velho do que ela.  Além disso, a soma de suas idades é igual a 100 anos.

Então, como é uma equação, é necessário determinar a incógnita x.

X = idade de Laura. 
A idade da mãe é X + 30. 
A idade de seu irmão é igual a X + 4.

Este problema pode parecer simples para aqueles que estão mais avançados em matemática, mas a lógica é a mesma para todos os problemas.

atenção com as informações Um problema exige a perícia de um bom detetive!

Coloque em prática seus conhecimentos e teste-os

Depois de ter todas as suas pistas no exercício, temos que colocar os números para trabalhar sem medo de errar! É neste ponto que as aulas de matemática de seu professor de ensino médio ou seu professor particular serão bem úteis!

Coloque em prática suas contas, calculadora, régua, compasso, o que necessário. Essa etapa fundamental exige muito cuidado e concentração.

Não hesite em lembrar os exercícios realizados anteriormente. Eles certamente têm alguns recursos em comum com o que você precisa resolver no momento.

É agora que você coloca em prática sua aprendizagem de matemática e que você trabalha os automatismos necessários para qualquer desenvolvimento de lógica e mente matemática .

Você também desenvolve suas habilidades de raciocínio, memória e ainda mais as suas habilidades cognitivas.

Verifique os resultados e dê a sua resposta

Tem certeza que o resultado do seu problema está correto? Aproveite o tempo para fazer os cálculos pela segunda vez ou pela terceira vez, conferindo com bastante cuidado.

A calculadora será o seu melhor aliado em matemática! Conte com apoio para operações mais complexas ou para ter certeza que sua solução está correta

Antes de escrever sua resposta definitivamente em seu caderno, prova ou exercício de matemática, escreva um rascunho com calma e conferindo o que já foi feito.

Na verdade, uma resposta em matemática não é apenas composta por números! Você precisa explicar o que você fez – isso não é um trabalho de sorte! – e por isso é importante construir bem essa narrativa.

Veja se todos os elementos importantes estão ali, quais são as informações que não foram utilizadas e as razões para isso e foque totalmente no caminho percorrido para encontrar aquela solução.

Para retornar ao nosso problema de equação , usando as habilidades que o professor de matemática lhe permitiu adquirir, você poderá realizar o cálculo que mostra que Laura tem 22 anos, sua mãe 52 e seu irmão 26!

Esse agora não é mais um problema para você! Por isso, não deixe de exercitar seus conhecimentos e prepare-se para o próximo desafio!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar