"A música é um som matemático, a matemática é uma música silenciosa."
Edouard Herriot (1872-1957)

Você quer aprender a tocar baixo para poder entrar em uma banda? Então saiba que o baixista tem um papel central um grupo musical, seja ele de rock, heavy metal, pop ou mesmo hard rock. Juntamente com o baterista, ele é a base sobre a qual repousam os outros instrumentos musicais.

Segundo o Instituto de Cultura Musical, 95% dos indivíduos poderem adquirir um nível de prática musical profissional se se dedicarem suficientemente ao instrumento escolhido.

No entanto, apenas 2,5% dos indivíduos são considerados virtuosos e prodigiosos, ou seja, aqueles com habilidades musicais excepcionais.

Sendo assim, se você ama contra baixo, quer ser baixista a qualquer custo, sonha em entender a diferença entre baixo passivo e ativo, dentre outros, então nada melhor do que estudar e praticar muito esse instrumento.

Isso sem contar que as probabilidades de você se divertir fazendo parte de um grupo musical são grandes!

Sendo assim, preparamos algumas considerações sobre o papel de quem toca baixo em uma banda de música.

Quer saber tudo sobre sons do baixo?

Por que o baixo é essencial em um grupo de música?

Você pode dizer, para começar, que o baixista é para o grupo de música o que o pedreiro é para a construção de uma casa.

Do mesmo modo que um pedreiro cria as fundações de uma casa, sem a qual não se pode construir um habitat seguro e sólido, o baixista aparece como peça central de um conjunto musical.

O baixo é o instrumento que dá profundidade, ritmo, groove e pulsação a uma música.

Você já imaginou ouvir uma música de Led Zeppelin, Hendrix, Pink Floyd, Slipknot ou até mesmo David Bowie, que tem um site oficial bem completo, diga-se de passagem, sem o baixo?

As notas graves criam uma atmosfera especial e, acima de tudo, acompanham o baterista e o guitarrista em seus ritmos.

Juntamente com a bateria, o baixo é o que dita o ritmo da música.

Função do baixo em um grupo musical

O baixo é um instrumento rítmico e melódico, na medida em que tem uma dupla função: manter o andamento - o que ajuda o baterista - e tocar a melodia com riffs principais ou secundários - o que ajuda o guitarrista e o cantor do grupo.

O som do baixo e o cérebro

De acordo com estudos científicos feitos no Canadá, o cérebro humano é mais capaz de reconhecer baixas frequências do que sons agudos.

Estudos mostraram ainda que as notas tocadas no baixo, mais do as tocadas pela guitarra, aumentariam a probabilidade de os ouvintes baterem os pés no ritmo da música.

Por fim, o baixo é um instrumento que permite seguir melhor o ritmo de uma música.

Músicas para quem quer perceber o som antes de aprender a tocar baixo

Para perceber a importância do baixo em um grupo, sugerimos que você ouça o riff de baixo de Cliff Burton ou Jason Newsted, do Metallica (principalmente nas músicas Orion ou Enter Sandman). Rex Brown,  do grupo Pantera, também arrasa em vários riffs de várias músicas!

O lugar fundamental do baixo pode ser percebido ainda melhor em qualquer música do Red Hot Chili Peppers através das notas dedilhadas - e batidas - pelo famoso baixista "Flea". Quer alguns exemplos? Então comece escutando essas aqui:

  • Californication
  • Snow
  • My Friends
  • Can't Stop

Imagine agora como seria a música sem o baixo: achatada, sem alma, sem ritmo.

E isso vale para qualquer estilo de música, seja ele folk, soul, jazz, punk, pop rock, rock progressivo, metal, etc.

Já dá para perceber que ser baixista é uma responsabilidade e tanto dentro de uma banda!

Faça uma aula de violão!

Existem várias técnicas para quem quer aprender a tocar baixo.

Saiba um pouco da história do instrumento baixo.

Aprender baixo: diferença entre baixo e guitarra

Para entender completamente o papel do baixista em um grupo de música, é importante entender o que diferencia o baixista do guitarrista.

Número de cordas e notas

Enquanto a guitarra tem seis cordas, o baixo tem apenas quatro.

As cordas do baixo são afinadas de acordo com notas iguais, em quartos. Isso significa que existem quatro notas equidistantes entre cada corda.

O ajuste das quatro cordas é o seguinte:

  • 4ª corda (mais grossa): Mi (E),
  • 3a corda: La (A),
  • 2ª corda: Ré (D),
  • 1a corda: Sol (G).

O braço do instrumento é, portanto, simétrico e mais acessível que o violão.

Além disso, o baixo soa uma oitava mais baixa que a guitarra: isso também confere um papel muito diferente ao baixo no grupo musical.

Curiosidades sobre aprender baixo

Você sabia que você pode apenas mover os dedos, sem alterar o dedilhado, para passar de um intervalo para outro?

Isso porque como o baixista acompanha o ritmo do baterista e a melodia do guitarrista, ele tem um trabalho de harmonização a realizar.

Outra diferença notável entre os dois instrumentos: o braço do baixo é mais longo que o da guitarra elétrica.

O baixista é quem garante o ritmo

Faça uma aula de violão para iniciantes!

O vocalista normalmente é quem fica em destaque, mas se o baixista pisar na bola, todo mundo percebe!

Quem deseja aprender a tocar baixo para fazer parte de uma banda deve se conformar com o fato de o baixista geralmente ficar escondido atrás de um guitarrista ou cantor. Ou seja, ele raramente será o elemento principal do grupo que chamará a atenção da platéia.

No entanto, muitas vezes esquecemos que o baixista e o baterista são os pilares rítmicos de um grupo musical.

Basta que o baixista cometa um erro no ritmo ou toque uma nota errada para que a platéia perceba que algo não está correto.

O baixo permite que outros instrumentos com um tom mais alto ou mais agudo encontrem o caminho em suas melodias e solos.

Pegue o trio tradicional de grupos de rock ou pop: qualquer conjunto será composto por bateria, guitarra, vocais e baixo.

Aprenda baixo com riffs famosos.

Tocar baixo é dar estilo à música

De fato, uma música é composta de acordes ou arpejos tocados no violão ou guitarra.

No entanto, o baixo é quem dá estilo à música, tocando as notas nas pulsações da bateria.

O baixista toca as harmonias dedilhando uma das quatro cordas, mantendo o ritmo da música. Estas são as notas relacionadas aos acordes da música.

O papel do baixista é, portanto, manter um ritmo regular, manter a pulsação dos outros músicos, sempre em colaboração com o baterista

É preciso de um metrônomo para aprender baixo

O metrônomo é o melhor amigo do baixista. Essa ferramenta permite que quem toca baixo trabalhe o seu senso de ritmo, aperfeiçoando-o cada vez mais.

O desafio é, portanto, saber como colocar as notas na hora certa e no lugar certo, de acordo com o andamento da música.

Baixista, quem garante as melodias

Ser baixista também é ter a responsabilidade de garantir a melodia da música.

Tomemos, por exemplo, o riff de baixo da música Californication do Red Hot Chili Peppers:

Para acompanhar a tablatura e especialmente a música original do lendário grupo californiano, podemos ver que o baixo acompanha o riff da guitarra.

O baixista, portanto, segue o guitarrista do grupo enquanto coloca as notas no andamento.

O baixo é um instrumento monofônico que soa os tônicos e acordes, com linhas de baixo criadas levando em consideração a execução do baterista e a melodia do guitarrista.

Mas tudo também depende do envolvimento do músico no grupo de música.

Às vezes, o baixista é recuado em relação ao guitarrista: ou o baixo tem apenas um papel de acompanhamento das notas baixas que a guitarra não consegue alcançar, ou é o baixista que lidera a dança e dá o sulco de um jogo melódico.

Por exemplo, o famoso riff de baixo do grupo Metallica na música Orion.

Em muitos casos, a guitarra aparece afastada do baixo (Red Hot Chili Peppers, por exemplo), como é comum no jazz ou no funk.

Se o baixo é usado apenas para apoiar as notas baixas que são inacessíveis à guitarra, encontramos, então, um jogo no ritmo da primeira, com uma linha de baixo seguindo um plano simples, insistindo nas pulsações.

Pronto para aprender a tocar baixo e subir no palco com um grupo de rock?

Veja quem são os melhores na hora de tocar baixo.

O papel do baixo de acordo com os estilos musicais!

Por fim, deve-se entender que o baixista não exercerá sempre o mesmo papel no palco. Sua performance e o que é demandado dele varia de acordo com o estilo do grupo (grupo de metal, grupo de jazz, grupo de funk, grupo de rock progressivo ou grupo punk) e o estilo de jogo (palhetada ou tapa).

Existem muitas técnicas que podem ser utilizadas na hora de tocar baixo. Aqui vão algumas delas:

  • Pizzicato,
  • Slap,
  • Tapping,
  • Harmônicos,
  • Fretless,
  • dentre outras.

Tapping para tocar baixo

Tapping, por exemplo, é um estilo muito utilizado pelos baixistas profissionais.

Tocar uma música com tapping torna o som do baixo absolutamente predominante, fazendo com que ele se sobressaia mais que a guitarra.

Pizzicato para aprender baixo

O pizzicato é a técnica tradicional de baixo. Consiste em tocar alternadamente com o indicador e o dedo médio da mão direita, o polegar sendo colocado no microfone.

Depois que a nota é tocada, o dedo repousa na corda inferior ou no polegar.

É esse estilo de tocar que permitirá, em particular, acompanhar as pulsações e o ritmo do guitarrista.

Agora você só precisa treinar para se tornar um bom baixista e mostrar a outros músicos suas melhores performances no baixo!

Precisando de um professor de Violão ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 2 nota(s)
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.