Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Descubra tudo sobre a sonoridade do clássico instrumento de teclas

De Fernanda, publicado dia 22/08/2019 Blog > Música > Piano > Notas do piano

Muitas pessoas que começam a fazer aulas de teclado para iniciantes tem dúvidas em relação às notas.

Na verdade, um dos primeiros passos da aprendizagem desse instrumento é saber onde estão localizadas as notas no teclado, quais suas características e funções na execução de obras musicais.

Pois bem! O Superprof vai explicar nesse artigo tudo sobre teclas e notas do piano!

“A simplicidade é a conquista final. Depois de ter tocado uma quantidade de notas e mais notas, é a simplicidade que emerge como a recompensa coroada da arte.” – Frédéric Chopin

O teclado do piano

Tocar precisa de prática e teoria Quais músicas começar no seu instrumento preferido?

Ao todo, o piano possui 88 teclas, 7 oitavas e 1/4 de oitava. Seu mecanismo de funcionamento é acústico: quando as teclas são acionadas, existe uma peça chamada martelo que atinge as cordas e faz as notas vibrarem.

Dentro do instrumento, há um prolongamento da tecla do piano, que forma uma espécie de alavanca. Quando a tecla está em repouso, o martelo permanece abaixado. Quando a tecla é pressionada, seu prolongamento sobe e o martelo atinge uma corda, que vibra e produz o som. Se o pianista bate forte na tecla, o martelo atinge a corda com força, gerando um som mais intenso.

A primeira característica que o aluno de piano percebe são as teclas pretas e brancas, e essas teclas seguem um padrão ao longo do teclado. Sendo assim, você pode perceber que existem duplas e trios de teclas pretas. Isso forma um padrão de 5 teclas pretas e, logo abaixo delas existe um outro grupo de teclas brancas de 7 teclas brancas. Cada grupo deste padrão de brancas e pretas representa uma oitava. Cada oitava no piano tem sete teclas brancas (Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá e Si) e cinco teclas pretas (Dó sustenido/Ré bemol, Ré sustenido/Mi bemol, Fá sustenido/Sol bemol, Sol sustenido/Lá bemol e Lá sustenido/Si bemol).

Essa formação de 12 notas compõem o sistema musical ocidental de tradição europeia, que é organizado com o uso de 12 sons que constituem a escala cromática. Esses 12 sons podem ser divididos em dois grupos de notas: as notas naturais (teclas brancas) e as notas com acidente musical, com bemóis e sustenidos (teclas pretas).

A diferença entre os grupos de oitavas no teclado como um todo consiste na altura sonora, sendo que da esquerda para a direita há uma subida de notas mais graves para as mais agudas.

Para uma aula iniciante de teclado, é importante saber como identificar essas notas ao longo do teclado, uma vez que você terá 7 oitavas.

Identificando as notas

Procurando por uma aula de teclado para iniciantes?

O portal Canone Musical sugere uma metodologia relativamente simples para aqueles que estão iniciando suas aulas de teclado online e desejam memorizar de uma vez por todas a localização das notas naturais. Na verdade, o site sugere que o aluno identifique as notas brancas a partir do formato da tecla. Confira:

Formato L: São teclas cujo o formato nos lembram a letra L do nosso alfabeto. As teclas que possuem o formato de L são o Dó e o Fá. Perceba que o formato de L é a primeira tecla branca de um grupo de teclas pretas. Para diferenciar um do outro basta pensar que o Dó está “encostado” no grupo de 2 teclas pretas e o Fá está “encostado” no grupo de 3 teclas pretas.

Formato J: São teclas cujo o formato nos lembra a letra J do nosso alfabeto. As teclas que possuem o formato de J são o Mi e o Si. Perceba que o formato de J é a última tecla branca de um grupo de teclas pretas (Sempre depois de uma tecla J teremos uma tecla L, as teclas L servem como guia para começarmos um dos grupos das teclas brancas mencionados acima). Para diferenciar um do outro basta pensar que o Mí está “encostado” no grupo de 2 teclas pretas e o Si está encostado no grupo de 3 teclas pretas.

Formato P: São teclas cujo o formato nos lembra um picolé quadrado de cabeça para baixo. Logo a letra P serve para ilustrar a semelhança de tais teclas com a primeira letra do objeto que ela nos lembra. As teclas que possuem o formato P são o Ré, o Sol e o Lá. Perceba que o formato P fica entre uma tecla L e uma tecla J, sendo no primeiro grupo de teclas brancas uma tecla P e no segundo conjunto de teclas brancas duas teclas P.

Para diferenciar um do outro basta pensar que o Ré está “encostado” no grupo de 2 teclas pretas e que o Sol e o Lá são vizinhos e estão encostados no grupo de 3 teclas pretas (o Sol é a tecla da esquerda).

Depois de assimilar as notas naturais (teclas brancas), fica relativamente fácil acrescentar as notas dotadas de acidente musical, com bemóis e sustenidos na sequência.

Quando falamos em notas sustenido, estamos falando de notas com um aumento sonoro. Quando falamos em notas bemol, estamos falando em uma diminuição sonora. Para simplificar, podemos identificar unicamente os sustenidos em uma sequência. Sendo assim, em uma oitava, a sequência completa de notas é:

Dó – Dó# – Ré – Ré# – Mi – Fá – Fá# – Sol – Sol# – Lá – Lá# – Si – Dó

Para identificarmos o bemol seguimos a lógica da diminuição. Por exemplo: o aumento da nota Fá, pode ser chamado de Fá sustenido (Fá#), mas também podemos considerá-lo como uma diminuição da nota Sol, então podemos chamá-la também de Sol bemol (Solb).

Tom e semitom

Bem, depois de saber localizar as notas no teclado, outra definição importante na aprendizagem do piano é a de tom e semitom.

Um semitom é a menor distância que temos entre as notas em nossa música ocidental.

No piano, por exemplo, depois da nota existe uma nota chamada dó sustenido, que é a tecla preta logo ao lado. A distância entre dó e dó sustenido é de um semitom (ou meio-tom). Um semitom seria então o menor intervalo que existe entre as notas. Observe:

dó > dó# = 1 semitom
mi > fá = 1 semitom
lá > lá# = 1 semitom

Dessa maneira, as 12 notas musicais que conhecemos estão distantes umas das outras por uma distância de um semitom.

Em suma, um tom é equivalente a dois semitons. Ou seja, o termo tom se refere à soma entre dois semitons:

2 semitons = 1 tom
4 semitons = 2 tons
5 semitons = 2 tons e meio

O que é uma escala de piano?

Quer fazer uma aula de teclado?

É necessário conhecer as escalas para dominar sua obra pianística. As escalas são quase matemáticas: em uma oitava, existem quantos tons e semitons?

Bem, sejamos sinceros. Aprender piano é como com a matemática: você precisa ser dedicado se realmente quiser aprender. Para progredir, é preciso ter motivação e, acima de tudo, a vontade de estudar regularmente as coisas básicas, num ritmo gradual.

Uma escala (maior ou menor) é, por definição, uma série de notas ordenadas de um mesmo modo. A última nota repete a primeira nota tocada na oitava inferior – se a escala é decrescente – ou superior se for ascendente.

A definição é um pouco mais complicada em uma aula de teoria musical:

Uma escala, em teoria musical, é a sucessão ordenada dos diferentes graus de um tom.

Se pegarmos a escala de Dó (C), por exemplo, temos sete notas, além da oitava superior: dó-ré-mi-fá-sol-lá-si-dó.

A escala de Dó maior compreende seis tons, ou seja, seis intervalos de notas – o espaçamento entre cada tecla de piano.

Um tom corresponde à passagem entre duas teclas brancas, um semitom representa a transição de uma tecla branca para uma tecla preta, o que significa um sustenido ou um bemol.

Medimos, como em matemática, a diferença entre as notas.

É fácil: um tom corresponde à distância de dois semitons. Então, no piano, se tivermos duas notas brancas e uma preta no meio, a distância entre essas duas notas brancas é de um tom (2 semitons).

Na escala de Dó, obtemos: tom, tom, semitom, tom, tom, tom, semitom.

Agora, em harmonia, podemos dizer que os intervalos da escala de Dó maior são:

  • A tônica (dó, primeiro grau),
  • A segunda (ré, segundo grau)
  • A terça (mi, terceiro grau)
  • A quarta (fá, quarto grau)
  • A quinta (sol, quinto grau)
  • A sexta (lá, sexto grau),
  • A sétima (si, sétimo grau)
  • A oitava (dó).

A partir daí, temos chegamos à definição de campo harmônico: é o conjunto de acordes formado a partir das notas de uma determinada escala.

Que tal fazer um curso de teclado online?

Faça aulas de música Piano: que tal desmistificar o piano e aprender sobre notas e teclas?

Tudo sobre as escalas maiores

A escala maior tem como referência, na verdade, a escala natural relativa em  – chamada de Modo Jônio e classificada como modo maior – adotada pelo Ocidente e parte integrante da teoria musical na Grécia Antiga.

Para tocar uma grande escala maior no piano, basta seguir uma regra fundamental. Sempre respeite o intervalo do modo maior: tom, tom, semitom, tom, tom, tom, semitom.

Assim, para tocar uma escala de Dó maior, é preciso tocar: dó-ré-mi-fá-sol-lá-si-dó.

A partir daí, basta transpor para as outras escalas maiores:

Escala de ré maior: ré-mi-fá#-sol-lá-si-dó#-ré,
Escala de mi maior: mi-fá#-sol#-lá-si-dó#-ré#-mi,
Escala de fá maior: fá-sol-lá-si b-dó-ré-mi-fá.

E assim por diante para cada nota. Para entender melhor, pode ser interessante usar um dicionário de escalas maiores.

Tudo sobre as escalas menores

O modo “menor natural” corresponde ao modo antigo de Lá, ou modo eólio, adotado pelo Ocidente para escrever o modo menor.

A escala menor é, no entanto, diferente da escala de Dó maior.

Ao longo da história, um semitom foi introduzido entre as notas sétima e oitava da escala – a nota sensível – para imitar o modo de Dó maior, e isso gerou a escala menor harmônica.

Por exemplo, a nota Si é a nota sensível – a nota do sétimo grau – da escala de Dó maior e de Dó menor.

Ainda, a sequência do sexto grau – o Lá bemol – ao sétimo grau – o Si – traz uma sonoridade oriental à escala de C menor.

O Ocidente utilizou a escala menor melódica ascendente e descendente – aumentamos de um semitom os sextos e sétimos graus para obter um som “menos oriental”.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar