Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

A prova de espanhol do ENEM

De Marcia, publicado dia 23/04/2019 Blog > Idiomas > Espanhol > Escolha espanhol para entrar na universidade

“Uma língua diferente é uma visão diferente da vida. “(Federico Fellini)

Há alguns anos, saber inglês era uma espécie de garantia de acesso aos melhores postos de emprego. Hoje em dia, o idioma tornou-se praticamente obrigatório para a maioria dos cargos, até mesmo administrativos e comerciais. Mas, e o diferencial no quesito idioma?

Se você der uma breve olhada em sites de emprego, certamente encontrará um grande número de vagas que pedem que o candidato saiba inglês e mais uma quantidade considerável que solicita o inglês e o espanhol.

Talvez essa seja uma das razões pelas quais o espanhol vem ganhando espaço na vida e no mercado de trabalho do brasileiro. Alguns cargos, inclusive, já exigem ambos os idiomas como pré-requisito (ou mesmo dão preferência ao espanhol).

Um grande reflexo dessa mudança é a inserção do espanhol também em nossa grade de ensino. Atualmente, é comum que os alunos aprendam ambos os idiomas no Ensino Médio. Os cursos de espanhol em institutos de idioma vem ganhando espaço e até mesmo o número de professores particulares da língua aumentou consideravelmente.

Espanhol X inglês Nem sempre escolher o inglês é uma questão óbvia.

Essa é uma questão que gera um certo equilíbrio já que, apesar das exigências do mercado terem se tornado maiores, o aluno conta com maior número de recursos e possibilidades de estudar para se preparar.

Um grande reflexo dessa mudança também pode ser observado na prova do ENEM. O que antes se resumia ao inglês como língua estrangeira, hoje em dia se transformou em um opcional, onde o aluno pode escolher fazer a prova de inglês ou espanhol. Foi daí que veio a necessidade de incluir aulas de espanhol no Ensino Médio.

No momento da inscrição para a prova, é possível optar por um dos dois idiomas. A partir daí, é só estudar e manter o foco. Lembre-se de que, quanto mais matérias você puder “garantir” uma boa nota, maior será a sua pontuação e, consequentemente, as chances de ingressar na universidade dos seus sonhos. A prova de língua estrangeira, por exemplo, representa 11% da sua nota final e pode ser, portanto, decisiva no seu resultado.

Se você vai fazer a prova e não sabe exatamente qual idioma escolher e como se preparar, acesse o Superprof e encontre as melhores aulas de espanhol online e presencial.

Por que escolher o espanhol?

A primeira dúvida que normalmente assola o estudante diz respeito a qual idioma escolher. É normal que você pense, em um primeiro momento, em escolher o inglês, já que seus pais provavelmente matricularam você em um curso desde cedo e ainda há a concepção de que ele é “o idioma mais importante para o mercado de trabalho”, “a língua universal”, dentre outros fatores.

A nova possibilidade escolher o espanhol pode assustar em um primeiro momento, e até mesmo gerar um certo preconceito. Mas, se você parar para pensar, escolher o idioma no lugar do inglês não é assim tão absurdo.

Muito pelo contrário, escolher o espanhol também tem suas vantagens. Para ajudá-lo, listamos alguns bons motivos para optar pela prova de espanhol. Quer ver?

Proximidade com o português

Por mais curioso que pareça, estimamos que grande parte dos inscritos opta, hoje, pela língua espanhola. Isso acontece devido à proximidade do idioma com o português. Normalmente, quem não estudou a fundo nenhum dos dois idiomas tende a fazer essa escolha.

Por tratar-se de uma língua latina, como o português, o alfabeto, alguns fonemas e até mesmo algumas das conjugações verbais estão mais próximas de nós do que o inglês, por exemplo.

Comparando português e espanhol Embora estejamos geograficamente distantes da Espanha, a proximidade entre os idiomas é notável.

Entretanto, esse não deve ser considerado um motivo para não se preparar. Estudar é necessário já que, embora os dois idiomas sejam parecidos, há muitos falsos cognatos e regras gramaticais que não existem em um e são fundamentais no outro.

Há alunos que já estiveram em um país de língua espanhola e conseguiram se comunicar, mesmo sem ter estudado o idioma. Se é o seu caso: não se engane! Para fazer uma prova, é necessário mais que a capacidade comunicativa – você precisará conhecer a gramática e ter um vocabulário relativamente amplo.

Se deseja utilizar a proximidade com o português como critério de escolha, leve em conta que, devido a essa questão, pode ser que você encontre maior facilidade para aprender o idioma. Sendo assim, seus estudos para a preparação para a prova serão mais proveitosos, e jamais desnecessários.

Relação com a América Latina

Se pararmos para pensar, somos o único país da América Latina que fala português. Todos ao nosso redor falam espanhol. Geograficamente falando, estamos muito mais próximos do espanhol do que do inglês. Se levarmos em conta que escolher o idioma para o ENEM é um ótimo “pretexto” para estudá-lo, a escolha do espanhol pode trazer muitos benefícios futuros.

Muitas empresas têm filiais em países da América Latina e falar espanhol representa uma oportunidade a mais de estabelecer boas relações com elas. Pode ser que as portas de um novo mercado se abram para você, afinal, empresas latinas certamente considerarão o espanhol como pré-requisito mais importante que o inglês.

Por esse ponto de vista, o ENEM seria apenas o primeiro passo, seguido de uma faculdade de letras com habilitação em espanhol ou um intercâmbio em um de nossos países vizinhos.

E ainda que esses não sejam seus objetivos, você certamente poderá viajar pelos países próximos do Brasil, sem a preocupação com a barreira do idioma. Convenhamos: passar férias na Europa é o sonho de muita gente, mas existem muitas belezas que você também pode apreciar sem sair da América Latina (e por um preço bem mais acessível, diga-se de passagem).

Por que não fazer um curso de espanhol?

Riqueza cultural

Aprender espanhol também significa entrar em contato com um vasto leque de oportunidades ligadas à arte e à cultura. Esse pode ser o ponto de partida para a sua futura vida profissional. Caso deseje aprofundar seus estudos em artes ou história latina, estudar espanhol para o ENEM  pode ser o primeiro passo.

ENEM e estudos Entender a história e a cultura espanhola é um ótimo motivo para estudar o idioma.

Dessa forma, você não perde o foco, já que passará da fase dos vestibulares conhecendo o básico do idioma.E ainda trata-se de um fator motivacional a mais para estudar, já que não há a impressão de que está estudando em vão ou simplesmente para “fazer uma prova”.

A preparação para a universidade costuma ser uma fase na qual o jovem direciona todos os seus esforços aos estudos. Se os conteúdos aprendidos nessa etapa puderam ser utilizados mais tarde, na vida profissional, melhor ainda.

Muitas pessoas ainda, a partir dessa escolha, tomam gosto pelo idioma e decidem optar por uma dessas carreiras, ainda que essa não tenha sido sua intenção inicial. Apesar disso, é importante não se sentir pressionado a saber, logo no início do Ensino Médio, o que fazer da vida profissional. Mas se você pensa em uma dessas áreas que citamos, comece escolhendo o espanhol como opção para a prova do ENEM.

Já pensou se esse for o passo crucial, que vai ajudá-lo a tomar a decisão de uma vez por todas?

Por que não escolher o espanhol?

Não vamos também apontar apenas vantagens para a escolha do espanhol. Muitos alunos ainda preferem o inglês e não há nada de errado nisso. Nossa intenção foi apenas apontar por que o espanhol pode representar uma boa escolha para você.

Caso ainda assim você prefira o inglês, entenda que trata-se também de um alicerce para um importante passo profissional. Embora essa não seja uma boa escolha para quem nunca entrou em contato com um idioma estrangeiro, se levarmos em conta que o inglês está na grade curricular de praticamente todas as escolas, você provavelmente já tem, pelo menos algumas noções básicas.

Além disso, não vamos negar que estamos falando da “língua universal”. Quando você viaja para a Europa, por exemplo, independentemente do país escolhido, certamente o inglês será a segunda língua falada. Com ele, você pode “se virar” em praticamente qualquer lugar do mundo. Nesse caso, estamos levando em conta os motivos para estudar o idioma.

Provavelmente, você já tenha sido estimulado a estudar inglês desde criança, afinal, seus pais cresceram na época em que ele era imprescindível para o mercado de trabalho. Hoje em dia, é evidente que tornou-se ainda mais necessário e aquele curso que você fez ainda bem jovem pode ter sido o início da sua preparação para a prova de espanhol do ENEM.

E por falar nisso, pensando estritamente na prova, lembre-se de que, com a abertura da opção entre inglês e espanhol, muitas pessoas passaram a escolher o espanhol. Se você está disposto a estudar inglês e se preparar de fato para a prova, escolher o inglês pode ser uma forma de “sair na frente”. Afinal, alcançar um bom desempenho no idioma é praticamente impossível sem estudar.

Escolha do inglês Embora o espanhol tenha suas vantagens, alguns candidatos escolherão o inglês e não há nada de mal nisso.

O inglês pode ser considerado uma boa opção se você faz um curso e tem conhecimentos no idioma. Nesse caso, escolha sem pensar duas vezes. Não se deixe levar pela ideia de que o espanhol é mais fácil. O idioma mais fácil para você é aquele que você estudou e se identifica. É natural que alguns estudantes tenham mais facilidade para um ou para o outro, e essa deve ser a base a levar-se em conta na hora de fazer a escolha do idioma da prova do ENEM.

Qual o modelo da prova de espanhol do ENEM?

Pode ser que você esteja se perguntando quantas perguntas de espanhol terá que responder na prova e quais as habilidades realmente necessárias. Como dissemos, o espanhol cobrado na prova do ENEM não será nada fora do seu alcance.

Assim como na prova de português, algumas perguntas terão como principal objetivo a interpretação de texto. Lembre-se de que, muitas vezes, não é necessário saber o significado de todas as palavras empregadas no texto em questão. Normalmente, não conhecemos nem mesmo todos os vocábulos que aparecem nos textos em português.

Estude e arrase no espanhol A prova de espanhol do ENEM é composta por questões de múltipla escolha.

Interpretar um texto em espanhol (ou em qualquer outro idioma) demanda a capacidade de contextualizar as informações. Meia dúzia de palavras desconhecidas em seu decorrer não são uma sentença de fracasso para a prova do idioma.

Portanto, embora um vocabulário amplo possa ser uma vantagem, sempre haverá palavras desconhecidas, que precisam ser compreendidas no contexto em que foram empregadas.

Além disso, a prova conta também com outras questões de múltipla escolha, nas quais serão cobrados pontos gramaticais e vocabulário (sempre condizente com o que é oferecido no Ensino Médio).

Fazer um curso de espanhol é sempre proveitoso para ampliar seus horizontes. Entretanto, não se trata de uma medida necessária para “passar na prova do ENEM”. Muitas vezes, os alunos partem para a prova, acreditando que ela será muito mais difícil do que o é na realidade.

Tal pensamento pode agravar a ansiedade e o nervosismo que, por sua vez, acabam prejudicando o desempenho do aluno. Para atenuar esse quadro, você pode buscar acessar simulados e materiais de provas anteriores.

Uma vez que você chega ao local de prova já sabendo qual será o modelo encontrado e o grau de dificuldade que as questões costumam apresentar, você passa a se preparar na medida certa, sem pressões sobre si mesmo e se sente mais confiante para o “grande dia”.

Quais são as habilidades necessárias?

Precisamos ser bilíngües para passar na prova de espanhol do ENEM? Felizmente não. Aliás, não é necessário sê-lo nem mesmo para o mercado de trabalho. Noções básicas no idioma ajudam a sentir-se mais confiante na hora de fazer ou mesmo de fazer uma prova.

Até mesmo o conceito de fluência pode não pressupor a perfeição que imaginamos no uso de um idioma estrangeiro. Entretanto, se por um lado a capacidade comunicativa é avaliada pela capacidade de entender e fazer-se entendido, quando pensamos na preparação para uma prova, a gramática e a habilidade escrita devem ser o foco dos estudos.

Sobre o ENEM, o exame consiste em avaliar as habilidades do candidato com o idioma, a compreensão de textos, os conceitos gramaticais e a correta aplicação da norma culta para a comunicação formal. Você não precisa ser um “expert” na língua para obter um bom desempenho na prova.

Uma viagem a um país que fala o idioma pode ajudar? Sim e não.

Para aqueles que já estavam pensando em viajar de férias para a Espanha, ou qualquer outro país da América Latina, essa pode ser considerada uma boa opção em termos de ganhos culturais.

Mas é claro que de nada adiantará viajar (ainda que por um mês inteiro) a um país que fala espanhol se você nunca estudou o idioma. Ou ainda, se você encontrar um grupo de brasileiros e seguir falando português durante a estadia, seus ganhos nessa vertente podem ser considerados praticamente nulos. Os quesitos aprendidos na prática dizem respeito mais às habilidades comunicativas, quando o que é cobrado na prova do ENEM está mais relacionado ao ponto de vista gramatical.

Uma experiência do tipo fará você se sentir mais confortável quando precisar conversar com um estrangeiro, por exemplo.  Se o seu foco, por enquanto, é preparar-se para a prova, talvez essa não seja a melhor medida a ser tomada.

Não há necessidade de realizar cursos intensivos ou mesmo um intercâmbio: para passar na prova de espanhol do ENEM, basta um curso convencional (ou com professor particular), muita dedicação e gosto pelos estudos.

Não precisa viajar Há quem veja em uma viagem para a América Latina uma inspiração para fazer a prova de espanhol.

Algumas dicas adicionais podem ajudar:

  • Tente fazer dos seus momentos de estudos algo agradável e prazeroso;
  • Faça exercícios de respiração profunda e lenta:o seu corpo vai relaxar e trazer à tona as informações aprendidas durante os estudos;
  • Não fique nervoso, acreditando que a dificuldade que você encontra é relacionada “a um problema que você tem com a língua estrangeira”. Lembre-se de que, ainda que o seu amigo tenha facilidade nessa parte, pode ser que ele não se sinta seguro em química ou matemática. Não somos bons em tudo, mas podemos aprender de tudo um pouco, com uma boa dose de foco e dedicação;
  • Estude sempre pensando que está se preparando para a vida: uma oportunidade na carreira ou uma viagem incrível podem surgir a partir do momento que você aprende o espanhol;
  • Assim que chegar a essa parte da prova, procure pensar em espanhol;
  • Se sentir que é melhor para você, comece a prova pela parte de espanhol. Alguns estudantes se sentem mais confortáveis dessa forma e não há problemas nisso.

Qual a origem do idioma espanhol?

O espanhol é uma língua românica do modelo “SVO” em lingüística, cuja estrutura gramatical é governada por uma ordem “sujeito-verbo-objeto”. Este idioma é a língua materna na Espanha e dos países hispânicos da América Latina.

Hoje, existem mais de 570 milhões de falantes nativos de espanhol no mundo (como língua materna ou segunda língua), tornando-o a terceira língua mais falada. Talvez essa seja uma das razões pelas quais ela foi inclusa em nossa grade escolar convencional.

Do latim vulgar, a língua espanhola se difundiu pela extensão do reino de Castela na Idade Média, e é por isso que ele ainda é chamado por alguns de castelhano.

Afinal, devo ou não escolher o espanhol para a prova do ENEM?

Toda escolha, seja ela profissional e acadêmica, não pressupõe certo ou errado. As pessoas tomam decisões baseadas em uma série de fatores internos e externos, sem contar que o que é considerado bom para alguns, pode não o ser para outros. Tudo é uma questão de perfil e preferências.

Escolha por você Assim como os estilos, o perfil do estudante pode influenciar em suas preferências.

Sendo assim, fica difícil afirmarmos se você deve escolher o espanhol ou o inglês. Trata-se de uma decisão para a qual você precisará levar alguns fatores em conta.

Hoje em dia, o aluno normalmente tem contato com ambos os idiomas durante o Ensino Médio, independentemente de fazer um curso em algum instituto de idiomas. Assim, fica mais fácil determinar qual das línguas parece mais fácil para o seu aprendizado.

Há pessoas que consideram o espanhol como o idioma estrangeiro mais fácil de aprender, devido à sua proximidade com o português. Outras, o consideram mais difícil que o inglês, devido à grande variedade de tempos verbais, todas diferentes do que usamos em nossa língua materna.

Se levarmos em conta que a possibilidade de escolher o espanhol para a prova surgiu apenas há alguns anos (anteriormente, a única opção que o aluno tinha era fazer a prova de inglês – podemos considerar que o espanhol foi incluído a partir do momento que passou a ser ensinado na escola convencional), arrisco dizer que você deve considerar fortemente a probabilidade de escolhê-lo.

Entenda que, a necessidade de saber inglês ainda é algo muito forte, transmitido pelas nossas famílias e pelo mercado de trabalho em geral. Isso faz com que a maioria dos alunos ainda optem pelo idioma, mesmo que não sintam afinidades com ele.

Escolher espanhol, nesse caso, é sinônimo de enfrentar uma concorrência menor, e assim contar com a possibilidade de conseguir uma pontuação melhor, que poderá ajudá-lo a cursar a universidade dos seus sonhos.

Pode ser que um dia, a língua da Espanha se torne tão importante para o mercado quanto o inglês o é hoje em dia. Nesse momento, pode ser que surjam novas necessidades de implantar o ensino de um terceiro idioma estrangeiro nas escolas. Ou ainda que os dois idiomas passem a ser obrigatórios na prova do ENEM. Mas enquanto isso não acontece, você pode aproveitar para escolher o Espanhol e conseguir uma boa pontuação em sua prova.

Bastar se preparar se assim se sentir mais confiante no dia da prova.

Só não deixe de estudar também o inglês. Lembre-se: ele é o primeiro idioma estrangeiro pelo qual você será cobrado mais tarde, no mercado de trabalho. O espanhol será o seu diferencial.

Esperamos que nossas dicas tenham ajudado você a escolher o idioma da sua prova do ENEM. Deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco a sua escolha.

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar