Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprenda como orar em língua árabe

De Fernanda, publicado dia 04/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Como fazer uma oração em árabe?

Levando em conta todos os seus dialetos, o idioma árabe reúne quase 300 milhões de falantes, tornando-se o quarto idioma mais falado no planeta.

Muitos países têm como língua oficial ou majoritária o árabe, e a grande maioria dos falantes é de religião muçulmana, um elo cultural que lhes permite atravessar fronteiras, tendo como base comum todas as referências religiosas.

Se nem todos os muçulmanos são de origem árabe, os islamitas (este era o termo popular entre os estudiosos do islamismo do século XIX, como o padre Henri Lammens) de todos os países passam necessariamente por este meio de comunicação para lidar com sua vida espiritual.

Além disso, saiba que aqueles que dominam a língua árabe somam mais de 350 milhões na Terra! Aliás, um número que não para de crescer.

Vamos adentrar esse mundo árabe-muçulmano e apresentar as informações principais das orações em árabe!

O credo muçulmano

“Não há outro deus além de Allah; Maomé é servo e mensageiro de Allah”

Esta possível tradução em português da shahada é uma das sentenças mais conhecidas no mundo muçulmano.

É o fundamento, juntamente com o Alcorão, da fé muçulmana.

A shahada é uma declaração através da qual o muçulmano atesta que “Há um só Deus, Alá, e um só profeta, Maomé “. Em contextos ocidentais, a shahada é por vezes chamada de “credo”, mas esta frase nunca foi alvo de um debate teológico controverso e não resulta de uma elaboração doutrinal, como sucedeu no Cristianismo com o “Credo de Niceia”.

A shahada é baseada em cinco pilares, independentemente da vertente em questão (xiita, sunita, e por isso não vamos entrar em detalhes dessas diferenciações ou suas implicações geopolíticas, que sempre podem variar em função da crença no Mahdi e o califado).

Continuidade do Santo dos Santos pelo seu vazio material, escapou do Dilúvio na herança de Abraão Aprender a língua árabe permite que os muçulmanos se aperfeiçoem em sua vida religiosa.

Os cinco pilares são:

  •  — professar e aceitar o credo (ChacadoChahada ou Shahadah);
  • Oração — orar cinco vezes ao longo do dia,com o fiel voltado em direção a Meca (SaláSalat ou Salah); é este ponto que vamos explorar nesse artigo!
  • Caridade – doar dinheiro aos necessitados (ZakatZacat, ou Zakah);
  • Jejum — observar as obrigações do Ramadã (Sawm ou Siyam);
  • Peregrinação — fazer a peregrinação a Meca, pelo menos uma vez na vida, se tiver condições físicas (Hajj ou Haj).

Descubra também os segredos das aulas de árabe para as crianças …

Orando em árabe: gestos rituais muçulmanos acompanhando a fala

Talvez você não vá aprender isso em suas aulas de árabe.

Cantar não é tudo para se dirigir ao Criador: um certo número de gestos e atenções são necessários para cumprir este ritual e ato diário de higiene sobrenatural.

Antes de mais nada, deve-se poder orar em um lugar apropriado, isto é, limpo e minimamente digno de uma conversa com o divino. Salas de oração e mesquitas oferecem em teoria uma garantia sobre este ponto.

No momento da oração, utilizar um tapete torna-se, nessa perspectiva, algo necessário, sobretudo porque, antes de rezar, você precisa ter o cuidado de verificar se suas roupas e seu aspecto físico estão em condições de se apresentar em estado de pureza.

As abluções são passagem quase obrigatória antes da oração, que consistem em lavar com água as mãos, as narinas, os braços até a altura do cotovelo, a face, a cabeça, as orelhas e ouvidos e os pés, de uma determinada maneira. Muitos blogs especializados fornecem detalhes específicos dependendo da situação.

As orações consistem na recitação de um conjunto de versículos do Alcorão, num ciclo de posições (em pé, curvado, de joelhos, prostrado e sentado) a que se chama de rakca (ou genuflexão); o número de genuflexões varia de acordo com a oração do dia. Estas orações não devem ser confundidas com as orações informais que os muçulmanos podem fazer quando sentem necessidade de pedir algo ou simplesmente conversar com Deus.

Então, durante o ato de fé, vários sinais físicos podem ser expressados e pontuam o ritual:

  • Mudanças de posição (em pé, gesto de reverência ou ruku, de joelhos, de cócoras …),
  • Movimentos da mão (levantá-las no início para a primeira invocação, depois colocá-las no torso …),
  • A orientação da cabeça (em direção ao céu, em direção ao chão, nessa ou naquela postura), etc.

Explicações ilustrativas são particularmente valiosas para absorver a atmosfera que deve reinar sobre as diferentes fases da oração islâmica.

Oração: os princípios da oração em língua árabe

Mas voltemos ao assunto que nos interessa mais especialmente aqui: a oração!

As cidades muçulmanas e certos distritos ocidentais são chamados à oração pelo Almuadem (ou muezim), porque o dia deve ser pontuado por 5 momentos de meditação (de 5 a 10 minutos) chamados “salás“:

As orações devem ser feitas em momentos concretos do dia, que não correspondem a horas, mas a etapas do curso do Sol:

  • Fajr: ao alvorecer;
  • Dhur (ou Dor ou Zhur): ao meio-dia, depois do sol ter atingir o seu ponto máximo;
  • Asr (ou Alá-sari: entre o meio-dia e o pôr do sol;
  • Maghrib (ou Magarebe): logo após o pôr do sol;
  • Isha (ou Ichá): de noite, pelo menos uma hora e meia após o pôr do sol e antes da hora de fajr, (Não passar a meia noite)

Todas as vezes, tendo feito todos os preparativos necessários, os fiéis se voltam para a grande mesquita de Meca, na Arábia Saudita, onde fica a kaaba. Esta orientação (que se situa mais ou menos a leste do Brasil) é chamada de “qibla“.

A oração começa em pé. Não deve ser uma ação mecânica: não, ela envolve – além do dever de a criatura louvar o seu Senhor – um aspecto místico, daí a necessidade de ter a intenção correta antes de pronunciar seus primeiros cantos .

A sequência oral começa com a famosa antífona “Allahu akbar“.

As conversões à fé muçulmana são cada vez mais numerosas no mundo, a ponto de haver lugares específicos que ensinam a religião, ou por exemplo, que ensinam sobre como é a oração em árabe.

Existem também muitos sites que apresentam um grande número de recursos audiovisuais, bem como escritos com traduções interessantes, e comparações de textos originais em árabe com seus correspondentes em português.

Para os mais convencionais, é possível encomendar manuais e livros de oração em livrarias especializadas ou em lojas online.

Descubra além disso como escrever bem em árabe …

Qual variante do árabe aprender para rezar?

O árabe falado no Magrebe não é o mesmo falado do lado do Oriente.

Apenas um a cada seis (ou sete) falantes de árabe usa diariamente o árabe literário ou clássico como língua materna.

Isso corresponde ao que os linguistas chamam de “árabe egípcio”, baseado no conteúdo do Alcorão, que também pode ser aprendindo por meio de aulas particulares em casa.

A oração muçulmana é realizada neste árabe clássico, de modo que os nativos de Marrocos ou da Argélia podem ter, no começo, um pouco de dificuldade em entender tudo.

Além disso, muitos muçulmanos, especialmente em países europeus, não se sentem confortáveis ​​com a escrita árabe tradicional.

Para ajudá-los nessa tarefa, muitos tutoriais estão disponíveis na Internet ou em mídia impressa para rezar na “linguagem do Profeta” graças aos encantamentos em árabe transcritos no alfabeto latino.

É evidente que para nós, é muito mais fácil ler “Allahu Akbar” em vez de “الله أكبر”!

O que não dispensa a busca por um professor particular para se tornar mestre em letras árabes…

Aprender a orar em árabe é provavelmente mais fácil do que tocar um instrumento musical, o que é melhor porque as duas coisas são totalmente incompatíveis.

Em ambos os casos, é fácil encontrar tutoriais em vídeo para todos os perfis e expectativas de estudantes.

Além disso, para ser um fiel seguidor de Maomé, ouvir o árabe devidamente pronunciado evita criar certos vícios de linguagem em termos de pronúncia ou sotaque.

A compreensão oral do árabe começa com uma escuta atenciosa!

Outras religiões que fazem orações em árabe

O tradicional calendário lunar dos muçulmanos começa com o Hégira em 16 de julho de 622 (com a fuga de Maomé de Meca para Medina).

Antes dessa data, a língua árabe já existia e servia como meio de comunicação para professar outras crenças, em particular a cristã.

Existem referências cristãs conhecidas no Alcorão, como os nomes, que são simplesmente arabizados ou islamizados (Myriam, Yeshua …). Um bom assunto para se estudar durante um curso de árabe para iniciantes!

As comunidades cristãs do Oriente são cada vez mais raras e pertencem a diferentes igrejas, algumas delas ligadas a Roma (Igreja Católica), outras dependentes do chamado “patriarcado” ortodoxo.

O árabe na oração islã. Uma mulher com véu: para a oração islâmica, limpeza e modéstia são dois elementos necessários, além da pureza (que exclui períodos de menstruação para mulheres).

Ainda, os coptas são egípcios cujos ancestrais abraçaram o cristianismo no século I. Formam um dos principais grupos etno-religiosos do país. A palavra “copta” foi usada originalmente no árabe clássico para se referir aos egípcios em geral, porém passou por uma mudança semântica ao longo dos séculos, e passou a se referir mais especificamente aos cristãos egípcios depois que a maior parte da população egípcia se converteu ao Islã (após o século VII).

Mas a maioria dessas comunidades tem uma linguagem sagrada diferente do árabe para viver as leis de Cristo.

O siríaco, por exemplo, embora semítico como o árabe, pertence ao subgrupo de línguas aramaicas.

Isso não impede a existência de um Pai Nosso na língua árabe vernacular.

Os alauítas (ressurgimento do paganismo que assimilou elementos monoteístas) é outra vertente, uma vez que eles realmente usam um dialeto árabe: estão presentes na Síria, Líbano e Turquia, e também contribuíram para o nascimento do nacionalismo, e posteriormente o socialismo pan-árabe.

Por fim, descubra como aprender o alfabeto árabe ou como encontrar cursos de árabe em São Paulo!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar