Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Tudo sobre como aprender violão como autodidata

De Fernanda, publicado dia 01/01/2019 Blog > Música > Violão > Evolua na guitarra praticando em casa!

“A música é o verdadeiro sopro da vida. Nós comemos para não morrer de fome. Nós cantamos para viver juntos.” – Yasmina Khadra

Para aprender o violão como aluno iniciante ou intermediário é preciso de uma verdadeira metodologia de ensino.

Muitas vezes, para aprender o violão, o aluno acha que basta pegar seu instrumento e sua palheta e começar a tocar. No entanto, para progredir depressa e com eficácia, é preciso fazer sessões organizadas de estudo.

Mas como organizar seus estudos de violão clássico ou de guitarra elétrica?

Pois bem! Aqui estão as respostas para suas perguntas quando você está iniciando o violão sozinho!

Como preparar sua sessão de estudos de violão?

Como aprender guitarra sozinho? Como elaborar uma rotina de estudos? Preparar bem a sua sessão de trabalho permite progredir mais rapidamente.

Os autodidatas muitas vezes querem aprender a tocar violão depressa. Infelizmente, o resultado disso é pular etapas necessárias e aprender acordes básicos “de qualquer jeito” ou então aprender com o único propósito de reproduzir um riff, um arpejo ou um solo famoso.

Esse método pode até funcionar no começo.

Por outro lado, quando é necessário assimilar músicas mais difíceis, o autodidata vai desejar aplicar novamente este método, mas vai ficar bloqueado. Ou então ele vai até conseguir reproduzir alguma coisa, mas com erros ou de maneira imperfeita, uma vez que ele não vai ter aprendido a colocação rítmica e as nuances.

Embora as aulas clássicas estejam associadas à parte chata do ensino da música, na maioria das vezes os melhores músicos seguiram uma formação musical em uma escola de música ou com um professor de violão.

Por exemplo, no jazz, os músicos aprendiam muito com os guitarristas que eram melhores do que eles e assim assimilavam os conselhos mais valiosos.

Como um autodidata – e caso você não tenha a sorte de ter um mestre guitarrista por perto – você terá que ser metódico, sobretudo se quiser alcançar um alto nível de guitarra jazz ou folk.

E antes de elaborar suas sessões de estudo, você vai ter que se preparar para isso:

  • Defina um intervalo de tempo: se você não definir quando pode estudar o violão, você nunca vai fazer isso. Claro, não precisa determinar que seja todos os dias, mas é muito importante identificar todas as suas disponibilidades para tal.  Por exemplo: 15 minutos de manhã, 30 minutos no intervalo do almoço, 30 minutos à noite antes de ir para a cama, 2 horas no sábado à tarde durante o treino de futebol do seu filho …
  • Planeje o conteúdo de sua sessão: para saber o que estudar, anote todos os exercícios que deseja fazer (escala pentatônica, ritmo, acorde de guitarra …). Você pode colocar números na frente dos elementos para trabalhar de acordo com suas prioridades. Certifique-se de encontrar exercícios específicos para os conteúdos desejados. Dessa maneira, no momento que você estiver tocando, vai saber exatamente o que estudar e assim não perde tempo,
  • Prepare tudo o que você precisa: metrônomo, afinador, palheta, exercícios, material didático, garrafa de água …
  • Desligue o telefone ou coloque-o no modo avião: para progredir, você precisa estar focado e não pode ser distraído por um telefone que vibra a cada notificação recebida. Também desligue a TV e fique isolado caso você more com outras pessoas, avisando-as de que você está estudando,
  • Relaxe: o violão tem esse poder de conciliação, mas às vezes ficamos estressados ​​demais depois de um dia de trabalho e precisamos relaxar antes. Uma boa dica é fazer alguns exercícios de respiração antes de começar.

Tente aplicar essas dicas o máximo que puder para se preparar para a sua sessão de estudos.

Como ter sucesso nos estudos de guitarra como autodidata?

Como aprender guitarra sozinho! Qual é a preparação ideal de um guitarrista autodidata? Sinta-se à vontade para variar os exercícios e não se entediar!

Você está perfeitamente preparado, com a guitarra na mão… Mas precisa encarar um exercício que só de pensar lhe dá arrepios.

Infelizmente, uma sessão de violão nem sempre acontece como planejado. Você enfrenta dificuldades, fica perturbado, uma de suas cordas de violão estoura, você perde sua palheta …

Então, você pode ter que interromper sua sessão por qualquer motivo. Isso acontece, não tem importância e é inútil ficar chateado ou culpar a si mesmo. Você vai retomar sua sessão mais tarde ou no dia seguinte.

Outro obstáculo frequente é o nervosismo. Ficamos frustrados porque não conseguimos fazer um exercício, ler uma tablatura de guitarra corretamente ou pressionar a corda da maneira certa. É humano, nós nos irritamos facilmente.

No entanto, ficar com raiva, perder o foco e continuar insistindo pode ser contraproducente. Nestes casos, é melhor fazer uma pausa, respirar um pouco de ar fresco, conversar outra coisa com alguém, beber um copo de água ou ler um pouco.

Um aspecto complicado de gerenciar na sua sessão de estudos é a concentração. Seguindo o conselho acima, você vai perceber que a concentração é, antes de tudo, uma questão de preparação.

Mas não só! Você também vai perceber que a concentração é gradual. Quando você começa um exercício, leva um pouco de tempo para se concentrar totalmente. Portanto, procure não interromper um exercício ou o ensaio de uma música.

Por exemplo, durante 5 minutos de exercícios, fique atento ao violão. Você pode fazer uma pequena pausa entre dois exercícios para permitir que seu cérebro descanse. Durante um exercício com a técnica da mão direita, mantenha o foco na mão direita e vice-versa, com a técnica na mão esquerda.

A concentração acontece em função do tempo. Quanto mais você estuda, mais você é capaz de se concentrar por um período mais longo. Mas tenha em mente que 20 a 30 minutos de concentração é bastante coisa!

Saiba também que é melhor trabalhar lentamente se quiser progredir de fato. Aprender o violão não é uma corrida!

Como elaborar uma rotina de estudos de violão?

Como aprender a guitarra sozinho? É preciso estudar a guitarra todos os dias? De vez em quando, aja como se estivesse em um show!

Antes de estabelecer sua rotina de estudos de guitarra, defina uma meta específica:

  • Fazer uma improvisação em uma determinada escala,
  • Usar as seis cordas da guitarra para inventar um acorde,
  • Aumentar a velocidade de execução de uma música,
  • Melhorar sua destreza,
  • Progredir nos solos …

Uma rotina de trabalho deve incluir três etapas importantes: aquecer os dedos da mão (especialmente no inverno), exercícios técnicos para progredir e praticar uma música específica.

Reserve 2-3 minutos no final para tocar sem pensar, apenas para relaxar.

A palavra rotina pode parecer depreciativa para alguns, mas para progredir, é essencial estabelecer uma repetição.

O problema está justamente nessa repetição, que pode ser prejudicial para alguns. Para evitar o tédio, é importante variar os exercícios técnicos.

Não faça o mesmo exercício por mais de 15 dias. Se você já dominou a técnica, mude o exercício para torná-lo mais complicado. Se este não for o caso, deixe-o de lado por uma ou duas semanas.

Se você tiver apenas 5 ou 10 minutos para trabalhar, concentre-se no mais importante, mas nunca deixe de estudar. Melhor estudar pouco e com mais frequência do que nunca ou muito de uma vez só.

Que tal um curso de violão online?

Outras dicas para guitarristas autodidatas

Como estudar guitarra sozinho? O que é mais importante para um guitarrista autodidata? Mostrar sua evolução na guitarra para seus amigos e sua família pode ser uma boa maneira de ganhar motivação!

Como um estudante de violão iniciante, você pode tocar qualquer estilo de música. E mesmo que você provavelmente não seja o próximo Hendrix ou Clapton, é possível progredir seguindo várias etapas e dicas:

  • Toque pouco, mas regularmente: toque todos os dias! É muito mais eficaz do que tocar só uma vez por semana, mesmo que seja por apenas 10 minutos,
  • Toque devagar para desenvolver sua velocidade: pode parecer paradoxal, mas você tem que desacelerar o máximo que puder para tocar depressa depois. O cérebro precisa de tempo para registrar os movimentos e reproduzi-los,
  • Faça exercícios para desenvolver seu ouvido musical e noção de ritmo,
  • Faça uma sessão ao vivo: aja como se estivesse em concerto depois de aprender algumas músicas. Toque as músicas sem pausa,
  • Relaxe seus músculos: algumas tensões são prejudiciais, especialmente as da parte superior do corpo. Aproveite o tempo para fazer movimentos circulares da cabeça para alongar. Faça o mesmo com os pulsos,
  • Aprenda novas músicas e aumente o seu repertório: faça a escolha de uma nova música em função do seu nível e escolha uma canção que você goste, claro,
  • Grave e ouça o que você tocou: todo mundo tem uma tendência a se subestimar ou a se superestimar. O melhor é gravar e filmar a si mesmo e ouvir os pontos fortes e fracos,
  • Estude com o metrônomo,
  • Estude o improviso,
  • Toque enquanto assiste à TV ou a uma série: o quê? Não é preciso estar 100% focado no seu aprendizado? Então, é claro, às vezes é importante estar ultra-focado. No entanto, em outros momentos, estudar sem pensar no que está fazendo ajuda a progredir, paradoxalmente. Pensamos em outra coisa, ficamos relaxados e tocamos melhor,
  • Toque com um guitarrista melhor do que você para aprender e aproveitar os conselhos dele.

E então? Você está pronto para seguir todas essas dicas e progredir?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar