Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Dicas de estudos para futuros desenhistas e artistas

De Marcia, publicado dia 06/09/2019 Blog > Artes e Lazer > Desenho > Seja um desenhista bem sucedido com nossos conselhos

“Uma academia de belas artes não é uma escola, nem uma universidade: é um lugar de livre expressão artística.” – Markus Lüpertz

Nem sempre, o lugar sonhado no mercado de trabalho chega logo após a formação em desenho. Pode ser que você tenha que batalhar por alguns anos, fazer estágios e aprender algumas coisas na prática até estar preparado para seguir os rumos escolhidos. Talvez isso sirva de consolo aos pais sobre as oportunidades para seus filhos que sonham em viver do desenho (ou das artes).

Seguir o caminho artístico nem sempre é fácil. O estudo preparatório para a prática artística às vezes é essencial para estar pronto para enfrentar o trabalho exigido nas escolas de arte. Portanto, para ajudá-lo em sua abordagem, aqui estão algumas dicas para ter sucesso nos seus melhores anos de estudo: a formação profissional.

Como escolher a escola para seus estudos de desenho?

Antes mesmo de começar seus estudos em artes aplicadas ou artes plásticas, o primeiro passo é aprender sobre todas as escolas de arte disponíveis. Cada aluno deve observar o tipo de especialização oferecida pela escola de arte , mas também se ela é reconhecida pelo Estado, se é uma escola pública ou privada, etc.

Algumas escolas são famosas por ensinar desenhos animados, enquanto outras serão especializadas em quadrinhos. Se você já tem uma ideia do que deseja fazer após a formatura do ensino médio, é claro que será mais fácil chegar à escola certa.

Dentre as muitas opções do mercado, escolha a escola que mais tem a ver com você.

Caso ainda tenha muitas dúvidas quanto a que rumo seguir, é melhor ingressar em uma escola que oferece um generalista, antes de você escolher uma especialidade.

As orientações corretas a respeito do curso e o tipo de diploma que será emitido após a sua formação também são itens que merecem destaque no rol de prioridades para escolher onde estudar. Não hesite em enviar um contato para várias instituições. Cursos são caros e é importante ter relativa certeza antes de começar.

A escolha de uma escola após a formação universitária é essencial para manter a motivação durante todo o ensino superior. Se as disciplinas artísticas ensinadas (história da arte, design gráfico, comunicação visual, criação artística, artes visuais, expressão plástica etc.) não lhe agradarem, você poderá repensar o seu plano de carreira.

Visite os sites das escolas para descobrir as oportunidades e a integração profissional de ex-alunos para ver se ela atende às suas expectativas. E por que não entrar em contato com algumas para obter referências sobre treinamento em artes?

Desenvolva um portfólio convincente

Para ingressar em uma escola de arte, cada aluno deve apresentar um portfólio. Trata-se de uma pasta na qual você apresenta todos os seus trabalhos artísticos pessoais. Pode ser desenhos, pinturas, mas também esculturas, vídeos, músicas etc. Em uma prancheta ou em um dispositivo USB, essa pasta permite que você se apresente e mostre suas vertentes artísticas.

Alguns estudantes não hesitam em mostrar suas produções musicais ou sua paixão pela dança, a fim de se tornarem famosos de maneira global.

O que interessa ao júri é, antes de mais nada, descobrir quem você é. Nem sempre os desenhos mais bonitos são os preferidos, mas sim os desenhos que expressam uma pesquisa e uma abordagem pessoal. As pessoas do júri precisam entender o seu universo.

Uma vez admitido pela escola, é igualmente importante trabalhar em seu portfólio profissional. Este é destinado a mostrar seu trabalho aos diferentes profissionais que você encontrará, de modo a conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Este modelo está funcionando em todo o currículo artístico. Ao longo dos anos, seu estilo será refinado e você poderá mostrar todos os tipos de trabalho que é capaz de desempenhar.

E de pensar que tudo pode começar em uma simples aula de desenho…

As notas do curso não são tudo!

Quando você sai do ensino médio, é difícil não se apegar ao sistema de notas. No entanto, depois de chegar ao mundo profissional da arte, ninguém solicitará seus boletins para recrutá-lo. No mundo da arte, é o portfólio que conta acima de tudo. Às vezes, até mesmo mais que um diploma.

Não se prenda somente às notas, mas ao seu desempenho no curso de desenho.

Esta é a razão pela qual muitos artistas autodidatas fazem sucesso sem passar por escolas de arte .

Tenha cuidado, no entanto, já que as notas ainda são usadas para levá-lo ao próximo nível, a fim de obter seu diploma. Mais do que isso, elas também são uma maneira de ver seu progresso para refazer os pontos mais complicados. As notas servem como referência para os professores, mas também para os alunos.

Portanto, você deve levá-las a sério o suficiente para ter sucesso em seus estudos, mas esquecê-las um pouco quando se trata de preparar seu portfólio e seu futuro profissional. As escolas de arte são feitas principalmente para prepará-lo para o mercado!

Assuma riscos para progredir no desenho

A escola é feita para aprender, testar, errar e começar de novo. Aproveite este período de estudo para se atrever a testar novas técnicas de desenho e sair da sua zona de conforto. Você é bom em grafite a lápis? Então tente tons pastel, pintura a óleo ou o que quer que seja, relacionado à técnica. Todas essas experiências não serão mais possíveis quando você for um desenhista independente ou funcionário de uma empresa.

Portanto, não fique preso ao medo de notas ruins, mas sempre tente novas técnicas e aprenda! Isso funciona particularmente durante os anos preparatórios antes de passar nas competições das escolas de arte. Quaisquer que sejam os setores, a educação artística deve fazer você progredir em seu estilo e em sua técnica artística.

Faça networking na escola de desenho

Independentemente do campo de estudo escolhido, a pós-graduação é o melhor momento para criar uma rede profissional. Seus colegas de classe também se tornarão profissionais e, portanto, potenciais futuros parceiros. Este é o momento de criar links e manter contato com outros alunos, mas também com professores.

Além disso, as escolas de arte costumam solicitar projetos em grupo ou projetos individuais que exigem muito trabalho fora da sala de aula. Em vez de ficar trancado em casa ou no escritório, é melhor trabalhar com outras pessoas para se manter motivado.

Você pode aproveitar os cursos de desenho para criar a sua rede de networking.

No final de seus estudos, essas novas amizades serão ainda mais importantes se você se tornar freelancer, pois trabalhará sozinho. Estar conectado e ter pessoas com quem conversar de tempos em tempos é crucial para a inspiração e a boa saúde profissional em geral.

Escola de desenho: também tire um tempo para descansar

As grandes escolas às vezes podem ser muito estressantes. A admissão é muito seletiva e os alunos que foram aceitos dão o melhor de si durante todo o período de estudos. É necessário muito trabalho pessoal, e não é incomum passar as noites finalizando um desenho ou um projeto de arte.

No entanto, ao perder o ritmo, às vezes perdemos a cabeça.

O cérebro precisa descansar para ser criativo e produtivo. Devemos aprender a fazer pausas e encontrar um ritmo ideal para o corpo e a mente recuperarem as forças. Não se preocupe em trabalhar noite e dia. Sair com os amigos, passar os fins de semana com sua família, etc. são atitudes que fazem bem e ajudam a recuperar o “fôlego” para os estudos.

Trabalhe no seu tino artístico

Desenhar não é apenas técnica! Alguns estudantes são favorecidos porque dominam muitas técnicas de desenho e pintura. Perspectiva de equitação, modelo vivo, esboços, planos, coloração… é claro que a técnica é importante durante os estudos artísticos. Mas a técnica é aprendida. Muitos estudantes não conhecem todas as noções básicas de desenho antes de entrar em uma escola de arte e aprender durante os estudos.

Mas não acredite que é possível fazer uma carreira artística apenas com a técnica. Também devemos ter as idéias e o senso artístico. É a combinação de ambos os fatores que vai determinar o seu sucesso nas artes.

É por isso que as escolas de arte também oferecem cursos sobre cultura artística, comunicação sobre história da arte e assim por diante. Sem inspiração, o artista não é nada. Não negligencie todos os assuntos teóricos e culturais do seu programa de atividades opcionais.

Desenvolva sua curiosidade artística

Entenda: estudar na escola de arte exige muito investimento pessoal. Além do trabalho exigido pelas escolas, os alunos são muito incentivados a participar de exposições de artes. Mas a curiosidade artística também deve fluir através da leitura de romances, biografias, revistas de notícias artísticas ou assistindo filmes.

Apreciar os mais diversos tipos de arte é fundamental para compor o seu estilo.

É importante criar sua própria cultura artística e ir além do que você aprecia naturalmente. Novamente, trata- se de sair da sua zona de conforto para progredir. Por exemplo, você pode organizar passeios culturais com amigos para torná-los mais interessantes e divertidos. Arte contemporânea, arte e design, arte gráfica, artes cênicas, o campo artístico é amplo e inspirador.

Que tal descobrir todos os segredos que ele tem a revelar àqueles que têm alma de artista? O primeiro passo pode ser fazer a matrícula naquele curso de desenho que você anda sonhando há anos. Lembre-se de que nunca é tarde para começar a desenvolver os seus dons artísticos.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar