Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Características de uma bateria de música multifuncional

De Joseane, publicado dia 24/12/2018 Blog > Música > Bateria > O que é uma bateria híbrida?

Uma bateria pode ser regrada de diferentes maneiras, e possuir diferentes configurações para atingir os mais variados tons.

A escolha de uma bateria pode ser feita de acordo com o ritmo que o baterista vai tocar. Bateria de jazz, bateria de rock, bateria de pop e bateria de funk….

Obviamente uma bateria adaptada a um determinado estilo musical, isto é, composta de elementos que favorizam a batida e o ritmo de um estilo musical específico, vai certamente ter um melhor desempenho nesse estilo.

Por exemplo, a bateria de jazz que é composta de uma certa maneira vai favorizar o ritmo do jazz embora possa ser usada para tocar outros ritmos. Para o jazz utiliza-se normalmente a bateria acústica que possui uma batida mais soft e harmoniosa.

Para os ritmos mais pesados como o rock, metal, pop e funk, a bateria eletrônica é a que sai na frente.

Para o baterista iniciante que ainda não encontrou realmente o seu nicho, o ideal é optar por uma bateria multifuncional. Uma bateria que se adapte aos diferentes hits, ritmos e seja ajustável a diferentes estilos.

Essa bateria existe e é conhecida como bateria híbrida.

Mais informações sobre esse tipo de bateria a seguir…

O que é e por que escolher uma bateria híbrida?

Uma das marcas de bateria mais famosa no mercado, a Roland, divulga a sua gama de baterias híbridas utilizando a seguinte chamada:

Bateria híbrida: pegue o poder bruto da bateria acústica, e o potencial da eletrônica e comece a tocar um kit de bateria com o melhor dos dois mundos.

duas baterias em uma: bateria híbrida A bateria híbrida é a fusão da eletrônica com a acústica!

A bateria híbrida ( drum kit fusion em inglês) é realmente o melhor entre dois mundos. Uma junção da bateria acústica muito usada nos estilos suaves como por exemplo jazz e bossa nova, e a bateria eletrônica mais indicada para os ritmos pesados como o rock, metal e o funk.

Um drum kit fusion, a bateria híbrida é particularmente recomendada para os iniciantes. Mas além de ser uma boa opção para os debutantes em bateria, também é adequado para crianças de 7-8 anos de idade.

No entanto, a bateria híbrida, como o nome sugere, é recomendada para reproduzir uma variedade de estilos musicais: rock , jazz, bossa nova, funk…

Embora seja recomendada para os iniciantes, a bateria híbrida é ideal para todo e qualquer baterista que toque diferentes estilos. Uma bateria híbrida é o meio termo entre a bateria de rock padrão e a pequena bateria de jazz.

É sobretudo o tamanho do bumbo que diferencia uma bateria da outra. A altura do baterista podendo também ser um critério a considerar na hora de escolher um drum kit!

A bateria híbrida é uma boa escolha para os bateristas polivalentes, isto é, que tocam diferentes estilos musicais.

Veja como se tornar um super baterista do rock!

Os componentes de uma bateria híbrida

Um debutante na bateria deve escolher os seus instrumentos. É possível adaptar a bateria de acordo com a necessidade e os gostos do baterista. No entanto, antes de começar a compor a sua bateria, o baterista deve conhecer cada instrumento e seu papel dentro do conjunto. Conhecer os diferentes instrumentos ajuda o baterista a melhor escolher o kit que lhe corresponde.

Diferentes tipos de bateria A escolha da bateria depende do estilo musical e da escolha pessoal do baterista

Uma bateria é composta de diferentes tambores:

O bumbo na bateria híbrida

O bumbo é um dos elementos mais imponente da bateria, senão o mais importante. Se trata do tambor que possui o som mais grave. Um bumbo híbrido mede 20″, o meio termo entre entre o de jazz de 18″ e o bumbo de rock de 22 “.

Para o bumbo, utiliza-se um pedal com um batedor de feltro para proteger a pele. O som d bumbo pode ser sufocado por uma almofada colocada dentro do instrumento contra a pele. Mas também é possível colocar um surdo para silenciar o som.

Esteja ciente, no entanto, que um bumbo de bateria híbrida será mais “silencioso” do que um bumbo de rock. Não se preocupe, você também pode tocar metal com um kit híbrido. Basta adicionar um pedal duplo e pronto!

Os tambores da bateria híbrida

Uma bateria híbrida possui três tambores assim como a bateria standard. Mas na bateria híbrida os tambores costumam ser menores.

Geralmente a composição inclui um tambor de som agudo, um outro de tom médio. Dispostos do  mais agudo ao mais grave da esquerda para a direita para os destros e da direita para a esquerda para os canhotos. Esses dois tambores são colocados acima do bumbo em suspensão.

O terceiro tambor será colocado no chão, a direita do baterista (ou a esquerda, se um canhoto), ele possui o som mais grave entre os três.

A caixa na bateria híbrida

A caixa é também um elemento muito importante na bateria. Sem ela,uma bateria percussionista não seria completa.

Caixa e baquetas numa bateria híbrida A escolha da caixa fará toda a diferença na composição da bateria…

A caixa é geralmente colocada entre as pernas do baterista, levemente à esquerda para os destros, ou à direita para os canhotos.

A caixa de uma bateria híbrida faz normalmente 14″ de diâmetro e 5,5” de profundidade. A escolha da caixa é muito pessoal. A escolha do diâmetro e da profundidade da caixa depende do gosto pessoal de cada baterista.

O som da caixa é realmente único e vai fazer toda a diferença na hora de tocar os seus hits preferidos na bateria. Teste a caixa antes de compor o seu kit. Lembre-se que será a caixa que dará o toque final e que mostrará também o seu estilo como baterista.

Você é um baterista e não tem bateria? Veja como se virar, aqui.

Os pratos de uma bateria híbrida

Existem vários tipos de pratos que você pode adicionar ao seu kit de bateria para criar novos sons e personalizar suas músicas. Mas o melhor é começar comprando dois itens essenciais: o prato de choque ( hi-hat em inglês) e o prato de condução (ride). Os pratos híbridos têm um som bem alto, mas não muito e possui uma ressonância média.

Como escolher os pratos de uma bateria? O som dos pratos na bateria é excepcional!

Os pratos de choque em uma bateria híbrida

O tamanho do chimbau pode variar entre 8 e 16 “, mas para um kit de bateria h´pibrida, é melhor optar por um tamanho padrão entre 10 e 14”.

Os partos de choque são, na realidade, dois pratos colocados um sobre o outro que abrem e fecham graças ao pedal do chimbau.

Assim, é possível tocar utilizando as duas baquetas mas também com o pé. O chimbau é usado para dar o ritmo principal à música, bem como para tocar sons curtos ou longos, abrindo os pratos no momento da batida.

Os pratos de condução na bateria híbrida

O prato de condução é certamente o mais importante após o chimbau numa bateria híbrida. Ele pode ser usado para dar o ritmo principal, mas também como crash/choque ocasionalmente.

O prato de condução mede entre 18 e 24” sendo o maior prato do seu conjunto de bateria. Muitas vezes, nos kits de bateria já montados, o prato crash não costuma ser muito resistente. Será melhor investir em um prato mais grosso que não irá quebrar no meio da apresentação. Você pode escolher um prato com ou sem cúpula. 

Outros tipos de pratos que podem compor uma bateria híbrida

Se você deseja personalizar um pouco a sua bateria, é possível adicionar outros tipos de pratos como o splash e o crash.

  • O prato splash mede entre 8 e 12 “e dará cor à música, um efeito sonoro diferenciado
  • O prato crash mede entre 13 e 22 “e serve para dar um som no final de um intervalo, por exemplo,
  • O prato chinês não é essencial em um conjunto de bateria, ele tem um som mais agudo do que o prato de ataque.

Antes de escolher os pratos que vão compor a sua bateria híbrida, teste e conheça os sons dos diferentes pratos. Serão os diferentes sons que darão cor a sua composição musical;

Qual bateria híbrida escolher?

Embora alguns itens sejam essenciais na hora de compor a sua bateria híbrida, de forma geral, a composição desse tipo de bateria fica a critério do baterista. Cada baterista personaliza a sua bateria de acordo com a sua vontade, gostos e manias.

Assim, você pode comprar os diferentes elementos da bateria separadamente para criar sua própria bateria híbrida. Combine uma tarola Pearl com um bumbo Ludwig e tambores DW, e provavelmente você terá um bom som com qualidade ao final.

Veja aqui alguns modelos de bateria híbrida que super vale a pena considerar:

  • Bateria Híbrida Roland
  • Yamaha Gigmaker Fusion
  • Pearl Drums Export Fusion 20″
  • Tama Imperialstar Fusion :
  • Mapex Storm Fusion 20″
  • Gretsch Catalina Club Fusion

A escolha de uma bateria é realmente muito pessoal. Sinta-se livre para se inspirar no material musical de seus bateristas favoritos no estilo que você gosta, para finalmente escolher o seu instrumento.

E lembre-se que não são os tambores que fazem a qualidade de uma música, mas o groove do baterista. Não se desespere se você não puder pagar os instrumentos musicais dos seus sonhos. O preço da bateria importa pouco quando você dá o melhor de si!

Precisando dominar a arte de bater? Tenha aulas de bateria com um professor particular.

 

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar