"Viajar é a melhor maneira de se perder e se encontrar ao mesmo tempo" - Brenna Smith

Tóquio é frequentemente associada a certos clichês, como flores de cerejeira, barulho ensurdecedor, o Monte Fuji ou o famoso saquê do arquipélago. Todos esses fatores são razões que fazem de uma viagem ao Japão o destino ideal. Uma verdadeira mudança de cenário, que faz você querer ter um diário de viagem debaixo do braço o tempo todo enquanto explora o solo japonês.

De acordo com uma pesquisa do serviço internacional da BBC, o Japão foi classificado como o 4º país mais popular do mundo. Uma figura que reflete o gosto pela cultura japonesa, pela gueixa, pelos famosos sushis, ou por grandes cidades como Tóquio, onde parece ser tão bom viver.

Entretanto, pode ser que durante uma viagem a Tóquio, não saibamos necessariamente como nos organizar, ou onde ficar para visitar a capital do Japão.

Conhecer a cidade para escolher

Visitar Tóquio, talvez a mais hiper-moderna de todas as cidades, parece quase surreal com sua arquitetura futurista, moda jovem de tendência, sua cultura pop e horizonte iluminado por neon.

No entanto, também é uma cidade viva com história antiga e tradições fortes, onde as tradicionais pousadas japonesas ainda recebem os hóspedes nas antigas casas do período Edo. Os belos templos se enchem de fiéis como há centenas de anos. Essa emocionante mistura de antigo e novo é o que faz de Tóquio uma cidade tão emocionante para se visitar.

Como uma das cidades mais visitadas da Ásia, não faltam hotéis, albergues e ryokans (pousadas tradicionais japonesas) em todas as faixas de preço disponíveis. Com mais de 40 bairros diferentes, descobrir onde ficar em Tóquio pode ser um desafio.

As cerejeiras não dizem onde ficar em Tóquio...

Tóquio é mais uma coleção de subúrbios, cada um com seu próprio centro que uma grande cidade coesa. Cada área tem sua personalidade distinta.

O lado oeste de Tóquio é o lado moderno com sua arquitetura futurista, enormes shoppings, cinemas e vida noturna. Já o leste é onde costumava ser os bairros antigos dos samurais com seus magníficos templos e locais históricos.

Hotel e a característica dos quartos

O padrão de hotel em Tóquio é excelente em geral, com quartos confortáveis ​​com tudo o que você precisa. No entanto, os preços dos quartos de hotel são comparáveis ​​a muitas grandes cidades europeias e, como o espaço é uma mercadoria valiosa em Tóquio, os quartos tendem a ser pequenos.

Os japoneses são sempre educados e oferecem um serviço excelente. A principal barreira no Japão sempre será a questão linguística. Às vezes, ela pode se tornar um problema, já que muitos japoneses não falam inglês.

Metrô muito importante

Para se deslocar facilmente por Tóquio, recomendamos ficar perto de uma estação de metrô. Tóquio tem um dos sistemas de metrô mais eficientes do mundo, cruzando a cidade. A linha JR Yamanote, muitas vezes chamada de “a linha de loop”, conecta as áreas mais famosas de Tóquio. Ficar perto dela é provavelmente a opção mais fácil, mas em qualquer lugar com uma estação de metrô será possível acessar rapidamente qualquer parte de Tóquio.

Tenha em mente que escolher sua hospedagem em Tóquio não se difere muito de escolhê-la em outra cidade. Claro que devemos levar em conta as particularidades da capital japonesa. Por exemplo, o seu tamanho...

Tóquio é enorme! Pense na cidade como se fosse um grupo de cidades conectadas por um ótimo sistema de transporte. Por isso, é realmente importante escolher uma boa área para ficar. Claro, o sistema de transporte é muito bom. Mesmo que você não esteja na melhor área, você pode pegar um metrô e chegar a um lugar rapidamente. O que seria legal é escolher um lugar onde tem ótimos restaurantes, pontos turísticos e lojas perto do seu hotel, airbnb, etc.

As acomodações são pequenas! Não sonhe com seu quarto presidencial em Tóquio. Isso não é possível na capital japonesa. Por isso, se achar seu quarto pequeno, pense que ele é enorme para os padrões japoneses. A não ser que você escolha uma cápsula para dormir...

É possível descobrir Tóquio a partir da estadia

De Kyushu a Yokohama, passando por Okinawa ou Hokkaido, o Japão é um arquipélago muito rico. A linguagem é rica, assim como a cultura, que dão a impressão de estarmos realmente em um outro mundo. É por isso que viajar para o Japão é sempre uma boa ideia, e muitas vezes você pode ser tentado a começar por Tóquio, com toda razão. A capital do Japão é um terreno fértil de pontos turísticos para descobrir: dependendo do ponto de vista é lá que se encontra o melhor do país.

Ficar no Japão
Uma estadia confortável é tudo o que queremos durante uma viagem.

No entanto, quando você vai a uma cidade grande como esta, seja para uma estadia de dois dias, cinco dias ou três semanas no Japão, a moradia é a chave e a espinha dorsal para que essa visita seja bem sucedida. De fato, uma localização central alcançará o máximo de monumentos e museus em um mínimo de tempo, enquanto uma residência localizada em uma área específica nos dará a oportunidade de visitá-la em todos seus aspectos.

É, portanto, de acordo com as necessidades e os desejos de cada um que o local onde se instalar será definido, especialmente considerando-se o orçamento e o número de pessoas presentes durante a viagem. Porque para ir ao Japão, é preciso estar preparado, entre fontes de água quente, sol nascente, templos e santuários. No entanto, é importante perguntar em que tipo de local você deseja dormir para revigorar-se ao final de cada dia.

Em que tipo de acomodação você ficaria em Tóquio?

Em Tóquio, como em muitas outras grandes cidades ao redor do mundo, existem diferentes tipos de acomodações básicas. Entre eles, encontramos:

  • Hotéis;
  • Airbnb;
  • Couchsurfing;
  • Albergues;
  • Etc.

No entanto, na terra do sol nascente, há pequenas peculiaridades no que diz respeito à acomodação, que podem fazer alguns se sentirem tentados a experimentá-las. Entre essas acomodações típicas de uma cidade no Japão, podemos citar as cápsulas de hotéis, que são originalmente destinadas a indivíduos do sexo masculino que querem dormir por algumas horas entre dois trens. No entanto, se você quiser algo típico, onde o mínimo está presente, não hesite!

O Ryokan é também um tipo de alojamento japonês, para uma primeira viagem por exemplo. Estamos falando simplesmente de chalés! Alugados por um preço justo, eles têm a vantagem de nos fazer penetrar o local de vida de um morador de Tóquio. Viu como as férias no Japão são realmente exóticas, nesta gigantesca megalópole que é Tóquio?

Outro exemplo são os hotéis do amor, que concedem um tempo para casais desfrutarem de uma câmara colocada sob um tema particular. Os cafés mangá também são dignos de destaque, embora o conforto não seja a principal virtude. Mas mangás estarão presentes em grande número, para os fãs do gênero!

Quais as melhores áreas para passear em Tóquio?

Costuma-se dizer que o Nordeste de Tóquio é uma área ideal para o turismo japonês e uma forma de visitar Tóquio, a melhor possível, eu diria. E, de fato, através de lugares como Asakusa, Ueno e Yanaka  pode-se acessar um espírito histórico, acompanhado por uma atmosfera diurna muito animada. Como  Akihabara, esta área de Tóquio é bem servida por estações de trem e, portanto, poderá levá-lo a muitos lugares.

Opção de hospedagem
Que tal ter uma vista panorâmica da cidade durante a estadia?

A vantagem deste tipo de bairro é que eles estão perto de tudo e desfrutam de uma atmosfera  tipicamente japonesa ao mesmo tempo. Em seguida, você encontrará uma escolha rica e densa de acomodações, em preços que permanecem médios e acessíveis a todos os que gostariam de caminhar em paz e visitar Tóquio da melhor maneira possível.

Entre as áreas mais turísticas, mas relativamente caras, há o centro de Tóquio, que inclui muitas lojas e hotéis de luxo. Aqui, tudo é muito bem servido, mas a clientela e, na verdade, o tipo de população, acompanha os padrões do local. O bairro tem muitas vistas panorâmicas da cidade. Interessante fazer fotos assim!

Quais os bairros típicos para ficar em Tóquio

É a oeste da cidade de Tóquio que vamos encontrar bairros mais jovens, mais noturnos, onde os moradores vão para se divertir. Entre eles, podemos citar Shinjuku e Shibuya, que coletam muitas opiniões turísticas positivas. E por uma boa razão, muitas linhas de trem vão para o Monte Fuji. Este lado da cidade é muito popular, representando um grande ponto de interesse por sua agilidade e praticidade também.

Shibuya e seus segredos
É possível hospedar-se em Shibuya, e conhecer um dos principais bairros de Tóquio.

São locais de Tóquio, que são frequentados especialmente por japoneses. Embora um pouco residencial, esses cantos da cidade têm o mérito de ser típicos, por não terem atração turística real, como um museu ou qualquer ponto específico. Aqui você vai encontrar pequenos cafés, praças para as crianças, ou restaurantes ocidentais.

De uma perspectiva um pouco remota, também será possível alojar-se em Odaiba ou Roppongi , que são dois distritos no sudeste e no centro-sul, respectivamente, que incluem um grande número de expatriados ocidentais. Em um ambiente moderno e luxuoso, o turista também pagará o preço para ficar nestes dois bairros, que estão próximos das atrações da Disney, mas também têm vistas bonitas de toda a cidade de Tóquio.

Ainda em um ambiente residencial,  Ikebukuro tem a vantagem de conciliar o prático e acessível, com a tranquilidade de um bairro típico. Com suas lojas de departamento, Ikebukuro também ganha vida à noite, e todos podem dormir nas famosas cápsulas dos quartos de hotel, que eu citei anteriormente. Um orçamento menor, portanto, para aqueles que querem preparar sua estadia no Japão em completo relaxamento.

Critérios na hora de escolher em Tóquio

Há três critérios a levar em conta na hora da escolha:

1) Deve estar perto da Linha Yamanote, que é a forma de transporte mais importante da cidade.

2) Deve ter bons restaurantes e lojas a uma curta distância.

3) A área deve ser atraente.

Sem dúvida, os melhores lugares para ficar são Shinjuku, Tokyo Station Area, Ginza / Hibiya, Shibuya ou Roppongi.

Vamos conhecer cada área especificamente de acordo com os comentários do Tripadvisor.

Shinjuku

“Na apressada Shinjuku, você encontrará os prédios mais altos de Tóquio, além de milhares de shopping centers e clubes. Para fugir do burburinho, os viajantes do TripAdvisor recomendam visitar o Jardim Nacional de Shinjuku Gyoen, um parque lindo e tranquilo no centro da cidade.”

Veja a opinião de algumas pessoas que ficaram em hotéis nessa área:

“O hotel está muito bem situado no coração de Tokyo, embora tenha os quartos relativamente pequenos comparados com os hotéis europeus eles são confortáveis o espaço do duche é muito bom,o serviço do hotel também o classifico como muito bom o ponto mais positivo na minha opinião é o pequeno almoço embora haja dois restaurantes no mesmo hotel são os dois muito bons eu gostei mais do bon jour (excelente).
Recomendo”

“O hotel Shinjuku oferece um pequeno espaço, acredito ser uma questão de Tóquio, porém muito agradável e confortável. A cama é bem confortável, o atendimento é excelente e o banheiro é ótimo, limpo e eficaz. O bairro de Shinjuku possui vários comércios que funcionam 24h e como fica próximo a estação de metrô acaba sendo fácil ligar a toda cidade. Recomendo”

“Para quem pretende ficar num espaço moderno bem no centro de uma das zonas mais movimentadas de Tóquio quer de dia quer à noite sempre com um ambiente movimentado. Ideal para visita a lojas e restaurantes em todas as ruas além da proximidade da estação com ligação a todos os pontos da cidade.Não estranhe a dimensão reduzida dos quartos já que no Japão o conceito de espaço é de extrema importância”

Shibuya

"Como centro social de uma as maiores metrópoles do mundo, Shibuya agrada a todos os gostos. Caminhando por lojas japonesas em arranha-céus e letreiros em neon que são a marca registrada da região, multidões de compradores atravessam o famoso cruzamento todos os minutos em uma demonstração do caos organizado que é Tóquio".

Veja a opinião de algumas pessoas que ficaram em hotéis nessa área:

"Localizada no coração da cidade e próximo do cruzamento mais conhecido do mundo. O local e muito bem desenhado o que torna a experiência marcante.
Se tiver acima de 1,90m sofrerá um pouco com a cama, mas Ainda digo que vale muito a pena."

Qual é o melhor local para ficar na capital japonesa?

"Quando você viaja para o Japão, uma experiência obrigatória é experimentar o Capsule Hotel!
Optamos pelos Millennials em Shibuya, como recomendado por outras pessoas e eles estavam certos! Antes de tudo, é realmente perto dos transportes e, claro, Shibuya, é um bairro maravilhoso, onde você pode encontrar tudo o que precisa.

A equipe nos acolheu muito amigável e eles seguem o nosso pedido de ter a cápsula na frente um do outro. Eles fornecem chinelos e toalhas, e você pode comprar um pijama caso se esqueça do seu.
Existem armários no 3º andar onde você pode guardar seus pertences mais importantes.
Tudo estava limpo, especialmente os chuveiros e os banheiros, embora eles fossem comuns, eu tinha que dizer que não tínhamos nenhum problema. O tamanho das camas são excelentes e muito confortáveis. Eles também oferecem café da manhã (a ser melhorado), mas quando você está em Tóquio, o melhor a fazer é passear e experimentar comida local.
Não tivemos nenhum problema com as outras pessoas no nosso andar, estava quieto e todos foram respeitosos. Nós definitivamente voltaremos"

Chiyoda

"Chiyoda fica no centro de Tóquio e atrai muitos visitantes que desejam ver o Palácio Imperial, que ocupa 12% da área. Os que apreciam uma boa peça podem se dirigir a um dos maiores teatros de Tóquio, com praticamente 3.000 lugares. Aproveite e vá até a ponte mais fotografada do Japão, a Ponte Nijubashi. Admire o belo cenário, que inclui uma vista deslumbrante do Palácio. Está em lua de mel? Experimente comer em um dos muitos restaurantes no Ekimae Plaza Building."

Veja a opinião de algumas pessoas que ficaram em hotéis nessa área:

Onde ficar no Japão?

"Se você está procurando um hotel pitoresco em Chiyoda, você acabou de encontrar o Hotel Ryumeikan Ochanomizu Honten. Quem conhecer pontos turísticos famosos ao visitar Chiyoda, vai gostar de saber que o Ryokan Ryumeikan-honten Hotel fica bem perto de lugares como Holy Resurrection Cathedral (0,2 km) e Kanda Jimbocho Bookstore Area (0,6 km). Além de quartos com ar-condicionado, minibar e geladeira, é possível acessar a internet com o wi-fi gratuito, o que permite unir o trabalho e o lazer com facilidade. O Ryokan Ryumeikan-honten Hotel oferece recepção 24 horas, concierge e serviço de quarto. Além disso, como cliente especial do Hotel Ryumeikan Ochanomizu Honten, você pode aproveitar o café da manhã disponível no local. Durante sua estadia, não deixe de conferir alguns dos restaurantes que servem comida italiana, incluindo Heinz Beck, Biodynamie Jimbocho e Arva, todos a uma curta distância do Ryokan Ryumeikan-honten Hotel. Se você quiser descobrir Chiyoda, faça uma visita a belos jardins, como The East Gardens of the Imperial Palace (Edo Castle Ruin), Ninomaru Garden ou Hotel New Otani Japanese Garden. A equipe do Hotel Ryumeikan Ochanomizu Honten espera dar as boas-vindas a você em breve."

Outros lugares legais, mas menos acessíveis são Nihombashi, Shinagawa, Hamamatsucho e Shiodome.

O lado oeste da cidade é o lado moderno e atraente.

A área de Shitamachi (Asakusa, Ueno etc) é o lado antigo e menos atraente da cidade. Mas é barato.

Ficar em Tóquio ou não? Eis a questão...

Como em muitas cidades e viagens pelo mundo, há pessoas que acabam se privando de viver totalmente a experiência turística, por medo de serem feridos durante o percurso, ou de se encontrarem desabrigados, sem um local para dormir. Tal pensamento é uma verdadeira ansiedade, num lugar onde o domínio do inglês não é o principal, e pode ser que você cruze o país sem encontrar sequer um falante do português!

Entre os erros que não se deve cometer, podemos, portanto, mencionar algo que é muito comum a alguns de nós: deixar tudo para o último momento. Porque sim, o que é pior do que reservar passagens aéreas, e não encontrar alojamento no bairro que queríamos em Tóquio? Pois bem, a oportunidade de ir a um país distante deve ser aproveitada ao máximo, afinal, nunca se sabe quando surgirá outra. Em Tóquio, mais do que nunca, o planejamento é uma promessa de encontrar o que você quer, para quando quiser. Então, só depende de você! Bora se organizar?

Não fique na mão
Muitas pessoas têm medo de ficar perdidas ou "na rua" durante uma viagem. O planejamento pode ser a solução.

Entre os erros de iniciantes e a lista de coisas para não se fazer quando você vai para o Japão, você pode prevenir-se de todas elas. O primeiro passo é pensar em baixar previamente um mapa da cidade de Tóquio, para que você possa encontrar a sua casa o mais rápido possível. Sabia que você pode fazer isso pelo seu telefone, ainda que ele esteja sem rede? Porque não se esqueça, ficar perdido no exterior ainda soa como algo muito perturbador, principalmente quando você não fala nenhuma palavra na língua local!

O mesmo vale para os detalhes de nosso host da Airbnb, ou nosso Couchsurfer local: ter seu número de telefone e seu endereço de e-mail por perto é sempre uma boa ideia, quando você se sentir um pouco perdido. Isso permite não requisitar a ajuda de pessoas que, percebemos quando visitamos Tóquio, nem sempre são capazes de nos responder. Ou seja, caso você esteja perdido, não é tão certo que encontrará alguém que possa ajudá-lo.

Seja como for, Tóquio é uma megalópole bonita, dinâmica e rica, onde muitos bairros e soluções habitacionais se encontram. Assim, todos encontrarão sua felicidade, de acordo com seus desejos, seu orçamento ou o tempo gasto no local. Isso faz você querer embarcar agora mesmo?

Então comece a se preparar: uma pesquisa rápida sobre os principais bairros e seus custos podem ajudá-lo a decidir onde exatamente se hospedar. Caso não queira escolher uma agência para cuidar do planejamento da viagem para você, basta ter um pouco de paciência para pesquisar e montar o seu próprio pacote.

E que tal fazer algumas aulas de japonês para ganhar também uma noção do idioma antes de embarcar?

Precisando de um professor de Japonês ?

Você curtiu esse artigo?

4,50/5, 2 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.