Quando a voz é o seu principal instrumento de trabalho, deve-se evitar ao máximo a fadiga das cordas vocais e outros males.

Doenças como extinção da voz, rouquidão, alergias, pólipos, irritações ou inflamação da laringe, não podem fazer parte do dia a dia de um professor de canto ou cantor, por exemplo!

A música faz parte da nossa vida, cantamos em diferentes momentos, seja quando estamos tristes, felizes ou melancólicos. Cantar nos faz bem e libera estímulos positivos. Por esse motivo, o aparelho fonador merece atenção constante.

No artigo de hoje, conheça nossos melhores conselhos de como cuidar da sua voz e continuar cantando !

1. Aqueça a sua voz antes de cantar

É denominado aparelho fonador o conjunto de órgãos responsáveis pela fonação humana. As cordas vocais são duas pregas como um tecido musculoso situadas no interior da laringe. Quando o ar é inspirado ou expirado, ele passa pela laringe e as pregas vocais, estando relaxadas, o ar passa entre elas sem vibrar, não produzindo qualquer tipo de som.

E quando as cordas vocais não estão relaxadas, o que acontece?

Ao cantar ou falar, o cérebro emite mensagens através dos nervos até os músculos, são esses músculos que controlam as cordas vocais, e elas, por sua vez, fazem a aproximação das cordas de modo que fiquem apenas um espaço estreito entre elas.

Quando o ar passa pelas cordas vocais, elas vibram produzindo o som !

Cientificamente falando, quando o diafragma e os músculos do tórax empurram o ar para fora dos pulmões, isso produz a vibração das cordas vocais e por consequência o som.

Nunca esqueça de aquecer a sua voz para cantar bem.
O controle da altura do som é feito aumentando ou diminuindo a tensão das cordas vocais !

No canto

Como em qualquer músculo prestes a ser usado, é altamente recomendável ao cantor aquecer as cordas vocais antes de utilizá-la em um show. A boa resistência vocal requer um bom trabalho vocal para evitar qualquer risco de lesão das pregas vocais.

Como as pregas são fibras elásticas que tem o poder de se distanciar ou relaxar pela ação dos músculos, em condições normais, qualquer indivíduo pode tensionar suas cordas vocais, assim modulando e modificando o som. Contudo, usando a técnica adequada, usada pelo professor de canto, pode-se usar as cordas para fazer belíssimas vocalizações.

Preparar adequadamente voz para falar ou cantar pode evitar qualquer risco de lesão das pregas vocais !

Descubra como reeducar as suas cordas vocais !

2. Tenha uma noite de sono para cantar bem

Não parece, mas a fadiga é um dos piores inimigos do bom funcionamento do corpo e da mente, sendo assim, uma boa noite de sono pode ajudá-lo a recuperar as energias e também pode ajudá-lo a recuperar a saúde da sua voz. Contudo, uma noite de sono muito ruim pode ser um dos fatores para o comprometimento das suas pregas vocais, como rouquidão, por exemplo.

Dormir bem é a solução para recuperar a energia e descansar as pregas vocais!

Por quê?

Quando você dorme, não precisa forçar as cordas vocais, tornando a noite de sono em um dos momentos mais benéficos para quem precisa usar a voz constantemente. Dormir permite que as cordas vocais se regenerem, após um bom descanso da voz !

Provavelmente, após uma infecção viral, bacteriana ou qualquer outro tipo de distúrbio da voz, algum médico recomendou a você uma boa noite de sono para auxiliá-lo na recuperação da sua voz.

Descubra quais são os cuidados com as suas cordas vocais enquanto canta !

3. Tenha uma boa postura para cantar

Você já reparou que todo cantor profissional tem uma boa postura para cantar ?

Costuma-se dizer que um bom timbre de voz é resultado de uma boa técnica vocal que consiste em uma favorável postura corporal para liberar o sistema respiratório e muitos exercícios vocais.

É sempre aconselhável trabalhar bem a sua relação corpo e voz, pois é praticamente impossível fazer boas vocalizações enquanto está tenso ou desconfortável.

Então, com auxílio do seu professor de canto, encontre a posição que melhor favoreça o seu conforto vocal, isto é, a posição em que você se sente à vontade para cantar.

Esse profissional provavelmente recomendará algumas atividades que envolvem exercícios respiratórios, posicionar o aluno no palco ou solicitar na aula de canto que o aluno vocalize com as costas retas para abrir do diafragma. Assim como pode orientar que o aluno faça suas vocalizações com:

  • A pelve no eixo da coluna;
  • Joelhos desbloqueados;
  • Ombros, braços e joelhos relaxados;
  • Mão abertas;

A ausência da tensão no corpo influenciará automaticamente no aparelho fonador, uma vez que as cordas vocais estarão livres para vibrar.

Procurando por um curso de canto?

Nem todos somos iguais quando se trata de distúrbios da voz.
Quando você canta profissionalmente, entende rápido a importância de cuidar da sua preciosa voz !

Cantar exige uma boa relação entre o corpo e a voz  !

4. Faça exercícios regularmente

De certo, você pode se alcançar a harmonia entre o corpo e a mente com algumas atividades físicas. O esporte em si traz uma série de benefícios para o corpo humano, assim como ajuda a prevenir alguns doenças associadas a uma vida sedentária.

Em que a prática de atividades físicas ajuda ao cantor?

Praticar exercícios regularmente contribui no desenvolvimento da respiração do cantor, por exemplo, atividade esportiva de resistência. O hábito de praticar esportes como corrida e natação aumentam a resistência. Isso acontece porque durante o exercício físico, o corpo consome mais oxigênio, a respiração e a circulação sanguínea aumentam, fornecendo energia aos músculos. Os músculos, por sua vez, mantêm a circulação sanguínea ativa em todo o corpo, inclusive, possibilitando manter os pulmões saudáveis.

Consequentemente, o cantor sofre com menos falta de ar entre uma vocalização e outra, garantindo maior capacidade de cantar por muito mais tempo.

Saiba quais são as razões para ser atendido por um médico da voz para cantar melhor !

5. Parar de fumar para cantar melhor

Essa poderia ser a primeira dica da lista para melhorar a qualidade da voz de quem almeja cantar bem. Sabe por quê?

Dicas para ter uma voz harmoniosa.
O cigarro é um dos principais vilões de quem almeja ter uma bela voz !

O cigarro pode causar alteração da voz. Isso acontece porque o uso contínuo do tabaco pode provocar uma inflamação crônica nas cordas vocais, uma espécie de edema ou acúmulo de muco, consequentemente a voz vai engrossando e ficando mais rouca. Há casos em que a pessoa pode ficar sem falar, sendo necessário drenar o edema para que as cordas vocais voltem a funcionar.

Segundo alerta dos médicos, além de câncer de laringe, o cigarro pode aumentar os riscos de ter câncer de pulmão, boca, língua e laringe. É preciso ficar atento aos sintomas como rouquidão, dificuldades para engolir ou respirar e sensação de caroço na região da garganta. Todos esses sintomas podem ser sinal de que é necessário uma consulta com um otorrinolaringologista.

Ficou preocupado?

Evitar todos esses males, é simples: basta parar de fumar. Em apenas um dia sem cigarro, já é possível perceber mudanças significativas na qualidade da sua voz.

Largar o cigarro e optar por uma vida mais saudável pode trazer benefícios como:

  • Limpar as vias aéreas;
  • Limitar os riscos de irritação das mucosas;
  • Diminuir o risco canceres na região da laringe;
  • Minimizar o risco de aparecimento tumores como pólipos ou nódulos nas cordas vocais, etc:

O cigarro causa uma série de distúrbios da voz, podendo até mesmo causar doenças mais graves como câncer de laringe, de garganta de pulmão, etc.

Sonha em aprender a cantar ? Que tal fazer uma aula de canto online?

6. Evite excessos: deixe sua voz descansar

Depois de passar o dia utilizando repedidas vezes a voz, seja em uma conferência ou cantando, é aconselhável descansar a voz.

Por quê?

O excesso de trabalho com a voz pode causar desgaste das cordas vocais, além de aumento da tensão dos músculos do peito, causando fadiga respiratória. A longo prazo, esse excesso provoca um extensão no tempo de contato entre cordas vocais, provocando alteração da voz ou perda temporária da mesma.

Há casos em que o excesso de trabalho, quando repetido muitas vezes, provoca edema e fibrose, causando rouquidão ou a extinção da voz.

Descanse imediatamente a voz em caso de distúrbio grave !

Nesse e em outros casos, um descanso vocal pode ser prescrito por um foniatra ou fonoaudiólogo!

7. Proteja as cordas vocais do frio

Provavelmente, você já deve ter visto cantores famosos usando cachecol para proteger a região da laringe das mudanças de temperatura. Parece exagero, mas basta uma mudança brusca para as cordas vocais ficarem comprometidas.

Doenças como laringite, dor de garganta, bronquite, gripe, etc, são tipicas do período de frio, e podem fazer o cantor sofrer por vários dias.

Mesmo as infecções mais leves como um resfriado pode ser irritante para quem depende da voz para trabalhar.

8. Consulte um otorrinolaringologista ou um especialista em foniatria

Respeite os limites de seu corpo, acreditar que pode cantar quando o corpo está sinalizando que não, é um erro gravíssimo. Se foi constado algum tipo de inflamação das vias aéreas é altamente recomendável que você pare de cantar imediatamente.

Faça repouso na voz quando necessário.
Em caso de inflamação das vias aéreas, dê repouso as suas cordas vocais !

Percebeu que os sintomas não desaparecem e persistem por mais de uma semana é melhor procurar ajuda profissional. Agende uma consulta com um médico da voz : otorrinolaringologista ou foniatra. Eles são médicos especializados em distúrbios da voz, que podem fazer um diagnóstico preciso, fornecendo tratamento adequado para tratá-lo.

Não se esqueça de seguir todas as recomendações do seu médico foniatra !

Precisando de um professor de Canto ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Ana

Graduada em Português-Literaturas pela UFRJ. Redatora apaixonada e curiosa por natureza. Moça de sorriso aberto. Adora ler, refletir e escrever sobre diferentes assuntos. Professora que acredita que a educação é e sempre será o bem mais precioso de um indivíduo.