Distúrbios como rouquidão, dores de garganta, pigarro, nódulos, pólipos, afonia, irritação ou inflamação da laringe são sintomas de quem deve procurar ajuda profissional.

Segundo especialistas em tratamento de doenças da voz, professores, cantores, atores e artistas em geral são profissionais predispostos a terem algum tipo alteração da voz.

Em outras palavras, essas profissões têm mais chances de ter distúrbios da fala, pois executam atividades que precisam usar mais as cordas vocais.

Quando se é cantor ou professor, evitar a perda da voz é uma questão importante, assim como seguir adequadamente as recomendações de um especialista.

Quer saber qual é o profissional responsável pelo tratamento das suas cordas vocais? 

Então, continue lendo nosso artigo, saiba como a foniatria pode ajudá-lo a cuidar da sua voz para cantar melhor!

Evelyn
Evelyn
Profe de Canto
4.99 4.99 (126) R$80/h
1a aula grátis!
Erica
Erica
Profe de Canto
5.00 5.00 (19) R$135/h
1a aula grátis!
Fernando
Fernando
Profe de Canto
5.00 5.00 (48) R$120/h
1a aula grátis!
Victor
Victor
Profe de Canto
5.00 5.00 (14) R$65/h
1a aula grátis!
Mel rocha
Mel rocha
Profe de Canto
5.00 5.00 (13) R$60/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Profe de Canto
5.00 5.00 (6) R$80/h
1a aula grátis!
Lilian
Lilian
Profe de Canto
5.00 5.00 (31) R$100/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Profe de Canto
5.00 5.00 (29) R$15/h
1a aula grátis!

O que é um Foniatra?

Dentro da otorrinolaringologia existe a foniatria, uma área de atuação da medicina responsável pelo diagnóstico dos distúrbios da fala.

Dicas para cantar com qualidade.
Sua voz fica muito rouca em poucos minutos de show? Você precisa ir ao foniatra.

Qual a diferença entre o campo de atuação do fonoaudiólogo e do foniatra ?

O fonoaudiólogo é o profissional da área de saúde habilitado a trabalhar com diferentes aspectos da comunicação humana como linguagem oral e escrita,voz, fala, audição e funções responsáveis pela mastigação, deglutição e respiração. Esse profissional desenvolve atividades voltadas à promoção da saúde da voz, orientação e prevenção, avaliação, diagnóstico e terapia dos aspectos da comunicação humana.

A foniatria é uma especialidade médica, reconhecida desde 1972 pelo Conselho Federal de Medicina, sendo reconhecido como área de atuação da otorrinolaringologia. O profissional foniatra é o médico habilitado a tratar os Distúrbios de Comunicação e Aprendizagem, isto é, distúrbios dos sons, de fonação, da emissão de sons, mais precisamente, da fala.

Diferente dos fonoaudiólogos, o título de médico habilita os foniatras a fazer diagnósticos e propor tratamentos adaptados aos distúrbios da comunicação, seja ela da audição, fala, linguagem, voz , leitura e escrita. O foniatra é o profissional que pode solicitar exames, emitir prescrições médicas e fazer atestados médicos !

Como médico otorrinolaringologista, esse profissional está capacitado a tratar  distúrbios do nariz, garganta, ouvido, cabeça, pescoço e também realizar procedimentos cirúrgicos, se constatado algum mal funcionamento das cordas vocais que seja cirúrgico.

Quais são diversas situações clínicas que transitam no cotiano de um foniatra ?

  • Atrasos no desenvolvimento da fala / linguagem;
  • Distúrbios da fala como gagueira, dislalias, distúrbios articulatórios, disfonias, rouquidão;
  • Afasias e sequelas neurológicas;
  • Distúrbios respiratórios;
  • Alteração das cordas vocais;
  • Transtornos de aprendizagens, por exemplo, sintomas de dislexia, discalculia, disgrafia, entre outros;

O foniatra intervém em muitos sintomas, como:

  • Dor de garganta;
  • Tosse crônica;
  • Alergias;
  • Fadiga vocal;
  • Afonia e disfonia;
  • Tosse crônica;
  • Distúrbios vocais, entre outros sintomas

É essencial que o médico otorrinolaringologista que atua na área da foniatria tenha o apoio de outros profissionais da área da saúde para um perfeito acompanhamento e tratamento dos seus pacientes. Por exemplo, trabalhar em contato com fonoaudiólogos e psicólogos.

Dependendo da gravidade do diagnóstico, o médico poderá solicitar sessões de terapia da fala, prescrever alguns medicamentos ou aconselhar o uso de produtos naturais e reeducação da voz. 

Saiba como reeducar as suas cordas vocais !

Quando consultar um Foniatra?

Ao longo da vida, nossas cordas vocais são submetidas a diferentes transformações que podem causar alterações ou desgastes das mesmas. As transformações podem ser alterações de ordem natural ou não.

Entre as causas mais recorrentes para tais alterações das cordas vocais estão:

  • Fatores de risco como tabagismo e o alcoolismo;
  • Excesso de trabalho no aparelho fonador, como falar alto, gritando ou pigarrear;
  • Inflamação bacteriana ou viral da mucosa laríngea;
  • Fatores externos como exposição a poluição urbana, ar condicionado, fumaça, etc;

Em que momento devo procurar ajuda de um foniatra?

Por prevenção, quando sintomas como fadiga, rouquidão, incomodo na garganta, afonia persistirem por mais de uma semana é recomendável agendar uma consulta com um médico otorrinolaringologista. Muitas vezes, o que começa com uma simples dor de garganta ou rouquidão pode agravar para doenças mais graves.

Dicas para consultar um médico da voz.
Saiba quando você deve consultar um médico foniatra!

O médico pode realizar exames mais completos como, por exemplo, laringoscopia para verificar detalhadamente as estruturas da sua laringe em busca de lesões orgânicas ou funcionais. Esse exame de imagem é quase sempre o procedimento mais indicado, ele permite diagnosticar doenças da cavidade oral, hipofaringe, orofaringe e da laringe, especialmente das pregas vocais.

Em casos onde o distúrbio da voz é causado por abuso de cigarro ou bebida, possivelmente o médico irá receitar maior ingestão de água para hidratar as cordas vocais e repouso da voz. Assim como pode orientar o paciente a parar de fumar, além de solicitar que reduza o consumo de bebida alcoólica.

Pode acontecer do otorrinolaringologista recomentar que o paciente faça algumas sessões de terapia da fala com um fonoaudiólogo !

Em casos mais graves como suspeita de tumor benigno das cordas vocais, geralmente é prescrito tratamento por reeducação ortofônica, muitas vezes, suficiente para remover a lesão. Quando não respondem aos métodos de tratamento mais conservadores, o foniatra pode realizar operação de remoção desses tumores benignos por microcirurgia.

Descubra quais são os riscos para a sua voz !

Que sintoma a foniatra atende?

Como mencionado acima, o foniatra intervém em muitos casos, por isso, devemos ficar atentos aos seguintes sintomas:

  • Dor ou incomodo na garganta;
  • Perda da voz;
  • Fadiga vocal;
  • Alergias;
  • Afonia;
  • Disfonia;
  • Rouquidão por mais de uma semana;
  • Distúrbios vocais;
  • Dificuldade para falar;
  • Alteração do seu tom de voz;
  • Inflamação da garganta;
  • Irritação da garganta;
  • Sensação de inchaço;
  • Dor na laringe ou laringite crônica;
  • Dificuldade para subir nos agudos;
  • Formigamento na garganta;
  • Tosse crônica;
  • Dificuldade em levantar a voz, entre outros sintomas:

Nem sempre a perda de voz é grave. Muitos casos podem ser resolvidos com um tratamento mais conservador:

  • Repouso da voz;
  • Terapia da fala;
  • Medicamento prescrito pelo médico, etc;

Todos essas dicas se aplicam quando há apenas o excesso de trabalho vocal, nos casos onde os sintomas persistem por mais de uma semana, eles podem indicar patologias mais sérias. Sendo assim, aconselhamos agendar uma consulta com um otorrinolaringologista.

Dicas de sintomas que podem ser indicação de que você deve procurar um foniatra.
Uma dica importante: Nunca se automedique !

Dependendo do caso, há uma infinidade de tratamentos possíveis para cada tipo de sintoma, desde reeducação da voz, uso de medicamentos, terapia da fala, repouso vocal, microcirurgia, etc. Normalmente, quando é constatado algum tipo de doença mais grave como diagnóstico de pólipos, o médico pode solicitar o repouso da voz, terapia da fala e medicamentos, mas se nada disso surtar o efeito esperado, uma microcirurgia de remoção de pólipo da garganta pode ser indicada.

Para os sintomas de disfonia, o repouso vocal é um dos melhores remédios para recuperar a saúde da voz. Mas o que fazer quando se trabalha com a voz ?

Para quem precisa usar a voz  com mais frequência siga algumas recomendações médicas:

  • Beba bastante água;
  • Evite  ficar no ar condicionado, pois eles ressecam a garganta;
  • Umedeça o ar com um umidificador;
  • Fale ou cante em um tom que esteja confortável para a sua voz, nunca grite;
  • Faça bastante exercícios de respiração abdominal, eles podem controlar o estresse e a ansiedade:

Se estiver sentido incomodo ao cantar, pode ser que alguma disfunção esteja impedindo de fazer boas vocalizações. Nesse caso, pode ser necessário considerar uma consulta com um foniatra!

Preparado para fazer aulas de canto online?

Conheça nossas melhores dicas para continuar cantando !

Consulta no Foniatra: como funciona?

O médico otorrinolaringologista, especializado em foniatria, precisa estar atento aos sintomas de seus pacientes, por isso, é muito comum que eles tenham seus ouvidos bem treinados para ouvir os pacientes. Junto com os ouvidos o foniatra utiliza vários recursos para diagnosticar. Entre seus instrumentos, estão:

  • O laringoscópio;
  • O endoscópio;
  • O nosofibroscópio flexível;
  • Um computador, etc:

Na consulta com o foniatra

Dicas de como funciona uma consulta com um foniatra.
Aproveite para esclarecer suas dúvidas na sua consulta com o foniatra!

É comum que ele ouça todas as razões que fizeram o paciente chegar até seu consultório, isso inclui uma longa conversa e levantamento de todos os sintomas.

O médico então faz o exame clínico:

Normalmente, o médico estabelece seu diagnóstico através de exames clínico, e visual, avaliando as vibrações das cordas vocais do paciente. Dependendo da patologia, uma consulta pode ser suficiente para receber o diagnóstico.

Se necessário, pode avaliar a parte inferior da garganta do paciente com o laringoscópio, assim observar com detalhes o estado da laringe. Havendo necessidade, pode ser solicitado o exame endoscópico.

O endoscópio é uma câmera que pode filmar o interior da garganta e laringe do paciente.

Dependendo do sintoma e avaliação clínica, o foniatra pode achar necessário só o registro dos movimentos das cordas vocais ou avaliar todo o aparelho fonador.

Sou cantor e desejo fazer a reabilitação vocal

Mesmo tomando os devidos cuidados para cantar, muitas vezes é preciso aprender a reeducar a voz, praticar exercícios respiratórios, e principalmente avaliar a saúde das suas cordas vocais como forma de prevenção. O diagnóstico médico do seu aparelho fonador só pode ser feito por um médico otorrinolaringologista.

Contudo, você pode tem a opção de fazer o diagnóstico com o foniatra e pedir encaminhamento para seguir com as sessões de reabilitação vocal com o fonoaudiólogo mais perto da sua residência. E não se esqueça de pedir conselhos ao seu professor de canto, ele pode ajudá-lo na sua reeducação vocal. Assim você pode garantir boas vocalizações durante suas aulas de canto e melhorar sua técnica para cantar.

E aí, preparado para soltar a voz?

Precisando de um professor de Canto ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Ana

"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector