Nos últimos dois mil anos, percorremos um longo caminho na ciência. Não pensamos mais que tudo é feito de água ou fogo, por exemplo, ou que o corpo humano é composto de apenas quatro elementos. A partir desse assunto - prepare-se para ouvir algo que você pode suspirar na sala de aula ou ficar frustrado antes dos exames - vieram alguns dos desenvolvimentos mais importantes da raça humana.

O campo da química contribuiu para esse desenvolvimento e essa disciplina nos deu um pouco do nosso conhecimento básico do mundo. Todas as coisas que podemos dar como garantidas: que o mundo é feito de pequenas partículas, que você pode queimar coisas como carvão para obter calor, por exemplo, e não apenas isso, mas a química revolucionou a maneira como vivemos nossas vidas - oferecendo tecnologias de radiação a painéis solares, passando pela tintura em jeans.

Se muitas pessoas pensam que a química é para o acadêmico, o professor ou o cientista esquisito com seus grandes óculos redondos e jaleco branco, é importante lembrar que ela é muito mais do que isso. E esses químicos esquisitos mudaram sua vida de mais maneiras do que você provavelmente imagina.

E, além do mais, você não precisa ser um deles para estudar a matéria, basta estar interessado nos assuntos de química que mais caem no ENEM, ou mesmo precisar fazer um trabalho de química.

Neste artigo, examinaremos dez dos cientistas mais importantes da história da química. Você pode decidir o quão crucial suas descobertas foram para a humanidade.

Os fundadores da química moderna: Químicos famosos do século XVIII

O século XVIII trouxe desenvolvimentos em todos os campos da ciência, principalmente no que diz respeito aos experimentos de química. Trata-se de uma época de experimentos e descobertas, na qual novas teorias abundavam em muitas disciplinas. Nesse momento, a contribuição e a conquista de vários químicos pioneiros forneceram a base teórica para todas as pesquisas e descobertas que se seguiriam.

Aqui estão os quatro principais, conhecidos como os pais da química como a conhecemos. Todos eles merecem estar na nossa lista de incríveis descobertas químicas.

1. Antoine Lavoisier

Antoine Lavoisier (1743-1794) foi químico, biólogo e vítima da Revolução Francesa. Sua descoberta mais famosa foi a lei de conservação de massa, que afirma que, embora as substâncias possam mudar de estado ou forma, elas mantêm a mesma massa. Isso foi importante porque permitiu que outros cientistas pensassem nas diferenças entre substâncias em termos diferentes das propriedades qualitativas.

Graças a Lavoisier, hoje sabemos o papel do oxigênio na combustão.

Ele também foi a primeira pessoa a identificar oxigênio e hidrogênio e também a perceber o papel do oxigênio na combustão - algo que agora é fundamental para entender quase todas as reações químicas. E você pode fazer aulas de química on-line para saber mais sobre esses pioneiros fantásticos...

2. John Dalton

Trabalhando com base nas teorias de Lavoisier, John Dalton (1766-1844) é hoje lembrado por propor sua teoria atômica, literalmente a base da química atual.

Essa teoria sugeria que toda substância é feita de átomos e que os átomos de cada elemento são idênticos. A teoria atômica de Dalton também sustentava que os compostos químicos são a combinação de átomos de diferentes elementos e que, nas reações químicas, esses átomos são rearranjados e combinados.

Em seus experimentos de química em laboratório, ele também estudou e, finalmente, formulou uma teoria do peso atômico. A partir dessa noção, chegamos à nossa compreensão das diferentes estruturas moleculares de diferentes substâncias.

Confira alguns fatos surpreendentes sobre átomos em nossa matéria sobre fatos loucos da química!

3. Amedeo Avogadro

Se você estudou química em qualquer nível de sua vida, já ouviu falar de Amedeo Avogadro (1776-1856), que nomeou uma lei científica, uma unidade química, um mineral e até uma cratera lunar. Como químico e físico matemático, ele foi pioneiro .

A grande descoberta de Avogadro é o que ficou conhecido como Lei de Avogadro, que afirma que, sob as mesmas condições de temperatura e pressão, os mesmos volumes de gases diferentes terão o mesmo número de moléculas. E para que serve isso? Em última análise, tal teoria ajudou a distinguir a molécula e o átomo, que ele chamou de "molécula elementar". Dalton nunca considerou a diferença, mas graças a Avogadro, pudemos conhecê-la!

O seu professor de química deve familiarizá-lo com todos esses nomes!

4. Jöns Jacob Berzelius

O último desses avós da química, Jöns Jacob Berzelius (1779-1848) foi tão importante quanto todos os anteriores.  Berzelius é conhecido principalmente por formalizar a linguagem da química. Ele inventou o sistema de notação pelo qual nos referimos a diferentes elementos e criou termos fundamentais em físico-química, como catálise, polímero e o que chamamos de ligação iônica. Não apenas isso, mas ele também descobriu vários elementos: cério, tório e selênio.

No entanto, talvez o mais importante, Berzelius foi creditado como a primeira pessoa a medir com precisão o peso dos átomos. Com base no trabalho anterior de Dalton, o sucesso experimental de Berzelius nesse campo abriu o caminho para todos que vieram depois. Leia sobre os conceitos de química em nosso glossário aqui.

5. Talvez o químico mais famoso de todos: Dmitri Mendeleev

O trabalho de Dmitri Mendeleev (1834-1907) é algo que todos nós vimos em nossas vidas e ainda é o símbolo mais icônico da química: a tabela periódica. Não apenas um gênio da química, mas também interessado em geologia, meteorologia e outras disciplinas, ele provavelmente teve o impacto mais significativo no que entendemos por química.

Ele elaborou a tabela periódica dos elementos aparentemente em um sonho, no qual via padrões entre diferentes produtos químicos que podiam permitir que eles fossem organizados de uma determinada forma. Ainda sem conhecer todos os elementos que temos agora, ele deixou lacunas na tabela que mais tarde seriam preenchidas. Como tal, ele não apenas lançou as bases para futuros desenvolvimentos da química, mas também os previu.

Aqui estão alguns fatos inacreditáveis ​​para compartilhar em seu curso de quimica!

Renomados cientistas químicos: o século XIX

Os descobridores e inventores que foram pioneiros em grande parte do que hoje chamamos de química moderna também prepararam o caminho para as invenções do século XIX. Nesse período, dois nomes se destacam: Robert Bunsen e Alfred Nobel.

Robert Bunsen

Já ouviu falar de um bico de Bunsen? Nesse caso, você tem a quem agradecer (ou culpar!): Robert Bunsen (1811-1899), o inventor da peça favorita de todos os aparelhos científicos. Confira nosso artigo sobre equipamentos de química básica, se você ainda não sabe o que é!

Um professor universitário na Alemanha e aparentemente um cara adorável, nas horas vagas escrevendo livros, ele desenvolveu um antídoto para o veneno de arsênico e descobriu o elemento césio.

Você sabe para que serve o bico de Bunsen?

Como você pode imaginar, ele estava interessado em queimar coisas, e particularmente preocupado com as diferentes cores (espectros de emissão) que diferentes elementos produziam quando são aquecidos. Por isso, ele produziu seu famoso queimador, para que essas cores não fossem arruinadas pela cor da própria chama!

Não queime o óleo da meia-noite sozinho, tentando revisar tudo isso; deixe um tutor de quimica para o enem guiar seu aprendizado!

Alfred Nobel

Você certamente conhece esse nome também. Este químico e empresário, Alfred Nobel (1833-1896), é conhecido em todos os campos, devido ao Prêmio Nobel - o prêmio por excelência em literatura, ciências e economia. Mas a biografia deste homem não é tão bela quanto você poderia esperar. Sua vida profissional começou na venda de armas - principalmente explosivos - e na química, suas contribuições foram geralmente na invenção dos explosivos que ele vendia.

A principal conquista do Nobel foi a invenção da dinamite. Pretendida como uma ferramenta para construção - para estradas, indústria e canais - essa descoberta química deveria ter uma história sórdida, como sabemos. Nos seus últimos anos, conforme a história, ele se sentiu um pouco culpado por produzir uma das substâncias químicas mais destrutivas já criadas e doou sua enorme fortuna para inaugurar o Prêmio Nobel de Química, Física, Medicina e Paz.

Químicos do século XX que você deve conhecer

No século XX, o assunto da química floresce ainda mais, ramificando-se em diferentes sub-disciplinas e tomando a forma que conhecemos hoje.

Linus Pauling

Linus Carl Pauling (1901-1994) tem sido frequentemente aclamado como um dos cientistas mais importantes que já existiram - e se você nunca ouviu falar dele, agora é sua oportunidade.

Pauling essencialmente inventou, sozinho, o que agora conhecemos como biologia molecular - o estudo de coisas como proteínas e ácidos no corpo - e a química quântica, ou o estudo das relações entre as menores coisas do átomo. E se, na escola, você já ouviu falar de ligações covalentes ou iônicas - você deve agradecer a Pauling por entendê-las. Aprenda mais sobre ligações químicas em nosso artigo sobre conceitos básicos de química.

Pauling foi quem contribuiu para a descoberta da estrutura do dna.

Como ativista ao longo da vida pelo desarmamento nuclear, Pauling não foi apenas um Prêmio Nobel de química, mas também ganhou o Prêmio Nobel da Paz. Finalmente, sua pesquisa sobre proteínas também inspirou o trabalho de Francis Crick e James Watson, que, sem Pauling, nunca teriam descoberto a estrutura do DNA.

Dorothy Hodgkin

Agora é hora de uma química que é frequentemente esquecida nas histórias de cientistas famosos (talvez por ser mulher): Dorothy Hodgkin (1910-1994). Também ganhadora do Prêmio Nobel, Hodgkin é a única mulher britânica que já ganhou um Prêmio Nobel em uma ciência.

As principais descobertas de Hodgkin foram na estrutura de moléculas e proteínas no corpo, e sua pesquisa teve um enorme impacto na bioquímica e na medicina. Ela e sua equipe trabalharam na estrutura da penicilina, vitamina B12 e, principalmente, insulina. Sua carreira foi notável por defender também a importância do conhecimento da insulina - por seu papel central no diabetes.

No meu curso de quimica online minha professora me apresentou o trabalho dela; ela é uma cientista verdadeiramente admirável!

Kathleen Lonsdale

Há outra química do século XX que merece ser até mais famosa do que ela: Kathleen Lonsdale (1903-1971). Como cientista, ela foi uma das primeiras mulheres a ser eleita como membro da Royal Society e recebeu vários títulos por seu importante trabalho em cristalografia ou pelo estudo do arranjo de átomos em cristais.

A estrutura do benzeno foi descoberta e estudada por uma mulher.

Juntamente com seu trabalho em diamantes e sua pesquisa profundamente influente sobre a estrutura do benzeno, ela defendia o pacifismo e é uma inspiração para as mulheres cientistas de todo o mundo.

Ainda com fome de química? Temos tudo o que você precisa saber sobre a química em nossos artigos!

Precisando de um professor de Química ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.