Vamos deixar de lado os problemas teóricos e analíticos da química por um momento. Vamos esquecer sua próxima equação, ou o diagrama no qual você deveria estar trabalhando. Vamos deixar seu experimento ou cálculo para outro dia e limpar sua mente de todas aqueles assuntos de química que mais caem no enem.

Em vez de pensar em compostos químicos ou metais de transição, vamos nos concentrar nas partes divertidas da química, as partes surpreendentes, a razão pela qual você escolheu um curso no departamento de química como primeira opção.

A matéria química não é só ligações covalentes ou grupos funcionais. Ela pode ser inspiradora. Vamos dar uma olhada em alguns dos fatos mais surpreendentes da química.

Quando os químicos inventaram as coisas por acidente

Obviamente, houve muitas descobertas químicas revolucionárias. Aqui estão algumas que não aconteceram exatamente de acordo com o planejado.

Fogos de artifício

A história diz que, cerca de dois mil anos atrás, um cozinheiro estava ocupado preparando uma refeição quando acidentalmente misturou três ingredientes muito comuns na cozinha: carvão, enxofre e nitrato de potássio. A última substância, comumente conhecida como salitre, tinha sido usada por muito tempo como conservante de alimentos.

Você sabia que os fogos de artifício foram descobertos por acidente?

Quando os três produtos químicos foram misturados e aquecidos, eles emitiram um grande estrondo - já que a substância criada era essencialmente o que chamamos de pólvora! Acredita-se que o cozinheiro tenha empurrado a mistura para uma bengala de bambu e, devido à pressão do acúmulo de gases, a explosão desta vez foi ainda maior.

Então, da próxima vez que olhar fogos de artifício, pense no cozinheiro chinês que os fabricou há dois milênios atrás!

Pode até ser que você já tenha ouvido essa história em suas aulas de química.

Coca Cola

Após a Guerra Civil Americana, um soldado ferido chamado John Pemberton estava procurando uma maneira de ganhar dinheiro (e abandonar seu vício em analgésicos). Ele era farmacêutico e tentou várias experiências químicas para desenvolver um medicamento que ele poderia vender. Todas as suas experiências falharam comercialmente - exceto um "medicamento" baseado na planta de coca que ele alegou ter ajudado a diminuir o nervosismo.

Essa bebida medicinal se tornou a Coca-Cola, mas não antes de Pemberton vender a receita e morrer! Foi outro homem - não um cientista, mas um empresário - que transformou a bebida no grande negócio que é hoje. Sim, a sua bebida preferida se originou em um experimento de química.

Fatos de química realmente incríveis sobre o seu corpo

A humanidade e a colher

Os seres humanos são feitos de átomos - bilhões e bilhões deles. Mas os próprios átomos são quase todos feitos de nada - puro espaço vazio. Além dos elétrons, dos prótons e dos nêutrons, eles têm, na verdade, 99,9% de espaço (um exemplo sugere que se um átomo fosse do tamanho de um estádio de futebol, as próprias partículas seriam muito menores que as bolas de tênis)! Eles são mantidos juntos apenas por ondas e forças atômicas - o tipo de coisa que você aprende na física.

Se você, de alguma forma, removesse o espaço entre todas essas pequenas partículas no átomo, eles seriam ainda menores. De fato, foi dito que, sem esse espaço, todos os átomos de todas as pessoas no mundo poderiam caber em uma colher.

Todos os átomos do nosso corpo cabem em uma colher.

Se você ainda não conhece os átomos, consulte nosso resumo dos conceitos básicos de química para ajudá-lo.

Quanto vale o seu corpo?

Seu corpo, como tudo o mais no mundo, é feito de elementos químicos. Os mais comuns encontrados no corpo são hidrogênio, carbono, oxigênio, cálcio, nitrogênio e fósforo. Menos de um por cento de você é composto de potássio, cloro, magnésio, enxofre e sódio. É muito interessante pensar que todas as coisas que você usa no laboratório também estão no seu corpo!

Mas se você quebrar seu corpo em apenas átomos e moléculas desses produtos químicos, poderá se surpreender ao saber que ele não é tão valioso quanto você imagina. Na década de 1920, um químico disse que o total desses produtos químicos combinados - a preço de mercado - seria de apenas US$ 0,85. No momento, você provavelmente vale um pouco mais - cerca de um dólar!

Corpos e lápis

Após o oxigênio, o carbono é a molécula mais comum no corpo. Isso não deveria ser tão surpreendente, pois essa substância - que você deve ter conhecido em uma aula de química, da tabela periódica - é uma das mais abundantes do planeta e é conhecida pelos cientistas há milhares de anos.

O carbono tem um milhão e um usos diferentes - do hidrocarboneto usado na gasolina ao polímero usado na fabricação de plástico. Mas uma coisinha parece bastante surpreendente: a partir do carbono em seu corpo, você pode fazer quase 10.000 lápis !

Átomos: alguns fatos totalmente alucinantes

Conhecemos átomos há muito tempo

Você pode pensar que os átomos, aquelas pequenas partículas fundamentais que aprendemos em qualquer curso de quimica, foram uma descoberta mais recente. Como alguém poderia saber o que estava acontecendo em um nível tão pequeno sem um microscópio?

Mas, realmente, os átomos foram descobertos há muito tempo, por um sujeito grego chamado Demócrito, por volta de 400 aC. Ele era um filósofo - ou um "cientista natural", como costumavam chamá-lo - e desde então tem sido chamado de "pai da ciência moderna"!

No entanto, deve-se dizer que ele apenas adivinhou essencialmente, ou pelo menos que foi uma hipótese de muita sorte. Não foi muito mais tarde - no século XVIII - que essa teoria atômica foi aceita quando John Dalton a repetiu.

Quer ouvir mais sobre John Dalton? Confira nossa matéria sobre os químicos mais renomados da história.

O vidro é um líquido

Este é clássico para quem sabe o que é química, mas não é menos surpreendente. O vidro é realmente um líquido, e não o sólido que parece ser. Na verdade, o vidro flui muito lentamente: se você observar as janelas antigas, verá que a parte inferior do painel é visivelmente mais espessa que a parte superior.

O vidro é um líquido que está constantemente fluindo.

Por que isso? O vidro é feito a partir do rápido resfriamento de uma substância derretida. Como esse resfriamento acontece tão rapidamente, ele não cristaliza. Em vez disso, as ligações químicas na estrutura molecular da substância se estreitam, pois não têm energia térmica para se mover livremente.

Embora não pareça, o vidro está realmente fluindo - mas a uma velocidade que levaria milhões de anos para fazer o que a água pode fazer em um minuto.

A água parece mais fria que o ar, mesmo quando na mesma temperatura

Já se surpreendeu quando, em um dia quente, você pula no que deveria ser uma piscina quente e a água está gelada? Há uma razão científica para isso!

A água, mesmo quando está exatamente na mesma temperatura do ar, sempre parece mais fria. Isso ocorre porque a água é melhor na condução do calor do que o ar, que realmente é um isolador térmico (é por isso que geralmente temos um espaço de ar entre duas camadas de tijolos nas paredes da casa). O ar é muito menos denso que a água, o que significa que os átomos nele estão mais afastados. Consequentemente, a energia térmica não pode passar por ele tão facilmente!

Xadrez e átomos

Aqui está um verdadeiro trabalho de química.

A maioria dos físicos concorda que, em todo o universo, existem aproximadamente 10 átomos. São 10 com outros vinte e cinco zeros no final, ou cem quinquilhões. Esse é um grande número.

No entanto, não importa quão grande seja esse número, há realmente mais jogadas possíveis em um jogo de xadrez: 10¹²⁰. Esse número é apenas uma estimativa, feita por um matemático que estava pensando em como ensinar um computador a jogar xadrez. Mas ele é baseado em uma média de trinta movimentos possíveis em qualquer ponto do jogo, com cada jogo durando, em média, oitenta movimentos.

Sabendo disso, o xadrez não parece tão chato, afinal - e nem a quimica para o enem!

Curiosidades sobre ácidos

Álcali e sabão

Você provavelmente usa álcalis (ou bases) com mais frequência do que pensa, pois eles são o ingrediente básico para produtos de limpeza domésticos - substâncias como alvejante, por exemplo - e substâncias como bicarbonato de sódio.

Mas você provavelmente já foi informado no passado: 'use luvas enquanto manuseia água sanitária!'. No laboratório de química, ou em uma aula prática de propriedades da matéria química, você também será instruído a não tocar nos álcalis. Você sabe por quê?

Porque álcalis transformam suas mãos em sabão! Eles reagem com os ácidos graxos de suas mãos em um processo chamado saponificação. Então, se você tocar em alvejante, notará que se sente estranhamente suave e escorregadio. Isso é porque você está se transformando em sabão!

Ácido estomacal

Seu estômago está cheio de ácidos - uma mistura de ácido clorídrico, cloreto de sódio e cloreto de potássio em diferentes níveis de concentração - que ajuda a quebrar os alimentos e matar as bactérias. É uma espécie de defesa biológica contra qualquer doença que chegue pela boca.

Da próxima vez que você tomar remédios para o estômago, lembre-se de que ele contém ácidos que poderiam queimar seu corpo inteiro.

Mas esse ácido é incrível. Tão forte quanto o ácido da bateria - entre um e três na escala de pH - ele é poderoso o suficiente para derreter o metal. Se ele caísse em sua pele, queimaria completamente.

Realmente, é um milagre da biologia estarmos andando com essas coisas todos os dias.

Abelhas, vespas e ácidos alcalinos.

A dicotomia entre ácidos e bases que dominarão qualquer curso básico de química é fascinante. Mas o que é divertido é que, neste tópico, o mundo da química é muito evidente na natureza, nos seres vivos e até em nós mesmos.

Pegue abelhas e vespas, os dois vilões dos dias de verão - um trapalhão, mas doloroso, o outro com aparência de mal e cruel. Na verdade, esses insetos são os companheiros perfeitos, pois também são opostos químicos. A picada de uma abelha é ácida, enquanto a de uma vespa é alcalina!

Portanto, tecnicamente, a melhor maneira de ajudar uma picada de abelha é ser picada por uma vespa - no mesmo lugar! - e vice versa. Isso deve neutralizar a dor!

Se a sua sede por conhecimentos de química ainda não está satisfeita, faça um curso de quimica online.

Precisando de um professor de Química ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.