A capital italiana de Roma e também conhecida como a "cidade eterna", é uma das cidades mais visitadas da Europa. E por uma boa razão: sua história e cultura, sítios arqueológicos e ruínas da civilização dos etruscos ao Império Romano, passando pelo estilo renascentista e barroco, seus monumentos históricos e museus, fazem dela um lugar imperdível.

A terceira cidade mais visitada da Europa, depois de Paris e Londres, Roma totalizou 9,7 milhões de turistas estrangeiros em 2017.

Berço da civilização européia e das línguas de origem latina, Roma hoje tem uma população de 2,87 milhões de pessoas, espalhadas por 1.285 km².

Você está planejando visitar Roma? Aqui está o nosso guia da cidade de Roma, incluindo dicas de locais e e monumentos imperdíveis para visitar!

1. O Coliseu de Roma

É sem dúvida um dos monumentos mais famosos de Roma: o Coliseu era o maior anfiteatro do Império Romano do mundo conhecido na época.

Construído sob as ordens do imperador Vespasiano (9-79 d.C) e concluído sob o império de Tito (39-81 d.C), podia acomodar até 50.000 pessoas para participar de batalhas de gladiadores e apresentações de animais selvagens.

Praticar italiano
O Coliseu é um dos monumentos mais visitados de Roma

Permaneceu em serviço por quase 500 anos, até os últimos jogos do século VI.

As ruínas são um dos monumentos romanos mais visitados.

Sua arquitetura única - 86 metros de comprimento, 54 metros de largura, construída em 4 andares e com mais de 80 entradas - testemunha as proezas das quais os construtores romanos eram capazes e aponta a força do poder da Roma imperial.

2. As ruínas do Fórum Romano

Sítio arqueológico imperdível que remonta à história de Roma, o Fórum Romano é um dos mais antigos: as primeiras construções datam de -616, na época da monarquia romana (que se estendia de 753 a 509 AEC).

Foi o centro mais movimentado e a praça principal de Roma, da monarquia à república romana, até a queda do império em 476 dC.

Consistia em um emaranhado de edifícios, incluindo o templo de Romulus, os arcos de Augusto, o templo de César, a basílica Aemilia, o Argiletum, o templo de Concórdia, o arco de três baias do Imperador Septímio Severo, o templo de Saturno.

Conheça os diferentes bairros de Roma.

3. O Monte Palatino em Roma

Uma das sete colinas de Roma, o Monte Palatino é um museu ao ar livre. Ocupava uma posição central na época da Roma antiga: tem vista para o Fórum Romano (norte) e o Circo Máximo, ao sul.

A colina era a residência dos imperadores.

É uma visita muito interessante se você gosta das ruínas romanas, em particular: a Villa Livia, a Domus Flavia, o estádio Domiciano ou os Jardins Farnese.

4. Banhos termais de Caracala

Inaugurados sob Caracalla (188-217) em 216, os banhos termais de Caracalla foram os maiores e mais luxuosos já feitos em Roma.

Estudar italiano
Os banhos termais de Caracalla: uma obra-prima arquitetônica!

Eles se estendiam por onze hectares, tinham 64 tanques de 80.000 litros e podiam acomodar mais de 1.600 banhistas.

Esta visita permite que você aprenda mais sobre como os romanos ricos se entregaram à sua paixão favorita: o farniente no banho!

Quer saber quantos dias são necessários para conhecer Roma? Leia nosso artigo sobre o assunto.

5. O Panteão de Roma

Construído no século I entre 27 e 125 dC, o Panteão de Roma é um dos edifícios romanos mais bem preservados.

O templo foi dedicado às divindades romanas. Tornou-se uma igreja no ano 608.

O Panteão também abriga os túmulos dos reis da Itália, do artista Raphaël. O edifício consiste em um frontão majestoso com vista para uma grande colunata, a Rotunda (uma parede circular no interior) e sua cúpula, uma esfera de 43,3 metros de diâmetro.

Para visitar o Panteão sem esperar muito tempo na fila, é possível comprar um ingresso sem fila combinando, por exemplo, o Coliseu, o Panteão e a Piazza Navona.

6. Imperdível em Roma: a Capela Sistina

Construído entre 1475 e 1481, é um majestoso edifício religioso do Vaticano, construído pelo Papa Sisto IV para reunir os cardeais em concílio durante a reeleição dos novos papas.

Adornados com magníficos afrescos pintados por Michelangelo, as paredes e o pináculo da capela remontam a Gênesis, a criação do homem, o pecado original, o dilúvio e o juízo final.

Consiste na famosa sala retangular, 40 metros de comprimento e 13 metros de largura, 21 metros de altura: dimensões correspondentes à proporção áurea. A sala está cheia de abóbadas perfuradas por 12 janelas.

Indo visitar Roma? Contacte um dos nossos professores de italiano.

7. A Fonte de Trevi

Impossível visitar a cidade de Roma sem ir à Fonte de Trevi.

Existem cerca de 2.000 fontes na capital da Itália.

Esta é a maior de Roma.

Construída entre 1732 e 1762, é o arquétipo do estilo barroco na Roma do século XVIII.

Apoiada pelo Palazzio Poli, representa os benefícios da água, a figura do oceano, Netuno, estátuas. As centenas de milhares de turistas que se reúnem em frente a fonte de Trevi têm o hábito de jogar uma moeda lá enquanto faz um desejo. Reza a lenda que assim o fazendo, o desejo se relaiza!

Não custa nada tentar né?

8. Piazza Navona

Oblonga no centro da cidade de Roma, a Piazza Navona é um dos mais turístico pontos da cidade.

conversação em italiano
Entre o passado e o presente, a cidade romana é um museu a céu aberto.

Foi construída sobre as ruínas do estádio Domiciano, datado do século I: as fundações de casas e lojas são, portanto, baseadas nas da Antiguidade Romana, o que a torna sua principal atração.

Na superfície, os monumentos barrocos são um espelho do Renascimento italiano dos séculos XVII e XVIII. Encontra-se ali, em particular, a fonte do Quatro-Rios, a Fonte de Netuno e sua estátua, a Fonte do Mouro.

A praça Navona em Roma é um excelente lugar para você praticar tudo o que aprendeu em curso de italiano online.

Aproveite e descubra quanto se gasta por uma estadia em Roma...

9. Piazza di Spagna

A Escadaria Espanhola é um dos principais pontos turísticos de Roma.

Está localizado num elegante bairro cheio de lojas de luxo.

Conhecida por sua escada com 135 degraus, é o local de desfiles de moda e de encontro para os romanos.

10. Catacumbas e subsolo de Roma

E se formos visitar Roma através do seu subsolo?

Visitar as catacumbas permite uma estadia incomum em Roma, fora dos roteiros mais conhecidos, e permite aprender mais sobre a história da Cidade Eterna.

As passagens subterrâneas da cidade de Roma são de fato pouco conhecidas pelos turistas. E, no entanto, eles contêm jóias da Antiguidade, em particular as Catacumbas, galerias subterrâneas que se estendem por vários quilômetros e vários andares.

Cristãos romanos enterraram seus mortos lá. Observa-se ali afrescos mortuários, nichos que anteriormente abrigavam enterros.

Sob os vestígios mais importantes de Roma, estão enterrados:

  • Piazza Navona - as ruínas do estádio Domiciano -,
  • As ruínas de Vicus Caprarius,
  • As ruínas do templo de Adriano,
  • O Auditorium di Mecenate,
  • O Colombario di Pomponio Hylas (o local de sepultamento dos pobres e escravos),
  • Os bunkers de Mussolini (para se proteger de possíveis bombardeios aliados durante a Segunda Guerra Mundial),
  • A Casa Dourada (Domus Aurea): um palácio construído pelo imperador Nero,
  • As Catacumbas de Saint Calliste: 500.000 pessoas seriam enterradas lá, com todos os papas do século III. Estas são as catacumbas mais antigas do caminho Appia,
  • As domus (casas) do Palácio Valentini (salões, cozinhas e banhos termais para senadores da época romana).

Claustrofóbicos mantenham distância!!!

11. Os Museus do Vaticano

Uma visita ao Vaticano, o menor estado do mundo, é obrigatória se você vier a Roma.

Visitar a cidade de Roma
Museus do Vaticano: uma passagem quase obrigatória se você ama as artes!

Um pouco complicado visitar na alta temporada! No entanto, faça pelo menos um museu do Vaticano.

São monumentos que exibem uma coleção abissal de obras de arte coletadas por papas sucessivos e criadas no Egito antigo, na era romana, da Idade Média ao Renascimento, passando pela era contemporânea ( séculos XVIII e XIX).

Imperdível: a Capela Sistina, a escada em hélice dupla de Bramante, a galeria de mapas geográficos, os quartos de Raphael.

Fazer um curso de italiano proporciona você a viver uma viagem ainda  mais rica e imersiva!

12. A Villa Borghese

Deseja sair da agitação do centro de Roma?

Você está cansado de mosaicos, fontes, vestígios antigos, excursões caras, monumentos do Patrimônio Mundial da UNESCO ou templos imperiais?

Este parque municipal de 80 hectares reúne uma grande coleção de museus lindos e que merecem ser vistos.

Considerado o mais bonito de Roma, os jardins da Villa Borghese são os pulmões verdes da capital italiana.

13. Os Museus Capitolinos

Outro local imperdível, que pode ser feito com o Roma Pass ou o ônibus "hop on hop off": os Museus Capitolinos, com seus dois principais edifícios, o Palácio dos Conservadores e o Novo Palácio.

Passamos de um museu para outro pela Galleria Lapidaria, um portal subterrâneo onde é possível observar obras de arte de Caravaggio, o Ticiano, Rubens.

O Palácio Novo exibe estátuas e esculturas antigas, como uma réplica da estátua equestre do imperador romano Marco Aurélio, um dos mais conhecidos do Império Romano

14. A Praça e Basílica de São Pedro

Monumento simbólico da Igreja Católica, a Basílica de São Pedro fascina turistas do mundo todo.

É o local de encontro de fiéis católicos de todo o mundo.

Tem vista para a famosa Praça de São Pedro, decorada com seu obelisco (obelisco egípcio transportado para Roma por Calígula no século I).

15. Via Appienne

Depois de terminar sua excursão por Roma, parta para a Via Appienne, uma estrada romana com quase 500 quilômetros de extensão.

Saindo de Roma, corre ao longo da costa do Tirreno, atravessa a Campânia e se estende até a Apúlia, no sudeste da Itália.

Construída a partir de 312 aC, ainda hoje é usado parcialmente pelos pedestres.

Algumas partes ainda estão intactas desde os tempos romanos, feitas de paralelepípedos de basalto. Dá para imaginar a lentidão das viagens na Roma antiga!

Você tem todo um programa de visitas culturais para fazer depois das aulas para aprender italiano!

Precisando de um professor de Italiano ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Joseane

Apaixonada por Línguas e Culturas, sou uma viajante assídua que acredita que viajar é a melhor forma de aprender.