Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como aprender a tocar com a tablatura?

De Carolina, publicado dia 15/05/2019 Blog > Música > Violão > O que é uma tablatura de violão?

Aprender música, definitivamente, é algo que trasforma a nossa vida! A música incentiva a auto expressão, alivia o estresse e mantém a nossa concentração afiada.

Em outras palavras, aprender a tocar um instrumento e a conhecer as bases da teoria musical é algo que enriquece nossa vivência e desperta várias de nossas habilidades.

Pensando nisso, se você é ainda um leigo ou iniciante e se quer aprender tocar violão ou guitarra mas não conhece o solfejo ou não sabe ler as partituras, não se preocupe! Felizmente, existe uma alternativa interessante: as tablaturas.

Você sabia que, independente de sua nacionalidade, seu nível de violão ou guitarra, as tablaturas podem ser lidas e decifradas por todo mundo?

Sim, isso é possível, mas você deve conhecer as bases de leitura!

Como ler as tablaturas para violão e guitarra? Existem símbolos universais para que todo mundo entenda? Há tutoriais de violão e/ou guitarra que ensinam a ler tablaturas? Meu Deus, por onde começar?

Nós aqui da Superprof fizemos um resumão para você sobre esse outro método de tocar violão e guitarra: as tablaturas!

O que é uma tablatura?

Trocando em muídos, através das tablaturas é possível informar ao músico ou estudante de música onde colocar os dedos na escala do instrumento, e exatamente quais notas devem ser tocadas, mostrando a casa e a corda do instrumento.

Muito utilizadas para violão, guitarra e baixo, as tablaturas parecem privilegiar instrumentos cuja escala possui trastes para definir as notas musicais.

Além disso, as tablaturas constituem-se também em uma forma de representar solos de violão, guitarra e outros instrumentos de corda, como o contrabaixo. No entanto, a tablatura acaba sendo algo desfavorável para quem tem interesse em aprender teoria musical e partituras.

Veja abaixo um exemplo de tablatura (introdução de Detalhes, de Roberto e Erasmo Carlos).

Essa tablatura traz a introdução da conhecida música Detalhes, de Roberto e Erasmo Carlos.

A notação musical padrão é geralmente conhecida como notação na pauta, ou simplesmente partitura. Já as tablaturas podem ser escritas em uma pauta ou apenas com números, como no exemplo da ilustração acima.

As origens da tablatura

A palavra tablatura provém do latim: tabulatura e significa tábua, prancha ou lousa. Em outras palavras, tabular alguma coisa quer dizer colocá-la em uma tábua, prancha ou lousa.

Existem, no entanto, duas ortografias frequentemente usadas, uma com o “u” (tabulatura) e outra sem a vogal, (tablatura).

Tabulatura ou Tablatura?

A versão tabulatura é considerada a mais próxima da palavra original em latim e a mais correta etimologicamente falando. Portanto é a utilizada com mais frequência pelos acadêmicos e estudiosos, denotando um apecto de maior erudição, especialmente em relação ao estudo do alaúde.

Já a versão adaptada tablatura parece provir do inglês moderno, e é a mais aplicada no contexto da música popular. Como se tratam de palavras longas, é comum o uso da abreviação tab no inglês coloquial. A fim de se discernir a qual instrumento a tablatura se refere, ele é nomeado logo ao início, guitar tab (tab para violão), bass tab (tab para baixo), organ tab (tablatura para órgão).

Exemplo de tablatura numérica para viola de mão, parte integrante da obra Orphenica Lyra, de Fuenllana (1554). A numeração destacada em vermelho indica a parte vocal.

De forma simples, podemos dizer, uma vez mais, que a tablatura consiste em uma forma de notação musical que informa ao intérprete onde colocar os dedos em um determinado instrumento, em vez de informar quais são as notas a serem tocadas. Parece muito mais direto, né?!

Além disso, como já mencionado, a tablatura é utilizada na maior parte das vezes, mas não de forma exclusiva, para instrumentos de cordas trasteados. Ou seja, ela pode ser aplicada para violão, guitarra elétrica, baixo elétrico, alaúde, arqui-alaúde, teorba, angélique, mandora (esses últimos três assemelham-se ao alaúde) e viola de mão. Também para o ukulele, bandolim,banjo, e a viola de gamba.

Hoje o uso da tablatura encontra-se disseminado para notar música pop e do rock. Já na Renascença e no Barroco a aplicação de tablaturas foi bastante empregado al longo de toda a Europa.

Falando nisso, o primeiro registro que se tem notícia do uso de tablaturas em terras europeias provém do século 13. Tablaturas para os instrumentos musicais da Idade Média, como o órgão ou alaúde, eram de três principais origens: francesa, alemã, e italiana (inclui também a Espanha, Baviera e o sul da França).

Uma variação especial de tablatura italiana imperou no sul da Itália e foi denominada de napolitana. Interessantemente, já uma versão da variedade polonesa da tablatura francesa aparece em um único manuscrito.

Tablatura numérica da música Noite Feliz, um das mais populares canções natalinas de todos os tempos. Foi escrita pelo padre Joseph Mohr e a composição feita por Franz Gruber, em 1818, na Áustria.

Ademais, tablaturas para outros instrumentos eram também usadas a partir da Renascença. As para teclado se disseminaram na Alemanham por três séculos, entre 1450 e 1750 e na Espanha entre 1550 e 1680. A maioria da música criada para alaúde e outros instrumentos históricos de cordas pinçadas durante a Renascença e o Barroco foi originalmente escrita em tablatura.

Aos poucos, a tablatura francesa gradualmente foi se tornando a mais usada. Tablaturas para outros instrumentos, como o teclado, ocarina, cítaras, e outros, também eram utilizadas desde a Renascença. E até para a harpa, comumente mais empregada na Espanha e no País de Gales.

Enquanto uma partitura representa o ritmo, a duração de cada nota e a sua altura relativa, a tablatura é menos completa, indicando somente quando e onde colocar os dedos para gerar uma nota, de forma que a duração (ritmo) fica subjetiva e incompleta.

Os símbolos rítmicos da tablatura tentam dizer quando iniciar uma nota, mas quase nunca há uma indicação precisa de quanto tempo ela deve durar, então, a duração fica muito mais a critério do intérprete do que na notação convencional.

Se você está começando a aprender a tocar violão ou guitarra, as tablaturas podem ajudar para começar sua intimidade e prática junto ao instrumento.

Como ler tablaturas no violão

Quem não quer aprender partituras e teoria musical pode estudar e tocar com as tablaturas, já que essa notação é bem utilizada na música popular em geral.

A tablatura é mais simples e prática do que a notação musical, mas tem suas limitações.

São dois os elementos básicos presentes nas tablaturas: cordas e casas.

As cordas são representadas por linhas. No caso da guitarra comum, são 6 linhas.

A linha de cima representa a 1ª cordaa mais aguda, enquanto a de baixo, representa a 6ª cordaa mais grave). É importante memorizar isso!

Se for para um baixo de 4 cordas ou para uma guitarra de 7 cordas, por exemplo, a tablatura deverá ter o mesmo número de linhas do instrumento.

Tablatura para guitarras de 7 cordas.

As casas são representadas pelos números. O número 5, por exemplo, indica que você deve tocar a casa 5. O número 0, indica que você deve tocar a corda solta. E assim por diante…

No caso de números empilhados, você deve tocá-los ao mesmo tempo.

A forma de escrita das tablaturas consiste em 6 linhas que representam as 6 cordas soltas do violão ou guitarra. A ordem das cordas na tablatura, de cima para baixo, é a seguinte: Mi (E), Lá (A), Ré (D), Sol (G), Si (B), Mi (E).

A corda mais grossa e grave (o Mi (E) grave) é a de baixo, enquanto a corda mais fina e aguda (Mi agudo) é a de cima. As demais cordas seguem a mesma afinação que o instrumento apresenta.

Em cima de cada corda, coloca-se um número que representa a casa do violão que deve ser pressionada.

Nesse exemplo, você deve pressionar a terceira casa da 5ª corda (nota Lá) com a mão esquerda e tocar essa corda com a mão direita.

Quando aparecem outros números em sequência, você deve tocar uma nota após a outra.

Quando os números aparecem alinhados na vertical, uns em cima dos outros, isso significa que eles devem ser tocados ao mesmo tempo.

O número zero representa uma corda solta (sem pressionar nenhuma casa).

Se uma linha aparece vazia, ela não deve ser tocada.

Exemplo de tablatura numérica.

Nesse exemplo acima, temos o acorde de Sol maior no violão. Você deve então pressionar todas essas casas nas suas respectivas cordas e tocá-las ao mesmo tempo. Repare que essa é a forma de representarmos os acordes na Tablatura.

Um outro tipo notação para tablaturas é mostrado no exemplo abaixo:

Nas tablaturas também podemos mostrar as técnicas utilizadas para tocar cada nota.


Técnicas e Convenções mais usadas com tablaturas

Algumas das técnicas mais usadas para tablatura.

Descrição de uma tablatura de violão e guitarra

Você não é mais obrigado a decifrar as notas musicais. Os violonistas e guitarristas podem ler música com as tablaturas.

É um sistema sem muitos inconvenientes. A principal vantagem é que ele é simples e rápido de aprender. Além disso, fácil de compartilhar em todos os estilos de músicas com todos os músicos.

Se você já conhece todos os tutoriais para começar aula de violão ou guitarra, você deve saber que conhecer a tablatura é uma condição sine qua non para todo violonista ou guitarrista digno de seu nome: é a língua por excelência de todos os músicos.

Análise de uma tablatura

A tablatura é uma leitura musical simplificada e focada em um determinado instrumento. Existem tablaturas específicas para violão, guitarra, piano, baixo ou ainda bateria. O ideal é verificar com um professor em uma primeira aula de violão para iniciantes qual utilizar.

Em qual corda temos que tocar?

Em uma tablatura, cada corda é representada por uma linha.

A corda mais baixa na tablatura é a corda mais grave do violão ou guitarra (corda do Mi grave).

A corda mais alta corresponde à corda mais aguda (o Mi agudo).

Leitura de uma tablatura

A leitura de uma tablatura se faz da esquerda para a direita. Cada número corresponde à casa onde você deve pressionar as determinadas cordas. As casas são definidas pelos trastes.

As tablaturas de violão e guitarra dão somente as informações para a posição dos dedos no braço do instrumento.

As cordas sem nenhuma indicação são aquelas que não devem ser tocadas.

Porém, quando você vir o número 1, por exemplo, ele corresponde à primeira casa do braço partindo da pestana. Isso quer dizer que você deve pressionar as cordas na tal casa.

Quando os números se alinham em compassos, você tem que tocá-los juntos porque eles representam um acorde de violão ou guitarra.

Ler uma tablatura não é tarefa difícil. Isso se faz da esquerda para a direita, como tantas outras leituras musicais. Quando você chegar ao final de uma linha, basta passar para a próxima e continuar a tocar as notas no mesmo sentido.

É importante que se coordene os acordes no violão para otimizar a sua performance!

As particularidades da tablatura

Uma tablatura possui algumas singularidades que você deve prestar atenção:

  • A maioria das tablaturas não indica em qual ritmo você deve tocar. Ela é segmentada em linhas, mas é muito raro ter o ritmo da música para o violão ou guitarra.
    A dica é escutar várias vezes a música que você quer tocar para se impregnar do ritmo. Além disso, é importante notar como ela é estruturada, contar o tempo entre cada compasso (90% das músicas de rock, pop ou folk são no compasso a 4 ou 4/4).

Não deixe nenhum detalhe para trás nas tablaturas Observe todas as métricas de acordes para optimizar o seu tempo!

  • As tablaturas mais elaboradas têm o ritmo. A gente acha essas anotações perto de cada nota com um índice que mostra a duração de cada nota.
  • Os símbolos rítmicos para tablaturas são representados assim: “w” para uma nota completa, “h” para uma meia-nota, “e” para um 1/8 de nota e “s” para 1/16 de nota.
  • Se tiver um ponto depois de uma letra como “w.”, isso quer dizer que você tem que prolongar a duração considerando a metade de seu tempo.

Os símbolos especiais para tablatura

Você vai notar em tablaturas que existem vários pequenos símbolos que podem ser indicações para saber tocar as notas ou para ligá-las.

Então, é importante encontrá-los, sabê-los de cor e reproduzir um som mais próximo possível do original. Pelo menos, o som que você reproduz para a sua música ou para os arpejos de violão ou guitarra.

O blog da comunidade Superprof traz aqui para você os símbolos mais comuns e algumas ótimas técnicas a se aprimorar na guitarra ou violão.

O hammer-on

Para fazer um hammer-on, você deve bater uma corda verticalmente entre dois trastes e deixar rolar a vibração.

A nota tocada por uma simples “martelada” é uma nota mais aguda que uma outra nota que você tocou.

Representada normalmente pela letra “h”,  ela é inserida entre a primeira casa que você vai tocar e na casa em que você deve fazer o hammer-on (por exemplo, 4 h 8 para mostrar que você tem que bater na 4ª casa e depois na 9ª casa).

As vezes você encontra o símbolo “^” no lugar do “h” como em 4^9.

O pull-off

A técnica do pull-off é contrária à técnica do hammer-on.

Ela consiste em tirar rapidamente o dedo que encosta um traste para ter uma nota mais baixa.

Hammer-on e pull-off são técnicas fundamentais para tocar violão e/ou guitarra Multiplique os efeitos no violão com os pull-off e os hammer-on!

O símbolo “p” (ou “po”) representa normalmente o pull-off. Ele é integrado na 1ª casa que você vai tocar e na casa que você vai fazer o pull-off.

Ou seja, 8 p 6, ou ainda 8po6, de acordo com a escrita.

O Bend

A técnica do Bend é aquela em que você torce a corda depois de tocar uma nota para mudar de nota ficando na mesma casa.

Geralmente, o símbolo é uma flecha curvada com uma indicação como “½” ou ” ¼” ou ainda “full” para indicar quanto você tem que variar de tonalidade de nota.

Se a flecha volta para ela mesma ou se tiver um “R” para Bend Release, isso quer dizer que você tem que voltar na sua nota de início depois de fazer o Bend.

Podemos encontrar uma outra indicação através da letra “b” na 1ª casa que você vai tocar e na próxima em que o som deve ser obtido através do Bend (exemplo: 10 b 12).

A letra “r” para Release pode ser acrescentada nessa configuração para indicar que a corda deve ser “afrouxada” como em 8 b 10 r 8.

O Slide

Para o slide, você deve deslizar de uma casa para outra para ter, ou um som mais agudo (a gente diz slide-up), ou para ter um mais grave (slide-down) mantendo a corda pressionada.

Um slide para cima é ilustrado pelo “/” e um slide para baixo é representado pelo “\” como em 6/8\6.

O slide também pode ser um “legato”, quer dizer que ele é um slide tradicional em que você não toca a primeira nota com o “tubinho” de metal que se chama slide.

A nota parece natural, sem nenhum efeito.

Técnicas e sinais em tablaturas para violão e guitarra Toque tranquilo com a técnica do slide!

Alguns violonistas e guitarristas acham que a gente não deve tocar com o “tubinho” sobre determinadas notas. O mais importante é não deixar um vácuo entre as duas.

A outra particularidade do slide é o slide em shift, quer dizer que você vai tocar duas notas em uma mesma corda para evitar a vibração das duas cordas.

Isso vai ajudar você a gastar menos as cordas de seu violão… (Saiba como trocar as cordas do violão em 5 etapas!)

Ele é representado pela letra “S” nas tablaturas.

Símbolos menos utilizados

Outros símbolos menos utilizados, mas tão importantes quanto, aparecem em algumas tablaturas. É sempre bom reconhecê-los antes para desenvolver sua técnica no violão ou guitarra. Isso vai te ajudar a ganhar tempo e ter um som mais preciso.

  • O sinal “~” significa que você deve tocar com um vibrato: essa técnica consiste em fazer variar o tom de uma nota (muito utilizada com guitarras que são equipadas com um vibrato manual ou que podem ser ligadas com um pedal especial).
  • O “S” e o “T” sot para o Slap ou o Thumb consistem em bater na corda com a ajuda do polegar. Muito utilizado para baixos, guitarras ou guitarras eletroacústicas.
  • PM significa Palm Mute: essa técnica suaviza o som apoiando ligeiramente a palma de sua mão (a que toca as cordas) ou com o pulso sobre as cordas perto do cavalete do violão. O “PM” quer dizer uma série de notas que são sinalizadas com pequenos pontos em cima das notas.
  • O “X” para “mute” significa que a nota é paralisada pela mão esquerda com o intuito de abafar o som.
  • O símbolo “n” significa que você deve utilizar a técnica do tremolo e o “n” situado entre duas barras invertidas indica o total de notas a ser tocadas como em \6/. Isso quer dizer diminuir a amplitude de sua nota de 6 meia-voltas.
    O “\n”  indica tocar a nota e fazer um tremolo para baixo para reduzir a amplitude. Já o “/n” indica um tremolo para o alto para aumentar a amplitude.
  •  Enfim, a letra “t” minúscula indica que você deve efetuar um “Tapping” com sua mão direita. É uma técnica bem eficaz para você mudar as amplitudes das notas. A gente encontra assim em tablatura: 2 h 6 t 1 2 p 6 p 2. Isso permite sonorizar os acordes.

Exemplo de tablatura da brasileiríssima Aquarela do Brasil (1939), do compositor Ary Barroso.

Bom, após dito tudo isso sobre tablaturas, esperamos que você tenha se animado a aprender, também, essa técnica! Para quem se inicia no universo da música, a tabaltura pode ser bastante útil e ajudar você a já sair tocando algumas de suas músicas favoritas sem muito mimimi!

No entanto, lembre-se, estudar também um pouco das bases da teoria musical contribui – e muito, para que você se torne um aprendiz e músico melhor! Em outras palavras, a técnica das tablaturas abrem as portas, mas o que garante que elas permanecerão abertas é seu estudo e dedicação a seu aprendizado.

E, para isso, nada melhor do que a orientação de um bom profissonal experiente em ensinar essa técnica e muito mais!

Para aprender a ler as tablaturas, o mais importante é sempre estar motivado(a) para aprender a tocar violão ou guitarra.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
que significa PM-4, ou PM............4 numa tablat Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
que significa PM-4, ou PM............4 numa tablat
Convidado
que significa PM-4, ou PM............4 numa tablat

O que significa PM-4, ou PM ,………-4 numa tablatura?