Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

5 dicas para manter um diálogo em francês

De Camila, publicado dia 30/08/2017 Blog > Idiomas > Francês > Cinco orientações para desenvolver uma conversa no idioma da França

A língua francesa é falada por mais de 270 milhões de pessoas no mundo inteiro. Para nós, do Brasil, é mais fácil aprender francês do que alemão, já que tanto o idioma da França quanto o português têm o latim como base. Com raízes de várias palavras em comum, assim como algumas estruturas gramaticais, é mais simples dominar a língua de Molière do que algum outro idioma germânico.

Isso, contudo, não significa que você conseguirá falar francês do dia para noite. O processo de aprendizagem é gradual, requer tempo e exige dedicação da parte do aluno. Sintaxe, gramática, ortografia, vocabulário; tudo isso precisa ser conhecido e fixado para que, em seguida, você consiga se comunicar fazendo uso do idioma.

O francês (aprenda-o através do cinema) é uma língua viva. Como tal, o aluno deve tentar sempre colocá-la em prática através de diálogos e interações. O problema é que quando não dominamos muito bem o idioma, ficamos sem saber como engatar e manter uma conversação com alguém bilíngue ou francofônico. No entanto, ser capaz de se comunicar é essencial para o sucesso do aprendizado, afinal de contas, este é o objetivo maior de se aprender uma língua estrangeira.

Algumas expressões básicas podem te salvar na hora da conversa em língua francesa. Frases “coringas” te ajudam a desenrolar diálogos em francês.

Vocabulário limitado; repetição da mesma parte da frase até tentar lembrar o que vem em seguida; branco total de como utilizar a língua; muita vergonha e insegurança na hora de falar. Estas e várias outras situações podem acontecer (se é que já não aconteceram) ao tentarmos engatar uma conversa em francês sem ser fluente no idioma.

Se este é o seu caso e você não sabe como lidar com isso, então achou a matéria certa! Te mostramos abaixo cinco dicas para te ajudar a “desenrolar a língua” em qualquer tipo de conversa em francês (etapas do aprendizado da língua). A assimilação de frases “coringas” é a chave para se sair bem de um diálogo com nativos. Existem várias maneiras de aprendê-las, sempre se divertindo e sem deixar de ir às aulas!

Ter consciência das suas dificuldades com a língua

Aprender e falar fluentemente um novo idioma em apenas algumas semanas é missão impossível. Você pode estudar o dia todo, ficar sem comer, sem dormir e sem sair. Não existe dúvidas de que você fará progressos notáveis. No entanto, não se iluda pensando que partirá do zero e alcançará um nível avançado.

Paciência

O aprendizado de uma língua estrangeira é um processo gradual, até mesmo porque seu cérebro precisa de um tempo entre uma aula e outra para assimilar todas as novas informações recebidas. Sendo assim, ninguém te julgará ao ver seu esforço na hora de tentar manter uma conversa no idioma. Mesmo porque, nada melhor do que a prática para chegar à perfeição. E como diz o ditado: é errando que se aprende!

Dedicação

Mesmo com limitações de vocabulário e pronúncia, é essencial que você se esforce e se dedique à atividade de expressão oral. É fundamental que você reconheça e aceite tais dificuldades, pois isso é completamente normal. Todo mundo que que fala uma segunda língua passa ou já passou pelo mesmo processo. Portanto, aceitar seus limites e ter humildade diante desta barreira temporária é uma etapa importante para seu desenvolvimento linguístico.

Distinguir o que você sabe, o que não sabe e o que ainda quer aprender, te permite ter consciência de quais pontos precisam ser melhorados. Isso te ajudará a determinar a qual parte da matéria aprendida necessita de mais atenção e dedicação da sua parte, favorecendo seu aprendizado rápido do francês.

A prática e dedicação são essenciais para o aprendizado do francês. É conversando muito que se aprende!

Seja honesto

Durante o diálogo com uma pessoa francofônica, deixe claro que você ainda está aprendendo e que o exercício de conversação, mesmo que cheio de erros, é essencial para seu progresso. Desta maneira você evitará maus entendimentos e poderá, até mesmo, cativar o nativo a se engajar ainda mais na atividade.

Todos os aprendizes de francês (aprender com vídeos online) passam por altos e baixos durante o processo de assimilação da língua. Em determinado período, o assunto do momento pode parecer fácil, fazendo-o ganhar confiança e achar que já dominou o idioma. Outras matérias são mais difíceis para uns do que para outros e aqueles que não a compreendem bem perdem a motivação e a segurança na hora de se comunicar.

Auto diagnóstico

Independente de qual momento do aprendizado você esteja, saiba que o progresso é constante, mesmo que ele lhe pareça inexistente quando o período não é dos melhores. A melhor maneira continuar seguindo em frente é trabalhando o auto diagnóstico. Isso quer dizer, identificar seus pontos fracos e trabalhar para fortalecê-los.

Não se preocupar com erros de pronúncia

Falar uma língua que não é seu idioma nativo implica, sem dúvidas, em cometer erros. Sejam muitos ou poucos, não se iluda pensando que eles não aparecerão. Mesmo porque muitos francofônicos de nascença falam errado. Então por que nós, lusofônicos, não teríamos direito a cometer alguns errinhos, mesmo ao atingir o domínio do francês rapidamente?

Praticar

A melhor maneira de perceber os erros que cometemos ao utilizarmos a língua da França é praticando, praticando e praticando. Escutar nativos falando é uma ótima alternativa para assimilar pronúncias, sotaque e expressões que muitas vezes aprendemos, mas não sabemos muito bem empregar. Podcasts em francês é uma opção de fácil acesso e gratuita, caso você deseje ouvir o idioma através do computador, smartphone, leitor de mp3 ou tablet.

Seja por falta de conhecimento de um vocabulário específico para o assunto tratado na discussão, por confusões gramaticais ou por conjugações mal feitas, sempre há algo que não está perfeito quando aprendemos um idioma. Isso é completamente normal e faz parte do “jogo”. Qualquer pessoa que não é francofônica está sujeita a deslizes na hora de se expressar na língua.

Passar a informação que você deseja é o fundamental de uma conversa em francês. O importante é conseguir ser compreendido, mesmo cometendo erros.

Ser compreendido

O importante na hora de se comunicar é que você se faça entender. Seja visitando o Quebec no Canadá ou Paris na França, você perceberá que existem mil e uma maneiras de fazer com que os locais entendam o que você quer falar. Os erros no meio do caminho não são tão importantes quando o objetivo é fazer com que a outra pessoa compreenda a mensagem que você deseja passar.

Frases úteis

E se você bloquear no meio da conversa porque não consegue se lembrar da palavra que pretende utilizar?

Se isso acontecer, que tal tentar pensar em um sinônimo? Ou então, por que não memorizar frases úteis como “como se diz mesmo a palavra X em francês?” (Comment dit-on le mot X en français?). Na hora do “X”, você pode falar a palavra em inglês (se souber, claro!), ou até mesmo em português, já que muitas delas têm a mesma raiz pelo fato de serem derivadas do latim.

Outra expressão que pode te ajudar muito é perguntar o significado de palavras: “Qu’est-ce que ça veut dire X?”. Esta é ainda uma forma de mostrar que você está interessado na conversa. As pessoas, normalmente, ficam felizes em poder contribuir para seu aprendizado.

Se nenhuma destas dicas funcionar e você perceber que seu interlocutor não está gostando muito do diálogo “aos trancos e barrancos”, existe sempre a saída de se desculpar dizendo que é estrangeiro e que se esforça para aprender francês: “Excusez-moi, je suis brésilien (brésilienne) et je ne parle pas français três bien”. Assim, as coisas ficarão claras, evitando maiores desentendimentos.

Com o tempo, muito estudo, muita prática e o auxílio de um bom dicionário de francês, você conseguirá melhorar suas habilidades linguísticas.

Informar ao interlocutor que você ainda está aprendendo

Ao começar um diálogo em francês com nativos, a melhor maneira de evitar mal entendidos é deixando claro que você ainda tem dificuldades para se expressar oralmente no idioma. Tal ato de valentia (!) e humildade de reconhecimento dos seus limites fará com que você conquiste a simpatia do seu interlocutor.

O importante na hora de uma conversa (lembre-se sempre disso) é conseguir transmitir sua mensagem. Ao expor suas dificuldades, seus limites e ainda pedir auxílio para se comunicar, você acabará aprendendo algo novo.

Conversar no presente

Durante o aprendizado do francês, você com certeza escuta (escutou ou escutará) palavras que soam familiar, mas que não consegue se lembrar de tê-las aprendido. Isso pode acontecer, principalmente, com os verbos, já que eles são conjugados de acordo com o tempo verbal utilizado.

Opte por um diálogo no tempo verbal presente do indicativo. É sempre mais fácil conversar utilizando o tempo presente que o passado ou o futuro.

Pode acontecer do seu interlocutor contar um caso no passado e, durante a narrativa, fazer uso do modo subjuntivo ou condicional. Pronto, você fica perdido e não sabe mais em qual tempo verbal continuar a conversa.

Um dos principais pontos das aulas de francês é a dedicação à conjugação dos verbos e à descoberta dos diferentes tempos verbais existentes no idioma. Além da conjugação clássica, ainda existe aquela dos verbos irregulares, que mudam completamente da sua forma no infinitivo e que não seguem nenhuma regra. Ou seja, precisam ser decorados.

Para evitar que você se “embole todo no meio de campo”, a melhor saída caso seu domínio do passado, presente e futuro dos verbos não seja suficiente, é sempre optar pelo diálogo no presente. Desta maneira você conseguirá transmitir seu recado e ser compreendido.

Ficar calmo e se concentrar antes de começar a conversar

O último conselho para aprender francês – e o mais importante deles – é manter a calma. Não entre em pânico caso um branco total se instaure na sua mente. Respire fundo, relaxe e tente novamente.

Quanto mais nervoso ficar, pior será para se lembrar do que deseja. Quanto mais tenso, menos confiança você terá para tentar buscar alternativas de comunicação. Lembre-se que o importante na hora de um diálogo, como dissemos e redissemos nesta matéria, é conseguir ser compreendido. Seja com uma expressão oral correta ou não, ser capaz de passar sua mensagem é o ponto fundamental no momento da interação com um nativo francofônico.

Saiba  como encontrar um bom curso de francês online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar