Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Lista de verbos comuns do espanhol

De Marcia, publicado dia 15/02/2019 Blog > Idiomas > Espanhol > Ações frequentes na língua espanhola

“Amar é um verbo irresponsável.” –  Henri Jeanson

Aprender espanhol pode ser considerado fácil para um estudante nativo do português: são duas línguas latinas, com alfabetos similares. Como línguas irmãs, as raízes etimológicas, a gramática e a conjugação são, portanto, muito próximas.

Apesar disso, a maioria dos brasileiros que deseja aprender um novo idioma, procura por cursos de inglês. Como o espanhol também vem ganhando espaço, preparamos um post especial para falar sobre as conjugações verbais do idioma.

Como aprender verbos espanhóis?

Embora o espanhol seja também uma língua latina, com letras e prefixos parecidos com o português, a pronúncia pode nos causar algum estranhamento de início. Além disso, não é possível aprender por dedução.

Para aprender a conjugar verbos em espanhol, é necessário dedicação, concentração e regularidade nos estudos.

Todos os exercícios para aprender a conjugação espanhola incluem verbos para conjugar com diferentes tempos e pessoas. Precisamos aprendê-los no lugar de simplesmente decorá-los.

Com o seu professor particular no Superprof ou através de exercícios de conjugação online, o aluno pode praticar a conjugação de verbos básicos em espanhol. Vamos começar com os pilares da gramática espanhola: os verbos “Ser”, “Estar”, “Haber” e “Tener”.

Ser e Estar descrevem dois usos diferentes do verbo ser: “ser” define o que não vai mudar, enquanto “estar” é usado para descrever situações temporárias.

O verbo “haber” – que significa “ter” – pode ser usado como auxiliar na língua espanhola. Ele serve para formar o passado composto. Finalmente, o verbo “tener” também significa “ter”, mas com sentido de posse.

É usado para expressar a idade (“Tengo veinte anos”), necessidade (“tengo sed”, “tengo ambre”, “tengo sueño”, “tengo calor”, “tengo frio”) ou desejo (“tengo la gana de …”).

Lista de verbos espanhóis importantes de A a J

“O verbo amar é difícil de conjugar: seu passado não é simples, seu presente é apenas indicativo, e seu futuro é sempre condicional .” Jean Cocteau.

 Conjugando verbos comunsO verbo amar é um exemplo de conjugação espanhola.

 

Como não temos espaço para fazer uma lista de todos os verbos espanhóis aqui, separamos os mais usados.

Os verbos de A a C

  • Abrir – abrir;
  • Actuar – agir;
  • Amanecer – amanhecer;
  • Andar – andar;
  • Bailar – dançar;
  • Beber – beber;
  • Buscar – procurar;
  • Caer – cair;
  • Cambiar – mudar;
  • Caminar – caminhar;
  • Cantar – cantar;
  • Conducir – dirigir;
  • Conocer – conhecer;

Essa lista pode parecer impressionante para um aluno iniciante. Ainda assim, garanto que é bem fácil memorizá-la.

Verbos de D a J

  • Dar – dar;
  • Decir – dizer;
  • Dejar – sair;
  • Dormir – dormir;
  • Elegir – escolher;
  • Empezar – começar;
  • Escribir – escrever;
  • Estudiar – estudar;
  • Haber – ter;
  • Hablar – falar;
  • Hacer – fazer;
  • Intentar – tentar;

A boa notícia para quem quer fazer aula de espanhol é que a maioria dos verbos têm letras e fonética parecidas com o português.

Faça uma listagem Listar os verbos para estudo é uma ótima oportunidade de aprender espanhol.

Nossa recomendação: escreva todos esses verbos no infinitivo e repita-os em voz alta três ou quatro vezes, todas as noites, antes de dormir. Duas ou três vezes por semana, leia a listagem várias vezes.

Verbos de L a V

  • Leer – ler;
  • Limpiar – limpar;
  • Llegar – chegar;
  • Llover – chover;
  • Llorar – chorar;
  • Mirar – olhar;
  • Morir – morrer;
  • Oir – ouvir;
  • Pensar – pensar;
  • Poner – colocar;
  • Quedar – ficar;
  • Querer – querer;
  • Reir – rir;
  • Salir – sair;
  • Tener – ter;
  • Trabajar – trabalhar;
  • Traer – trazer;
  • Venir – vir;
  • Volver- voltar.

Note que alguns são similares ao português, enquanto outros apresentam pequenas diferenças ortográficas. Muito cuidado para escrever corretamente.

Quer aprender todos os verbos em espanhol? Veja aqui cursos de espanhol online!

Diferenças no uso de verbos entre América Latina e Espanha

Os verbos mais comuns variam de acordo com o país em que são usados. Se compararmos Espanha e América Latina, podemos dizer que entre os dois continentes podem existir muitas diferenças. Pronúncia, expressão,  vocabulário, frases… tudo pode ter um significado diferente. Portanto, tenha cuidado com o que você diz!

É melhor atentar para essas diferenças antes de dizer qualquer coisa.

Quer um exemplo? O verbo “coger” é muito usado na Espanha, com sentido de “pegar”.  Na América Latina, ele pode fazer menção ao ato sexual. Para substituí-lo, podemos usar o verbo “tomar”. Esse verbo também tem um duplo significado na América Latina, já que significa “beber álcool “.

A expressão ¡Párate! depende também do país em que é dita. Os espanhóis vão entender que eles devem parar enquanto os latino-americanos se levantarão.

Para evitar dizer inconsistências ou expressar idéias que você não pensa em uma situação séria, como uma reunião, você pode tentar usar palavras que você tem certeza.

Além do significado dos verbos, há também o uso do tempo verbal: na Espanha, passado composto é muito mais usado do que na América Latina. No continente americano, é o passado simples que prevalece.

Pratique para aprender verbos básicos

Não há milagres! Para entender todas essas diferenças, você precisa estudar!

Falar regularmente espanhol permite usar todos os verbos da vida cotidiana e, assim, aprendê-los mais facilmente.

Faça uma viagem de estudos do idioma

As instituições que oferecem intercâmbio estão se multiplicando. De fato, falar outros idiomas tornou-se quase indispensável para conseguir trabalho.

Intercambio em espanhol Viajar para um país da América Latina, como a Argentina pode ser uma oportunidade de estudar espanhol.

Turismo, comércio, comunicação… todos os setores precisam de pessoas multilíngües. Embora o inglês seja o idioma mais solicitado, falar uma segunda língua é sempre um diferencial.

Intercâmbios são, portanto, uma excelente solução para o desenvolvimento de habilidades lingüísticas. De duas semanas a alguns meses, estudar espanhol “direto na fonte” pode trazer diversas vantagens à sua vida profissional.

É só escolher a escola, o país e embarcar!

More em um país de língua espanhola

Mesmo que você tenha terminado seus estudos, ainda é possível completar um ano no exterior, ou até mais, se você se adaptar, existem diversas possibilidades.

Você pode aproveitar o famoso PVT. Este é um visto concedido para permitir que a pessoa visite um país a longo prazo, com permissão de trabalho. Essa experiência será ótima em âmbito profissional e pessoal.

Para aproveitar seu tempo no exterior, você também pode ser voluntário (ou trocar alguma atividade por estadia). Para quem gosta de trabalhar com crianças, o sistema de au pair também é uma ótima opção . No entanto, dependendo do caso, você pode ter mais ou menos autonomia, já que mora em uma família e deve respeitar as regras da casa.

Se você deseja ficar mais tempo no país, tenha o cuidado de manter-se em dia com o visto. Apesar de a maioria dos países não solicitar visto para ficar por três meses, uma estadia mais longa pode impor procedimentos administrativos que não devem ser ignorados.

Visite espaços cosmopolitas

Se você não quer ir para o exterior, os países estrangeiros podem vir até você. Que tal frequentar lugares, que costumam ser frequentados por estrangeiros? Ao fazer amizade com um “gringo”, você terá a oportunidade de praticar o idioma, com a vantagem de ser supervisionado por um nativo, que pode corrigir seus erros e ajudá-lo a progredir mais rapidamente.

Além disso, você pode também ajudar estrangeiros que estão aprendendo o português. Essa troca cultural será benéfica para todos.

Espaços de convivencia Visitar espaços onde há estrangeiros são ótimas oportunidades para fazer amigos “gringos”.

Para saber desse tipo de local ou evento, você pode pesquisar na internet ou conversar com seus amigos.

Encontre um correspondente espanhol

Sem sair de casa, também é possível praticar o espanhol: basta encontrar um correspondente de outro país. Seja via Skype ou por uma rede social como o Facebook , você pode discutir qualquer assunto e fazer perguntas sobre diferentes culturas.

E você ainda pode fazer boas amizades e (por que não?) ter a quem visitar em outros países.  Esse tipo de troca pode ser  até mais eficaz que um curso de espanhol.

Outras dicas para memorizar verbos espanhóis

Se as dificuldades persistirem, ainda assim não desista!

“Só há uma maneira de falhar: desistir antes de chegar ao sucesso! ”  Olivier Lockhert

Para perseverar na aprendizagem, você pode fazer o próprio teste de espanhol e verificar se as revisões foram eficientes. Para fazer isso, sugerimos que você pegue uma folha em branco e escreva todos os verbos que conseguir lembrar e os conjugue em todos os tempos e pessoas.

Alternativamente, você pode testar seu conhecimento dos verbos do primeiro grupo ao terceiro grupo em um site para aprender on-line: por que não fazer um curso de espanhol iniciante gratuito?

Há plataformas que também oferecem jogos em espanhol para revisar a conjugação, em todos os níveis escolares, da escola primária à faculdade.

Aviso: aprender espanhol on-line e os verbos mais comuns pode ser bem proveitoso!

Mas também é necessário aprender os verbos irregulares, isto é, o ditongo bem como as demais elementos de modificação que podem surgir ao longo das conjugações.

Essas alterações normalmente ocorrem em primeira pessoa, a segunda pessoa, a terceira pessoa do singular e na terceira pessoa do plural. Por exemplo, o “e” do verbo “pensar” (pensamento) leva “ie”, um ditongo.

É assim conjugado, no presente do indicativo, como segue: pienso, piensas, piensa, pensamos, pensais, piensan.

O site Wikcionário disponibiliza ao público uma lista muito completa de verbos no idioma espanhol. Isso representa um bom exercício de desenvolvimento para aprender outros verbos que não encontramos.

Para ir além: muitas músicas em português (ou inglês) incorporam o espanhol em suas letras. Além disso, existem artistas brasileiros, como Anitta, que gravam músicas em espanhol. Podemos, portanto, ouvir músicar de artistas brasileiros e espanhóis para trabalhar sua memória auditiva e progresso.

Trata-se de uma excelente maneira de aprender através da arte: se você tem dificuldades para memorizar textos e palavras soltas, pode ser que a música torne esse aprendizado mais fácil.

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar