Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quais são as formas de apoio escolar no continente americano?

De Rafaela, publicado dia 17/10/2017 Blog > Aulas particulares > Reforço escolar > Qual acompanhamento na América do Norte?

Diante de um panorama de cursos de reforço escolar no mundo, podemos dizer que a população dos países da América do Norte, exceto México, fazem parte da parcela de países que priorizam a educação, através de um sistema de ensino regular de qualidade e aulas extras para completar e fortalecer os estudos dos alunos.

Enquanto isso, no México, o sistema educacional passa por uma crise. Vale dizer que o mesmo país já foi visto como exemplo no século 20, inspirando várias outras constituições. Entretanto, com as mudanças no Estado, somando ao aumento do narcotráfico, os estudantes mexicanos tem vivido vários conflitos, muitos entre estudantes e professores.

Diante desse problema na educação, os professores particulares e os cursos de reforço são ainda mais importantes para aqueles que desejam ter sucesso acadêmico.

“Por causa das graves deficiências de formação, quando esses alunos ingressam no ensino superior, a maioria apresenta um baixo aproveitamento escolar”, de acordo com Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)  

Na sequência, vamos falar melhor sobre o sistema escolar e as formas de apoio escolar nos Estados Unidos e México.

Atividades de reforço escolar nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o sistema educacional público está dividido em federal, estadual e municipal. A educação é obrigatória nos 13 primeiros anos de aprendizagem. Os pais podem escolher se colocam seus filhos para estudar em instituições públicas, particulares ou domésticas.

Como o sistema de ensino não é centralizado, há uma certa diferença no ensino, dependendo da região americana. Pois escolas públicas de ensino básico e médio são geridas pelos órgãos estatais e círculos comunitários, os quais detêm liberdade total de ação. Entretanto a educação ainda é de qualidade e as atividades de acompanhamento são bem diferentes dos tipos de reforço escolar da América Latina.

Sendo assim, cada distrito pode ter suas próprias atividades de acompanhamento do aluno. Contudo vários já adotaram o uso das férias de verão como uma forma de reforço escolar, cerca de 25 distritos. A tendência surgiu depois de um estudo mostrar que os estudantes regridem durante as férias, perdendo em média um mês de instrução por ano, principalmente alunos de baixa renda.

Em Nova York, as escolas públicas estão propondo férias de reforço escolar com conteúdos acadêmicos com enriquecimento cultural, como aulas intensivas de artes e um programa que combina aulas com estágio remunerado.

reforco-escolar-escola-futuro O reforço escolar nas “Escolas do Futuro” envolve desafio reais aos alunos para eles aprendam a encontrar as soluções para tal problema. Os alunos aprendem praticando e de forma natural.

Uma outra alternativa de reforço escolar que tem feito sucesso é a escola Minddrive, conhecida também como “Escola do Futuro“. Nesta instituição privada, os adolescentes não tem lições de disciplinas tradicionais, mas sim debates e jogos que estimulam os alunos a pensarem em soluções para os problemas que vão surgem em situações do dia a dia.

“Os desafios que as nossas escolas enfrentam hoje são importantes demais para ficarmos isolados. Precisamos preparar os alunos para o mundo real”, diz David Shaffer, professor de pedagogia da Universidade de Wisconsin

No país americano, bem como no Canadá, existem escolas particulares, professores particulares e empresas especializadas em reforço escolar. Também existem vários sites de reforço escolar online. No entanto, falaremos melhor mais adiante.

Apenas para fazer uma rápida comparação, enquanto nos EUA existem empresas obtendo lucro com o serviço de apoio extracurricular, o reforço escolar na África vem, principalmente, de associações não governamentais que tem como objetivo fazer o bem aos mais necessitados.

acompanhamento-escolar-canadense Através de um bom sistema de ensino público e aulas particulares, alunos canadense tem conseguido boas notas no PISA (programa internacional de avaliação de estudantes).

Acompanhamento nas escolas canadenses

Vizinho dos Estados Unidos, o Canadá é o segundo maior país do mundo em área total, perdendo apenas pela Rússia. O país também é considerado uma superpotência em educação.

O principal motivo é que o país não é uma nação de extremos. Pelo contrário, seus resultados mostram uma média alta, com pouca diferença entre os estudantes mais e menos favorecidos.

Além disso, há uma preocupação com as crianças filhas de imigrantes. Quando elas chegam no país, recebem aulas de reforço escolar para que consigam pegar o ritmo canadense e ter o mesmo desempenho do seus colegas de sala.

Algumas outras razões pelas quais a educação do Canadá vem se destacando:

  • O Canadá gasta mais com a educação (per capita) do que qualquer outro país do G8;
  • O sistema de educação público é de excelente qualidade. Cerca de 95% das crianças canadenses estudam em escolas públicas;
  • A lei obriga as crianças a freqüentarem a escola dos 6 ou 7 anos até 15 ou 16 anos;
  • Tanto os alunos do Ensino Fundamental como os do Médio, ficam na escola em período integral, o que reforça ainda mais o ensino.

apoio-extracurricular-norte-americano “Enriquecer os cursos de verão deveria ser parte da educação pública até que conseguíssemos reorganizar o calendário escolar tradicional, que não se encaixa mais na vida dos americanos”, diz o professor Harris M. Cooper

Apesar da boa educação pública, o governo permite a criação de instituições de ensino privadas, desde que sejam separados por religião. Normalmente, são escolas que oferecem uma grande curricular com base na religião, língua, condição social ou acadêmica. Grande parte dessas escolas particulares são da religião católica.

Por ser um ensino bem rico, alguns pais colocam seus filhos em aula de reforço escolar. A ideia é que as dificuldades sejam trabalhadas e que o conteúdo visto em sala possa ser melhor absorvido, assim como o reforço escolar dos países da Ásia.

No Canadá, existem algumas empresas especializadas no apoio escolar. Inclusive, uma delas abriu franquia no Brasil. A franquia se chama Tutor Doctor e possui 280 franqueados espalhados por dez países.

 “Quando se fala em aulas de reforço, é comum pensar em educação infantil. Mas nós não preparamos apenas crianças. Podemos elaborar um plano de estudos para que um aluno consiga uma bolsa de estudos em Harvard, caso seja a vontade dele”, afirma Rogelio Martinez, vice-presidente e diretor internacional de desenvolvimento de franquias da Tutor Doctor. 

cursos-particulares-norte-americanos Além de ajudar nos deveres de casa, um professor particular de reforço pode agir ser um tutor que busca descobrir e trabalhar o motivo de a criança ou o jovem não estarem indo bem na escola.

Empresas norte-americanas de reforço escolar

O mercado de aulas particulares tem crescido não só na América do Norte, mas vários outros países. O reforço escolar no mundo todo está cada vez mais comum, pois os pais buscam alternativas complementares para melhorar o desempenho dos filhos.

“Antigamente, os professores particulares focavam no auxílio às crianças com dificuldades em matérias específicas ou de aprendizado em geral. Atualmente, eles vêm sendo muito mais utilizados para guiar os alunos em instituições escolares particularmente difíceis, assegurando que suas notas sejam iguais ou superiores às de seus colegas, e para dar um polimento final nas redações do aluno ao ingressar na universidade.” Fonte: Delas

  • México

Kumon: uma rede internacional presente no México e em mais de 40 países, incluindo o Brasil. Pelo nome já é possível perceber que a empresa tem origem japonesa de cursos particulares. A empresa é bastante reconhecida pelas lições de reforço em matemática, bem como cursos de idiomas.

  • EUA

Sylvan Learning: uma das maiores redes de franquias de aulas particulares nos Estados Unidos. A empresa é focada no reforço escolar em matemática, com vários programas para escolher.

School City: Instalada na Califórnia há mais de 15 anos, essa empresa oferece tecnologia educacional para complementar o sistema de ensino das escolas de todo o país. É um produto que permite medir e aumentar o desempenho dos alunos.

  • Canadá

SOS Devoirs: Com sede em Ontário, a organização é projetada para estudantes de 1 a 12 em francês. Seu professor de casa irá ensinar-lhe francês, matemática ou ciências físicas.

Succès scolaire:  Fundada há 10 anos, oferece diversos serviços voltados para a educação de apoio, dentre eles estão: ajuda nas tarefas de casa, recuperar o atraso escolar, preparação para exames e cursos de verão. Tais opções estão disponíveis para matemática, ciências, história, inglês e francês, no entanto é possível demandar uma outra disciplina.

Prof en ligne: oferece cursos de reforço escolar online para as seguintes disciplinas: francês, inglês, matemática, história, geografia e ciências.

Soutien scolaire Québec: Essa instituição privada tem base em Québec e dispõe de apoio acadêmico, assistência escolar, aulas particulares à domicílio de todas as disciplinas, da pré-escola até a universidade. Ainda oferece aulas particulares para diversos idiomas e cursos voltadas para o lado artístico.

Allô Prof: é uma instituição de caridade que auxílio nos deveres de casa de estudantes do ensino primário e secundário. Também dá suporte à adultos que desejam continuar aprendendo. Tudo de forma gratuita e há mais de 20 anos.

Superprof: sim, também estamos no Canadá. Presente nas instalações da FrenchTech em São Francisco, na California, o Superprof dispõe dos mesmos serviços reforço escolar disponíveis na Europa, ou seja, suporte para encontrar os melhores professores particulares, que vão ajudar a aperfeiçoar o que foi aprendido nas escolas regulares.

 

E você, faz uso ou já fez uso de aulas particulares? Compartilhe a sua experiência nos comentários.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar