Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Complicações da caligrafia russa para o Brasil

De Carolina, publicado dia 10/01/2019 Blog > Idiomas > Russo > É difícil escrever o alfabeto russo para um brasileiro?

Se os alunos do ensino médio aprenderem inglês, espanhol, alemão e italiano fluentemente, o mesmo não pode ser dito do idioma russo.

É muito raro encontrar no Brasil alguém fluente na língua russa. Da mesma forma, para os adultos, aprender o alfabeto cirílico vem de interesses profissionais específicos ou de uma forte paixão pela cultura eslava.

O turista brasileiro em São Petersburgo raramente se dá ao trabalho de explorar a questão do domínio da escrita russa. O máximo que pode acontecer é aprender a falar “bom dia”, “boa noite”, “obrigado” na língua do país.

Isso ocorre porque a lógica alfabética de Neva, Moscóvia, Moscou é muito diferente do que estamos acostumados em nossa realidade.

Quem diz outro sistema, diz outra lógica: precisamos, então, entrar de cabeça nela para poder entender como funciona.

A Rússia é um ótimo país para o turismo Os desafios serão muitos na hora de aprender a língua russa

E é isso que vamos estudar agora: os falantes de português têm dificuldade ou, pelo contrário, facilidades para lidar com o alfabeto russo?

Descrição básica do alfabeto cirílico

O alfabeto cirílico é um legado cuja história vai além do simples milênio.

Dois monges e irmãos, missionários cristãos, Santos Cirilo e Metódio, compuseram um sistema de 30 fonemas na era carolíngia. O grande trunfo desses irmãos foi tornar possível transcrever as línguas eslavas que antes eram apenas orais.

É por um jogo de palavras altamente mnemônicas que os historiadores falam do “método cirílico”.

O ensino secundário em russo e em outras línguas estrangeiras no sistema escolar é raríssimo.

Desde então, esse sistema alfabético teve tempo suficiente para se transformar de acordo com períodos da história e desenvolvimentos linguísticos.

O eslavo do rito russo oriental pode ser considerado como o velho russo ou o velho eslavo medieval estabelecido pela liturgia e pela literatura religiosa da língua russa.

Muitos ramos alimentaram-se desse núcleo comum. Mas é de fato a escrita russa que ocupa o primeiro lugar, tanto em termos do número de falantes quanto de sua influência cultural.

Hoje, o alfabeto cirílico russo tem 33 letras. Você acha muito? Havia cerca de 40 no século XVIII! Como escrever letras russas em um teclado QWERTY? Por que e onde comprar um teclado russo?

Alegre-se, querido amigo brasileiro: isso quer dizer que temos menos caracteres para aprender no século 21 que antigamente!

Essa variação deve-se a reformas ortográficas que revivem a lógica da língua russa. Ela tem uma deriva própria eminentemente fonética e não etimológica.

Pode-se adivinhar um rigor morfológico e gramatical impecável. Isso pode ser as armadilhas ortográficas na escrita de textos em russo, às vezes difícil para os brasileiros e lusófonos… Saiba as dicas para aprender o alfabeto cirílico!

A escrita do russo é o oposto da ortografia do português em sua lógica e de outras línguas latinas. Apesar que nós também fazemos acordos ortográficos para adaptar nossa língua e homogeneizá-la com relação a outros país lusófonos.

Quer aprender russo online?

As principais diferenças entre os alfabetos latino e russo

O fosso entre o alfabeto latino usado pela língua portuguesa e o sistema grafológico dos russos é óbvio quando se coloca um na frente do outro…

Esforce-se para falar a língua russa Será um luxo aprender russo, não é?

É nesse contraste que residem algumas das dificuldades reservadas aos brasileiros no aprendizado da escrita russa.

No entanto, os filólogos sabem bem que há um parentesco entre esses dois conjuntos de sinais: a literatura portuguesa deriva diretamente do latim universalizada pelo Império Romano. Enquanto o russo faz parte das línguas indo-europeias, um primo do grego que deu origem ao cirílico.

O eslavo usado pela Igreja Ortodoxa, mas também o católico russo, não é outro senão o antigo russo de eruditos, cientistas e a corte.

Saber escrever a língua eslava antiga? Ou escrever o antigo russo, da Transcaucásia à Geórgia? Talvez seja pedir demais…

Se o alfa, o beta dos gregos antigos – como várias outras letras – estão perto de alguns desenhos  latinos, as conexões são menos com a Rússia. Por isso, aumenta a dificuldade para um público de língua portuguesa.

Porém, isso significa que há um parentesco um com o outro. Além disso, alguns princípios são idênticos e podem lembrá-lo de seus anos no colégio. Quando escrevemos com afinco, a ponta da caneta não deve parar de tocar na folha de papel antes do final de uma palavra (em português, pontos e acentos são normalmente adicionados depois).

Com o passar dos anos, muitas vezes esquecemos que a tipografia portuguesa é tão codificada…

Bem, os padrões da escrita da língua eslava são também muito rígidos. Os caracteres padronizados precisos e os cursivos clássicos permitem que todos entendam qualquer texto manuscrito, seja a pessoa de Novgorod ou Vladivostok…

No mais, o russo tem, como para o português, vogais e consoantes. As funções deste último são, no entanto, mais complexas nas estepes eurasianas: elas podem ser suaves ou duras, sozinhas ou de acordo com as vogais com as quais estão associadas.

Mais um obstáculo, portanto, para superar, mas é possível!

Ao contrário do português, a língua russa tem pronúncias verdadeiras, mas elas não necessariamente encontram uma tradução por escrito.

Para facilitar, instale o alfabeto russo em seu computador!

Há línguas mais difíceis de escrever que outras para um brasileiro?

Diante desse abismo que separa a ortografia russa da grafia do português e outras línguas latinas, alguns talvez se desesperem e renunciem a copiar belos trechos de Gogol ou Tchekhov…

Falar a língua russa é difícil? Algumas coisas do alfabeto cirílico parecem familiares como esta paisagem

No entanto, há escritas difíceis e escritas difíceis e meio… Portanto, o russo pode ser considerado uma língua relativamente fácil de escrever quando comparado com expressões idiomáticas ainda mais exóticas para nós, brasileiros.

Por isso, um brasileiro não terá grande dificuldade em dominar um tipo alfabético de escrita. O português e o russo fazem parte desse vasto grupo. Mas há também línguas menos difundidas como o húngaro – que, se usar o alfabeto latino, usa acentos e trema para 40 letras diferentes (44 com os caracteres q, w, x e y introduzidos para traduzir termos estrangeiros).

A manipulação e composição de caracteres únicos e “móveis” podem ser motivos de mais erros de concordância ou léxicos. No entanto, ele será um apenas um reflexo para o cérebro de um ocidental. Nós já somos capazes de fazer isso com nossas letras e acentos.

O árabe é provavelmente uma das línguas mais difíceis de estudar para um brasileiro, como chinês e japonês.

A língua religiosa dos chechenos é mais difícil que a russa: sem vogais, escrita da direita para a esquerda e um alfabeto totalmente diferente, por exemplo.

É uma ginástica escrita muito mais fácil para um lusófono que o confronto com um sistema silabário (parcialmente, japonês) ou mesmo exclusivamente ideogramático. O chinês é o exemplo-chave disso: é necessário aprender um símbolo por palavra. As confusões não são incomuns, e a arte de caligrafia do Extremo Oriente é um modo particularmente complexo e hieroglífico!

Da mesma forma, uma língua como o árabe (o caso das origens hebraicas também), escrita da direita para a esquerda, sem suas vogais escritas, será sempre mais difícil para um estudante do Brasil.

Para o russo, o uso da escrita é provavelmente mais acessível que a assimilação de listas de vocabulário: os léxicos portugueses e russos não têm quase nada para fazer.

Como aprender o alfabeto russo para escrever?

As armadilhas de aprender a escrever russo no Brasil

Nada seria mais louco que aprender a falar russo recusando-se a escrevê-lo.

Além disso, seja para escrever ou ler, o processo é o mesmo: gravar as letras do alfabeto russo, reconhecê-las, nomeá-las, pronunciá-las (se houver pronúncia…).

Então, vem a escrita como tal.

Não devemos pular as etapas e nunca pegar a caneta sem conhecer perfeitamente o sistema cirílico. Caso contrário, as confusões serão bem mais comuns depois.

O alfabeto cirílico e suas dificuldades Dificuldades existirão! Mas você tem que estar motivado para saber o alfabeto cirílico

Posteriormente, o trabalho é extremamente fácil, ao alcance de uma criança do jardim de infância: copiar e colar o mesmo caractere de um modelo (diferentes cadernos de exercícios / métodos de escrita russos são vendidos nas livrarias especializadas). Então, não perca tempo e copie os textos para aprender… Saiba tudo para escrever em russo!

Isso vai te ajudar muito! Você vai voltar para os bancos da escola primária ao estudar de novo uma língua do zero!

Mas não se preocupe em desperdiçar seu tempo ou fazer uma tarefa intelectualmente desconfortável: aqueles que aprendem coreano ou tâmil não têm escolha a não ser seguir o mesmo caminho – e tenha certeza que há dificuldades muito maiores que as suas.

Resumindo, em qualquer idade, o ideal é se concentrar na palavra escrita de suas primeiras lições de russo. Isso é o que fazem muitos professores certificados da língua russa.

As aulas particulares de russo maximizarão suas chances de não tropeçar nos obstáculos que o esperam no caminho do bilinguismo russo – português. E tudo isso, podemos aprender em qualquer lugar, especialmente durante as aulas de russo!

O principal é não estar sozinho em caso de dificuldade: você deve recorrer a pessoas qualificadas. E se você não tem muito no seu entorno, a internet pode compensar dignamente essa falta, e-learning facilitando muito as coisas!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar