Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Por que aprender a tocar teclado? Quais são suas aspirações pianísticas?

De Fernanda, publicado dia 26/10/2017 Blog > Música > Piano > Qual a finalidade das aulas de piano?

Se você faz aula de teclado online ou presencial, ou de piano, é para aprender o instrumento, certo? A princípio, os objetivos de uma aula de teclado estão claramente definidos.

No entanto, na realidade, esses objetivos podem variar significativamente de uma pessoa para outra.

Um iniciante não tem os mesmos objetivos que um pianista avançado, por exemplo.

Alguns querem aprender teoria musical e composição, outros simplesmente querem tocar sua música favorita. Podemos multiplicar esses exemplos.

De um jeito mais resumido (e não exaustivo), você vai descobrir abaixo quais são os principais objetivos dos estudantes que escolhem frequentar aulas de piano.

Antes de responder a todas essas perguntas, é importante lembrar que existem vários modalidades de aulas.

Podemos, basicamente, distinguir dois tipos: aulas de piano em uma instituição (escola de música, conservatório, etc.) e aulas de piano com professor particular.

As metas estabelecidas por cada um desses dois tipos de aulas de piano são diferentes.

A grande diversidade de aulas de piano

A Escola de Música Villa-Lobos atende a demanda de jovens e adultos que buscam a instituição para se profissionalizar na música ou mesmo desenvolver um hobby.

Em primeiro lugar, comecemos pelas aulas em instituições: se você estuda em uma escola de música ou em um conservatório, saiba que essa modalidade de ensino apresenta pontos divergentes das aulas particulares, por exemplo. No conservatório ou na escola de música, em geral, os educadores apresentam um programa rígido de estudos.

Este programa varia de acordo com a idade e o nível dos alunos. Há um lado acadêmico, sobretudo no conservatório: um programa com vários conteúdos (solfejo, piano, escrita musical, etc.), audições, exames, diplomas, etc.

Mas aprender o piano em uma escola ou em um conservatório pode lhe dar uma visão global da música e do seu instrumento. Em detrimento, por exemplo, do caráter lúdico do piano. Se você quiser aprender piano para se divertir, as instituições educacionais podem não ser adequadas para você.

Mesmo assim, algumas escolas de música, sobretudo as mais recentes, têm um espírito mais livre, mais aberto e menos “acadêmico”.

Você aprende o piano com pianistas apaixonados pelo que fazem, sem necessariamente ter um roteiro rígido de conteúdos a seguir. As escolas de música têm também a vantagem de oferecer aulas em grupo, coletivas. Se você quiser aprender a tocar num conjunto ou numa orquestra, esse tipo de instituição é o ideal para você. Além de permitir também a socialização, que sempre é importante ao longo de um processo ensino-aprendizagem. No entanto, saiba que o valor do curso pode ser elevado em função da instituição de ensino que você escolher.

Já as aulas de piano ou aula de teclado para iniciantes com um professor particular podem ter diferentes objetivos, dependendo da qualificação do profissional e do seu nível. As aulas particulares podem ser para iniciantes, intermediários e experientes.

A vantagem desta modalidade é o desenvolvimento de um relacionamento a longo prazo com o mesmo professor de piano. Essa relação permite que seu mestre conheça você, identifique seus pontos fracos e seus pontos fortes para orientá-lo ao longo de sua formação. São em geral aulas mais individualizadas.

Se quiser aprender o piano para se divertir, sem ter muito trabalho e sem ambições mais altas, ou até mesmo só para melhorar um aspecto em particular, a aula de piano com professor particular é provavelmente a solução mais adequada.

Claro, desde que você encontre o professor de piano certo. Mas isso é outra história.

Observamos que os objetivos das aulas de música variam de acordo com o método de ensino.

Se você quiser aprender a tocar em grupo, aprender a teoria da música, bem como a técnica do piano e os diferentes estilos musicais, a escola de música ou conservatório pode ser uma solução eficaz.

Se você preferir uma aprendizagem mais flexível, as aulas particulares são ideais. Mas, claro, isso não é regra geral: algumas escolas de música têm uma abordagem muito lúdica e mais direcionada para o lazer, enquanto alguns professores de piano particulares são muito exigentes. Alguns grandes compositores também aprenderam piano com professores particulares, muitas vezes extremamente rígidos.

Aulas de piano: objetivos que variam de acordo com o nível

Este ponto também deve ser enfatizado: os objetivos das aulas de piano estão estreitamente ligados ao nível de estudo.

Se você é iniciante, vai aprender a teoria da música, o ritmo, leitura de partitura, a agilidade dos dedos ou a independência de ambas as mãos.  Certamente esses serão os primeiros objetivos a alcançar.

Posicionar as mãos e o corpo para tocar piano também é importante.

Por outro lado, se você já é bem experiente, as aulas de teclado podem ter dois objetivos distintos, às vezes complementares:

  • Consolidar suas bases práticas e teóricas (solfejo). Muitas pessoas dizem que aprender a tocar piano é como aprender a andar de bicicleta: você nunca esquece. Isto é, em parte, verdade, mas às vezes é bom consolidar o que sabemos se desejamos retomar o estudo ou a prática do instrumento. Se você aprendeu a tocar quando criança ou adolescente e depois parou, antes de querer retomar, pode ser muito válido fazer várias aulas para se lembrar de tudo. Isso irá ajudá-lo a voltar ao que aprendeu no passado e economizar tempo. O professor pode aconselhá-lo sobre as formas de otimizar a recuperação do aprendizado do piano.
  • Para aprofundar certas técnicas ou conhecimentos. Você quer tocar mais rápido, ganhar fluidez, tocar músicas mais complexas, aprender a improvisar, em suma, progredir? Você vai precisar fazer aulas. É muito mais fácil e mais eficaz do que trabalhar sozinho no seu canto, correndo o risco de adquirir vícios e maus hábitos.

Dica: considere escolher um professor de piano com base no seu nível.

Alguns professores ensinam apenas para iniciantes ou intermediários. Antes de escolher definitivamente o seu formador, pergunte se o ensino que ele pode oferecer está alinhado ao seu nível e a seus objetivos.

Mesmo que você aprenda o piano simplesmente para tocar o instrumento, podemos ver que os objetivos podem variar consideravelmente dependendo do nível.

Mas este não é o único elemento determinante.

Aulas de piano: pelo prazer ou pelo trabalho?

Aprender a tocar piano pode ter diferentes propósitos Cada um tem o seu objetivo! E você? Por que quer aprender a tocar teclado?

Existem várias maneiras de considerar o aprendizado do piano de acordo com os objetivos que você definiu.

Existem aqueles que desejam reproduzir os últimos sucessos na frente de seus amigos e aqueles que sonham em aprender a tocar Sonata Appassionata de Beethoven; há aqueles que estão fascinados pela improvisação e que querem aprender a improvisar como Michel Petrucciani e, por outro lado, aqueles que só querem poder tocar piano para relaxar depois de um dia difícil de trabalho; há criativos que gostariam de aprender a compor e aqueles que querem construir um pequeno repertório de músicas para dar um clima para a baladinha.

Em suma, todos buscam um objetivo diferente ao aprender o piano.

O objetivo da sua aula vai variar em função das suas vontades, do seu projeto e das suas necessidades. No final das contas, é o aluno que determina os objetivos do curso de piano.

Isso vai ajudar a definir o método de ensino do piano: a quantidade de exercícios a ser realizada, o tempo para se dedicar a eles e a abordagem das práticas vai variar de acordo com as metas estabelecidas.

Aprender harmonia ou improvisação com aulas de piano?

Alguns querem aprender harmonia musical durante as aulas de música.

Isso está longe de ser a maioria das pessoas. Grande parte delas não está interessada em harmonia e teoria musical em geral.

Por outro lado, existem aqueles que querem descobrir o segredo da música: o que é um tom?

Qual a relação entre as notas? Quais são os principais acordes em uma escala?

Por que esse acorde soa bem e este outro é intolerável ao ouvido?

Quais são os acordes consoantes e os acordes dissonantes? Por que aprender a tocar piano?

Quais são as regras de sequenciamento entre os acordes?

Como aprender improvisação?

E por aí vai.

A resposta à essas questões, além disso, é necessária para aqueles que planejam compor ou improvisar. Por sinal, compor e improvisar, historicamente, são duas atividades inseparáveis.

Contrariamente à crença popular, a improvisação não nasceu com o surgimento do jazz. Os chamados músicos clássicos eram, acima de tudo, grandes improvisadores.

A chave é estar ciente disso: a maioria das aulas de piano são dedicadas principalmente à aprendizagem de técnicas diversas.

E também teoria musical, é verdade, mas sua função é principalmente fazer com que o aluno consiga ler as partituras.

Se você quiser aprender harmonia e regras de composição / improvisação, você vai precisar encontrar um professor que saiba lhe ensinar essas disciplinas. Alguns professores de piano são especialistas em teoria musical e podem atender às suas necessidades. Outros, ao contrário, vão te decepcionar. Aqui, novamente, devemos lembrar a importância de escolher um professor adequado antes de começar.

É a melhor maneira de progredir rapidamente e transformar as aulas de piano em momentos divertidos.

A plataforma SuperProf tem dezenas de professores de piano cadastrados e permite que você encontre aulas que combinem com o que procura.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar