Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Por que ir à escola para se tornar pianista?

De Marcia, publicado dia 04/03/2019 Blog > Música > Piano > Como aprender piano na rede pública ou particular

“A primeira coisa que você tem que fazer para tocar piano é levantar a tampa.” Jean-Marie Gourio

A venda de teclados tem papel representativo quando apuramos os números de instrumentos musicais vendidos no Brasil. E isso se deve à atmosfera de romantismo e sofisticação que ele representa para muitas pessoas.

O piano é um instrumento muito popular. De certa forma, ele é aquele que você aprende primeiro em escolas de música, aulas particulares ou associações.

É o instrumento que faz você sonhar, remete à grandeza da música clássica e proporciona um som suave e harmonioso, acalmando até mesmo as mentes mais atormentadas.

Você já pensou alguma vez em fazer uma aula de piano em uma escola de música?

Aqui estão algumas respostas para escolher a sua escola de piano com segurança e consciência.

Piano: escolas de música públicas

Escolas de música públicas podem ser encontradas no Brasil, ainda que os critérios para ingressar, muitas vezes, sejam mais exigentes que os utilizados nas particulares.

Há escolas que são reconhecidas pelo governo. Pode ser que o seu professor de piano tenha sido formado em uma dessas escolas, e você nem saiba.

A forma de ensino, nesses casos, costuma ser clássica. Há aulas de teoria musical, que funcionam como uma forma de introdução da linguagem da música, antes que o aluno simplesmente sente-se atrás do instrumento e pressione as teclas branca e preta no teclado.

Oportunidade de estudar piano Em escolas públicas de piano, as vagas costumam ser limitadas.

A prática musical é realizada com exercícios um tanto divertidos para aprender a soltar os dedos, adquirir destreza e conquistar uma independência entre a mão esquerda e a mão direita.

Quanto aos cursos gratuitos, aprender música em uma escola dessas exige rigor e disciplina. A seleção geralmente ocorre na entrada com uma entrevista e / ou audição para determinar o nível e os objetivos do aluno.

Escolas de música são mais ou menos famosas e fornecem ensinamentos mais ou menos direcionados. Cabe à você buscar a que mais se aproxima do seu perfil e dos seus objetivos.

Aprendemos a tocar piano, tanto com música antiga quanto com música contemporânea.

Piano: escolas particulares e academias

Para aprender saxofone, clarinete, flauta ou piano, algumas escolas particulares e academias oferecem métodos alternativos ao método clássico .

Os cursos de música oferecidos são de igual qualidade e reconhecimento, mas oferecem uma pedagogia diferente para o despertar musical e até mesmo para começar a aprender teoria musical.

Essas escolas apresentam uma nova perspectiva sobre o ensino da música com o desejo de democratizar o instrumento, permitindo a iniciação musical para todos.

Em oposição aos conservatórios de música, por vezes criticados pelo seu lado elitista, as escolas privadas estão abertas a todos, independentemente do nível, do estilo e do ponto de partida.

Aqui, não há currículo a seguir, mas métodos de ensino alternativos, como:

  • O método Yamaha: Toma por base o acompanhamento das mudanças e tendências, de modo a incentivar os alunos a começar com improvisos e composições, gradativamente. O foco está em desenvolver a criatividade e a escuta;
  • O método Martenot: A teoria musical começa a ser aprendida a partir da apresentação da técnica. O aluno vai ler partituras e tocar músicas, mas também a postura ao piano é levada em conta (postura corporal, movimentos das mãos). O relaxamento pode ser considerado o coração do método Martenot;
  • O método Suzuki: Esse método destaca a criatividade, de forma semelhante ao método Yamaha. Os alunos trabalham o ritmo, concentram-se nas sensações e cantam as canções para melhor fixá-las. O repertório é claramente clássico;
  • A pedagogia de Dalcroze: É a aprendizagem da música pelo movimento. O aluno reproduz um movimento musical por um movimento corporal. É uma ótima maneira de trabalhar com ritmo, teoria musical e improvisação.

Os passos para se inscrever em uma escola de piano

Se você deseja ingressar em uma escola de música, o melhor a fazer é começar a procurar no final do ano, para iniciar no próximo. Entretanto, há algumas que têm formação de turmas e vagas remanescentes a qualquer época. Vale consultar.

Estudar piano sem pagar Escolas gratuitas de piano costumam ser mais concorridas.

Dependendo da escola, o processo para admissão de um novo aluno pode ser mais ou menos burocrático e depende do espaço disponível. Ainda assim, é possível ser colocado na lista de espera.

De qualquer forma, se você está alvejando uma grande escola de piano, sua admissão dependerá da qualidade de sua audição e de sua motivação durante a entrevista.

Sua capacidade de trabalho também será avaliada e você será perguntado se tem um piano em casa para treinar entre uma aula e outra.

Então, antes de frequentar uma aula de piano, você precisa se fazer algumas perguntas:

  • Quais são seus objetivos? Você quer aprender piano pelo prazer de tocar? Você gostaria de fazer parte de uma orquestra? Você quer se apresentar sozinho no palco?
  • Quanto tempo você pode dedicar à prática do instrumento? O piano não é claramente um instrumento fácil de dominar e requer treino regular, de preferência diariamente. Somente após alguns meses de educação musical e prática você poderá se sentir confortável com seu teclado;
  • Qual a sua motivação? Lembre-se de que você é o mestre do seu progresso. Sua motivação determinará sua capacidade de progredir rapidamente ou não.

Esteja preparado para investir totalmente em seu aprendizado. Você precisa arrumar tempo para trabalhar diariamente para progredir. É melhor gastar 15 minutos por dia estudando em vez de duas horas em um único dia da semana.

Há ainda quem consiga aprender sozinho.

Como são as aulas de piano?

Dependendo da idade e do nível do aluno, as aulas de piano duram têm durações variadas. Podem ocorrer uma vez por semana na escola de música.

Dependendo da escola, especialmente no começo, uma ou duas horas de teoria da musical podem ser dadas por semana, bem como um curso de formação musical ou uma prática coletiva em orquestra, por exemplo.

Caderno de piano A teoria também faz parte do aprendizado do piano.

O relacionamento com o professor de música também é importante. Trata-se um critério de sucesso e motivação do aluno.

É absolutamente necessário que o sentimento passe entre o professor e o aluno! Caso contrário, melhor trocar de professor.

A progressão será feita naturalmente com um bom entendimento, uma pedagogia adaptada e um quadro que passe confiança ao aluno.

Quais são os preços das escolas de piano?

Embora pareça óbvio, devemos reiterar que uma escola pública será mais acessível financeiramente do que uma escola particular.

Pode ser que, mesmo na escola pública, você precise pagar uma taxa simbólica. Ainda assim, nada se compara às mensalidades das particulares.

A taxa também depende da localização da escola, quando pensamos nas particulares. É claro que a mensalidade em um bairro nobre não será a mesma da periferia.

Na escola particular, as tarifas são muito mais livres e variáveis, podendo tornar-se inacessíveis para algumas pessoas.

Em ambas as modalidades, se você desistir antes do término do contrato, pode ser que tenha que pagar pelo período iniciado e não concluído (ou haverá uma multa de rescisão).

Como são as escolas de música que ensinam o piano?

Muitas vezes começamos a aprender o piano durante a infância. Algumas escolas abrem suas portas ao despertar musical a partir dos 3 anos de idade. Trata-se de uma maneira de conscientizar as crianças sobre os sons, fazendo-as cantar e dançar.

Mas as aulas de piano começam normalmente aos 6 anos. É necessário que a criança já consiga manter-se focada durante algum tempo, memorizar e sentir-se à vontade em termos de coordenação.

A criança também deve saber ler e escrever para iniciar a teoria musical.

Além disso, o tamanho dos pianos é adaptado a partir dos 6 anos. Para começar a aprender, é necessário ser capaz de se sentar no banco corretamente e alcançar as teclas. Não há piano pequeno para crianças (ao contrário de outros instrumentos de cordas, como violão ou violino).

Por outro lado, as aulas de piano também podem ser para adultos,embora as crianças tenham prioridade. Algumas escolas são especializadas em ensinar adultos.

Não é porque somos adultos que não podemos aprender algo novo!

Sem limites para estudar Aprender piano é para todas as idades.

Na maioria das vezes, as escolas públicas são basicamente para crianças. Pode então ser necessário recorrer a escolas particulares, mais abertas ao ensino de adultos iniciantes.

As escolas públicas geralmente exigem um certo nível de piano para aceitar adultos. É claro que nenhum curso de graduação será aberto, mas você ainda terá a oportunidade de continuar progredindo no piano.

Não se surpreenda se você tiver uma recusa e optar por outras alternativas: aulas particulares, por exemplo, ou associações de piano.

Quais as definições de “escola de piano”?

Violoncelo, trombone, teclado … Muitos instrumentos são ensinados na escola de música. E para aprender um instrumento, você também deve memorizar um determinado vocabulário.

O que é musicologia?

É a ciência da teoria e da história da música, frequentemente ensinada na universidade ou nas grandes escolas que visam formar profissionais do ramo.

O que é uma orquestra sinfônica?

Também chamada de Orquestra Filarmônica, é um conjunto musical composto por 4 famílias de instrumentos: os de cordas, os de sopro, os de percussão e os de teclas.

E você, já começou a procurar por uma escola de piano para iniciar-se (ou avançar) na música?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar