Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O guia para iniciantes nos mangás

De Marcia, publicado dia 14/08/2019 Blog > Idiomas > Japonês > Como se tornar um leitor de quadrinhos japoneses

Se você é muito jovem ou muito velho para ser da geração que descobriu o mangá ou apenas quer conhecê-lo melhor, você fez a escolha certa, para descobrir muito sobre a cultura japonesa!

Talvez você ainda não seja um otaku, mas você já entendeu que um mangá é uma história em quadrinhos japonesa  em forma de séries que vendem milhões de cópias no mundo todo. Já é um começo!

O Superprof oferece, para ajudá-lo em sua aventura de mangá, dando-lhe o básico para entender esses mangás japoneses tão enigmáticos e ainda assim tão simples. Nós também lhe daremos dicas de leitura para iniciar sua jornada e ler o seu primeiro mangá.

Escolha o seu mangá antes de começar a ler

Os tipos de mangás

Existem diferentes tipos de mangás, que lhe agradarão mais ou menos de acordo com os seus gostos, bem como com a sua faixa etária. É assim que os tipos de gibis japoneses são divididos, como uma série, que pode ser para crianças, adolescentes ou adultos. O que queremos dizer com tipo é, portanto, claramente o público alvo do mangá.

O primeiro tipo existente é o Shonen, para meninos. A editora mais representativa deste tipo de mangá é, sem dúvida, a Shonen Jump, a revista em que foram publicados Dragon Ball, Naruto, One Piece e Yu-Gi-Oh!. Se você já conhece essas referências, sabe do que estamos falando.

Os Shonen estão principalmente focados em ação, luta, aventura, humor e um pouco de romance. O herói, muitas vezes, é um menino que se tornará a cada vez mais forte para lutar por uma causa planetária. Essas aventuras geralmente serão mais longas do que as de outros gêneros.

O segundo tipo é o Shojo, o mangá para meninas. No Japão, é publicado principalmente em editoras como a Shueisha. Os grandes nomes de Shojo incluem Vampire Knight, Fruits Basket e Card Captor Sakura.

Você pode já suspeitar disso, mas o assunto principal do gênero Shojo é o amor. É clichê, mas funciona e não apenas com meninas. Há também esporte, música e fantasia nos temas. Os protagonistas são muitas vezes meninas jovens que se apaixonam pelo garoto do Ensino Médio… Mas esse cenário não é imutável!

O terceiro tipo mais comum é o Seinen, o mangá para o jovem, em outras palavras, o mangá para adultos. O gênero Josei é para mulheres jovens, mas a distinção é bem sutil, já que o gênero Seinen é tão atraente para os homens quanto para as mulheres. Os cenários desses mangás são mais maduros.

Para se manter em uma linha editorial madura, há o tipo Hentai, que provavelmente é inútil de apresentar. São mangás sexuais, variando de sensual a pornográfico. Nós não vamos recomendar títulos porque, bem, não é realmente o cenário que interessa…

Finalmente, temos o Kodomo, um tipo de mangá reservado para crianças.

Os temas abordados nos mangás

Como você pode ver, vários temas são abordados em quadrinhos japoneses. Você terá uma enorme variedade de tópicos para explorar durante suas aventuras ilustradas. Aqui está uma lista dos principais temas que você pode encontrar nas obras dos mangakas:

Os mangás abordam diversos assuntos por seus personagens.

  • ação;
  • aventura;
  • romance;
  • ficção científica;
  • fantasia;
  • vida escolar;
  • horror;
  • esportes;
  • música;
  • humor.

A escolha é sua! E por que não fazer aulas de japonês e ler suas obras favoritas na versão original?

Selecione um mangá de acordo com vários critérios

Outros critérios secundários também podem pesar na balança quando você seleciona um mangá da longa lista de trabalhos existentes. É óbvio que com tantas opções, você tem que filtrar um pouco todas essas séries, pelo menos no começo!

O primeiro critério pode ser o tamanho. Se este é seu primeiro contato com um livro de mangá, você pode querer superá-lo rapidamente ou em um período de tempo razoável. Neste caso, aconselhamos-lhe uma série curta, não excedendo os 15-20 volumes (muitos são ainda menores que 10 volumes), ou mesmo o One Shot, um tipo de mangá muito curto, que consiste em um único capítulo, com cem páginas no máximo.

O segundo critério pode ser a popularidade do trabalho escolhido. Se você não sabe nada sobre isso, provavelmente  digitará “mangás conhecidos” no Google. Mas nem sempre o mais popular vai lhe agradar. Combine popularidade e seu gosto pessoal para escolher!

Finalmente, pense sobre o que você gosta em uma história. Para isso, pense nos filmes que você assistiu, na série ou nos desenhos animados que “prenderam” você do começo ao fim ou nos livros pelos quais você é apaixonado. Você pode até se surpreender ao amar uma história de piratas, enquanto Jack Sparrow não lhe surpreendeu tanto!

As regras da leitura de mangás

Direção da leitura

Você provavelmente já ouviu falar que um mangá é lido “de cabeça para baixo”. Isto é falso: lê-se simplesmente na direção de escrever dos japoneses. Está escrito da direita para a esquerda e de cima para baixo, o que está bem longe do nosso sistema ocidental.

Para ajudar o público brasileiro, algumas edições ocidentalizam o sentido da leitura (como na primeira edição de Dragon Ball), mas a versão original ainda prevalece. Então você tem que se acostumar com isso, o que não é realmente um problema, se você começar a estudar japonês.

A direção de leitura dos mangás pode deixar você um pouco confuso.

Então lembre-se de pegar o mangá da última página para iniciá-lo. Em geral, o interior da primeira página contém uma mensagem do autor e as páginas seguintes são dedicadas aos personagens e ao resumo da história.

A ordem das miniaturas e balões

Como em uma história em quadrinhos, cada quadro do mangá é dividido em várias miniaturas cujo mangaka escolhe o posicionamento em sua página. Então, cada página será diferente. O único ponto que pode ser difícil de dominar no início será a ordem das miniaturas.

Se as miniaturas tiverem a mesma altura, você simplesmente lerá a miniatura à direita, depois à esquerda e assim por diante. Repita para cada linha até chegar à miniatura na parte inferior esquerda da página.

Da mesma forma, se as miniaturas forem mais complexas, sempre siga a diagonal para cima e para baixo da esquerda para a direita. Mesmo que uma das miniaturas seja mais importante em termos de tamanho, primeiro será necessário ler as caixas que a precedem na ordem do mangá!

A ordem dos balões segue a mesma lógica de leitura da direita para a esquerda e de cima para baixo. Às vezes a ordem do diálogo nem é a coisa mais importante, então não tenha medo de se perder: será muito claro, sério!

O fundo preto e o plano de fundo de transição

Em geral, as miniaturas de uma página são colocadas em um fundo branco clássico. No entanto, isso pode mudar quando o fundo é escuro, que representa um flashback.

Ele também pode ser usado para um sonho ou realidade alternativa, dependendo da complexidade do cenário que você está lendo. Em qualquer caso, esteja ciente de que este processo também é usado para quadrinhos americanos, então se você já sabe, não há problema.

O fundo de transição é um fundo gradiente entre branco e preto, o que significa que deixamos uma elipse temporal. Assim, o autor vai usá-lo para inserir um flash back  (de branco para preto) ou deixá-lo (de preto para branco).

Para progredir na língua, faça aulas de japonês online.

Códigos gráficos japoneses para integrar

As expressões faciais dos personagens

Os mangakas usam muito as expressões faciais para descrever os sentimentos de um personagem. Estes são codificados na cultura japonesa e podem ser difíceis de entender por um não-iniciado. Se o sorriso ou a raiva são sentimentos facilmente compreensíveis quando se vê uma expressão, outros são mais complexos.

O suspiro é representado por uma figura fechando os olhos, abrindo a boca, com um olhar triste e soltando uma pequena nuvem.

Você teria facilmente percebido em um anime por causa dos sons que acompanham a imagem, mas em um mangá, é mais complicado.

A eclosão no rosto mostra que um personagem cora, numa situação romântica ou vergonhosa

As expressões faciais são representadas nos desenhos dos mangás.

Não é fácil de mostrar um personagem corando em preto e branco. Além disso, esse fato de ruborizar está realmente marcado no espírito japonês e encontramos muito no Shojo.

O contexto geral da situação lhe dará o seu significado. Um personagem que luta por sua vida terá uma ligeira queda de suor na testa, por exemplo.

Dicas de leitura para começar sua vida otaku

O mangás ideais para crianças

As crianças têm muitas possibilidades de escolha para ler mangá, mas você vai logo perceber que o assunto principal é… o gato. Por quê? Como? Não faço ideia, mas os gatos são populares entre as crianças japonesas.

Você também encontrará trabalhos famosos, como Pokémon,  que é surpreendente e extremamente fascinante, mesmo para adolescentes. Finalmente, as crianças podem se divertir lendo mangás engraçados e fofos como Doraemon,  Mirumo ou o terrível Shin-Chan. Não há melhor ideia do que introduzir as crianças ao mangá para desenvolver a sua imaginação!

Sendo um jovem adolescente e lendo um mangá

O período de 10 a 15 anos é a idade ideal para ler mangás, já que esses jovens são o principal alvo dos editores. Assim, Nekketsu é o gênero mais desenvolvido entre os leitores pré-adolescentes, com grandes nomes como One Piece, Dragon Ball ou Naruto.

É também uma época em que o esporte é muito interessante. Um mangaka como Tadatoshi Fujimaki entendeu isso. Eyeshield 21 também é um mangá muito bom para aprender as regras do futebol de maneira cômica.

Finalmente, o adolescente, com a cabeça cheia de sonhos, pode encontrar a felicidade em um mangá muito focado em magia e poderes como My Hero Academy, Xamã King ou Seven Deadly Sins.

Histórias em quadrinhos japonesas para adultos

Mesmo se você já é adulto, é claro que você tem o direito de continuar lendo seus mangás. No entanto, você pode querer cenários mais maduros, para sacudir suas expectativas e ser surpreendido do começo ao fim.

Entre os Seinen que estão disponíveis para você, recomendamos Berserk se você ama sangue, violência e tristeza (um bom programa) que funciona também com Goblin Slayer , Deadman Wonderland ou Gantz.

Finalmente, se você leu Shonen em sua juventude, o One Punch Man provavelmente reviverá esses momentos em paródia orquestrada!

Um curso de japonês pode ajudá-lo a ler seus mangás em versão original.

Agora você pode começar sua jornada no mundo dos mangás com confiança. Se você quiser saber mais sobre mangás, confira nossos outros artigos dedicados. O Superprof também pode ajudá-lo a aprender a língua japonesa, tomando aulas de japonês com um professor particular!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar