Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Guia do treinador vocal a domicílio

De Anna, publicado dia 26/03/2019 Blog > Música > Canto > Como aprender a cantar em casa?

Não é de hoje que sabemos que os brasileiros e a música vivem uma história de amor! Essa disciplina, mesmo não recebendo muita atenção nas escolas e sendo negligenciada na maioria das vezes, é muito importante e contribui para o crescimento pessoal do indivíduo.

Segundo estudos do Ministério da Educação francês, aprender música pode ser útil inclusive no processo de aprendizagem de uma segunda língua!

Felizmente, nos dias de hoje é possível ter acesso a professores qualificados que oferecem os mais diversos cursos com modalidades de canto diferentes. Não é preciso ir longe! Mesmo em casa você pode se dedicar à aula de canto com um profe particular, tudo isso com o apoio de docentes, ou até mesmo sozinho (se for adepto ao autodidatismo).

Pedagógico, sério e experiente, o professor saberá como oferecer um curso personalizado a seu aluno e poderá seguir seu progresso e desenvolvimento de maneira regular. Além disso, um bom professor de canto pode dirimir muitos dos mitos que cercam esse mundo.

Muitas pessoas acreditam erroneamente que cantar bonito é apenas uma questão de talento ou de dom. Não, não é! Sim, todo mundo pode aprender a cantar! Não existe essa de voz feia, voz bonita, talento nato, timidez demasiada, ou de ter que ser filho de cantor.

A principal razão que transforma qualquer pessoa em um cantor ou cantora é a vontade genuína de aprender a cantar aliada ao tempo de estudo. E nem é necessário muito tempo não. No aprendizado da música em geral, a assiduidade (constância na prática) é muito melhor do que a quantidade de horas estudadas. Ou seja, é muito melhor você estudar um pouquinho todos os dias do que muitas horas num dia só.

Voz bonita é algo que se constrói com o estudo e a aplicação de técnicas vocais, além da vontade de aprender e dedicação.

Aprender o canto pode ser muito divertido, além de ser uma forma de você se expressar criativamente!

Como aprender a cantar

Embora seja possível aprender a cantar sem o auxílio de um professor, este processo pode se tornar mais longo e cuidados a mais são necessários. Desprovido de um professor, você precisa se atentar, constantemente, por exemplo, em relação ao desgaste vocal. Qualquer sinal de rouquidão, cansaço da voz ou incônomo precisa ser levado a sério.

Por outro lado, um professor de canto tem experiência suficiente para organizar melhor a progressão e evolução de seus estudos, fazendo seu tempo render mais. É ele quem irá garantir que seu conhecimento seja mais bem distribuído.

Pensando nisso, para aprender a cantar bonito são necessários conhecimentos de diversas áreas, como:

  • Musicalização,
  • Treinamento auditivo – para seu ouvido guiar a sua afinação e timbre (refinamento),
  • Treino muscular,
  • Técnica vocal,
  • Noções de teoria musical.

Muitos iniciantes que acabam tendo alguma “trava” no aprendizado geralmente se deve ao fato de que os mesmos acabam praticando muito algumas dessas habilidades, esquecendo-se das outras. O ideal é manter uma certa regularidade nos estudos e na prática, que pode facilmente ser orientada por um professor experiente.

Para não ter mais voz de karaokê e se tornar um expert em canto, descubra como ter aulas particulares de técnica vocal!

As vantagens de ter aulas individuais de canto

Quais são as razões para fazer curso de canto?

Existem muito motivos, e ficaria difícil listá-los todos aqui porque eles estão diretamente ligados ao interesse de cada aluno. Antes de tudo, o fato de saber cantar bem permite melhorar seu desenvolvimento pessoal e se sentir bem consigo mesmo.

A música é um fator que contribui para nosso bom humor e favorece a partilha com os outros, quer sejam músicos ou não. Dominar a improvisação musical permite fazer rimas e improvisações, o que por si só renderia muitos momentos divertidos com os amigos.

Mostre aos seus amigos que você sabe cantar. Cantar com os amigos é diversão garantida!

Além disso, o canto pode ser encarado como uma atividade esportiva por trabalhar os músculos abdominais, responsáveis pela respiração. O diafragma, a laringe, as cordas vocais e mesmo os músculos da tireoide são trabalhados numa sessão de aula de canto. E por essa razão é aconselhável cantar por no máximo uma hora por dia para evitar a fatiga muscular.

Para os iniciantes, o curso de canto traz muitas vantagens:

  • Ter um ‘despertar’ musical,
  • Ter confiança em si mesmo,
  • Melhorar a autoestima,
  • Trabalhar sua expressão corporal,
  • Dominar suas emoções,
  • Aprender a falar em público,
  • Descobrir novos estilos musicais (ópera, MPB…),
  • Cantar as músicas de seu cantor preferido, e várias outras vantagens.

Quer você seja cantor lírico, de musical ou de orquestra, o curso de canto pode te permitir desenvolver certas competências musicais. Alguns cursos em escola de música propõem a descoberta do registro profissional em estúdio, e também de se tornar compositor intérprete. A senha para adentrar esse universo restrito dos músicos profissionais!

O professor particular de canto poderá treinar seus alunos em relação a um teste ou audição para quaisquer desses programas de música, como o The Voice, por exemplo, ou para que o aluno se candidate a uma escola de canto ou conservatório.

E, se precisar de um empurrão especial, chame um amigo para fazer as aulas com você! Com a motivação de cada um, as aulas podem ser melhor aproveitadas, sem mencionar a questão do preço, que pode ser acordado com o professor e trazer valores bem mais vantajosos.

Onde encontrar um professor de canto?

Para melhorar sua dicção, enriquecer seu repertório ou conhecer seu tipo de voz, os alunos iniciantes na música podem facilmente encontrar um professor adaptado a suas necessidades.

As aulas em domicílio permitem aprender a cantar, melhorar a sua respiração e sua técnica vocal, tudo com a ajuda de um professor de canto. Mas como encontrar um professor de canto?

Ainda vale procurar por professores de canto nos tradicionais classificados de jornais.

Para encontrar um professor de aulas de canto, os alunos devem passar por:

  • Recomendações de atuais ou ex-alunos;
  • Pequenos anúncios publicados em jornais de grande circulação ou nos murais das escolas e comércios da vizinhança;
  • Pequenos anúncios online em sites como a comunidade Superprof, por exemplo;
  • As associações gratuitas para aprender canto;
  • As escolas de música;
  • Os conservatórios.

Nas escolas de música e nos conservatórios são os instrutores que costumam fixar os horários. Em geral, o aluno pode escolher entre 30 minutos, 1 hora ou 1 hora e meia de curso semanal, ofertados conforme a disposição do professor.

Em contrapartida, se olhar nos pequenos anúncios, o aluno poderá mais facilmente combinar seus horários com os do professor e ter aulas durante as férias escolares, durante a noite ou nos finais de semana. E para cursos à distância, os problemas com horários são praticamente inexistentes, visto que não é necessário deslocamento físico para que aconteçam as aulas e, normalmente, os horários são mais flexíveis.

Como escolher seu professor de canto?

Antes de dar início à busca por um docente, o estudante deve definir seus objetivos finais. Com efeito, o professor poderá organizar melhor seu curso e os exercícios de canto caso saiba qual nível a ser alcançado, dentro de um prazo determinado.

O objetivo da lição particular pode ser:

  • Integrar um coral gospel;
  • Integrar um musical;
  • Melhorar a articulação do seu maxilar;
  • Dominar seu vibrato;
  • Melhorar sua postura;
  • Iniciar uma formação musical;
  • Trabalhar sua voz segundo o ritmo de uma melodia;
  • Treinar sua respiração abdominal, etc.

Na Superprof, os professores de curso de canto (como escolhê-lo?) podem indicar seus currículos, suas experiências profissionais, suas especialidades ou até mesmo seus estágios intensivos. Os estudantes devem, portanto, dedicar um tempo para percorrer bem o site da comunidade Superprof e se informarem bem sobre o professor que gostariam de contratar.

Aqui estão alguns critérios para levar em consideração ao escolher seu professor de canto:

  • Os diplomas do professor;
  • Sua experiência enquanto músico;
  • Sua experiência enquanto professor;
  • O estilo musical proposto (rock, pop, rap, música clássica… etc.);
  • Os instrumentos dominados pelo docente (piano, violão, guitarra, violino…);
  • O nível do curso;
  • O tempo de deslocamento até o local do curso (se ele oferecer aulas em domicílio, melhor ainda);
  • O preço das aulas.

Treinamento cênico, história da música, ou técnicas de respiração: os ensinamentos propostos dependerão da experiência do professor.

Pensando nisso, é essencial fazer uma boa escolha para trabalhar bem e regularmente sua voz e seus vocais.

No Superprof há uma gama enorme de professores de canto com valores bem acessíveis. Os valores dependem do tipo de aula escolhido e dos preços praticados em cada região do país.

O preço do curso

Encontrou um professor de canto? Legal! Mas quais os valores do curso de canto?

Atualmente, se tornar cantor solista é algo acessível a todos os bolsos, embora as escolas de música e conservatórios ainda sejam relativamente caras. E além das taxas de inscrição que, em geral, são elevadas, os valores dos cursos em escolas de música ou conservatórios são bem mais altos, se comparados ao valor e à orientação vinda das aulas particulares.

É por isso que alguns alunos optam por aulas particulares em domicílio. Se possuir qualidades pedagógicas, o professor poderá te auxiliar a aprofundar seus conhecimentos no que se refere à técnicas vocais, afinação ou aquecimento vocal.

Com Superprof, a média de preços dos cursos varia de acordo com a situação geográfica:

Curso de canto no Rio de Janeiro: R$ 82/h

Curso de canto em São Paulo: R$ 65/h

Curso de canto em Campinas: R$ 41/h

Curso de canto em Porto Alegre: R$ 61/h,

Curso de canto em Minas Gerais: R$ 44/h

Curso de canto em Curitiba: R$ 52/h,

Curso de canto em Espírito Santo: R$ 61/h

Curso de canto em Brasília: R$ 61/h

Curso de canto em Salvador: R$ 50/h

Curso de canto em Florianópolis: R$ 50/h

Curso de canto em Goiânia: R$ 58/h

Curso de canto em Rio Grande do Sul: R$ 61/h

Contudo, os cantores que não seguiram formação musical podem, talvez, se sentir inferiores aos musicistas.

Sem problemas!

Os alunos podem, inclusive, aprender a tocar baixo, flauta ou piano para acompanhar a sua voz. Existe também curso de teoria musical a fim de ensinar a ler as partituras e, assim, se tornar um artista completo.

Quanto mais relaxados a gente estiver, melhor o resultado!

As etapas do estudo do canto

De preferência, orientado por seu professor, siga o passo a passo a seguir que orienta como aprender a cantar. Respeite a ordem em que os passos aparecem e dedique-se à prática.

Como relaxar para cantar

Muitas pessoas acreditam que apenas os músculos do rosto, diafragma e do abdômen estão relacionados ao processo do canto. No entanto, o primeiro passo para cantar é relaxar o corpo como um todo.

Caso você seja como a maioria, há boas chances de o seu momento de prática de canto acontecer após um dia estressante de trabalho. E, ao chegar cansado em casa, talvez você prefira descansar a estudar.

Em vez de fazer isso, transforme o relaxamento na primeira etapa de seu estudo. Comece espreguiçando-se bem e alongando-se. Técnicas alternativas para relaxar, como a meditação e o yoga também são bem-vindas.

Por que o relaxamento é importante

Já tentou cantar após uma briga feia com o namorado ou namorada? Ou no dia daquele exame de fim de ano? Já reparou que sua performance geralmente é um pouco pior quando você canta na frente de outras pessoas?

É normal o rendimento cair um pouco nessas ocasiões e sabe por quê? Quanto mais relaxados estivermos, melhor a gente canta.

Quem estuda canto todos os dias, se praticar o relaxamento de forma correta e constante, acaba compreendendo a “lei do menor esforço”.  Em outras palavras, você pode conseguir o máximo de resultado se esforçando o mínimo.

Na verdade, toda vez em que aquela nota mais aguda ou um berro ao melhor estilo Adele aparece na música, a nossa vontade é a de fazer toda a força para ele sair. Não faça isso! Quanto mais difícil um trecho for, mais relaxado você deve estar para executá-lo.

 Além disso, evitar a tensão vocal é ótimo para a sua técnica, pois evita que você se canse rápido demais. E ainda dá vida útil à sua voz, que não se desgasta ao longo dos anos. Portanto, lembre-se, para aprender a cantar sem tensão, não basta suavizar a garganta. Você tem que estar tranquilo e relaxado de corpo inteiro.

As técnicas de respiração fazem toda a diferença na prática do canto.

A técnica da respiração

Você já deve ter percebido até aqui que cantar começa muito antes de você abrir a boca. E responda rápido: por que é possível cantar?

Caso você tenha respondido que é por causa das cordas vocais, boca, língua, ou qualquer outra coisa do tipo, você errou. Nós só cantamos por causa do ar.

É o ar que enche nossos pulmões antes de a nossa voz sair e é também no ar que a voz se propaga, permitindo que as pessoas ao redor ouçam a música que está sendo cantada.

Quando falamos sobre o ar, não é a quantidade que importa e, sim, o controle que você tem sobre ele. Não é à toa que todo cantor profissional reserva boa parte de seu estudo para treinar a respiração.

Além disso, qualquer atividade física aeróbica que trabalhe a respiração e treine os pulmões para armazenarem mais ar, como natação, corrida, remo, spinning, ciclismo, etc, contribue muito para o canto. Elas fazem com que o ar seja melhor aproveitado e acabe resultando em maior poder vocal, um timbre mais bonito e menos cansaço na hora do canto.

Um exercício para melhorar a respiração

Este é um exercício simples para te ensinar a respirar da maneira correta, tendo maior quantidade e qualidade de ar disponível para cantar.

  • Permaneça em pé. Abra ligeiramente as pernas e posicione suas mãos nas costelas, logo abaixo do peito. Toda vez que puxar o ar, verifique se as costelas estão se abrindo.
  • Quando for colocar o ar para fora, fique atento! Suas costelas devem continuar abertas pelo máximo de tempo possível, mesmo que os pulmões estejam vazios.
  • Respire fundo e preencha os pulmões com a maior quantidade de ar que conseguir, forçando as costelas cada vez mais para fora, ou seja, para os lados.
  • Nessa fase tome todo o cuidado para não levantar o peito ou expandir o abdômen. E verifique seu umbigo, que deve estar totalmente contraído.

Essa é a técnica respiração intercostal diafragmática e é ela que você deve usar no canto. Com o tempo, você sai se sentir um sapo, rs, de tanto que seu abdômen vai inflar. E, ficou tonto, não tem problema! É sinal de que está fazendo certo. É tanto oxigênio entrando no seu cérebro que bate uma zonzeira de vez em quando mesmo.

O aquecimento vocal é parte essencial ao estudo, pois promove uma melhor circulação sanguínea nas áreas usadas no canto.

A importância do aquecimento vocal

Sabe aqueles carros a álcool cujo motor precisa esquentar antes de sair de casa? Essa é uma boa analogia em relação à voz humana. Cantar sem prepará-la não vai resultar no mesmo desempenho de uma voz que foi aquecida, além de trazer possíveis problemas como calos vocais e roquidão, a longo prazo.

Os exercícios de aquecimento vocal são responsáveis por promover uma melhor circulação sanguínea nas áreas que você utiliza para cantar. E essas áreas não se restringem somente às pregas vocais ou à boca. Os músculos do rosto, do pescoço, as costelas, o abdômen e até as costas participam da prática todas as vezes que você canta.

É importante ativar todas essas regiões. Portanto, reserve 10 minutinhos do seu estudo para isso. Faça assim:

  • Mantenha-se na ponta dos pés e estique todo o corpo por alguns segundos. Depois, volte à posição normal e torne a estender, por mais duas ou três vezes.
  • Massageie a cabeça e os músculos do rosto com a ponta dos dedos e o centro das mãos.
  • Gire a língua algumas vezes para um lado e para o outro.
  • Faça movimentos circulares com os ombros e o pescoço, alongando-os.

Repita esses exercícios também quando terminar de estudar. Isso permite desaquecer a voz (desaquecimento vocal) e ajuda na saúde de todo o aparelho fonador.

Lembre-se que a voz do cantor, de modo diferente ao que acontece com os instrumentistas, é produzida pelo seu próprio corpo. Agora imagine um carro com as rodas desalinhadas e o efeito que isso reflete no carro como um todo.

De forma semelhante, se você não relaxar, não se alongar, aquecer e desaquecer direito vários músculos do seu corpo, seu canto fica comprometido.

Como aprender a cantar contribui para a expressão de nossa personalidade.

Seja você mesmo, sempre!

Dizem que a primeira vontade que passa pela cabeça de todo iniciante no canto é a de imitar. Aliás, não apenas dos cantores, mas de todos os músicos e de muitos artistas. Contudo, a voz de cada um reflete e abarca traços muito importantes de nossa personalidade.

Se cantamos naturalmente as músicas que gostamos – mesmo que não tenha sido a gente quem compôs – elas vão soar perfeitas na nossa voz. Mas, quando imitamos trejeitos de outros ou tentamos fazer ficar o mais parecido possível com os nossos cantores favoritos, essa naturalidade vai por água abaixo. O resultado é algo forçado e que não reflete o que você tem de melhor.

É fundamental para o iniciante entender que é melhor aprender a cantar com personalidade desde o início. Até porque uma coisa que todo mundo admira em um cantor é a interpretação que ele imprime às músicas. E isso é algo extremamente pessoal.

Fazer revisões após cada lição

Outra técnica para economizar com aulas de canto é revisar o que foi aprendido depois de cada curso de canto. Para o professor, é primordial que o aluno esteja comprometido e motivado com as aulas, e se dedicar a estudar o que foi aprendido é uma ótima forma de provar isso. O professor pode vir a contribuir na preparação para o teste final do aluno, no qual prepare uma canção que combine perfeitamente com seu timbre vocal, apresentando-a ao fim do curso, para obtenção do diploma.

Encontrar a canção ideal para seu tom de voz é simples: basta dar uma olhada no seu repertório pessoal, propor canções a seu professor, seguir seus conselhos ou simplesmente se inspirar em repertórios dispostos na internet.

Para treinar depois das aulas, o aluno pode usar:

  • Manuais educativos de canto;
  • CD’s para aprender a cantar;
  • Aplicativos voltados para a aprendizagem musical;
  • Softwares de treinamento vocal;
  • Aula de canto online através de vídeos (Youtube, Dailymotion…)

Treinar em casa é tão importante quanto ir às aulas. Para treinar em casa, use recursos da internet e das novas mídias digitais.

Esses recursos online não servirão necessariamente como um apoio que seria dado por um profissional, por exemplo, mas permitirão ao aluno progredir a cada lição e acelerar sua aprendizagem. O estudante deve, igualmente, buscar treinar sua voz a cada dia. É aconselhável cantar no mínimo trinta minutos por dia, em uma só sessão ou em várias sessões.  Não se trata simplesmente de cantarolar, mas de se aplicar ao estudo e à prática com seriedade, para que um dia você seja capaz de alcançar notas mais altas.

Com todos esses conselhos, você está mais do que pronto para encontrar e escolher um professor de canto particular! Procure por um aqui na comunidade Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar