Entre os muitos estilos musicais que existem hoje, há um especial: o canto a cappella. Trata-se de uma obra musical em que os cantores se apresentam sem acompanhamento instrumental. Um estilo muito desafiador, que coloca a voz no centro, expondo suas possibilidades na criação de melodias originais, que compensam a falta de instrumentos.

Para muitos no Brasil, a primeira oportunidade de se familiarizar com esse ritmo foi durante a competição "A Cappella", que foi ao ar durante o programa "Domingão do Faustão" em 2016. e no qual oito grupos especializados nesse estilo competiam entre si. Porém, a história dessa vertente de canto é muito antiga. O seu objetivo é criar polifonia e harmonia sinfônica entre os cantores de um coral para criar ritmos sustentados mesmo sem acompanhamento musical. Trata-se de uma técnica muito antiga ainda em voga hoje.

Embora desafiador, cantar a cappella não é impossível e pode ser muito divertido. É uma forma ideal de treinar suas habilidades se você está fazendo aulas de canto. Curioso? Te convidamos a descobrir as origens e evolução do canto a cappella, desde suas raízes profundas até seu uso atual na música contemporânea, passando pelos grupos de canto a cappella mais famosos da atualidade. Um verdadeiro curso online de canto a cappella através dos anos! Você saberá tudo sobre performance sem instrumentos, uma arte em si!

 

Evelyn
Evelyn
Profe de Canto
4.99 4.99 (126) R$80/h
1a aula grátis!
Erica
Erica
Profe de Canto
5.00 5.00 (19) R$135/h
1a aula grátis!
Fernando
Fernando
Profe de Canto
5.00 5.00 (48) R$120/h
1a aula grátis!
Victor
Victor
Profe de Canto
5.00 5.00 (14) R$65/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Profe de Canto
5.00 5.00 (6) R$80/h
1a aula grátis!
Lilian
Lilian
Profe de Canto
5.00 5.00 (31) R$100/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Profe de Canto
5.00 5.00 (29) R$15/h
1a aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Canto
5.00 5.00 (12) R$80/h
1a aula grátis!

O canto a cappella: uma origem religiosa

coral a cappella
Das origens até hoje, o canto a cappella é associado com a religião

É muito difícil de determinar precisamente como e onde surge o canto a cappella. Isso porque os homens sempre cantaram sozinhos, sem necessariamente usar instrumentos. Os primeiros vestígios que temos do canto a cappella provém de textos escritos.

Um dos exemplos mais antigos foi registrado em uma tabuleta cuneiforme datada de 2000 A.C!

No entanto, a canção a cappella como a conhecemos tem suas origens no repertório musical religioso. De fato, etimologicamente, alla cappella significa "na capela" o que aponta para o fato de que estes cantos estão ligados às missas.

Embora em certos períodos, instrumentos da igreja, como o órgão, tenham sido usados para acompanhar o canto, durante o primeiro milênio do cristianismo, a música a cappella foi feita sem instrumentos. Isto também se aplica aos rituais ortodoxos bizantinos em que as canções eram executadas exclusivamente sem instrumentos. Os cânticos gregorianos são bons exemplos de cânticos a cappella relacionados à temática sacra.

Muitas comunidades religiosas decidiram então que os cantos deveriam ser a cappella. Entre eles estão os amish, menonitas e outras comunidades anabatistas. Já entre os judeus não há nada que impeça o uso de instrumentos durante o canto, exceto aos sábados.

A tradição de cantar a cappella vem, portanto, da Europa e, em particular, dos países em torno do Mar Báltico. Porém o estilo se desenvolveu rapidamente no "Novo Mundo" e atingiu seu auge nos Estados Unidos a partir do Século XIX, primeiro através da religião e logo por meio de outras formas, como veremos ao longo deste artigo.

 

A evolução do canto a cappella ao longo da história

doo-wop canto
O que uma barbearia tem a ver com canto a cappella? Descubra!

Durante o período medieval, os cânticos gregorianos dominaram as igrejas até o Renascimento. Foi durante o Século XV que o canto a cappella religioso de desenvolveu mais na Europa, sob a forma de polifonias, ou seja, a combinação de várias partes cantadas ao mesmo tempo. No Século XVI, o canto a cappella foi gradualmente substituído pela cantata, que era acompanhada por instrumentos.

Entre os compositores famosos, podemos citar Joaquin des Prez e Orlando di Lasso, que criaram música polifônica a cappella. Depois veio a moda madrigal, uma forma de cantar sem instrumentos que pode ser executada por grupos de 2 a 8 pessoas. Claudio Monteverdi é um compositor que representa o estilo madrigal.

O estilo madrigal foi dominante desde o Renascimento até o período Barroco, evoluindo ao longo do tempo!

No Século XIX, um certo estilo de canto a cappella também se desenvolveu nas igrejas: a Manécanterie, que é um coro de crianças, especialmente homens, cantado na paróquia sob a direção do clero local. Há muitos deles no escotismo católico. Hoje o termo está desatualizado e fala-se mais em "controlo".

A música a cappella desenvolveu-se enormemente nos Estados Unidos. Foi graças a Peter Christian Lutkin, decano da Northwestern University School of Music, que o primeiro coral a cappella nasceu neste país, com a fundação do A Cappella Northwestern Choir em 1906: a primeira organização permanente do tipo no continente americano.

Como resultado, muitos corais surgiram nas universidades estadunidenses, muitas vezes em conexão com igrejas afiliadas a essas instituições. Um bom exemplo é o St; Olaf College, que tem uma tradição de canto a cappella desde 1911, mas também podemos mencionar o Concordia College, o Augustana College e o Luther College.

Na década de 1930 desenvolveu-se uma nova forma de cantar a cappella: a Barbearia. É uma forma de cantar sem instrumentos em que 4 vozes cantam em estreita harmonia. Este tipo de canto é fortemente inspirado nas práticas do sul dos Estados Unidos e nasceu graças aos barbeiros que cantavam ao receber seus clientes.

Para formar um quarteto de Barbearia é necessário contar com quatro tipos de vozes diferentes:

  • Um primeiro tenor;
  • Um segundo tenor;
  • Um Barítono;
  • Um Baixo

Depois da Barbearia, é a vez do Doo-wop nascer nos Estados Unidos: esta prática do canto a cappella surgiu nos anos 40 e nasceu da juventude afro-americana das principais cidades da Costa Leste dos Estados Unidos. As músicas de Doo-wop são focadas principalmente no amor e, obviamente não requerem instrumentos. O seu nome vem de uns dos sons recorrentes utilizados por vários grupos do gênero para harmonizar suas vozes.

O ritmo foi posteriormente imortalizado na canção de nome "Doo-wop" da cantora neo-soul Lauryn Hill, que faz uma homenagem aos grupos históricos do estilo. Esse é um ótimo estilo para treinar a sua voz em cursos de canto, sejam presencias ou cursos de canto online, ou até mesmo com seus amigos de maneira informal.

 

A música a cappella hoje

canto coral a cappella
De igrejas a Kanye West: o coral continua sendo uma forma muito popular de canto a cappella

Atualmente, as igrejas consideram que cantar a cappella já não é uma obrigação e que acrescentar instrumentos às canções religiosas não é contra os princípios bíblicos. Assim sendo, o estilo continua sendo utilizado em várias comunidades religiosas, mas não é mais a norma.

O interesse na música a cappella tem crescido significativamente hoje em dia graças à rádio, televisão e internet. Muitos trabalhos contemporâneos têm usado o estilo de canto a cappella para torná-lo mais moderno e atraente. Entre eles, podemos citar Glee (com o grupo Warblers), The Sing Off e Pitch Perfect.

O motivo não é mais cantar a clássica música a cappella de antigamente, mas adaptar músicas pop, rock, blues, folk ou mesmo hip-hop ao canto a cappella. Usando vários cantores como "instrumentos" (especialmente com a técnica do "beatbox"), é possível recriar uma popular melodia a cappella num formato moderno.

Em outro formato, a música Gospel também incorpora o canto a cappella e é muito praticada em igrejas nos Estados Unidos. Provavelmente, grandes clássicos como "Oh Happy Day" venham à cabeça, mas também podemos apontar para versões mais recentes, como o grupo Sunday Service, liderado pelo rapper Kanye West, que combina clássicos gospel com versões revisitadas do repertório do cantor. Embora normalmente o coral se apresente acompanhado de uma banda, o vídeo "Kanye West Airpool Karaoke" é uma amostra excelente do poder de uma versão contemporânea de canto a cappella.

De fato, atualmente muitos grupos gravam discos de a cappella e vários artistas usam esse estilo nas suas músicas. Também é importante notar que o canto a cappella está muito presente em musicais e em vídeos de entretenimento no Youtube.

Agora é mais fácil do que nunca aprender a cantar a cappella. É o mesmo processo que aprender a cantar música instrumental: você pode encontrar professores em sua instituição de ensino médio ou superior, em aulas grupais na sua cidade ou fazendo aulas particulares, presenciais ou em um curso online de canto.

 

Os grupos de canto a cappella mais conhecidos

grupo canto a cappella
O quarteto continua sendo uma grande fórmula para conjuntos vocais

Hoje em dia, existem alguns grupos ao redor do mundo que se destacam pela prática do canto a cappella. No Brasil a tradição vem dos chamados "grupos vocais", conjuntos que usam técnicas similares às da barbearia ou do doo-wop, em que diversas vozes são combinadas para criar e harmonizar diferentes sons. Porém, embora o poder da voz seja o atrativo central desses grupos, é raro que eles dispensem o uso de instrumentos. Estamos falando de conjuntos clássicos como Demônios da Garoa, Anjos da Lua e Quatro Ases e um Coringa.

Na esteira desses grupos clássicos, nos últimos anos, grupos de a cappella "pura" tem se proliferado pelo Brasil, como indica o fato de ter um concurso especialmente dedicado ao estilo em um dos programas de televisão mais populares do país. Mais uma vez, o formato mais popular é o de conjunto, em que as vozes se harmonizam e muitas vezes simulam instrumentos. É comum encontrar bandas com repertório próprio e outras que adaptam clássicos internacionais e brasileiros. Entre estes grupos, podemos citar: BR6, Gó Gó Boys, Banda de Boca e Laugi.

Fora do Brasil, o estilo também tem se proliferado. Entre os grupos mais famosos, podemos citar The Voca People, conjunto israelense ativo desde 2008, Rajaton na Finlândia, Qw4rtz do Canadá ou Van Canto na Alemanha (um grupo de metal a cappella!).

Naturalmente, a tradição da música a cappella é ainda maior nos Estados Unidos e o número de grupos e artistas solo encontrados é muito maior. Entre eles, podemos citar:

  • The Blanks
  • Naturally 7
  • Voiceplay
  • Take 6
  • Pentatonix
  • Home Free
  • Voctave
  • Peter Holmes
  • Bobby McFerrin

Também é importante lembrar que muitos artistas contemporâneos usam a canção a cappella em suas faixas de forma ocasional ou repetida, seja em partes pontuais de uma canção ou somente em uma frase. O canto a cappella, portanto, tem virtudes semelhantes às do rap que são cada vez mais usadas em diversos estilos musicais.

Você agora conhece toda a história do canto a cappella e sua evolução até hoje. Com essa base, você pode explorar um pouco mais, encontrando o estilo que mais te agrada, até começar a treinar por conta própria, inspirado nos artistas citados neste artigo e com a ajuda de um curso de canto.

 

Precisando de um professor de Canto ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Sophia

Nascida no Brasil e radicada na Espanha, ama escrever e aprender, juntando as duas paixões no Blof do Superporf!