Muitos brasileiros desejam estudar ou trabalhar em Portugal, visto que esse maravilhoso país europeu é repleto de oportunidades (sem falar que o país possui uma cultura parecida com a nossa, um clima mais ameno, excelentes universidades, e ainda por cima utiliza a língua portuguesa).

Por conta disso, muitos estudantes têm procurado saber quais são os métodos para validar o diploma brasileiro e ter uma carreira de sucesso em Portugal.

Todos os brasileiros que querem estudar em Portugal precisam estar atentos às exigências do país quanto à validação do diploma, visto que diversas áreas de trabalho exigem a presença do diploma para que o estrangeiro possa começar a trabalhar.

Para isso, é fundamental que o brasileiro saiba que existem dois principais métodos para conseguir validar o diploma em Portugal: através do reconhecimento ou da equivalência.

Vale lembrar que essa validação ocorre por conta do tratado de amizade, consulta e cooperação que existe entre Brasil e Portugal. Portanto, para saber como atuar profissionalmente de maneira legal em Portugal, veja neste artigo como exercer a sua profissão de acordo com as normas pré-estabelecidas no país!

Procurando por uma aula de portugues?

Posso fazer doutorado em Portugal ?

doutorado em Portugal
Qualquer estudante que já tenha concluído o mestrado pode iniciar o curso de doutorado em Portugal. É necessário apenas se inscrever, obter a aprovação no projeto de pesquisa e escrever uma carta de motivação!

Depois que passam pela graduação e pelo mestrado, diversos alunos desejam fazer o doutorado no exterior. Por conta da língua portuguesa, Portugal é o destino mais popular entre os brasileiros que desejam estudar no exterior e melhorar de vida. Além disso, Portugal possui instituições reconhecidas que oferecem excelentes programas de doutorado. Vale lembrar que os cursos de portugues das Universidades de Coimbra, Lisboa, Minho e Porto se encontram nos rankings de melhores do mundo.

Todos os estudantes que possuem o grau de mestre podem se candidatar aos cursos de doutorado em Portugal (que é conhecido como terceiro ciclo no país). Para se candidatar a uma vaga de doutorado de aula de lingua portuguesa, o estudante precisa pesquisar pelas universidades que oferecem cursos relacionados com a sua linha de pesquisa, pois há centros de referência que valem muito a pena estudar.

As inscrições dos programas de doutorado costumam ser realizadas nos sites das instituições do próprio doutorado. Se você deseja fazer curso de Psicologia, Letras, Economia ou Direito, é possível iniciar as aulas na Universidade de Coimbra, por exemplo. Para fazer o doutorado em Portugal, é necessário ter os documentos que constam na lista a seguir:

  • Currículo profissional com assinatura;
  • Cópia do passaporte;
  • Projeto de pesquisa que será desenvolvido durante o curso de doutorado;
  • Cópias de artigos científicos que já foram publicados;
  • Cópia do histórico escolar e do diploma;
  • Termo de aceitação do orientador do doutorado;
  • Carta de motivação;
  • Comprovante do pagamento da taxa de inscrição (que é em torno de 40€ e 120€).

Além disso, você pode também se candidatar às bolsas de estudo das instituições de ensino de Portugal. Veja a seguir o passo a passo de como se inscrever para um curso de aula de lingua portuguesa em Portugal:

  • Visite o site da instituição de ensino que deseja estudar;
  • Veja se o seu projeto de pesquisa atende aos pré-requisitos do edital da instituição de ensino;
  • Verifique qual o valor da taxa de inscrição para se candidatar no curso de lingua portuguesa;
  • Receba a carta de aceitação (em geral, ela é enviada através do e-mail);
  • Faça a matrícula do curso de língua portuguesa para o doutorado.

Com todos esses documentos em mãos, você pode iniciar o seu doutorado e se tornar um excelente profissional na sua área de especialização. Portanto, vá em busca dos seus sonhos e assista às aulas de portugues basico em Portugal!

Quais diplomas brasileiros podem ser validados em Portugal ?

diplomas em Portugal
Alguns diplomas brasileiros precisam ser validados em Portugal!

Uma dúvida muito comum dos brasileiros que desejam morar em Portugal é em relação à necessidade de validar o diploma no país português. Esse procedimento é conhecido pelos termos de reconhecimento, equivalência e registro. Todos os trabalhadores formados na área de administração, letras ou comunicação não precisam fazer a validação do diploma brasileiro.

Porém, todos os estudantes da área de direito e de medicina precisam fazer a validação em Portugal. Veja a seguir quais diplomas brasileiros precisam ser validados:

É preciso validar diploma de medicina em Portugal?

Todos os profissionais da área da medicina precisam se inscrever na Ordem dos Médicos para exercer a profissão. Para isso, o profissional precisa ter os seus títulos reconhecidos ou ter obtido o certificado de equivalência do curso. Além disso, os documentos precisam ser legalizados com o reconhecimento de assinaturas.

É preciso validar diploma de enfermeiro, dentista ou veterinário em Portugal?

De acordo com os artigos 46 e 47 do Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta, todas as condições aplicadas aos estrangeiros advindos da União Europeia são aplicadas aos brasileiros. Todos os diplomas de enfermeiro, dentista e veterinários precisam ser reconhecidos como títulos conforme a diretiva 2005/35/CE.

É preciso validar diploma de direito em Portugal?

Todos os advogados brasileiros que querem exercer a profissão em Portugal precisam se inscrever na Ordem dos Advogados de Portugal. Além disso, é fundamental que o estrangeiro tenha residência fixa e legal no país português emitida pelo SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras). Para fazer a validação do seu diploma de direito é fundamental ter a documentação a seguir:

  • Certidão de nascimento;
  • Certificado de conclusão do curso de direito;
  • Certificado de residência em Portugal;
  • Registro criminal de Portugal;
  • Certificado de antecedentes no Brasil;
  • Fotocópia da OAB;
  • Carteira de identidade.

É preciso validar diploma de engenheiro em Portugal?

Assim como os profissionais da área de medicina e direito, os profissionais da engenharia também precisam se associar à ordem da sua profissão para conseguir exercê-la. Portanto, os brasileiros formados em engenharia precisam fazer parte da Ordem dos Engenheiros de Portugal. Os profissionais que tiveram mais de cinco anos de experiência podem passar pela avaliação curricular e ingressar como membro efetivo. Para realizar a validação do diploma de engenheiro é necessário ter os documentos a seguir:

  • Avaliação curricular individual;
  • Aprovação da prova de admissão;
  • Inscrição do membro de estagiário (em alguns casos, essa documentação não é necessária, como os casos em que os profissionais que possuem mais de 5 anos de experiência).

Com toda essa documentação é possível conseguir a validação do diploma e obter excelentes resultados em relação à sua carreira profissional. Portanto, vá em frente e conquiste os seus sonhos! É importante pesquisar também quanto custa estudar em Portugal!

É preciso saber português de Portugal para ingressar uma faculdade portuguesa ?

faculdade portuguesa
É muito importante saber o português de portugal antes de iniciar algum curso no país. Por isso, uma boa opção é fazer aula portugues para ficar expert antes de iniciar o curso no estrangeiro!

Muitos estrangeiros imaginam que é necessário ter aulas de portugues (ou até mesmo fazer curso de português online) para iniciar a faculdade em Portugal. Porém, nem sempre é preciso saber a língua fluentemente para iniciar um curso no país português, visto que muitos cursos são ministrados na língua inglesa, por exemplo.

Se você deseja saber mais sobre a língua portuguesa antes de se matricular em alguma instituição de ensino em Portugal, existe a possibilidade de iniciar um curso de portugues online, por exemplo, para ter aulas particulares de portugues. Portanto, vá em busca de um professor de lingua portuguesa para aprender mais sobre a língua antes de iniciar o seu curso em Portugal. Isso é primordial para obter bons resultados nos seus estudos!

Posso trabalhar em Portugal com diploma brasileiro ?

trabalhar em Portugal
É possível sim conseguir validar o diploma brasileiro para trabalhar em Portugal. Para isso é necessário entrar em contato com o órgão de classe da sua profissão!

A validação do diploma em Portugal é importante para quem deseja exercer a sua profissão no país. Por conta da burocracia do processo de validação, muitas pessoas possuem dúvidas em relação ao que precisa ser feito, porém não é preciso se preocupar, pois é possível sim validar o diploma no país português.

A partir do dia 1º de janeiro de 2019, foi implementado o decreto nº 66/2018, definindo algumas regras em relação ao reconhecimento dos estrangeiros acadêmicos em Portugal. Essa lei tem como principal objetivo uniformizar o processo de validação de diplomas, além de aumentar o número de reconhecimentos de diplomas estrangeiros.

Assim, com a nova legislação, os processos de reconhecimento se tornaram automatizados, de acordo com as avaliações científicas realizadas pelas instituições. Todos esses processos têm gerado menos custos para as instituições, além de diminuir o prazo de decisão final, facilitando a vida de todos os estrangeiros que desejam trabalhar em Portugal. A atual prazo legal vigente é de 90 dias, ou melhor, de 3 meses.

Para iniciar o processo de validação, você precisa fazer o reconhecimento profissional diretamente com a instituição que se relaciona com a sua profissão. Veja a seguir algumas instituições que você pode entrar em contato:

  • Ordem dos Engenheiros;
  • Ordem dos Médicos;
  • Ordem dos Advogados;
  • Ordem dos Dentistas;
  • Ordem dos Enfermeiros.

Vale ressaltar que existem profissões que não exigem o reconhecimento de certificado para trabalhar na área, e por isso é necessário que você verifique isso juntamente com o órgão da sua profissão que atua em Portugal.

Precisando de um professor de Português ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Isabella

Graduada em administração de empresas e especialista em marketing de conteúdo. Apaixonada por educação, redação e mundo digital. Atua como redatora e conteudista.