Incorporada no início da década de 1950 e sendo atualizada até meados da década de 1980, a utilização de modelos didáticos educacionais no Brasil já foi objeto de discussão tanto na esfera pública quanto privada.

E isso se dá em razão de haver a necessidade de se pensar uma abordagem que, de fato, venha ajudar o aluno em seu processo de aprendizagem, servindo também como um bom guia do professor na sala de aula.

Especificamente para as aulas de ciências ou biologia, vale destacar que a produção de livros didáticos deve sempre considerar a utilização de ilustrações e imagens junto com todo o conteúdo referente ao nível da classe, tendo em vista que a utilização de tal recurso se faz urgente por conta de a própria disciplina contar com assuntos complexos.

É basicamente aquela máxima de “desenhar para entender”, pois temas como Citologia, Ecologia, Genética e Biotecnologia, por exemplo, necessitam de uma abordagem mais dinâmica, de modo que ela seja lecionada a partir de metodologias que tenham como intuito descomplicar o conteúdo, uma vez que é fundamental assumir sempre estratégias de ensino mais claras e objetivas.

Isso infere a utilização da Arte no processo de produção desse material em questão, em que são feitos desenhos ilustrativos, bem como o desenvolvimento de atividades lúdicas que possam auxiliar o professor a despertar o interesse dos estudantes pela disciplina estudada.

Em todos os níveis, o recurso de visualização como exemplo do que está sendo ensinado acaba facilitando o processo de ensino-aprendizagem, pois a classe pode muito bem interagir com o material proposto, o que acaba facilitando e muito a compreensão dos conteúdos ministrados, sem falar que a aula se torna ainda mais prazerosa.

Mas, a questão aqui não diz respeito apenas às ilustrações presentes nos livros de biologia, mas sim a possibilidade de se trabalhar o lúdico a partir de atividades artísticas nas aulas.

Por isso, vamos abordar neste artigo como é possível fazer com que o lúdico e a arte sejam aplicados em um curso de biologia, facilitando, assim, as estratégias pedagógicas dos ensinos fundamental e médio. Confira!

Os melhores professores de Biologia disponíveis
1a aula grátis!
Erick
5
5 (28 avaliações)
Erick
R$45
/h
1a aula grátis!
Kaique
5
5 (49 avaliações)
Kaique
R$40
/h
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (50 avaliações)
Fernando
R$120
/h
1a aula grátis!
Maria alice
5
5 (96 avaliações)
Maria alice
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (20 avaliações)
Matheus
R$35
/h
1a aula grátis!
Gustavo
5
5 (33 avaliações)
Gustavo
R$80
/h
1a aula grátis!
Jaqueline
5
5 (10 avaliações)
Jaqueline
R$60
/h
1a aula grátis!
Júlia
5
5 (13 avaliações)
Júlia
R$50
/h
1a aula grátis!
Erick
5
5 (28 avaliações)
Erick
R$45
/h
1a aula grátis!
Kaique
5
5 (49 avaliações)
Kaique
R$40
/h
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (50 avaliações)
Fernando
R$120
/h
1a aula grátis!
Maria alice
5
5 (96 avaliações)
Maria alice
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (20 avaliações)
Matheus
R$35
/h
1a aula grátis!
Gustavo
5
5 (33 avaliações)
Gustavo
R$80
/h
1a aula grátis!
Jaqueline
5
5 (10 avaliações)
Jaqueline
R$60
/h
1a aula grátis!
Júlia
5
5 (13 avaliações)
Júlia
R$50
/h
1ª aula gratuita>

A confecção de um atlas do corpo humano nas aulas de biologia

Uma das primeiras estratégias possíveis para as aulas de biologia utilizando a arte é propondo atividades relacionadas o atlas do corpo humano.

Mas, antes de qualquer coisa, vale evidenciar que a utilização de ferramentas que possam auxiliar o processo de aprendizagem nos estudos de biologia está relacionada diretamente aos trabalhos de ilustrações presentes nos materiais didáticos que, produzidos por grandes artistas, podem proporcionar maior envolvimento dos alunos nas salas de aula.

Imagem de uma ilustração de um corpo humano.
Sem dúvida, o Atlas do Corpo Humano pode ser um excelente material de apoio nas aulas de biologia!

Tendo em vista que os desenhos do corpo humano impressos nos livros de biologia são capazes de auxiliar os estudantes na fixação dos nomes e das posições dos órgãos, é interessante então sugerir para a classe a confecção de um atlas de anatomia como uma estratégia de ensino que visa explicar o funcionamento dos órgãos humanos e, assim, facilitar o entendimento do conteúdo.

Basicamente, a produção de um atlas do corpo humano em sala de aula requer a utilização de alguns materiais essenciais, como uma pasta catálogo, folhas A4 e lápis de cor. Além disso, é necessário fornecer aos alunos os desenhos extraídos da internet (que possibilitem que cada qual indique o nome de cada órgão) ou, se for o caso, pedir para que eles mesmos desenhem as estruturas.

A importância das ilustrações de anatomia nas aulas de biologia

Muitos de nós passamos pela vida sem realmente saber muito sobre as complexidades de nossos corpos e os processos pelos quais nossos órgãos funcionam.

É claro que explicar o funcionamento de cada aspecto do corpo humano é algo um tanto quanto complicado. Mas, sem dúvida, quando se utiliza o lúdico e a arte para trazer à tona essas questões científicas tudo fica mais fácil e divertido.

É muito importante expor aos alunos informações sobre a estrutura do corpo humano, incluindo músculos, ossos e órgãos, além de uma forma de criar uma interdisciplinaridade acerca do tema utilizando a própria arte como referência.

Exemplos disso são os estudos das obras de Michelangelo e Rembrandt, por exemplo, que, embora suas obras magníficas não fossem voltadas somente para uma ótica exclusivamente científica, mas um tanto quanto subjetivas da existência do Homem, ainda assim despertaram um interesse pela anatomia humana.

Imagem da icônica David, uma obra-prima da escultura renascentista criada em mármore entre 1501 e 1504 pelo artista italiano Michelangelo.
David, de Michelangelo, está entre as obras primas que despertaram interesse pela anatomia humana!

Outro artista importante que teve um estilo particular quando se tratava de expressar o corpo humano foi o espanhol Pablo Picasso, o qual reorganizou a visão tradicional dos corpos masculino e feminino a partir de uma arte abstrata.

Aspectos como esses podem ser abordados nas aulas de ciência, porém, eles serão mais bem compreendidos a partir de questões relacionadas aos conceitos de estéticas que temos hoje em dia, bem como os sentimentos e as emoções de cada um de nós na sociedade.

Os melhores professores de Biologia disponíveis
1a aula grátis!
Erick
5
5 (28 avaliações)
Erick
R$45
/h
1a aula grátis!
Kaique
5
5 (49 avaliações)
Kaique
R$40
/h
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (50 avaliações)
Fernando
R$120
/h
1a aula grátis!
Maria alice
5
5 (96 avaliações)
Maria alice
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (20 avaliações)
Matheus
R$35
/h
1a aula grátis!
Gustavo
5
5 (33 avaliações)
Gustavo
R$80
/h
1a aula grátis!
Jaqueline
5
5 (10 avaliações)
Jaqueline
R$60
/h
1a aula grátis!
Júlia
5
5 (13 avaliações)
Júlia
R$50
/h
1a aula grátis!
Erick
5
5 (28 avaliações)
Erick
R$45
/h
1a aula grátis!
Kaique
5
5 (49 avaliações)
Kaique
R$40
/h
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (50 avaliações)
Fernando
R$120
/h
1a aula grátis!
Maria alice
5
5 (96 avaliações)
Maria alice
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (20 avaliações)
Matheus
R$35
/h
1a aula grátis!
Gustavo
5
5 (33 avaliações)
Gustavo
R$80
/h
1a aula grátis!
Jaqueline
5
5 (10 avaliações)
Jaqueline
R$60
/h
1a aula grátis!
Júlia
5
5 (13 avaliações)
Júlia
R$50
/h
1ª aula gratuita>

A utilização da Arte nas aulas de embriologia humana

Fazer arte num curso de biologia pode ser de grande valia quando, neste caso, os assuntos a serem abordados com os alunos possuem alguns aspectos complexos.

Exemplo disso são as aulas de embriologia humana que, cá entre nós, precisam ser muito bem-explicadas para que de fato os estudantes entendam o conceito.

O problema é que muitas vezes uma parte da classe fica “boiando” no assunto, afinal, falar de desenvolvimento do embrião é falar de fases bem distintas desse processo, o que pode gerar certa confusão.

Mas, vale ressaltar que alguns profissionais preferem levar para as salas de aula algumas técnicas interessantes para explicar essas fases, como é o caso dos trabalhos de modelagem com biscuit que podem sim facilitar o entendimento da garotada.

É possível, então, abordar todos os estágios do embrião – desde as primeiras e rápidas divisões celulares até chegar ao feto – somente com esse recurso. Além disso, os alunos aprendem sobre a formação dos tecidos e a formação do tubo neural.

Inserir as atividades de arte nas aulas de biologia pode ser interessante quando o professor explica, inicialmente, as peculiaridades da massa de biscuit, como se dá a sua modelagem, o tingimento e a secagem ao ar livre.

Essas explicações devem ser complementadas com outros materiais, como por exemplo, bolas de isopor, as quais podem representar as fases de mórula, blástula, gástrula e nêurula que, basicamente, se referem aos estágios iniciais do embrião.

O bacana é que o resultado disso tudo é a efetiva visualização em 3D acerca de como se dá a formação e o desenvolvimento do ser humano. Vale a pena tentar na sala de aula!

Ilustração de um feto na placenta.
Os estágios de um embrião são também estudados nas aulas de biologia!

O curso de biologia além de uma mera aula expositiva

A explicação fundamentada na didática é crucial para docentes de várias áreas, independe da disciplina. No entanto, quando o assunto é aula de biologia, a exigência também pesa muito, uma vez que estamos falando de uma matéria complexa que vai além de uma mera aula expositiva.

O problema é que muitos profissionais da área ficam condicionados a lecionarem com apoios de quadro e giz por certa comodidade. Ao mesmo tempo, temos que ser justos ao enfatizar que grande parte dos profissionais de biologia que lecionam em escolas (principalmente públicas) estão de mãos atadas por falta de estrutura e materiais essenciais para o desenvolvimento de uma aula de qualidade.

É importante que toda a comunidade escolar entenda que tanto a Biologia quanto a Ciência em si dispõem de temas profundos que despertam a curiosidade dos alunos. Essa curiosidade, no entanto, precisa ser aproveitada e quando o professor começa a reproduzir conceitos repletos de nomes desconhecidos, automaticamente esse aluno perde o interesse e se sente desmotivado por perceber a sua dificuldade em assimilar o conteúdo.

Por isso, é crucial que tanto a professora quanto o professor de biologia estejam dispostos a buscar metodologias diferentes, principalmente quando a escola auxilia dando oportunidade do uso de atividades lúdicas em aulas de Biologia, Ciências e em outras disciplinas.

Aulas lúdicas nos cursos de biologia é também estudo das artes

O estímulo ao prazer e bem-estar nas atividades pedagógicas estão estritamente relacionadas ao conceito do lúdico. Essas dinâmicas, no entanto, podem ser caracterizadas por jogos e brincadeiras que podem contribuir positivamente para a construção do conhecimento no aluno.

Imagem de um quebra-cabeça incompleto de uma ilustração de DNA.
Trabalhar o lúdico e a arte nas aulas de ciência estimula a curiosidade dos alunos!

Se durante um curso de biologia do ensino fundamental, por exemplo, os estudantes são desafiados a buscar respostas para um determinado problema, a forma com que essa atividade é elaborada e apresentada pode sim gerar um estado de motivação, fazendo com que o aluno busque se esforçar para alcançar um objetivo nesse jogo.

O interessante de atividades como essas é que existe aí uma espécie de “provocação” saudável para que aconteça uma interação, ajuda mútua e, principalmente, aprender a respeitar regras.

E quando essas tarefas propostas pela professora ou pelo professor de biologia estão relacionadas ao fazer artístico, os benefícios são ainda maiores, pois a classe é estimulada a exercitar a criatividade e a melhorar a autoestima.

Por fim, vale destacar que durante uma aula de biologia (ou qualquer outra disciplina), ao aplicar atividades lúdicas e muita arte, a rotina escolar passa a ser algo mais leve e com menos pressão.

O reflexo disso pode ser evidenciado nas avaliações, em que ao invés de tomados pela pressão em tirar notas e ter que estudar obrigatoriamente um conteúdo complexo, os alunos que tiveram essas aulas divertidas naturalmente vão conseguir assimilar grande parte das informações e, consequentemente, não vão carregar o peso de tirar uma boa nota. Ou seja, tudo acontecerá naturalmente, uma vez que aprenderam de forma prazerosa.

Precisando de um professor de Biologia ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Erico

Sou roteirista, redator e CEO da Eckoa Digital, além de músico nas horas vagas.