Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares Artes e Lazer Esporte
Compartilhar

Evolução do ofício de professor particular

De Carolina, publicado em 14/05/2018 Blog > Aulas particulares > Ter aulas particulares > Como o mercado de aulas particulares evolui?

O que representa o mercado de ensino particular no Brasil?

Quais são os preços médios?

Quantos alunos utilizam esse tipo de serviço?

Quantos professores particulares existem no Brasil?

Para entender melhor o universo das aulas particulares, selecionamos para você cinco números significativos.

O mercado de aulas particulares no Brasil

Vamos considerar principalmente as aulas particulares e os reforços escolares. Infelizmente, não há dados gerais sobre esses ofícios no sentido amplo do termo.

Hoje, o mercado de aulas particulares evoluindo muito. Isso é bastante considerável e faz do Brasil um grande consumidor de aulas particulares. O crescimento desse mercado é estimado em 1-2% ao ano, o que corresponde ao crescimento populacional.

As aulas particulares são somente para privilegiados? A sabedoria está realmente ao alcance de todos?

A economia do compartilhamento de conhecimento no Brasil só cresce!

Uma das razões para o sucesso dos cursos no Brasil.

As agências de apoio escolar beneficiam-se muito deste importante mercado. Empresas privadas como Kumon vêm apresentando taxas de crescimento de dois dígitos por muitos anos.

Mais e mais alunos ou pais decidem usar plataformas de rede como o Superprof. Essas plataformas de internet têm preços muito mais competitivos e oferecem muito mais flexibilidade, tanto para os estudantes (que podem escolher o seu professor) como para os professores.

Descubra também nosso panorama mundial de aulas particulares!

Quantos alunos fazem aulas particulares?

Aqui, novamente, falamos de aulas particulares.

De acordo com uma pesquisa, um em cada três alunos do ensino médio e um em cada cinco alunos do ensino fundamental fazem aulas particulares em casa.

A maioria dos alunos é motivada a fazer aulas particulares por causa das lacunas do ensino nas principais escolas do país.

Muitos têm dificuldade de acompanhar o ano letivo por causa da má qualidade do ensino ministrado em escolas públicas e particulares.

Por isso, muitos pais gastam mais dinheiro com aulas extraclasses que com mensalidade de escolas tradicionais.

As aulas particulares (saiba qual é o seu destino) normalmente têm a vantagem de dar o conteúdo de uma determinada matéria de forma individualizada para cada aluno.

Assim, os professores vão direto ao ponto e sanam as dúvidas de seus alunos. Infelizmente, isso não acontece muito nas salas de aulas, saturadas de alunos e professores cada vez menos valorizados no mercado de trabalho.

Um professor ganha muito menos que um engenheiro ou um médico com o mesma quantidade de anos de estudos superiores. O valor de seus salários é muito injusto pelo trabalho que exercem.

Por isso, dar aula nas escolas tradicionais muitas vezes é um grande desafio para os professores. Muitos são superexplorados porque, além de dar aulas, devem preparar as aulas e corrigir as provas. Normalmente, eles não têm tempo suficiente para exercer as três tarefas e acabam fazendo algumas delas fora de seus horários de trabalho.

Então, realmente o sistema educacional tradicional sofre muito com a desvalorização do papel do professor na sociedade.

De certa forma, as aulas particulares têm esse papel de troca de conhecimento e de cobrir as lacunas do ensino tradicional.

Porém, isso nem sempre é vantajoso a longo prazo e a maioria dos pais não pode contratar o serviço de um professor particular para seus filhos no Brasil.

Qual é o preço médio de um determinado curso?

Decidimos realizar a pesquisa e compilar estatísticas de professores registrados no Superprof. A base estatística usada para esse estudo diz respeito a mais de 400.000 alunos e professores. Pudemos notar, sem qualquer surpresa real, que o preço das aulas particulares dependia dos assuntos ensinados. Os cursos de línguas são aqueles que são, em média, os mais baratos. Por outro lado, as aulas de esportes são as mais caras (em média R$120 por hora).

O Brasil é um país onde há muitos professores Como é o mercado de reforço escolar?

Quanto você pode ganhar dando uma hora de aulas particulares?

O preço de um determinado curso também depende do nível ensinado. Um professor que ensina matemática para estudantes do ensino fundamental cobrará em média menos que um professor que ensine para preparação para o vestibular e Enem. O nível de remuneração depende do grau de formação e experiência do professor.

Por outro lado, as professoras cobram em média menos que os seus colegas do sexo masculino. No setor privado de ensino, as desigualdades de gênero ainda estão presentes. Em média, uma mulher cobra menos de R$4 por hora de aula particular.

Em média, mesmo que em si mesmo não faça sentido, um curso particular custa R$70. O preço médio de um determinado curso varia consideravelmente de uma região para outra ou de uma cidade para outra. Para saber mais sobre o assunto e conhecer todos os resultados da nossa investigação, convidamos você a consultar o nosso site e fazer as comparações.

Em todos os casos, organizações especializadas em aulas particulares, como o Kumon são as mais caras. Por exemplo, um curso de matemática para uma prova final de uma hora custa em média R$70 no Superprof.

O preço de um determinado curso, portanto, também depende desse critério. Atenção: o fato de “A” cobrar mais que Superprof não significa que é menos interessante ter aulas particulares em Superprof.

Pelo contrário. O diferencial de preço é, na verdade, o que é descontado pela organização. O professor normalmente recebe somente a metade do que o aluno paga em uma instituição de aulas particulares.

Quantos professores de aulas particulares?

É difícil responder a essa pergunta, se não impossível. Muitos professores particulares praticam a profissão sem serem declarados (80% de acordo com pesquisas), o que complica ainda mais as coisas.

As razões são muitas: as aulas particulares são uma história de intercâmbio, é claro, e é sempre positivo no currículo, mas elas representam, acima de tudo, um complemento de renda!

Em todas as disciplinas, o número de professores particulares representa dezenas de milhares de pessoas no Brasil. A maioria dos professores particulares são estudantes que procuram pagar as contas, mas também há professores em tempo integral que fizeram essa a sua atividade principal.

Alguns professores particulares às vezes são professores certificados e apresentam diplomas específicos.

Uma coisa é certa, o número de professores particulares tem aumentado rapidamente desde os anos 70 (veja nosso artigo sobre a história das aulas particulares).

O fato de o mercado de ensino particular ser muito flexível e relativamente desregulado é uma das razões pelas quais é tão difícil estimar o número de professores de aulas particulares.

Seja professor particular O mercado de aulas particulares cresce cada vez mais

Qualquer pessoa pode dar aulas em casa a partir dos 14 anos, sem necessariamente ter diplomas. De fato, há sempre o risco de cair em alguém que supervaloriza suas próprias habilidades e conhecimentos.

Mas esse risco deve ser qualificado: as plataformas de correspondência têm um funcionamento que pode identificar rapidamente os professores “ruins” ou “péssimos”.

No Superprof por exemplo:

  • Cada professor é convidado a preencher uma descrição detalhada de seu perfil, o que leva a um certo nível de comprometimento com a plataforma e com os usuários e possíveis alunos.
  • Os alunos são convidados a avaliar seus professores diretamente no site. É uma maneira infalível de identificar rapidamente perfis suspeitos e deturpações.
  • As plataformas de aulas particulares permitem que os professores ganhem dinheiro.

Muitos alunos fazem aulas particulares no Brasil?

O número de alunos do ensino médio que fazem aulas particulares ou praticam atividades extracurriculares só cresce.

Quando as pessoas realizam as aulas mais particulares? Quais são os dias privilegiados para aulas particulares? Várias observações podem ser feitas sobre esse assunto. Em primeiro lugar, observamos que os pedidos de aulas particulares têm aumentado constantemente desde 2013.

Os estudantes do ensino médio usam aulas particulares ou atividades extracurriculares para revisar as matérias que podem cair no vestibular ou Enem.

Conclusão: há muita procura pelas aulas particulares. É claro que isso deve ser qualificado: nem todos os estudantes de aulas particulares são estudantes do ensino fundamental. Os adultos também procuram aulas particulares para praticar ioga ou coaching. Não há muitas regras quando o assunto é aulas particulares. Há também as aulas via webcam, pelo skype!

Há um grande aumento de pedidos de aulas particulares entre outubro e novembro

Os pedidos de aulas particulares acontecem durante todo o ano. Ao contrário do sistema escolar e universitário, você pode se inscrever para aulas particulares em qualquer época do ano. Essa flexibilidade é uma das vantagens das aulas particulares. Mas ainda podemos ver que os pedidos de aulas particulares chegam ao pico no mês de novembro.

O mês de novembro é o mês em que o número de solicitações é o maior. No Superprof, o tráfego e as solicitações de aulas particulares aumentaram em novembro (em relação ao mês de outubro).

As aulas particulares ajudam no desempenho dos alunos Os pais adoram ver uma folha cheia de acertos como esta

Todos já devem imaginar o porquê… Novembro é quase o último mês do ano letivo (visto que as aulas acabam quase todas bem antes do período natalino).

Há também um pico, mas de menor amplitude, em junho (+ 20% em relação a maio). O mês corresponde ao final do primeiro semestre do ano letivo. Muitas escolas possibilitam as recuperações parciais nesse período.

Como pode ser visto, nem todas as estatísticas sobre as aulas particulares estão disponíveis. É muito difícil saber precisamente quantas pessoas fazem aulas particulares no Brasil.

Reunimos a maioria dos números disponíveis, o que já dá uma boa visão geral do estado do mercado de aulas particulares no Brasil para lhe dar uma visão geral das aulas particulares de amanhã

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar