O principal motivo da vinda dos alemães para o Brasil foi a busca por melhores condições de vida, já que o mercado brasileiro estava começando a crescer com o fim do regime escravista. Além disso, na região sul, havia poucos povos, o que obrigava o governo a buscar alternativas para promover o povoamento local.

Os dois motivos acima foram os principais da vinda dos imigrantes para o território brasileiro. Mas, se você deseja saber essa história com mais profundidade, aproveite para ler o nosso artigo e compreender mais sobre esse assunto!

Os melhores professores de Alemão disponíveis
Arne
5
5 (34 avaliações)
Arne
R$160
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lehrer giacomo
5
5 (30 avaliações)
Lehrer giacomo
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Monica
5
5 (26 avaliações)
Monica
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Nikolas
5
5 (25 avaliações)
Nikolas
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Elisabeth
5
5 (44 avaliações)
Elisabeth
R$130
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Leonardo
5
5 (35 avaliações)
Leonardo
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fábio
5
5 (19 avaliações)
Fábio
R$85
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Naiara
5
5 (17 avaliações)
Naiara
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Arne
5
5 (34 avaliações)
Arne
R$160
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lehrer giacomo
5
5 (30 avaliações)
Lehrer giacomo
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Monica
5
5 (26 avaliações)
Monica
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Nikolas
5
5 (25 avaliações)
Nikolas
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Elisabeth
5
5 (44 avaliações)
Elisabeth
R$130
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Leonardo
5
5 (35 avaliações)
Leonardo
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fábio
5
5 (19 avaliações)
Fábio
R$85
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Naiara
5
5 (17 avaliações)
Naiara
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Quando os alemães vieram para o Brasil?

Descendente de alemão sorrindo!
Fazer aula de alemão ajuda a compreender a história da Alemanha no Brasil. Por isso, recomenda-se fazer curso alemão!

Durante a monarquia de D. Pedro I, começaram a chegar alguns imigrantes advindos da Alemanha. Já em 1924, eles fundaram uma colônia alemã no Brasil, denominada de São Leopoldo, no estado do Rio Grande do Sul.

Vale ressaltar que, em um curto espaço de tempo, vários imigrantes alemães chegaram ao Brasil. Esse período é, mais especificamente, de 1924 a 1969. Mas, o pico da chegada dos povos advindos da Alemanha foi entre 1920 e 1929, conforme dados do IBGE.

Pode-se afirmar que a chegada dos imigrantes alemães no Brasil deu-se principalmente entre o século XIX e XX. Nesse mesmo período, houve outras correntes de imigração no Brasil, e não somente da Alemanha, como da Itália.

A corrente de imigração dos alemães ocorreu nesse período por variados motivos. Primeiro que o continente europeu passou por várias mudanças nessa época, seja em termos de política, economia e sociedade.

Além disso, a região sul do Brasil necessitava de força de trabalho para ajuda na produção das plantações de café e de pessoas para ocupar territórios, visto a imensidão do país e a falta de povo no Brasil Meridional. Precisava-se de pessoas residindo, principalmente, nas margens da bacia platina.

Dessa forma, uma "coisa levou a outra": os alemães estavam saindo do seu país de origem em busca de melhores condições de vida, e o Brasil precisava de força de trabalho. Com isso, vários povos europeus, e não somente os alemães, começaram a se instalar em outros estados do sul do Brasil.

Até hoje podemos perceber o poder que a imigração teve (e ainda tem) nessa região. Isso porque a cultura européia é muito forte nos estados do sul. Isso pode ser perceptível na gastronomia, na arte, na arquitetura e até mesmo na língua.

A cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, por exemplo, tem bastante estilo europeu, seja no modelo das casas, na comida e no idioma falado. Essa cidade, assim como Canela, recebeu muitos imigrantes alemães e italianos.

Como foi a chegada dos imigrantes alemães para o Brasil?

Terras brasileiras
Os cursos de alemão podem ajudar quem deseja aprender a língua. Se não tiver tempo na rotina corrida, aproveite para fazer curso de alemão online!

Quando os alemães chegaram no Brasil, logo eles foram direcionados para diferentes lugares, mas principalmente onde havia plantações e se precisava de força de trabalho. Alguns foram pro Rio Grande do Sul, outros para Santa Catarina... Alguns imigrantes foram morar até mesmo em São Paulo.

Vale ressaltar que os imigrantes alemães não atuaram somente em lavouras. Com o advento do êxodo rural, que fora citado anteriormente, muitos trabalharam em comércios, manufaturas e até mesmo se tornaram profissionais liberais - da mesma forma que atuavam na Alemanha, por exemplo.

Portanto, além de trabalharem no meio rural com as lavouras, muitos alemães também decidiram residir nos grandes centros urbanos brasileiros. Em resumo, havia imigrantes europeus em todos os lugares. Por isso, é tão comum perceber a influência alemã nos territórios citados anteriormente.

Após a chegada dos alemães, muitos deles começaram a adquirir os seus primeiros lotes para trazer os seus familiares para o Brasil. Dessa forma, eles adquiriram terrenos e se tornaram ainda mais "fortes" na região sul do Brasil. Nesse período, ocorreu uma enorme expansão de imigração alemã no território brasileiro.

Com essa expansão, foram criadas as primeiras colônias de imigrantes alemães no Brasil. O índice de pessoas vindas da Alemanha e a alta taxa de natalidade, geraram uma grande onda de povos germânicos entre o século XIX e XX no território brasileiro. Diante disso, se via cada vez mais alemães, e descendentes deles, morando aqui.

Para que esses imigrantes mantivessem os seus hábitos alemães, nesse mesmo período ocorreu a construção de igrejas católicas e luteranas, além de escolas que seguiam a educação alemã - ou seja, que tinham o mesmo molde educacional. O resultado disso foi que, muitos estudantes tinham mais conhecimento do idioma alemão do que da língua portuguesa.

Nessa mesma época, também era bastante comum que houvesse circulação de jornais na língua germânica, assim como publicação de livros. Todos esses materiais eram direcionados para a população imigrante que vivia nas colônias alemãs.

Por fim, é importante ressaltar que os alemães impulsionaram o mercado industrial do Brasil e a indústria da agropecuária. Isso porque eles atuaram com a sua força de trabalho e a sua propriedade intelectual a fim de promover o desenvolvimento desses dois segmentos.

Além dessa contribuição econômica, os imigrantes alemães também ajudaram no desenvolvimento sócio-cultural do Brasil, trazendo suas crenças, seus hábitos e costumes da Alemanha. Portanto, podemos dizer que eles contribuíram bastante com a história do nosso país.

Por qual motivo a colonização foi no sul do Brasil?

Alemães sorrindo
Fazer cursos de alemão é uma ótima forma de ir aprendendo a falar alemão. A aula de alemão para iniciantes e a aula de alemão online também são uma boa opção!

Em primeiro lugar, os imigrantes alemães decidiram residir no sul do Brasil porque havia pouco povoamento nessa região. Na verdade, o governo brasileiro tinha o objetivo de elevar o índice de ocupação nessa parte do território.

Além disso, na região sul, havia muitas oportunidades de trabalho. Os produtores agrícolas e donos de indústrias, por exemplo, buscavam pessoas que pudessem realizar trabalho braçal. Em uma situação não muito positiva - e de constante transformação - na Alemanha, muitos alemães decidiram imigrar para o Brasil.

Em resumo, muitos imigrantes decidiram morar na região sul porque havia oportunidades de emprego , visto que o mercado estava em ascenção, e havia pouco tempo que o regime escravista tinha sido abolido no Brasil. Já o governo brasileiro tinha a meta de povoar essa região do território.

Dessa forma, a vinda dos imigrantes alemães foi positiva para ambos: tanto para a população, quanto para o governo brasileiro e os grandes comerciantes da região.

Como vivem atualmente os imigrantes alemães no Brasil?

Imigrantes alemães no Brasil
Para aprender a língua, tenha aula alemão fazendo curso alemão!

A maioria dos imigrantes alemães residem na região Sul do Brasil, mais especificamente nas seguintes cidades: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Quando chegaram em terras brasileiras, eles não "deixaram de lado" traços da cultura da Alemanha. Pelo contrário, trouxeram os seus hábitos e costumes e "mesclaram" com o brasileiro.

Logo que chegaram ao Brasil, os imigrantes alemães não tinham posses, e por isso desempenharam diferentes trabalhos como artesãos, comerciantes, professores, entre outros. Com o desenvolvimento da região, ocorreu o êxodo rural. Dessa forma, diversos imigrantes passaram a viver nas capitais dos estados do sul do Brasil.

Com a dispersão dos imigrantes alemães, muitos deles tomaram posses de alguns territórios e outros influenciaram determinadas regiões. Isso é comprovado, por exemplo, nas inúmeras igrejas luteranas existentes na região sul do Brasil.

Porém, é importante ressaltar que a influência dos germânicos não é relacionada somente com a religião, visto que eles agiram em várias outras áreas, como a gastronômica e a artística. Portanto, a imigração alemã também contribuiu para o desenvolvimento da cultura brasileira, principalmente no sul.

A herança germânica é muito perceptível, pois os alemães que, atualmente, residem no Brasil não deixam a sua cultura "de lado". A forma de relembrar os costumes alemães é percebida em diversos eventos realizados pelos imigrantes, como o Oktoberfest, que ocorre em Blumenau, todos os anos.

Algumas cidades brasileiras apresentam um grande reflexo da cultura alemã, como no Vale do Itajaí (SC)  e no Vale dos Sinos (RS). Em termos de arquitetura, podemos observar as casas de estilo enxaimel, típico das cidades da Alemanha.

Já em relação à educação, sabe-se que os alemães contribuíram bastante. Vale o destaque para a Universidade Federal do Vale dos Sinos, que foi construída por jesuítas advindos da Alemanha. Além disso, algumas cidades que se destacam pelo alto índice de alfabetizados contaram com escolas de molde alemão.

Sobre a religião, algumas cidades sofreram forte influência das igrejas luteranas que foram construídas por imigrantes alemães. Além disso, foram construídos clubes para os imigrantes, hospitais e até mesmo cooperativas. Por fim, em termos de gastronomia, podemos citar pratos como salsicha e porco assado.

Para se ter uma ideia da quantidade de alemães que residem no Brasil, só no Rio Grande do Sul, há em torno de 2,5 milhões de imigrantes e descendentes. Porém, somente 500 mil sabem falar ou entender a língua germânica. Isso comprova o processo de "abrasileiramento" que houve com esses povos.

Se gostou da história da vinda dos imigrantes para o Brasil, que tal aprender a falar alemão com cursos de alemão? Aproveite para ter aulas de alemão com os professores do Superprof!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Isabella

Graduada em administração de empresas e especialista em marketing de conteúdo. Apaixonada por educação, redação e mundo digital. Atua como redatora e conteudista.