Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como viver uma verdadeira imersão na cultura inglesa?

De Marcia, publicado dia 04/04/2019 Blog > Idiomas > Inglês > Viajando para intercâmbio com hospedagem em casa de família

Se tomar cursos de inglês é uma boa maneira de se familiarizar com a língua de Shakespeare, ficar hospedado com uma família anfitriã é uma forma de mergulhar ainda mais fundo no idioma e na cultura.

Há algum tempo, fazer um intercâmbio era sinônimo de ir para os Estados Unidos. Hoje em dia, as opções de países e modelos de estadia se ampliaram. Há muitos estudantes que escolhem ficar em casas de família, para ter um contato mais próximo com o dia a dia de um nativo.

E não importa a distância: nós ainda queremos ir para o Reino Unido ou outros países de língua inglesa para se tornar bilíngue português – inglês.

Se você pensa em fazer um intercâmbio, aqui estão as nossas dicas para viver com uma família anfitriã, uma imersão linguística considerada como o melhor método de aprender inglês rapidamente.

Por que você quer estudar inglês no exterior?

Por que ir para o exterior, independentemente da idade do aluno, quando podemos ter aulas particulares em casa com nossos professores do Superprof ou fazer cursos em um dos tantos institutos de idiomas que encontramos por aqui?

Fazer uma viagem ao exterior, antes de mais nada, permite que você aprenda uma língua estrangeira, sendo imerso 24 horas por dia no idioma e na cultura do país em questão.

Família a estudos Conviver com uma família nativa permite ao aluno uma verdadeira imersão linguística e cultural.

Aprender a falar inglês em uma família anfitriã é o mesmo que ter aulas intensivas com um professor nativo (família) ao mesmo tempo que se diverte e pratica as atividades do dia a dia.

Confira aqui aulas de ingles!

O aluno poderá compartilhar as refeições com sua família anfitriã, participar das tarefas da casa e ter atividades em comum. O progresso nos aspectos comunicativos da língua certamente são consideráveis.

Assim, você aprenderá sem ter a impressão de passar o tempo todo a revisar páginas inteiras para aprender gramática, verbos irregulares e vocabulário.

Acredite: sua viagem será muito mais eficaz do que assistir filmes na versão original (não que isso não ajude).

Ficar no exterior pode ser até mais econômico do que um programa de ensino em uma escola de idiomas, já que o aluno paga “apenas” o aluguel do seu quarto. Os cursos em uma escola de idiomas em Londres, Melbourne ou Nova York pode ter um preço similar ao que pagamos aqui no Brasil.

Mesmo começando em um nível iniciante, falar inglês todos os dias é, de fato, a melhor maneira de aprender, adquirindo um nível atualizado da linguagem, e o sotaque usado na região em questão.

Além disso, evitamos ceder à facilidade de falar a língua materna: você já ouviu falar que brasileiro vai ao exterior para fazer amizade com brasileiro? Pois bem, embora seja uma delícia encontrar alguém que fale a nossa língua materna e compartilhe da mesma cultura que nós, no que diz respeito ao aprendizado do inglês, isso pode ser considerado uma pedra de tropeço que costuma se espalhar entre os viajantes.

Além disso, é interessante também que você possa aprender a compreender diferentes sotaques, dependendo do país para onde for: inglês americano, inglês escocês, inglês irlandês, inglês australiano, etc.

Quando pensamos no inglês convencional, aprendido no ensino fundamental e médio nas escolas brasileiras, podemos concluir que aprende-se o inglês literário, um aprendizado menos articulado na expressão oral do que na compreensão escrita.

Além de praticar o inglês com seus anfitriões, você sentirá que está a progredir todos os dias com a entonação, o sotaque tônico, a pronúncia, as expressões idiomáticas, até acostumar-se a pensar em inglês.

Outros benefícios de ficar em uma família anfitriã incluem:

  • Fazer cursos intensivos: aulas de idiomas por pelo menos 4 horas por dia e durante toda a semana;
  • Estar em total imersão lingüística;
  • Fazer novos amigos e se sentir em férias;
  • Beneficiar-se da formação na medida certa para você: escolhemos de acordo com as fórmulas do tipo curso + alojamento ou curso + alojamento + meia pensão ou curso + alojamento + motorista;
  • Trabalhar no local: podemos optar por procurar trabalho para financiar a estadia e memorizar outros campos lexicais mais técnicos (progredir rapidamente no inglês de negócios, por exemplo);
  • Aperfeiçoar-se e preparar-se para um teste de inglês do TOEIC, TOEFL ou IELTS;
  • Ter vantagem competitiva em seu currículo: o inglês fluente é um poderoso sinal de empregabilidade para os empregadores.

Também é possível, todos os dias, fazer perguntas para descobrir a história da cultura social e da família que o hospeda, e dessa forma compreender melhor a história dos países de língua inglesa, e, consequentemente, as suas tradições (aniversários, refeições, excursões, vida cotidiana e aspectos culturais).

Além disso, fazer perguntas para satisfazer sua curiosidade certamente ajudará a progredir rapidamente no inglês!

Faça aulas de ingles com um de nossos “super profes”!

Mas como conseguir ficar em uma família anfitriã?

Pode ser que você esteja se perguntando com quem deve entrar em contato para conseguir ficar em uma família anfitriã enquanto estuda inglês no exterior.

Há uma infinidade de agências de intercâmbio e escolas de idiomas que organizam viagens linguísticas: passar por uma dessas instituições torna mais fácil para você entrar em contato com uma família anfitriã.

Aqui estão algumas delas.

Lingoo

O Lingoo é uma plataforma para conectar famílias estrangeiras que desejam receber estudantes estrangeiros e estudantes que desejam fazer uma troca de idioma.

Não vamos dizer que é fácil aprender inglês – nada é fácil quando você vai estudar no exterior, mas a vantagem é que você cria sua própria jornada, dependendo de seus objetivos, sua situação e sua idade.

Milhares de famílias anfitriãs estão registradas neste site para. Elas oferecem aos seus visitantes alojamento e refeições, além de compartilhar suas atividades da vida diária.

Não haverá mais necessidade de fazer exercícios intermináveis de inglês (exercícios de gramática e exercícios de vocabulário para assimilar cada palavra).

O Lingoo possibilita a escolha entre os perfis das famílias anfitriãs, a assinatura e a reserva de uma viagem ao exterior. Não há necessidade de esperar por uma aprovação que demoraria anos a chegar!

Homestay

O que é melhor do que praticar inglês na Irlanda ? Por que não ficar hospedado com uma família local enquanto visita a costa selvagem da Irlanda?

Viajar para a Irlanda Vivenciar a cultura da terra dos pubs é o sonho de muitos estudantes.

Nessa plataforma, você só precisa solicitar um primeiro contato para ter uma estimativa e um acesso às tarifas das estadias.

A partir dela, você pode encontrar uma oportunidade para ir perto de Galway, no oeste da Irlanda, para conhecer melhor o país, enquanto desfruta da oportunidade de melhorar o seu inglês através de aulas informais, uma boa maneira de caminhar rumo à tão sonhada fluência.

É possível viver um dia comum em uma família anfitriã?

Se você é uma criança, adolescente, estudante ou adulto, uma viagem de língua significa sair de seus portos de origem para explorar outros hábitos. Em suma, estamos falando em sair de sua zona de conforto e descobrir outro universo social que talvez você nem imagine que existe.

Tal medida pode ser considerada, portanto, criadora de vínculos e vetor de socialização. Mas teremos que aprender a viver em uma família cujos hábitos e padrões são diferentes dos nossos.

Aprendizado no dia a dia Os livros ensinam, mas nada melhor que a convivência para aprender uma cultura.

Por outro lado, se as famílias anfitriãs devem considerar seu convidado como um membro dela própria durante a estadia, é óbvio que elas não mudarão sua programação ou seu estilo de vida.

Você se tornaria um muçulmano ou um vegetariano, alegando que um estudante que não come carne passaria 15 dias em sua casa aqui no Brasil?

Apostamos que não!!!

Pois bem: quando você vai ao exterior é a mesma coisa. Caberá a você adaptar-se ao cotidiano de sua família anfitriã e não o contrário, afinal um dos objetivos da sua viagem também é descobrir outra cultura, hábitos e modo de vida.

Numa família anfitriã, a aprendizagem de línguas é facilitada, uma vez que o estudante se encoraja a conversar todos os dias em inglês: para assimilar as regras da gramática e enriquecer o seu vocabulário, isto é o melhor!

Não espere ter refeições saudáveis ​​ao meio-dia e jantares a luz de velas às 22 horas: em uma sociedade anglo-saxônica, é comum jantar às 18 horas e ver, na hora do almoço, a família comer um sanduíche, sem que seja necessário se reunir para isso.

Da mesma forma, o café da manhã inglês difere do nosso: na maioria das vezes, será muito mais sólido e completo do que no Brasil, já que o almoço é mais leve.

E sim, uma jornada linguística pode ser considerada muito mais ampla do que o aprendizado de idiomas, afinal ela também está relacionada aos costumes do país em questão.

Finalmente, aqui estão algumas dicas para viver bem em uma família anfitriã estrangeira, uma experiência muito maior que aprender inglês online:

  • Tenha a mente aberta;
  • Comunique-se com seus anfitriões;
  • Dê um presente na chegada;
  • Tente adaptar-se ao máximo ao ritmo da família (refeições, hora de dormir, acordar, etc.);
  • Aceite diferenças culturais ou socioeconômicas;
  • Participe nas tarefas domésticas (sempre que possível, ofereça ajuda nos trabalhos domésticos ou na cozinha, etc.);
  • Ouça com atenção as conversas (ideal para aprender inglês rapidamente).

Amizade em todos os lugares Além de todo o ganho cultural, ficar em homestay é uma forma de fazer amigos pelo mundo.

De volta ao Brasil, aqui está uma coisa na qual muitas vezes falhamos: manter o contato com sua família anfitriã! Ao se tornar amigo daqueles que hospedaram você, talvez um dia você possa voltar sem passar por uma agência de viagens novamente! E por que não convidar esses novos amigos para virem visitá-lo no Brasil também?

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar