Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Seja peça fundamental para o aprendizado da criança

De Marcia, publicado dia 24/01/2018 Blog > Aulas particulares > Reforço escolar > Esteja presente nos estudos do seu filho, inclusive nas aulas de apoio

Pais sempre anseiam pelas melhores oportunidades profissionais no futuro de seus filhos.

Entretanto, muitas vezes, se sentem impotentes diante do desempenho escolar dos pequenos. Afinal, o que fazer quando a criança não corresponde às expectativas dos pais, da escola, dos professores? E se ela estiver desmotivada, sem vontade de ir à escola? Existe alguma solução para notas baixas?

A resposta para essas questões reside em apenas duas palavras: reforço escolar.

Aliás, essa é a melhor maneira pela qual você pode agir para ajudar seu filho a reverter essa situação.

Ajuda dos pais Uma criança incentivada aos estudos pelos pais tende a obter melhor desempenho.

As aulas de reforço, sejam elas ministradas por professores particulares, associações relacionadas ao tema ou grupos de estudo tendem a identificar quais são as principais dificuldades do aluno e até mesmo sua causa. Dessa forma, trabalham para resgatar o ânimo pelos estudos que ficou perdido em algum lugar.

Mas como escolher a modalidade e o professor correto para o seu filho? Existem alguns questionamentos que você precisa levar em conta.

  • O seu filho precisa melhorar as notas em determinada matéria, preparar-se para uma prova especial ou vestibular ou apenas quer aprimorar seus conhecimentos?
  • Você conhece o professor? Tem referências sobre suas habilidades?
  • Você está disposto a ajudar seu filho a manter uma disciplina com as aulas de apoio em casa?
  • Como verificar os resultados das atividades de reforço escolar?
  • Será que o desempenho do aluno depende somente do professor ou há algo que você possa fazer?

Se você se sente aflito com essas questões, continue lendo abaixo. O objetivo desse post é tirar essa e outras dúvidas comuns aos pais que procuram por aulas de apoio para seus filhos.

Como garantir a qualidade de um curso de apoio?

Muitos pais pensam que seus filhos simplesmente não precisam de reforço escolar. Acreditam que as dificuldades serão automaticamente superadas com o tempo e que a escola já oferece o suficiente para eles, não há motivos para oferecer mais.

Entretanto, essa atitude pode ser indiretamente a causa de tantas pessoas que chegam à vida adulta sem saber interpretar textos ou fazer cálculos simples.

Esse pensamento também pode ser uma forma de mascarar o receio de entregar seu filho a um estranho, o professor particular. Entretanto, existem algumas atitudes que você pode tomar para fazer uma boa escolha.

Escolha o professor certo

Há alguns anos, a oferta de aulas particulares era bem menor do que é hoje em dia. Além disso, não havia meios de comunicação que pudessem levar alunos que procuram por determinadas aulas até os professores que as ministram.

Os classificados de jornais muitas vezes eram escassos e não havia maneiras de filtrar os resultados por localização. Atualmente, temos a internet!

As redes sociais, as plataformas, como o Superprof e algumas páginas especializadas no tema permitem ao aluno entrar em contato com uma vasta gama de profissionais. Alguns oferecem uma aula experimental, a partir da qual um conhecimento mútuo começa a acontecer.

A partir daí, as expectativas podem ser alinhadas e será possível que ambas as partes se ajustem para que o trabalho traga grandes resultados.

Esteja ciente das aulas

Você precisa saber o que o professor acha do desempenho do seu filho e o que o aluno acha do trabalho do professor. Além disso, você mesmo pode fazer pequenos testes e observar como andam as notas escolares.

Marcar com o professor reuniões mensais ou ao final de cada etapa permite que você acompanhe o que está acontecendo nas aulas.

Fale com o mestre Pais e professores devem manter um bom relacionamento e conversas periódicas.

Já a conversa com seu filho permite esclarecer os seguintes pontos:

  • Ele está motivado para os estudos?
  • Ele está satisfeito com suas notas ou tem se sentido frequentemente frustrado por não conseguir um bom resultado em determinadas matérias?
  • Ele se sente confiante ou tem medo de falhar?

Como otimizar as aulas de apoio?

Assim como na escola ou em qualquer outro curso, seu filho precisa estar motivado para acompanhar as aulas de reforço escolar. E você precisa ser o primeiro a acreditar que esses cursos trarão retorno.

O primeiro passo é ser exemplo para o seu filho. Como ele se manterá organizado se você mesmo tem dificuldades para cumprir horários, não consegue manter suas coisas arrumadas e vive se esquecendo de compromissos agendados?

Portanto, organize sua própria rotina e depois, ajude a criança a organizar a dela. Ela precisa estar ciente de que deve cumprir os horários de todos os seus compromissos. Não é porque as aulas de reforço acontecem fora da escola que ela pode chegar quando bem entender ou receber o professor usando pantufas.

Além disso, é importantíssimo respeitar o trabalho do professor particular. Pais e professores devem estar em sintonia para que possam trabalhar juntos no aprendizado da criança. Soa óbvio? Entenda que nem sempre essa questão é tão óbvia quanto parece.

Algumas atitudes são fundamentais, mas podem acabar sendo negligenciadas. São elas:

  • Esteja pronto para receber o professor pontualmente no horário da aula;
  • Respeite os horários combinados, independentemente se é você que vai até o professor ou ele que vai até você;
  • Encaixe as aulas em horários livres da rotina escolar do seu filho. É importante que o horário também seja bom para o professor. Dessa forma, o trabalho flui melhor;
  • Conheça a formação e a metodologia do professor;
  • Seja exigente com o seu filho. Ele precisa fazer o melhor que pode também nas aulas particulares. Mas encontre o equilíbrio para não intimidá-lo.

O local onde as aulas ocorrem também faz toda a diferença: ele precisa ser silencioso. Manter a mesa arrumada e deixar à mão todo o material necessário também faz parte do ritual de preparação. Comece a adotar essas práticas e você verá como a concentração do aluno e os resultados também mudarão para melhor.

Como apoiar meu filho nas aulas de reforço?

Cada criança tem um perfil e pode ser que o método que transformou seu colega de classe em um excelente aluno não funcione para ele.

Durante a vida escolar, a criança sempre dá algumas evidências de quais métodos funcionam para ela. Basta que os pais estejam sempre atentos para conhecê-las nesse sentido.

  • Ele está em época de provas? Está no Ensino Médio e quer preparar-se para o ENEM ou vestibulares?
  • Você está disposto a estabelecer uma rotina para que ele se dedique às aulas de apoio e também às atividades extra e lições de casa?
  • Você costuma elogiar seu filho pelos acertos, seja na escola ou nas aulas de apoio?Nunca se esqueça de que os pais são os primeiros responsáveis pelo trabalho motivacional com a criança. É evidente que sempre há pontos que precisam ser corrigidos. Entretanto, um criança que recebe somente críticas, tende a desenvolver altos níveis de insegurança, que vão prejudicar o aprendizado e trarão consequências na vida adulta. Portanto, ele precisa ficar ciente de onde deve melhorar, mas também é importante enfatizar seus pontos positivos;
  • É possível ajudá-lo na criação de um espaço em casa dedicado especialmente para os estudos? Dê preferência sempre a lugares onde não há muito barulho ou movimento de pessoas.

Arrume a mesa O material de estudos deve estar à mão sempre no horário da aula.

Além disso, você precisa sempre se disponibilizar ao diálogo com o seu filho. Construir com ele uma relação de proximidade e confiança fará com que ele se sinta a vontade para contar-lhe seus problemas, inclusive aqueles relacionados à escola e às aulas de apoio.

Horas suficientes de sono, boa alimentação e repouso no período que antecede as aulas também devem ser práticas incentivadas. E cabe aos pais orientar e acompanhar a criança nessa rotina.

Se escolher as aulas particulares, ajude-o a arrumar o material e realizar as atividades extra. Se optar por tutoria online, conheça o conteúdo. Se vai levá-lo a uma instituição específica, acompanhe o trabalho. Eis a premissa básica para o sucesso do aluno: esteja presente em sua vida escolar.

Como posso ajudar ao professor do meu filho?

Sabia que os pais também podem ajudar no trabalho do professor particular?

O primeiro passo é identificar onde estão as dificuldades da criança. Para isso, basta observar em quais matérias ela não vem apresentando o desempenho esperado. Isso pode ser notado a partir de uma análise das notas e das dificuldades que ela encontra nas lições de casa, por exemplo.

Os pais também precisam conhecer o perfil do aluno. Ele é autodidata? Precisa de muitos exercícios para fixar a matéria? Essas informações ajudarão a estabelecer o método que proporcione uma melhor adaptação e aproveitamento.

Não tenha medo de ser seletivo na hora de fechar com determinado profissional. Enquanto houver dúvidas, você deve fazer-lhe perguntas. Da mesma forma que você questiona seu filho sobre suas dificuldades, você precisa entender qual a metodologia do professor, a disponibilidade e se ele tem condições de assumir as aulas.

O ritmo escolar da criança também muda com o tempo e isso precisa ser respeitado. As escolas passam a exigir mais à medida que o aluno avança nos estudos e será necessária uma dedicação maior às horas de estudo em casa. Se ele estiver tomando algum curso de apoio escolar, é possível que o tempo diário destinado aos estudos se torne ainda maior.

É importante incentivá-lo de modo que ele não perca a motivação. Você precisa ajudá-lo a desenvolver a autoconfiança e a vencer obstáculos, como a timidez. Alunos tímidos superam essa barreira quando as aulas acontecem em grupos e a interação com outros se torna inevitável.

Medo de falar A interação entre alunos pode ajudar seu filho a vencer outras barreiras, como a timidez.

As aulas particulares ou qualquer outra forma de tutoria são importantes para melhorar o desempenho do seu filho, mas entenda que nada funcionará se ele não receber o apoio da família. A participação dos pais torna a criança mais confiante e disposta a aprender e isso facilita o trabalho do professor.

E você? Está a par de tudo o que acontece na vida escolar do seu filho? Tem alguma dica além das que citamos no texto? Deixe seu comentário!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar