Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Já pensou em ser um violinista usando um instrumento digital?

De Fernando, publicado dia 18/10/2018 Blog > Música > Violino > Descubra o violino elétrico

As versões de Cânone, do compositor barroco alemão Pachelbel, tocadas em violinos eletrônicos tomaram conta do YouTube nos últimos tempos – algumas já somam mais de 3 milhões de visualizações!

Desde então, você não consegue esquecer o som e as possibilidades criadas por um violino elétrico. Uma verdadeira evolução do violino clássico, um instrumento de cordas inventado no século 16, o violino eletrônico é equipado com sonoridades incríveis.

Ukulele, contrabaixo, violão popular, clarinete, acordeão, bandolim, baixo, bateria, os outros instrumentos podem se reinventar. Agora é a vez do violino também ser acompanhado por um amplificador . E o instrumento não perde o seu encanto.

Sempre acompanhado pelo seu acessório favorito, o arco feito de crina de cavalo, esse pequeno e moderno primo do violoncelo também vai encantar a todos.

Você não precisa conhecer a teoria musical para aprender a tocar violino elétrico. As tablaturas agora são muito acessíveis para se tornar o melhor solista e um virtuoso de sua geração. Além disso, alguns acessórios ajudam a aprender música (afinador, metrônomo) e facilitam o trabalho.

No entanto, é essencial estar em sintonia com o conhecimento do seu instrumento.

Mas o que é um violino elétrico? Como esse instrumento é feito e onde você pode comprar seu primeiro violino digital?

Violino elétrico pode ser usado em shows Violinos não estão restritos às orquestras!

O nascimento do violino elétrico

Enquanto podemos datar o nascimento do violino por volta do ano 1520 , sua versão elétrica, nasce muito depois. E ela também faz parte da história do violino!

A primeira versão do violino elétrico teria aparecido em 1874, mas nenhuma imagem deste violino criada pelo inventor americano Elisha Gray foi encontrada pelos pesquisadores, apenas relatos. Portanto, é impossível saber como era o objeto, mesmo sabendo que o engenheiro havia criado um violino sem caixa de som, que ele então eletrificou.

Não foi até 1920 que realmente foi possível ouvir o violino elétrico em músicas como “You’se a Viper” de Stuff Smith . E é a esse músico de jazz que devemos a chegada desse instrumento no mundo musical.

Isso levou à criação da “Electro String Instrument Corporation” na década de 1930. A Fender começou a produzir peças para o instrumento ao mesmo tempo.

O violino elétrico é democratizado nos anos 90 com o desenvolvimento de microfones e outras novas tecnologias da época. Sua maior acessibilidade motiva muitos músicos a usarem o violino elétrico em suas músicas.

Até então feito de madeira (abeto, bordo, ébano, etc.), agora é possível encontrá-lo em outros materiais, como o plástico.

Hoje podemos contar com artistas como Lindsey Stirling ou o grupo Asturia para colocar o violino elétrico no centro das atenções. E a tecnologia nunca deixará de impulsionar ainda mais a evolução dos instrumentos – pense em impressoras 3D e todas as possibilidades!

As características do violino elétrico

Assim como o piano digital, o violino eletrônico é muito próximo de sua versão acústica.

Mas sua composição não é exatamente a mesma, embora as bases sejam as mesmas. Então, quais são as diferenças entre os dois instrumentos e com que finalidade o violino elétrico é feito?

O violino elétrico, como o violino acústico, é composto de 3 elementos que são a cabeça, o braço e o corpo:

  1. A cabeça do violino é composta de uma voluta e a cravelha. A voluta é a espiral que você pode ver no final do braço. Este pode ser de todas as formas, cabe ao luthier escolher a forma que prefere. A cabeça também tem a cravelha. Também conhecida como tarraxas, essas são as peças usadas para garantir afinação, segurando as cordas e podendo ser ajustadas com a rotação.
  2. O braço é a parte mais delicada do violino. É nessa parte que o músico posiciona a mão esquerda para escolher as notas que deseja tocar. Esta parte geralmente não é pintada. Também é muito importante ter cuidado para sempre ter o número certo de cordas. De fato, se uma ou mais cordas não estiverem balanceadas no instrumento, a barra de madeira pode começar a torcer pouco a pouco.
  3. O corpo é composto de uma caixa sólida (a do violino clássico é oca) na qual é colocado o cavalete, um pequeno pedaço de madeira que segura e estica as cordas para obter o som desejado. Também é muito importante manter a altura certa para evitar qualquer distorção do dispositivo.

Mas saiba que existem também diferentes tipos de violinos elétricos.

O violino silencioso é usado principalmente por iniciantes. Pela simples razão de que é um instrumento feito para ser usado com um fone de ouvido ou um pequeno amplificador e, portanto, tem uma potência muito baixa. Este violino é recomendado para aqueles que desejam iniciar o violino, mas não desejam seguir uma carreira no campo – pelo menos não imediatamente.

Nada pode impedi-lo de investir em um violino elétrico que dará um som melhor em seus concertos, mas que é, portanto, muito mais caro. Para aconselhar suas compras nessa direção, procure o apoio de profissionais da música e músicos informados. Ou do seu professor particular de violino, ele pode ser sua grande fonte também de dicas sobre instrumentos.

Saiba mais sobre os melhores violinistas da história.

Instrumento elétrico ajuda no treinamento Seja um violinista “silencioso” e pratique em qualquer horário

Qual a diferença entre o violino clássico e o violino elétrico?

As principais diferenças são encontradas na qualidade do som. Não que um seja melhor que o outro, mas apenas diferente.

Os músicos vão notar também a diferença de sensações.

Ao tocar o violino clássico, o corpo sente todas as vibrações do instrumento. Uma coisa impossível com sua versão elétrica.

Além disso, o violino elétrico, permite brincar com o som, transformando-o com pedais de efeito ou ligando o instrumento a uma interface conectada ao computador.

Alguns não resistem à nova face do instrumento. Como o violino elétrico não tem requisitos em termos de ressonância, os fabricantes podem inventar formas bem diferentes para o design.

E quais seriam as sugestões de músicas para a prática do violinista iniciante?

Você pode ter instrumentos com um desenho diferente O design dos violinos elétricos pode variar

Como usar o violino elétrico?

Adquirir um violino eletrônico é bom, mas vale a pena investir em tal dispositivo quando você já tem um violino clássico?

Depende do que você quer fazer. Os dois instrumentos não têm a mesma função, exceto a de tocar música.

O violino elétrico pode dar a possibilidade de você tocar seu instrumento favorito até às 4 da manhã, quando todos os seus vizinhos rabugentos já adormeceram. O instrumento permite a ligação com um fone de ouvidos. Assim, apenas o músico pode ouvir o que ele faz.

Mas o violino elétrico não é usado apenas para esconder a pouca habilidade dos violinistas novatos. Eles também permite que você se divirta tocando estilos diferentes .

Estilos que não são necessariamente possíveis de tocar com um violino clássico. De fato, é possível tocar com som e obter efeitos dignos das maiores bandas de rock. O violino elétrico é particularmente usado pela banda finlandesa Nightwish, referência no metal sinfônico.

Por outro lado, o inverso também é verdadeiro. As notas são mais difíceis de alcançar em algumas nuances em um violino elétrico. Canções clássicas são, portanto, mais fáceis de tocar com o instrumento tradicional.

Embora seja perfeitamente possível obter o som de um violino clássico com um instrumento elétrico.

Outro ponto não insignificante do violino elétrico: a possibilidade de usar os acessórios da guitarra elétrica se você já tiver uma. O amplificador, pedais e outros elementos podem ser usados tanto por violinistas quanto por violonistas. Uma vantagem significativa quando você não quer comprar todo o equipamento.

Adquirir um violino elétrico também pode ser uma excelente opção se você quiser gravar suas melhores composições. É mais fácil gravar um álbum sem ruído dessa maneira.

Como mencionado anteriormente, o violino elétrico pode ser útil para iniciar o violino também. A única pergunta a fazer é qual é o estilo desejado.

Seja um clássico ou um eletrônico, o aprendizado será quase o mesmo. Com a vantagem extra do violino elétrico de poder manter suas falhas sem ter que compartilhar com todo o seu prédio ou bairro.

Pesquise pelo violino eletrônico na internet Encontrar um instrumento em lojas online pode ser uma opção

Encontre um violino eletrônico na internet

Convencido pelo violino elétrico?

Só resta adquirir o instrumento. Eu já ouço você entrar em pânico com o dinheiro que você acha que tem que gastar por um desses… mas isso não é verdade!

Dependendo do estilo de violino desejado, das expectativas do músico e do local de compra, o preço pode variar enormemente. Como dito antes, o violino silencioso será muito mais acessível do que um violino projetado para tocar em concertos.

Encontre o instrumento dos seus sonhos online

A Internet também é uma ferramenta muito útil quando se trata de economizar dinheiro. Muitos sites podem ser úteis para encontrar o violino dos seus sonhos e a preços muito competitivos.

Se a falta de marcas fortes não incomodar você, os sites habituais de grandes lojas e os sites de usados vão se sair muito bem. Os primeiros preços são entre R$500 e R$700.

Você pode encontrar marcas como Stagg ou Yamaha. Uma relação preço e qualidade suficiente para um iniciante.

Outros sites, mais especializados, oferecem uma gama ligeiramente mais ampla de marcas e, portanto, também preços. Você pode encontrar violinos de alta qualidade e conte uma faixa de preço acima dos R$1200.

Mas a questão da confiabilidade é muitas vezes um problema quando você quer comprar na internet. Então atente-se para fraudes!

Como em qualquer compra online, verifique se o site está seguro, como são as referências dele em com outros usuários, se existem muitas reclamações online… Além disso, não hesite em ativar o bate-papo com um vendedor on-line, se o site permitir.

Esse deve lhe dar um pouco mais de detalhes sobre o instrumento. De qualquer forma, o mais importante é obter o máximo de informações sobre o seu futuro objeto.

Então você evitará algumas surpresas.

Compre seu instrumento em uma loja especializada

A venda na internet às vezes pode ser assustadora diante da impossibilidade de ver o instrumento antes de comprá-lo. A opção de loja permanece prioritária para quem quer mais segurança na compra.

Em cada região é possível encontrar lojas de música especializadas vendendo guitarras, baterias e violinos. Encontramos mais ou menos as mesmas marcas que na internet.

No entanto, às vezes, há menos opções porque os vendedores geralmente evitam instrumentos muito baratos.

Você poderá, por outro lado, lucrar diretamente com a opinião dos vendedores que geralmente são muito bons conselhos. Eles não hesitam em desencorajar um instrumento se ele não estiver adaptado ao seu nível.

Além disso, é bastante viável testar o violino elétrico no local antes de comprá-lo.

Nas lojas, os instrumentos costumam ser um pouco mais caros do que os encontrados na internet, mas a diferença nem sempre é tão óbvia. Algumas lojas também oferecem uma variedade de violinos de segunda mão, o que pode significar algumas economias.

Aproveite para conferir a nossa dica de playlist de violino!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar