Depois de anos de pesquisa na crosta terrestre, rochas e lua, os cientistas estimam que a Terra tem cerca de 4,54 bilhões de anos.

Com isso em mente, podemos ter uma ideia de quão densa é nossa história.

Mesmo que não tenhamos livros com data tão antiga, os cientistas descobriram pinturas, esculturas, desenhos e outros artefatos que podem nos dar um vislumbre dos tempos pré-históricos.

Com esses poucos exemplos dá pra ver que existem muitos motivos pelos quais pode-se querer estudar história.

E as aulas e cursos de história podem acontecer em diversos formatos:

  • Pode ser apenas uma aula de historia do Brasil que você está cursando como parte de um programa universitário;
  • Pode ser um curso relacionado à escolha de uma carreira;
  • Pode até ser por simples e pura curiosidade e interessa em determinado assunto depois de ter assistido a um documentário na Netflix sobre os periodos da história do mundo.

Faça um historia da arte curso!

Duas crianças de chapéu no campo lendo um livro.
Seja aula de historia online ou presencial, crianças e adultos precisam ter contato com essa disciplina para entenderem melhor o mundo.

Como mencionado anteriormente, a história é tão vasta que, antes de contratar um professor particular ou se inscrever para um curso de história, você pode querer obter uma visão geral dos diferentes tipos de aulas de história. Isso pode ajudá-lo a escolher em qual classe se inscrever ou que tipo de tutor contratar.

Criamos esta matéria para apresentar alguns dos tipos mais comuns de aulas de história oferecidas tanto em cursos avulsos quanto em cadeiras na universidade. Esperamos que, depois de ler isto, você compreenda melhor que tipo de aula de história deseje fazer.

Descubra as razões para fazer um curso de historia.

Arqueologia

Comecemos com o primeiro tipo de história mais comum: a arqueologia.

Este campo estuda a história humana analisando sua atividade, como o estudo de artefatos encontrados, as primeiras ferramentas e sites como Stonehenge.

Uma maneira muito mais simples de colocar isso é relembrando um professor de arqueologia muito conhecido de todos: o famoso Indiana Jones.

A vida de um arqueólogo pode não passar por aventuras malucas como as retratadas nos filmes, mas ainda assim, a vida de um arqueólogo pode ser muito fascinante.

As pessoas neste campo podem estar escavando sítios com milhares de anos, analisando vestígios físicos deixados por nossos ancestrais. Os arqueólogos também são aqueles que examinam múmias e tumbas em países como o Egito.

Antropologia

A antropologia é o estudo dos humanos, do comportamento humano e das sociedades do passado e do presente.

Os antropólogos estudam o desenvolvimento humano, a cultura e até mesmo como nossa linguagem pode influenciar nossa vida social.

Grupo de pessoas reunidas na rua com placas e bandeiras.
Antropólogos também precisam ter um conhecimento vasto sobre os periodos da história. Não é a toa que historia enem é tão importante para quem entra na universidade, independente da área.

Os antropólogos têm um objetivo comum para compreender a evolução humana. Eles estudam a história das sociedades humanas anteriores, culturas em todo o mundo e vestígios biológicos.

Isso poderia estar conectado com o estudo da arqueologia, uma vez que eles também podem estudar restos materiais, mas a antropologia se concentra nos humanos e em como evoluímos até onde estamos hoje.

Veja as carreiras adotadas por quem se forma em história.

Arte

Se você estiver interessado em aprender mais sobre a história por trás de suas pinturas ou esculturas favoritas, então história da arte é um tipo de aula em que você pode querer se inscrever.

A história da arte pode explicar muito sobre os diferentes períodos de tempo da história.

Pode nos dar um vislumbre de como as pessoas se pareciam em determinadas épocas, como se vestiam de maneira diferente e até mesmo nos mostrar como cidades inteiras mudaram. Freqüentemente, ao entrar em um museu, você pode sentir como se tivesse voltado no tempo.

Quando os historiadores da arte estudam pinturas, esculturas, móveis ou cerâmicas, eles estão tentando aprender momentos cruciais da história e compreender as experiências dessa linha do tempo.

As obras de arte são mais do que apenas para o nosso prazer visual; elas podem nos ajudar a comunicar ideias políticas, espirituais e mesmo filosóficas. É por isso que os historiadores da arte analisam e estudam continuamente as peças de arte mais de uma vez.

Algumas obras de arte notáveis ​​sobre as quais vale a pena ler mais são:

  • Mona Lisa,
  • Vênus de Milo,
  • A Última Ceia,
  • Estátua de Davi,
  • Noite Estrelada.

Existem também muitos períodos notáveis ​​da arte que nos ensinaram muito sobre a história da arte, como:

  • o renascimento,
  • o impressionismo,
  • a pop art,
  • a arte moderna.

Assim como a historia geral, a história da arte é muito densa e não é um tipo de disciplina fácil de aprender e entender, mas uma coisa é certa: ela é simplesmente fascinante!

Mulher sentada em um museu observando três pinturas.
A historia da arte vai muito além da beleza das obras de arte.

Religiões mundiais

O período da história religiosa começa com a invenção da escrita há cerca de 5.200 anos.

Mas qual a relação entre escrita e religião?

Isso ocorre porque a história da religião se refere ao registro escrito de experiências e ideias religiosas humanas.

Os seres humanos buscam um propósito na vida e, para muitos, a religião dá às pessoas esse senso de propósito.

A religião é muito mais do que apenas um rótulo para suas crenças espirituais; ela pode moldar a moral, os costumes, as tradições, as crenças e os comportamentos das pessoas.

Para entender melhor a história de um país, é necessário ter uma compreensão geral de suas crenças religiosas. É aqui que entra a história da religião.

Ao aprender sobre a história religiosa de uma sociedade, é possível compreender melhor as crenças e os rituais que movem as pessoas.

Por exemplo, os historiadores que se concentram na arqueologia provavelmente terão uma compreensão geral das religiões mundiais.

Isso pode ser útil ao examinar um site recém-descoberto. Se eles encontrarem uma igreja ou mesmo uma pequena capela, eles precisam saber para que esse local e os artefatos encontrados foram usados.

Se você está pensando em se tornar um historiador em qualquer área, talvez seja necessário fazer algumas aulas de religião mundial.

Na dúvida sobre quanto desembolsar nas aulas história? 

História do Brasil

O Brasil ser considerado um país muito jovem, mas isso não significa que falte história. Mesmo antes dele se tornar o país que é hoje, a terra tinha uma história própria.

Este país viu um grande número de pessoas, como os povos indígenas que ocupavam suas terras antes da chegada dos colonizadores portugueses.

Mas por que você gostaria de aprender sobre a história doBrasil? Para começar, se você é brasileiro e mora no Brasil, aprender sobre seu país pode ser um motivo bom o suficiente.

Em segundo lugar, por que não? Como mencionamos antes, a história nos dá uma melhor compreensão das pessoas e do mundo em que vivemos hoje.

Ao aprender mais sobre a história de um país - e, consequentemente, a história da origem dos seus antepassados - permitirá que você entenda mais sobre suas raízes.

Uma grande parte da história do Brasil ensinada na escola é a história da colonização feita pelos portugueses. Os primeiros colonizadores do Brasil foram recebidos pelos índios Tupinambás, um grupo na vasta gama da população nativa do continente. Os primeiros objetivos de Lisboa eram simples: monopolizar o lucrativo comércio de pau-brasil, a madeira vermelha (valorizada para fazer tintura) que deu o nome à colônia, e estabelecer assentamentos permanentes.

Pessoa com a bandeira do Brasil no rosto.
Conhecer a história do Brasil é conhecer mais sobre si mesmo.

Há evidências de que índios e portugueses inicialmente trabalharam juntos para colher árvores. Mais tarde, a necessidade de ir mais para o interior para encontrar áreas florestais tornou o comércio do pau-brasil menos desejável. O interesse em estabelecer plantações em terras desmatadas aumentou e também a necessidade de trabalhadores.

Os portugueses tentaram escravizar os índios, mas, desacostumados a trabalhar longas horas nos campos e vencidos por doenças europeias, muitos indígenas fugiram para o interior ou morreram. (Quando Cabral chegou, acreditava-se que a população indígena era de mais de 3 milhões; hoje o número é de pouco mais de 200.000.) Os portugueses então se voltaram para o tráfico de escravos africanos como força de trabalho.

Ou seja, entender como o Brasil foi ocupado, explorado e desenvolvido enquanto colônia também nos ajuda a entender a grande diversidade racial, social e econômica presente em nosso país.

Veja nossas dicas para se deparar com os melhores cursos e professores de história.

Benefícios do curso de história

Sociedades inteiras, e os indivíduos dentro delas, se beneficiam de uma compreensão mais profunda da história. Aqui estão alguns benefícios que o estudo da disciplina de história traz, não só para os grandes, mas também para os pequenos que a estudam desde os primeiros anos na escola.

Desenvolvimento de uma compreensão do mundo

Através da história, podemos aprender como as sociedades, sistemas, ideologias, governos, culturas e tecnologias do passado foram construídas, como operavam e como mudaram. A rica história do mundo nos ajuda a pintar um quadro detalhado de onde estamos hoje.

Desenvolver seu conhecimento de história significa desenvolver seu conhecimento de todos esses diferentes aspectos da vida. As crianças podem aprender sobre os pilares sobre os quais diferentes civilizações foram construídas, incluindo culturas e pessoas diferentes das suas.

Todo esse conhecimento os torna pessoas mais completas e mais bem preparadas para aprender em todas as suas disciplinas acadêmicas.

Formação de pessoas para melhorar a humanidade

A história está cheia de histórias. Algumas são inspiradores e edificantes; outras são caóticas e imorais. Acessar o reino vívido da história é encontrar muitas lições vitais, lições essas que todos deveríamos aprender. Estudar sobre momentos de sofrimento e momentos de alegria nos inspiram lições que podem então ser aplicadas à própria experiência de vida.

A história também incentiva uma compreensão mais profunda da diferença. Há lições, boas e más, a serem aprendidas com a maneira como nossos ancestrais interagiram com outras pessoas que têm modos de vida diferentes. Em um mundo moderno onde a inclusão é adotada independentemente da sua formação, uma compreensão de como as sociedades do passado se integraram é a chave para a melhoria da humanidade no futuro.

E então, pronto para se matricular em um curso de história de sua preferência?

Precisando de um professor de História ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.