Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Zodíaco chinês: origens e significados

De Carolina, publicado dia 27/06/2018 Blog > Idiomas > Chinês > Qual é a história da astrologia chinesa?

“As dez mil coisas procedem do destino, e nem metade é do homem.”

Esse provérbio chinês resume bem as crenças relacionadas à astrologia chinesa (saiba tudo): o homem não controla seu destino. Ele é determinado desde o nascimento pelo alinhamento dos planetas, o mês, o dia e a hora de seu nascimento.

De acordo com a tradição chinesa, nós ofendemos Tai Sui 太歲, o deus do tempo da mitologia chinesa, a cada retorno de nosso signo de nascimento. Para evitar que isso aconteça, a melhor maneira de se proteger é usar algo vermelho durante todo o ano oferecido por uma terceira pessoa: uma fita, roupa íntima, um cinto, um chapéu, uma pulseira…

A astrologia chinesa é rica e complexa. Para as suas aulas de chines, Superprof preparou um pequeno resumo!

As lendas do horóscopo chinês

Como nasceu a astrologia chinesa? O galo tinha chifres antes de ser oferecido ao dragão?

Existem várias anedotas sobre a escolha dos animais e a ordem específica. Na maioria das vezes, a seleção é feita através de uma corrida sob a égide do Imperador de Jade, líder dos deuses, ou Buda:

  • Em uma versão, o boi, generoso, teria concordado em carregar o rato em seus chifres. A corrida terminou com o cruzamento de um rio. O rato teria passado na frente do boi ao pular na margem, tornando-se o primeiro do horóscopo chinês.
  • O gato não está presente no zodíaco chinês porque o rato “esqueceu” de acordá-lo, seja para competir ou, em outra versão, para ir à festa organizada pelo Imperador de Jade por 13 animais.

Outra lenda refere-se ao porco. Ele teria convencido o Imperador de Jade a ser o árbitro para julgar o valor de outros animais:

  • Ele colocou o rato e o boi na frente do tigre e do dragão, o que os deixou muito bravos,
  • O macaco, para apaziguar o tigre, chamou-o de o personagem “rei” na frente,

O zodíaco oriental e ocidental privilegiam os animais Os bichos também estão presentes nos signos orientais e ocidentais

  • O galo, para acalmar o dragão, ofereceu-lhe os seus chifres como coroa para o proclamar o “rei dos animais aquáticos”,
  • O coelho (ou lebre) desafiou o dragão na corrida. Ele ganhou quando os chifres chifres do dragão ficaram presos nos galhos de uma árvore. O galo foi responsabilizado e, chateado, exigiu o retorno de seus chifres. Mas o dragão disse que ele os devolveria quando o sol nascesse no Ocidente. É a partir desse dia que o galo implora todas as manhãs para o sol nascer para o ocidente,
  • É um pouco graças ao cão que o coelho ganhou porque ele o aconselhou a cortar o rabo. Mas quando ele veio para parabenizá-lo, esperando por algum reconhecimento, o coelho o denegriu e o cão o mordeu. Ele foi, portanto, colocado na última posição como punição,
  • O porco estava no topo da lista antes de entregar sua classificação ao Imperador de Jade. O imperador, sabendo dos incidentes, colocou-o na última posição.

Assim, os sinais chineses são colocados nesta ordem:

  • O rato, 鼠 shǔ,
  • O boi (ou búfalo), 牛 niú,
  • O tigre, 虎 hǔ
  • O coelho (ou lebre), 兔 tù,
  • O dragão,  lóng,
  • A serpente, 蛇 shé,
  • O cavalo, 馬 mǎ,
  • A cabra (ou o bode ou carneiro), 羊 yáng,
  • O macaco, 猴 hóu,
  • O galo (ou fênix), 鷄 jī,
  • O cão, 狗 gǒu,
  • O porco (ou javali), 猪 zhū.

Alinhamento dos planetas e ciclo sexagesimal

Os cinco principais planetas, na época dos antigos astrônomos chineses, estão associados aos cinco elementos:

  • Jupiter é a madeira,
  • Marte é o fogo
  • Saturno é a Terra
  • Vênus é o Metal,
  • Mercúrio é água.

A posição dos planetas no céu, bem como a do sol (Yang) e da lua (Yin) e a passagem de cometas na época do nascimento, influenciariam nosso destino.

Júpiter é particularmente importante, pois esse planeta foi usado até a dinastia Han para contar os anos.

Como saber qual é o seu signo chinês (curiosidades sobre eles!) e sua cor de sorte? Totens do Oriente, eles são considerados sagrados.

A astrologia chinesa também possui cores simbólicas relacionadas aos cinco animais fantásticos (totens) da teoria dos cinco elementos:

  • Branco é a cor do metal. Está relacionado com Vênus e o tigre branco,
  • Azul e preto são atribuídos à água. Eles estão relacionados com Mercúrio e a tartaruga negra oriental,
  • Verde é madeira. Está relacionado com Júpiter e o dragão verde oriental,
  • Vermelho atribuído ao fogo está relacionado à Marte e ao pássaro vermelho do sul,
  • Amarelo, em conexão com a Terra, está em consonância com Saturno e a serpente. Representa o equilíbrio. Amarelo também é a cor do imperador.

Quais as diferenças da astrologia chinesa e ocidental? Existe o relógio com os horóscopos ocidentais!

Em relação ao ciclo sexagesimal (60 anos), podemos combinar o ciclo de animais (12 anos) com o ciclo binário de Yin e Yang. Cada animal (qual é o seu no horóscopo chinês) está sempre associado a um ano do mesmo tipo. Por exemplo, o Dragão ainda é Yang, enquanto a cabra é sempre Yin. No nosso calendário, os anos pares são Yang e os anos ímpares são Yin.

Combinado com o ciclo de cinco elementos (metal (金 jin), madeira (木, MU), água (水, shuǐ), fogo (火, huǒ) e terra (土, tǔ)), isso dá um ciclo de sessenta anos diferentes. Será possível ser um rato de metal, um tigre de fogo, um coelho de água ou uma cabra de madeira.

Às vezes, além da China, é possível encontrar a cor associada ao local do elemento no calendário chinês. Rato branco, tigre vermelho, coelho azul ou cabra verde.

Anteriormente, quando casavam dois jovens entre eles, eles prestavam muita atenção à compatibilidade dos signos chineses (descubra suas características). Por exemplo, dois cães não poderiam estar juntos, enquanto um cão e um porco eram uma boa união. Principalmente quando o cão é de água e o porco de madeira. A água beneficia a madeira, faz crescer enquanto o fogo, por exemplo, a destrói.

Astrologia chinesa voltada para a astrologia ocidental

Que diferenças existem entre o zodíaco chinês e o zodíaco ocidental?

O relógio astronômico, que pode ser encontrado em Praga, mostra os signos ocidentais.

Existem muitas semelhanças entre as duas astrologias, ao contrário do que se poderia pensar à primeira vista. Ambas são baseadas em três princípios fundamentais:

  • O momento do nascimento do indivíduo condiciona seu destino por uma influência cósmica,
  • O destino de um indivíduo é condicionado por sua personalidade, formada no momento de seu nascimento,
  • O curso do destino de um indivíduo está relacionado à presença ou não das estrelas neste ou naquele setor de sua vida.

Ambas as astrologias têm doze signos zodiacais. Se na astrologia ocidental, mais popular no Brasil, o signo é determinado pelo mês de nascimento, ou melhor, a chegada da lua nova (Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário, Peixes), na astrologia chinesa, os signos são determinados pelo ano de nascimento. Na aparência, o modo de atribuição dos signos é totalmente diferente.

Áries e cabra podem corresponder nos signos ocidental e oriental?

Mas, na realidade, os meses de nascimento da astrologia ocidental foram cortados a partir do ano tropical, isso é, no espaço de tempo invariável que o sol leva para fazer a rotação completa da eclíptica. Os signos ocidentais são tributários do sol assim como os signos chineses.

Para ambas as astrologias, os planetas devem intervir no momento do nascimento, mas também durante toda a vida do indivíduo, critérios a serem levados em consideração durante o cálculo do signo chinês.

No entanto, existem diferenças significativas entre a astrologia ocidental e a astrologia da China.

Os meses na astrologia ocidental não desempenham nenhum papel como tal. É a lua nova que determina a passagem de um signo para outro. Pelo contrário, na astrologia chinesa, os meses são importantes. Eles criam os signos lunares.

Se a astrologia chinesa foi basicamente baseada em uma origem astronômica, ela evoluiu para uma investigação filosófica, o que não é o caso da astrologia ocidental.

Os elementos desempenham um papel primordial na astrologia chinesa, ao passo que eles não têm influência particular na astrologia ocidental.

A astrologia ocidental depende muito mais da astronomia que sua irmã chinesa. O astrólogo ocidental observa e raciocina, já o astrólogo chinês tem que deduzir e sentir.

2018: ano do cão de terra

Qual animal corresponde a qual ano? O ano de 2018 está sob o signo do cão de terra! Ele é propício para os nativos do elemento metal.

O Ano Novo Chinês começou em 16 de fevereiro de 2018 e termina em 4 de fevereiro de 2019. Este ano está relacionado com a necessidade de independência, a reivindicação de territórios e direitos, mas também a exploração de novos horizontes.

Saiba o significado dos anos chineses O ano de 2018 é o ano do cão no horóscopo chinês!

O ano do cão de terra seria benéfico para os nativos do elemento metal. Como penúltimo signo do zodíaco chinês, marca o fim de um período.

O cão de terra marca um ano desigual, feito de grandes projetos, mas também grandes decepções. É mais um ano de retiro, reflexão e preparação que entusiasmo. Cheio de dúvidas e incertezas, o ano também é rico em fraternidade e calor humano.

O elemento Terra marca um retorno aos valores humanistas e uma solidariedade entre os seres.

E você, o que você planejou para 2018?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar