Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Ensinar o idioma da Alemanha

De Camila, publicado dia 30/10/2017 Blog > Idiomas > Alemão > Como se tornar professor de alemão

É necessário possuir um diploma específico para ensinar alemão enquanto língua estrangeira no Brasil?

Existe algum curso que prepare e capacite futuros professores do idioma?

Qual formação seguir para se tornar o melhor tutor possível do idioma falado na Alemanha?

Para dar aulas particulares de língua alemã, é preciso algum tipo de certificação especial?

Se seu objetivo é se dedicar ao ensino do idioma alemão, então estas e várias outras perguntas já devem ter passado pela sua cabeça.

A matéria abaixo esclarece algumas informações básicas sobre como se preparar da melhor maneira possível para se transformar em um bom tutor de língua alemã, seja através de um curso de licenciatura em Letras ou de outros meios de formação.

O que é um curso de Letras?

Existem muitos apaixonados por línguas que sonham em seguir carreira dentro do mundo das letras e da literatura, seja ela nacional ou internacional. Para essas pessoas, a Faculdade de Letras é a mais indicada.

O primeiro curso de Letras no Brasil foi oferecido em 1933, na então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Sedes Sapientiae, que em 1946 se tornaria a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

O curso de Letras forma profissionais com domínio do uso das línguas que são objeto de seus estudos em relação a sua estrutura, funcionamento, literatura e manifestações culturais. Ele oferece estudos que capacitam os alunos a ensinarem idiomas como o alemão.

Alguns exemplos das línguas estudadas são:

  • língua portuguesa;
  • língua inglesa;
  • língua espanhola;
  • língua francesa;
  • língua alemã;
  • etc.

O profissional formado em Letras, além de ter consciência das variedades linguísticas e culturais, deve ser capaz de refletir teoricamente sobre a linguagem, de fazer uso de novas tecnologias e de compreender sua formação profissional como processo contínuo, autônomo e permanente, no qual a pesquisa e a extensão, além do ensino, devem estar articulados.

O curso de Letras é para aqueles que amam ler e escrever. É preciso ser apaixonado pela língua alemã ao fazer um curso de Letras!

O curso de Letras é oferecido em duas modalidades: licenciatura e bacharelado.

Estrutura geral dos cursos

Quem faz Letras precisa ter aguçado interesse pela linguagem humana, em suas manifestações como a literatura e as línguas, sejam elas modernas ou antigas.

O bacharelado em Letras leva o estudante a descrever e explicar fatos linguísticos e literários (entendidos como módulos distintos que mantêm estreitas relações). Assim, o curso para formar bacharéis objetiva levar o aluno a estudar e a compreender os seguintes pontos:

  • a estrutura das línguas naturais;
  • o funcionamento da linguagem humana;
  • os discursos com que os homens exprimem sua visão de mundo;
  • a literatura na expressão da experiência humana.

Na USP – uma das universidades com o curso de Letras dentro do ranking nacional das 10 melhores neste campo – após o ciclo básico (1° ano), o aluno escolhe umas das seguintes habilitações:

  • linguística,;
  • grego;
  • latim;
  • inglês;
  • espanhol;
  • francês;
  • alemão;
  • italiano;
  • árabe;
  • armênio;
  • chinês;
  • hebraico;
  • japonês;
  • russo
  • e/ou português (oferecida a todos os alunos que a desejarem).

Nesta mesma universidade, o aluno pode ainda optar pelo bacharelado com licenciatura. Nesse caso, além das disciplinas de Letras na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, o aluno deve cursar, na Faculdade de Educação, as disciplinas pedagógicas.

Compõem a estrutura do curso de Letras da USP os departamentos de:

  1. Letras Clássicas e Vernáculas;
  2. Letras Modernas;
  3. Letras Orientais;
  4. Linguística;
  5. Teoria Literária e Literatura Comparada.

Quem se forma em Letras pode fazer o quê?

Letras é uma designação genérica que abrange as áreas científicas da Linguística (incluindo o ensino de línguas), dos Estudos literários, dos Estudos culturais, da História e da Filosofia.

Estas áreas são normalmente investigadas e ensinadas nas faculdades de Letras e nos cursos superiores de Letras.

O profissional de Letras é designado letrólogo.

A habilitação em Letras permite uma variada escola de profissões: a carreira acadêmica, como o magistério no Ensino Fundamental, Médio e Superior, ou em escolas de línguas; a tradução, revisão e preparação de textos para edição, a crítica literária e a carreira de escritor.

  • Tradução – Traduz textos em português para outros idiomas ou vice-versa. Pode traduzir desde obras literárias até bulas de remédio.
  • Editoração – Edita textos dos mais variados tipos: obras literárias, acadêmicas, anúncios, etc. Define o formato e adapta os textos para os diferentes tipos de mídia.
  • Revisão – Realiza revisões em textos, corrigindo tanto a ortografia e gramática como a estrutura do textos (divisão dos capítulos e parágrafos, citações, etc.) a fim de que o texto esteja dentro das normas exigidas.

Um letrólogo é aquele formado em Letras. Amor ao alemão e ao mundo das letras são a chave para o sucesso de um letrólogo.

  • Interpretação – Atua como intérprete e estabelece a comunicação entre duas pessoas que não falam o mesmo idioma. Pode traduzir simultaneamente reuniões, palestras e até transmissões ao vivo de eventos internacionais.
  • Produção Textual – Escreve os mais diversos tipos de textos: obras literárias (romances, novelas, prosas, etc.), crônicas e colunas para jornais e revistas, textos publicitários utilizados como peças de marketing, conteúdo para sites, blogs e muito mais.
  • Ensino – Atua como professor de Língua Portuguesa, Redação ou Literatura nos Ensinos Fundamental e Médio. Ministra aulas de outros idiomas, como o alemão. Realiza palestras e cursos sobre vários temas relacionados à língua falada e escrita.

Diferentes tipos de cursos de Letras

A graduação em Letras dura, em média, quatro anos.

Existem vários tipos de cursos de Letras com enfoques diferentes. Vimos acima que, dependendo da instituição de ensino superior, o aluno terá uma gama maior ou menor de oferta de diferentes línguas a serem estudadas.

Durante a faculdade o aluno aprende sobre fonética, fonologia, gramática, literatura, sintaxe e produção textual, entre outros aspectos da Língua Portuguesa e estrangeira.

Ao final da graduação o aluno deve realizar um estágio (no caso dos cursos de licenciatura) ou um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O primeiro passo rumo ao sucesso na área de Letras, seja para trabalhar como professor ou em outras atividades, é escolher uma boa instituição de ensino. E o primeiro parâmetro que deve ser levado em consideração ao fazer a busca é o reconhecimento e a avaliação da faculdade perante o Ministério da Educação (MEC).

Estudar Letras para virar professor de alemão

A base da formação em licenciatura em Letras é proporcionar aos alunos condições que lhes favoreçam o desenvolvimento de capacidades, conhecimentos, competências e habilidades necessárias para que ser tornem professores da língua e literatura germanófona.

Ao terminar os estudos de graduação, os futuros professores devem ser capazes de:

  • Dominar o uso da língua portuguesa, na modalidade culta, em manifestações orais e escritas;
  • Compreender que a língua, produto e instrumento dos processos interlocutivos que se dão no interior de espaços sociais, apresenta “heterogeneidade sistemática” e uma gramática variável, capaz de explicar os diferentes aspectos fonológicos, morfológicos e sistemáticos que se observam nas variedades tanto cultas quanto populares;
  • Empenhar-se no combate ao preconceito linguístico, que constrange a livre expressão e a atuação social das classes populares, tanto quanto no ensino da língua padrão;
  • Dominar o uso da língua alemã, em manifestações orais e escritas;
  • Aplicar teorias lingüísticas à análise dos diversos níveis da(s) língua(s) objeto de seu estudo.

A licenciatura em alemão prepara o profissional de Letras a ensinar a língua. Um profissional diplomado em Letras com licenciatura em alemão terá todas as ferramentas para ser um bom professor do idioma.

E as habilidades adquiridas pelos alunos não param por aí, pois eles também saem do curso capacitados a:

  • Analisar obras representativas da literatura correspondente à língua alemã, como forma de conhecimento de culturas diversas, engajamento social, compreensão de sentimentos, paixões e comportamentos humanos, ou como forma de punição, que possa concorrer para o desenvolvimento de sua sensibilidade estética;
  • Dominar princípios técnico-metodológicos de ensino de línguas e literaturas que fundamentem atividades levadas à sala de aula, formas de avaliação e planejamento de curso;
  • Analisar criticamente materiais didáticos e paradidáticos;
  • Utilizar multimeios como recursos didáticos;
  • Executar planos de ação interdisciplinar;
  • Conscientizar-se de sua responsabilidade no processo de educação para a cidadania;
  • Conscientizar-se de que sua formação global e crítica deve ser um processo continuado e autônomo.

Ensinar alemão sem fazer curso de Letras

Como o alemão não faz parte da grade curricular do Ensino Básico, certificações como diploma em licenciatura no idioma não são obrigatórios para aqueles que desejam ensinar a língua.

Para dar aula de português ou inglês nas escolas de Ensino Fundamental e Médio, os tutores precisam ser licenciados.

Já nas escolas de idiomas, tal certificação não é necessária. O professor precisa comprovar fluência no alemão e ser apto a transmitir o conteúdo pré-estabelecido pela pedagogia adotada por cada instituição.

A remuneração oferecida pelas escolas podem variar de acordo com:

  • a experiência profissional do professor;
  • suas qualificações;
  • diplomas e certificados adquiridos;
  • quantidade de aulas e alunos atendidos.

Professor particular de alemão sem diploma em Letras

Para aqueles que são germanófonos bilíngues ou nativos, dar aulas particulares do idioma pode ser uma ótima maneira se tornar um profissional liberal.

O bom domínio da língua alemã e uma boa metodologia de ensino são suficientes para quem deseja ser professor. Não é preciso ter um diploma em licenciatura em Letras para dar aulas particulares de alemão.

Tal ocupação pode ser levada a sério e organizada de maneira a ser a principal fonte de renda do professor ou então ser a oportunidade para estudantes ou recém formados que dominam a língua de engordar a conta bancária no fim do mês.

Nenhum diploma é exigido para que um craque do alemão comece a dar aulas individuais ou em pequenos grupos. É preciso uma boa pedagogia, metodologia eficiente e um nível de domínio do idioma mais elevado que o dos alunos.

É muito importante que o tutor individual seja organizado e empenhado a detectar os objetivos dos seus alunos com o aprendizado da língua alemã para melhor preparar suas aulas personalizadas. Para isso, ele pode contar com o auxílio de vários sites na internet dedicados ao ensino do alemão.

Aproveite e encontre um bom curso de alemão online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar