"Uma viagem não precisa de razões. Em pouco tempo, ela pode provar que vale a pena por si mesma." - Nicolas Bouvier

Com nada menos que 42 monumentos culturais declarados como Patrimônio Mundial pela UNESCO, a França tem muitos motivos para atrair turistas ao longo de todo o ano, tanto por suas descobertas históricas quanto culturais. Paris, Marselha, Avignon, Lyon... você vai se apaixonar pelas cidades da França durante suas férias e por seus muitos edifícios históricos.

Da torre Eiffel a Bordeaux, aqui estão os monumentos mais bonitos para visitar em sua viagem à França. Descubra com a Superprof as melhores dicas para um tour histórico no país!

1. A torre Eiffel

Símbolo da França em todo o mundo, localizada de Paris, a Torre Eiffel atualmente recebe quase 7 milhões de visitantes por ano (dos quais 75% são estrangeiros), o que a torna o monumento particular mais visitado em todo o mundo.

A torre Eiffel representa um dos monumentos mais famosos do mundo.

A torre Eiffel foi construída por Gustave Eiffel por ocasião da Exposição Universal de 1889, em comemoração ao primeiro centenário da Revolução Francesa. Projetada para durar apenas 20 anos, foi salva graças aos experimentos científicos promovidos por Eiffel e, em particular, às primeiras transmissões radiográficas, seguidas pelas telecomunicações.

Sem dúvida, é um dos edifícios que você não deve deixar de visitar em sua viagem à França!

2. Mont Saint-Michel

Na fronteira entre a Normandia e a Bretanha, em meio a vastas extensões de areia atormentada por fortes marés, a abadia beneditina gótica consagrada ao arcanjo São Miguel e a vila nascida sob seus muros estão empoleiradas em uma ilhota rochosa.

A construção dessa "maravilha do Ocidente" durou do século XI ao XVI e foi um verdadeiro feito técnico e artístico. Desde 1979, está inclusa na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO .

Você também está interessado em conhecer as cidades mais bonitas da França?

3. Catedral de Bourges

A construção da catedral de Saint-Etienne de Bourges, em uma cidade localizada no centro da França, começou no final do século XII e terminou no final do século seguinte. Suas proporções admiráveis ​​e a singularidade de seu design fazem dela uma das grandes obras-primas da arte gótica.

Especialmente notáveis ​​são suas esculturas e vitrais. Além de sua beleza arquitetônica, esta catedral é um testemunho vivo da força do cristianismo na França medieval. É também patrimônio cultural inscrito em 1992 na UNESCO.

Vale do Loire

Essa paisagem cultural, única em seu gênero, possui pequenas cidades e vilarejos históricos, grandes monumentos arquitetônicos (castelos e palácios) e terras agrícolas, resultantes da interação entre seus habitantes e o ambiente físico, em particular o rio Loire.

Em 2000, os numerosos monumentos desta região justificaram a UNESCO a declarar o "Vale do Loire" como Patrimônio Mundial... e com toda razão.

O Vale do Loire é patrimônio mundial pela UNESCO.

É um dos lugares mais charmosos do país, por isso não deixe de visitar esta região. Fazer um tour pelos inúmeros castelos do Loire será uma experiência inesquecível.

4. Cidadela de Carcassonne

Na colina onde esta cidade histórica está hoje, fortalezas foram construídas desde os tempos pré-romanos. Carcassonne, localizada no sul da França, é um exemplo proeminente de uma cidade medieval fortificada com um vasto sistema defensivo que circunda o castelo e suas dependências, bem como a imponente catedral gótica e o restante dos prédios urbanos.

Constituída em grande parte por elementos preservados desde a Idade Média, após um período de abandono, a cidade foi restaurada para fins monumentais a partir da segunda metade do século XIX, com a intervenção de Eugène Viollet-le-Duc.

Foi declarada Patrimônio da Humanidade em 1997 e seu castelo e muralhas foram declarados Monumento Histórico pelo Estado Francês, sendo hoje um dos centros turísticos mais visitados da França.

Confira nosso artigo sobre o orçamento necessário para viajar para a França.

5. Canal du midi

Construído entre 1667 e 1694, esta rede de 360 ​​km de canais navegáveis ​​conecta o Mediterrâneo e o Atlântico graças a cerca de 328 obras de engenharia: eclusas, aquedutos, pontes, túneis, etc. Indo do rio Garonne em Toulouse até Sète, passando por Carcassonne, é o canal navegável mais antigo da Europa.

É uma das mais extraordinárias conquistas da engenharia civil da era moderna, precursora da Revolução Industrial. O interesse pela estética arquitetônica e paisagística que incentivou o autor do projeto, Pierre-Paul Riquet, fez deste canal um feito técnico e uma autêntica obra de arte.

6. Catedral de Notre-Dame de Paris

A Catedral de Notre Dame ou Nossa Senhora de Paris representa o estilo gótico francês em todo o seu esplendor. Sendo uma referência fundamental da cultura ocidental, faz parte do catálogo do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Já pensou em visitar a Catedral de Notre-dame?

Após mais de 850 anos de existência, as funções espirituais de Notre Dame de Paris permaneceram intactas. Suas famosas gárgulas, suas impressionantes rosetas e suas belas esculturas recebem uma média de 20 milhões de visitantes por ano, pelo menos até o infeliz incêndio de 15 de abril de 2019, que forçou a interrupção temporária de suas funções para a restauração.

7. Palácio de Versalhes

Local preferido de residência da monarquia francesa entre os reinados de Luís XIV e Luís XVI, o Palácio de Versalhes, perto de Paris, embelezado por sucessivas gerações de arquitetos, escultores, decoradores e paisagistas, foi por mais de um século o modelo do palácio Real por excelência em toda a Europa.

Deixe-se embriagar pelo charme de seus jardins, estruturados  nos moldes franceses com decorações em arabescos, entrelaçados e cheios de belas esculturas. Declarado Patrimônio da Humanidade em 1979, o Palácio de Versalhes é um dos monumentos mais visitados do país. Não o perca!

8. Grande Ilha de Estrasburgo

Cercada pelo rio Ill, a Great Island é o centro histórico de Estrasburgo, capital da Alsácia, região localizada no leste da França que serviu de inspiração para o filme A Bela e a Fera, da Disney.

Em uma área bastante pequena, abriga um conjunto de monumentos de qualidade excepcional: a catedral, quatro igrejas antigas e o Palácio Rohan, antiga mansão dos bispos-príncipes. Esses monumentos são articulados em um bairro antigo que é uma amostra de cidades medievais.

9. Centro histórico de Lyon

A cidade de Lyon, localizada no centro-leste da França, foi fundada no século I aC pelos romanos, que estabeleceram nela a capital das Três Gálias. Desde então, Lyon desempenhou um papel importante no desenvolvimento político, cultural e econômico da Europa ao longo de sua história.

Em sua visita, não perca o Vieux Lyon, um belo bairro medieval e renascentista às margens do rio Saona; la Fourvière, uma colina com vista para a cidade de Lyon, onde está localizada a Basílica de Notre-Dame de Fourvière; o Presqu'île, o centro da cidade e um de seus lugares mais interessantes, ou o Croix-Rousse, um bairro localizado em uma das colinas de Lyon.

Descubra também nosso artigo sobre como se hospedar na França.

10. Locais pré-históricos e cavernas decoradas do vale Vézère

O sítio pré-histórico do vale de Vézère compreende 147 sítios arqueológicos e 25 cavernas decoradas com pinturas parietais, que oferecem excepcional conteúdo antropológico e estético.

Os mais importantes estão na caverna de Lascaux, cuja descoberta em 1940 representa um marco na história da arte pré-histórica. As cenas de caça descritas nela são de uma composição admirável e compreendem cem figuras de animais executados com um aguçado senso de observação, que são surpreendidos por sua grande riqueza de cores e seu realismo vívido.

Se você gosta de pinturas e locais de cavernas, não pode perder!

11. Monumentos romanos e românicos de Arles

Excelente exemplo de adaptação de uma cidade da Antiguidade clássica à civilização medieval européia, Arles preserva vestígios e monumentos impressionantes da época romana. As mais antigas (criptotópicas, circo e teatro romano) datam do século I aC.

Também declarada Patrimônio da Humanidade, a cidade teve uma segunda Era de Ouro no século IV, da qual são mostradas as Termas de Constantino e a necrópole de Alyscamps. A igreja de San Trófimo, um dos monumentos mais importantes da arte românica provençal, fica na cidade intramural .

12. Centro histórico de Avignon

Localizada no sudeste da França, a cidade de Avignon recebeu os papas no século XIV. Seu palácio domina a cidade, as muralhas e os vestígios de uma ponte do século XII sobre o rio Ródano.

Juntamente com o Pequeno Palácio e a catedral românica de Notre-Dame-des-Doms, que fica aos seus pés, a residência papal, uma obra notável da arquitetura gótica, forma um extraordinário complexo monumental que atesta o importante papel desempenhado por Avignon na Europa cristã do século XIV.

13. Catedral de Chartres

Inaugurada em 1145 e reinaugurada após o incêndio sofrido em 1194, a construção da Catedral de Chartres foi concluída 26 anos após esse incidente.

A Catedral de Chartres também vai encantar você pela sua beleza.

Representante do auge da arte gótica francesa, esta catedral dotada de uma vasta nave do mais puro estilo ogival, com varandas ornamentadas com esculturas admiráveis ​​de meados do século XII e magníficos vitrais dos séculos XII e XIII é uma obra excepcionalmente bem preservada.

14. Bordeaux, Puerto de la Luna

O centro histórico desta cidade portuária no sudoeste da França possui um excepcional complexo urbano e arquitetônico criado na Era do Iluminismo, cujos valores duraram até a primeira metade do século XX. Bordeaux é, depois de Paris, a cidade francesa com os monumentos históricos mais preservados.

O layout urbano e os conjuntos de edifícios construídos desde o início do século XVIII fazem desta cidade um exemplo excepcional da arquitetura neoclássica. O urbanismo de Bordeaux reflete o triunfo dos ideais dos filósofos da Era do Iluminismo, que aspiravam fazer das cidades verdadeiros crisóis do humanismo, universalidade e cultura. Você não pode perder!

Quer ver tudo isso de perto? Comece agora mesmo a fazer aulas de francês para se preparar para a sua viagem de estudos à França.

 

Precisando de um professor de Francês ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Quando não há mais nada a dizer, escrevo!!!