Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Cinco conselhos para saber rapidamente a língua latina

De Carolina, publicado dia 10/02/2019 Blog > Idiomas > Latim > As 5 dicas para aprender latim rápido

“O papado nada mais é que o fantasma do falecido Império Romano, sentado coroado em seu túmulo”, Thomas Hobbes (1588-1679).

Fascinado pela civilização romana, pela história-geografia, pelo mundo antigo – Roma e Grécia antiga – e pelas línguas antigas?

Quer aprender latim?

Como fazer para aprender a língua do Império Romano e que deu origem a tantas outras depois de adulto?

E como memorizar bem as palavras latinas? O aprendizado do latim se faz  principalmente por memorização – recitar palavras com a primeira declinação latina, aprender casos (nominativo, acusativo, vocativo, genitivo, dativo, ablativo). Mas, se não entender o propósito dessas lições, nada vai servir para aprender latim (veja a biblioteca).

Quando adolescente, talvez falte a vontade de fazer malabarismos com as palavras latinas para construir pontes com as muitas línguas europeias às quais a língua latina deu origem. Ou, por exemplo, para entender melhor a sintaxe e o sistema gramatical do português.

Faça aulas do idioma de Roma Antiga Por que acelerar seu aprendizado na língua latina?

Além disso, essa língua morta – grego antigo ou latim – pode cair no esquecimento em outros assuntos e línguas, tornando o aprendizado de latim pesado, desinteressante.

Não é possível aprender latim rapidamente nessas condições…

Para estudantes de latim, profissionais de latim experientes, o ensino da exploração da literatura clássica ainda tem muitas vantagens. É sempre bom se familiarizar com a leitura de textos da Roma antiga, conhecer a história da literatura, fazer parte dos bons alunos da classe…

Aqui estão, de acordo com a redação do Superprof, 5 dicas para aprender latim mais rápido.

1. Aprenda um pouco do vocabulário latino

O cérebro humano trabalha com uma rede infinitamente densa de neurônios que se conectam e desconectam permanentemente com dezenas de milhares de outros.

Quando tentamos memorizar o vocabulário latino, estimulamos um grande número de conexões neuronais. Então, como um HD de um computador, quanto mais curto o caminho, mais rápido você se lembrará das palavras em latim.

Quer aperfeiçoar seu estoque de termos vernaculares em latim? Sabia que viajar pode ajudá-o a treinar a fonética durante uma excursão à Campânia? Ou enriquecer seu vocabulário? Ou aprender latim online?

É melhor aprender cada palavra de um livro de Cícero ou Lívio, ou apenas as palavras mais comuns da linguagem cotidiana?

Buscando assimilar imediatamente as 1702 palavras do léxico do latim, assim como cada terminação de cor pode ser imprudente. Assim, nunca seremos capazes de traduzir um texto.

É por isso que nossa dica nº 1 seria focar apenas no vocabulário básico.

Começando com um pequeno léxico latim português rudimentar, é possível entender a maioria das frases usuais dos textos literários.

Por exemplo, aplicamos o princípio dos 80-20 para o curso de latim para iniciante: 80% dos efeitos são o produto de 20% das causas, de acordo com a lei de Pareto (1848-1923). Ou seja, para memorizar 20% das palavras, teríamos que ver 80% das mais usadas.

Treinar um pequeno volume de palavras também pode segmentar sua progressão: aprendemos uma pequena lista de dez ou quinze palavras e aumentamos pouco a pouco ao longo das semanas.

Isso evita, entre outras coisas, ser desencorajado por todo o trabalho que precisa ser feito.

Para conseguir isso, uma ideia seria dividir uma lista de palavras do dicionário em latim português, ou aquelas do texto em latim que são mal compreendidas no número de dias restantes do mês.

Por isso, comece por escrever uma lista de vocabulário em latim português. Em seguida, leia essa lista e repita as palavras que ocultam o formulário traduzido em português.

Para recitar em voz alta cada final (com sua natureza: substantivo, pronome, verbo), tente lembrar a tradução em sua própria língua materna. Passe para a palavra seguinte se tiver acertado e marque uma cruz se tiver errado.

Escreva todas as palavras marcadas em uma folha separada e repita o exercício até se lembrar de toda a lista.

2. Crie imagens mentais para aprender latim rapidamente!

Fazer um bom trabalho de exercícios latinos e estimular o raciocínio? Para isso, criar imagens mentais é um truque fundamental da metacognição. Isso quer dizer ter uma atividade mental nos próprios processos mentais – para estimular a memorização de uma frase em latim ou para melhorar sua expressão latina.

Aprenda o idioma da civilização romana Quanto mais dedicação, mas rápido você vai aprender latim

É um processo mnemônico para visualizar o que aprendemos. Pois as imagens criadas no cérebro são muito mais fáceis de reter que as ideias abstratas.

Mas quando alguém é confrontado com novas palavras em latim, é difícil adivinhar diretamente todos os significados das palavras:

  • Regnum, regni (dirigir, rei, reinado),
  • Caput, capitis (chefe, capital),
  • Imperium, imperii (império, parente, reparo, separado, imperativo),
  • Vox, vocis (voz, vogal, vocabulário, evocar),
  • Pax, pacis (paz, pacto, pagamento, país),
  • Caelum, caeli (céu, celestial), etc.

A representação mental da situação de uma frase em latim ajuda a mente humana a transformar uma palavra abstrata em uma imagem concreta para naturalmente decorá-la.

Em nosso exemplo de quatro palavras em latim, pode-se imaginar, por exemplo, louros em uma cabeça para o reinado de Júlio César (regnum), indo para o Coliseu para a capital (Roma, representando o Império Romano, caput, imperium), dando voz (vox) para implorar ao céu (caelum) para trazer a paz (pax).

Mesmo que a associação pareça louca para qualquer historiador ou linguista, isso pode ajudar a memorizar essa montanha lexical que antes parecia intransponível.

Cada processo de imagens mentais está necessariamente sujeito a exageros, movimento ou associação incomum.

Imaginar um tsunami para lembrar uma onda, uma bigorna para um martelo, etc., ajuda a fixar no cérebro a memória de uma imagem impressionante que não se esquece.

Além disso, as imagens móveis são mais restritivas que as coisas estáticas: não deixe de criar cenários completamente absurdos.

3. Mobilizar a teoria das inteligências múltiplas

O professor de português – latim pode usar vários métodos para seus alunos assimilarem o latim.

Como aprender a língua latina no colégio?

O cérebro humano se desenvolve através de três formas de memória: auditiva, visual e cinestésica. Assim, todos nós temos diferentes tipos de inteligências: inteligência visual, espacial ou cinestésica.

Faça aulas de língua latina O berço da cultura ocidental está em Roma Antiga!

Estude o idioma romano para falar rapidamente como Júlio César! Costuma-se dizer que os jogadores de xadrez se tornam mais inteligentes: da mesma forma, aprender latim estimula diferentes formas de raciocínio cognitivo.

A aprendizagem de línguas multiplicam as formas de inteligência.

Lembrar nomes em latim, verbos irregulares, cada adjetivo de qualificação ou preposições em latim pode ser uma verdadeira dor de cabeça para o aluno que não tem memória visual.

Como o latim é uma língua morta, não existe mais nos livros e ninguém fala fluentemente como uma língua materna.

Como resultado, é mais fácil seguir esse ensinamento com base em materiais escritos que com aparelhos auditivos.

Na linguagem de Cícero e Sêneca, muitos pontos gramaticais podem ser confundidos: onde colocar o supino, como determinar o acusativo do dativo, como conjugar o verbo ser, como lembrar cada declinação?

Como aprender latim se divertindo?

Fazer um mapa mental, em outras palavras, um diagrama heurístico, pode ser de grande ajuda.

O método consiste em colocar no papel um esquema visual que classifica as palavras do português ou cada palavra em latim. É uma técnica reconhecida na ciência cognitiva para resumir um livro, preparar um exame e aprender uma língua.

Por exemplo, escrevemos em cores diferentes os superlativos issimus, errimus, illimus em uma caixa no centro de uma folha. Depois, associamos a cada um o radical de um adjetivo, escrevendo expressões ou comparações em cada relação.

Isso é para ajudar memorizar os superlativos relativos e absolutos: doctus, o erudito, se torna doctissimus para significar “o mais instruído”.

Buscando o esforço dos dois hemisférios do cérebro e estabelecendo vínculos entre as ideias, o aluno vai direto ao essencial em seu aprendizado de latim e cria um caminho curto para facilitar sua memorização.

4. Pratique o método de repetição espaçada para aprender rapidamente o latim

Não há nada mais proibitivo e cansativo que rever páginas e páginas de teoria e tabelas de conjugação latina infinitamente.

Quando se lê textos intensivamente, “entra em um ouvido e sai pelo outro”, como dizem. Ingurgitando uma massa colossal de palavras do vocabulário português, o vocabulário grego ou latim de uma só vez é simplesmente impossível.

Nosso cérebro não funciona em um modo fotográfico para maximizar sua retenção de conhecimento, ele precisa repetir, ruminar, revisar e repetir.

É por isso que é melhor revisar um curso de idioma em intervalos regulares, espaçados, enquanto segmenta o aprendizado do latim.

Esse método de repetição espaçada foi teorizado pelo filósofo alemão Hermann Ebbinghaus (1850-1909). Ele foi considerado o pai da psicologia experimental da aprendizagem.

Como estudar o idioma latino? Vale a pena se aprofundar na língua latina para aprender outras disciplinas

De fato, para evitar sobrecarregar a nós mesmos, nosso cérebro constantemente classifica, seleciona e esquece exponencialmente as informações que recebe e não considera importantes.

O top 15 de aplicativos para aprender latim!

5. Encontre processos mnemônicos

Aprender a língua latina é mais fácil para os falantes de países latinos – Portugal, Brasil, França, Itália, Espanha, Romênia, Suíça francófona, Bélgica francófona, Quebec, outros países do continente latino-americano – que quando se fala alemão ou pior, japonês.

De fato, nossa língua materna é uma língua com raízes etimológicas de origem latina, como se os povos antigos do Lácio fossem nossos ancestrais linguísticos.

Mas, para memorizar o esqueleto morfológico desse idioma em itálico, precisamos recorrer a processos mnemônicos que simplificam e facilitam o aprendizado.

Como aprender o latim?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar