Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Faça cursos de fotografia e se torne fotógrafo profissional

De Fernanda, publicado dia 19/06/2018 Blog > Artes e Lazer > Fotografia > Estude fotografia e descubra uma profissão

Seja como um grande repórter, admirado pelo seu trabalho e por sua coragem, como um incrível fotógrafo de arte ou fotógrafo de moda famoso ao lado das maiores estrelas e do que há de mais belo: se tornar fotógrafo profissional é o sonho de muitos.

Quem nunca, quando conheceu um desses artistas, teve um sentimento secreto de inveja?

Nos últimos anos, com a explosão das redes digitais e sociais, tirar belas fotos se tornou algo muito mais acessível, e muitos estão vivendo essa arte sem ter feito nenhum curso de fotografia.

“Você não tira uma foto, você a faz” – Ansel Adams

Dispositivos de todos os tipos, softwares de edição de imagens, filtros … Hoje em dia, todos podem podem se passar por fotógrafos sem necessariamente dominar as técnicas essenciais desta profissão.

Então, será que aprender a fotografar ainda é necessário para se tornar um profissional?

Ainda é válido aprender fotografia para se tornar fotógrafo?

Ainda é justificável falar da profissão do fotógrafo como a conhecemos hoje?

Pois saiba que sim! Os profissionais não olham apenas para o aspecto estético da foto, mas também, e sobretudo, seu aspecto técnico!

Esta foto foi tirada em frente à Prefeitura de Paris em 1950 “Le baiser de l’Hôtel de Ville”, de Robert Doisneau, é uma das fotos históricas mais famosas.

Para eles, a fotografia não é apenas uma arte, mas uma disciplina real, com todo o trabalho, experiência e aprendizado que isso acarreta.

Um verdadeiro fotógrafo, ou mesmo um amante de fotos, diferencia facilmente uma foto editada com efeitos, filtros e retoques de uma foto de sucesso com técnica aplicada e luz controlada.

Se você quiser se apresentar como um fotógrafo, o reconhecimento de seus pares vai passar por uma análise cuidadosa de sua legitimidade para adquirir este título!

Qual formação escolher para se tornar um fotógrafo profissional?

Várias possibilidades estão disponíveis para o aluno que deseja fazer seus estudos em fotografia. Não importa se você quiser estudos de curta ou longa duração, há opções para todos. Mas então, como se tornar um fotógrafo?

É possível se tornar um fotógrafo profissional sem ter feito curso nenhum, mas é um pouco complicado.

Mas temos uma boa notícia: vários cursos estão disponíveis para você. Uma formação específica em fotografia é preferível, mas não obrigatória.

Confira aqui as diferentes opções para os amantes das lentes:

Bacharelado em fotografia: atualmente só existem duas instituições que formam bacharéis em fotografia no Brasil. O Senac SP é um deles. Segundo a instituição, o curso tem como objetivo propiciar ao estudante uma sólida formação fotográfica, relacionada com o pensar e o produzir imagens, proporcionando o domínio das múltiplas dimensões que constituem o trabalho do fotógrafo contemporâneo.

Por se tratar de um bacharelado, com duração de 4 anos, evidencia-se a possibilidade de uma formação ligada à Fotografia, mais abrangente, que, para além da técnica fotográfica, envolve discussões dentro dos campos da Comunicação e da Arte. O bacharel em fotografia além de estar capacitado como fotógrafo, apresenta repertório histórico, estético e comunicacional amplo.

Afinado com o estado da arte fotográfica, o curso tem ênfase na fotografia digital. No entanto, por preocupar-se com a evolução da técnica e da linguagem da fotografia, preserva o estudo dos processos analógico e fotoquímico.

Neste curso o aluno terá formação para atuar nos diversos segmentos de mercado, como por exemplo: os estúdios, a moda, a arquitetura, a ciência, a imprensa, o audiovisual, a publicidade, as empresas etc. Para além desses segmentos, com o domínio da linguagem fotográfica, o aluno estará capacitado para a gestão de acervos fotográficos, o exercício da crítica em fotografia e em processos gráficos, para discutir os usos dessa linguagem, suas apropriações e importância contemporânea. Poderá atuar como pesquisador e professor, abarcando a atuação acadêmica. Além disso, o estudante é estimulado a desenvolver trabalhos autorais, utilizando a linguagem fotográfica como forma de expressão artística.

As Faculdades Integradas Barros de Mello (Aeso), em Olinda (PE), e a Faculdade Panamericana de Artes, em São Paulo (SP), também oferecem o curso de Bacharelado em Fotografia.

Cursos Superiores de Tecnologia em Fotografia: essa modalidade é voltada para as técnicas da imagem e é oferecida em diversas instituições de ensino superior. Com uma duração mais curta que o bacharelado, a matriz curricular é ofertada ao longo de dois anos de curso, em média. Disciplinas como estética, teoria da comunicação, fotojornalismo e história da fotografia compõem a base teórica das aulas.

Cursos livres de curta/média duração: ofertados por escolas particulares de fotografia, possuem temáticas e modalidades variadas. Informe-se na sua cidade sobre as escolas particulares de fotografia.

Bacharelado em jornalismo ou publicidade: essa acaba sendo a opção de muitos estudantes que desejam se tornar fotógrafos profissionais. Muitos cursos de graduação oferecem inclusive a disciplina de fotojornalismo.

Como fotografar corretamente um assunto? Trabalhar em um laboratório de fotografia requer conhecimentos em química física.

As diferentes profissões da fotografia

O mundo da fotografia é tão vasto que reúne uma imensidão de diferentes profissões. O simples termo “fotógrafo” muitas vezes não significa muito se ele não é qualificado por um conceito complementar.

Seria difícil citar aqui todas as profissões relacionadas ao mundo da fotografia, mas aqui estão algumas que podem ajudá-lo a esclarecer sua orientação.

  • O fotógrafo artístico: inventivo e criativo, o fotógrafo de arte não procura representar uma paisagem ou uma pessoa em sua realidade, mas sim por um olhar abstrato, original ou inusitado em seus assuntos. Este não é o status mais fácil de se obter no meio. Na verdade, além de dominar as técnicas fotográficas, ele impõe uma sensibilidade artística e uma imaginação muito desenvolvida. Nem é a escolha mais lucrativa que um fotógrafo pode fazer. Muitos estão lutando para viver de sua arte e são forçados a desenvolver negócios paralelos para ganhar a vida, como fazer fotos comerciais, de eventos ou para bancos de imagens.
  • O fotógrafo de retratos: em geral trabalha em estúdio. Ele faz retratos individuais ou retratos de família. Essa atividade também se desenvolveu muito ultimamente graças ao sucesso das sessões de fotos, a última moda em aniversários, maternidade ou despedidas de solteiro, por exemplo. Mas esta profissão também pode ser exercida ao ar livre. Este é, por exemplo, o caso de fotógrafos que fazem retratos ou fotos em grupo nas praias ou em terraços de restaurantes no verão.
  • O fotógrafo de imprensa: em geral ele trabalha, como o nome sugere, para as agências de mídia e de notícias. Também chamado de fotojornalista, ele pode ter a vantagem de poder possuir um cartão de imprensa, da mesma forma que os jornalistas. A parte mais conhecida desta atividade é provavelmente a fotografia de pessoas. É também o mais lucrativo. Em geral esses fotógrafos também são formados em jornalismo ou publicidade.
  • O fotógrafo de eventos (ou social) é uma categoria que reúne uma ampla variedade de possibilidades. O fotógrafo do evento pode realmente intervir durante eventos privados, como festas de empresas, aniversários … Mas também em boates, por exemplo, ou em festivais. Faz também imagens de casamento, que sabemos que estão entre os protagonistas sine qua non para o sucesso de tal evento.
  • O fotógrafo de moda: muitos dos fotógrafos mais conhecidos se especializam em fotografia de moda. Juntamente com as maiores estrelas, trabalhando para as melhores marcas e as maiores revistas, este é o perfil que pode ser o mais sonhado, mas obviamente não é o mais fácil de alcançar!

Qual status para iniciar uma atividade independente em fotografia?

Como abrir uma empresa de fotografia? Você está a um passo de realizar o seu sonho como fotógrafo independente: crie sua MEI!

A primeira e mais simples alternativa é você se registrar enquanto Microempreendedor individual (MEI). Se na sua atividade de fotógrafo você fatura até 60 mil reais por ano, não é sócio de outra empresa e não tem mais de um empregado, então você pode ser um Microempreendedor individual (MEI). Caso fature mais do que isso, pode optar pelo estatuto do Simples Nacional.

Veja os custos que você como fotógrafo terá de pagar para se formalizar:

  • Custo de abertura da empresa (MEI): zero.
  • Custos de contabilidade: zero. Não há necessidade de contador.
  • Impostos federais (IR, PIS, COFINS, IPI, CSLL): isento.
  • Outros Impostos: apenas uma taxa fixa mensal de R$45,00 para Comércio ou Indústria, R$49,00 para Prestação de Serviços ou R$50,00 para Prestação de Serviços e Comércio conjuntamente.

Veja alguns dos principais benefícios em se tornar Microempreendedor individual (MEI):

  • Ter direito à aposentadoria. Quando você ficar mais velho, poderá contar com uma renda adicional.
  • Auxílio-doença. Quando você estiver doente sem poder trabalhar, continuará recebendo.
  • Auxílio maternidade, no caso da mulher.
  • Mais clientes e mais cliques. O fotógrafo pode emitir nota fiscal e prestar serviços para empresas públicas e privadas.
  • Vai deixar de ser recusado por empresas preocupadas em gerar vínculo empregatício.
  • Descontos e prazos melhores junto a fornecedores pelo fato de ter um CNPJ.
  • Vai conseguir empréstimos bancários mais facilmente porque poderá comprovar sua renda.
  • Poderá ter um local fixo de trabalho e aumentar as chances de conquistar uma clientela fiel. (Quiosque, barraca, banca ou a própria casa)
  • Contratar um funcionário com taxas baixas para ajudar seu negócio a crescer.
  • Pensão aos filhos menores em caso de morte ou reclusão.

Atividades permitidas

No momento de abertura da empresa, você define uma atividade principal, mas também deve selecionar mais 15 outras atividades complementares, que poderá exercer em paralelo. Na área de fotografia, conheça algumas das atividades permitidas:

  • Fotógrafo(a) independente
  • Fotógrafo(a) aéreo independente
  • Fotógrafo(a) submarino independente
  • Comerciante de artigos fotográficos e para filmagem independente
  • Revelador(a) fotográfico independente
  • ….

Descubra também as 15 razões para aprender a fotografar!

Algumas perguntas para fazer a si mesmo antes de tomar a iniciativa de se tornar um fotógrafo:

  • Por acaso você já teve um feedback do seu trabalho por parte de um profissional de fotografia? Para ter sucesso nesse meio, é importante, antes de começar, ter seu trabalho avaliado, ter a opinião de especialistas em relação às suas capacidades e suas disposições. Isso pode ser feito, por exemplo, organizando uma exposição de suas obras ou participando de um concurso ou feira.
  • Você sabe como destacar suas fotos e seu portfólio? Por exemplo, você pode criar uma galeria ou um site online para publicar seus trabalhos. Isso divulga sua arte e permite que você valorize suas habilidades e talentos.

Sinta-se à vontade para mostrar seu trabalho a especialistas para receber um feedback deles. Organizar uma exposição de suas fotos é uma ótima maneira de avaliar seu potencial como fotógrafo.

  • Você quer se tornar um fotógrafo em tempo integral ou complementar à sua atividade atual, seja profissional ou estudante? Isso pode mudar o status que você vai ter e os cursos de fotografia necessários, dependendo do nível de especialização que você deseja alcançar.
  • Que tipo de objetivos você deseja alcançar? Novamente, o status que você escolher não será necessariamente o mesmo, se você quiser vender suas conquistas ou se preferir atuar unicamente como fotógrafo.

Como você pode ver, a profissão de fotógrafo não pode ser improvisada. Há tantas coisas para saber, técnicas para dominar e conceitos a adquirir, que fazer um curso de fotografia é essencial para ter sucesso no mundo profissional. E que tal fazer um curso online de fotografia?

Então, se você é apaixonado e quer ter uma bela profissão, não espere mais e inscreva-se no curso que corresponde aos seus desejos e ambições! (curso fotografia)

Você não se torna um fotógrafo apenas para brilhar nas redes sociais 😉

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar