Um professor deve acreditar no valor e no interesse do assunto que ensina, como um médico acredita na saúde - Gilbert Highet

As aulas particulares são uma alternativa cada vez mais solicitada pelos brasileiros para evoluir em química, física, fazer uma preparação para o vestibular ou para o Enem, ou até mesmo para relembrar noções de língua inglesa, por exemplo. Simples, acessíveis e eficazes, as aulas particulares têm a vantagem de apresentar professores exclusivamente dedicados aos seus alunos, que podem contatá-los sempre que quiserem e precisarem (ou quase sempre!)

O mercado das aulas particulares não para de crescer no Brasil, e isso não se trata de uma moda passageira. Já são anos de estrada e cada vez mais a procura por aulas particulares ganha força.

De um lado, professores que buscam aumentar seus salários ou buscam flexibilidade de horário, de outro lado, alunos preocupados com o seu futuro e que não encontram, na escola, todo o apoio necessário ao seu desenvolvimento acadêmico.

A maioria das aulas acontece na casa do aluno, e por boas razões. Essa maneira de ensinar é ideal para a agenda do estudante e possui muitos outros pontos positivos. Isso é o que veremos imediatamente neste artigo!

Dar aula na casa do aluno: construir confiança no ensino

Qual a vantagem de dar aula em casa?
Qual é o valor horário do ensino particular na casa no aluno? | Seja uma aula em casa ou na escola, há sempre uma boa maneira de desfrutar de um ambiente que conhecemos bem e no qual nos sentimos seguros.

É evidente que nos sentimos muito mais confortáveis em nossa casa do que na casa dos outros. E uma aula particular não foge à regra para o aluno, sejam aulas de matemática, aulas de piano ou uma preparação para o vestibular. Essa é a principal e maior vantagem do ensino na casa do próprio estudante, esteja ele no ensino fundamental, ensino médio ou superior.

Porque sejamos francos: nada mais confortável e agradável do que estar sentado em sua própria cadeira na sua sala, na frente do seu próprio computador, tomando chocolate quente na sua xícara predileta! Difícil encontrar ambiente mais adequado, não? E esse ambiente traz confiança, essencial para o professor, que pode aproveitar a abertura do aluno para transmitir conceitos e definições com maior facilidade e prazer. Um prazer que será compartilhado, claro!

Na verdade, um curso de matemática, por mais chato que seja, sempre será mais agradável com um aluno feliz em aprender, em condições ideais para isso. Todos os alunos, não importa a disciplina, se tornam mais receptivos às aulas e aos ensinamentos do seu professor, seja de francês, de inglês ou intensivo de matemática.

Este apoio escolar particular tem um pouco da vertente dos serviços pessoais, como o baby sitting, que visam dar qualidade à vida cotidiana de uma pessoa. Além disso, o professor pode expandir sua clientela, já que o aluno em questão pode também sofrer de uma deficiência física que limita seus movimentos. Um benefício real para todos!

A oferta de educação na casa do aluno é, portanto, uma boa solução para encontrar um trabalho empolgante como professor e transmitir sua paixão a uma criança ou um adulto. É uma modalidade que contribui muito no combate às dificuldades de aprendizagem ou simplesmente no apoio ao dever escolar. Você que vai definir a sua especialidade!

E se você prefere dar aulas na sua casa?

Rodolfo
Rodolfo
Profe de Solfejo
5.00 5.00 (1) R$60/h
1a aula grátis!
Adelaide
Adelaide
Profe de Inglês
5.00 5.00 (32) R$120/h
1a aula grátis!
Gustavo
Gustavo
Profe de Química
5.00 5.00 (36) R$100/h
1a aula grátis!
Diego
Diego
Profe de Alemão
5.00 5.00 (10) R$150/h
1a aula grátis!
Marília
Marília
Profe de Preparação vestibular científico
5.00 5.00 (4) R$38/h
1a aula grátis!
Vitor
Vitor
Profe de Inglês
5.00 5.00 (3) R$155/h
1a aula grátis!
Marina
Marina
Profe de Atualidades
R$30/h
1a aula grátis!
Alexia
Alexia
Profe de Contabilidade
R$50/h
1a aula grátis!
Stefano
Stefano
Profe de Italiano
5.00 5.00 (6) R$80/h
1a aula grátis!
Isadora
Isadora
Profe de Yoga
5.00 5.00 (11) R$110/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Gestão contábil
5.00 5.00 (83) R$100/h
1a aula grátis!
Valbiana
Valbiana
Profe de Iniciação Musical
5.00 5.00 (9) R$65/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Profe de Matemática
5.00 5.00 (60) R$100/h
1a aula grátis!
Nancy
Nancy
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (35) R$35/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (25) R$80/h
1a aula grátis!
Natiara
Natiara
Profe de Química
R$120/h
1a aula grátis!
Barbara
Barbara
Profe de Reforço escolar
R$50/h
1a aula grátis!

Dê aula na casa do aluno: como ir além!

Qual a vantagem de dar aula em casa?
Como você sabe se um aluno está motivado em casa? | Ensinar na residência do aluno é uma boa ideia para aumentar a confiança na relação professor / aluno.

Os melhores professores são aqueles que sabem como se transformar em pontes, e que convidam seus alunos a cruzá-las - Nikos Kazantzakis

Dar aulas particulares na casa do aluno, além de ser uma situação ideal para ele, prova ser uma modalidade eficaz graças à metodologia. Com efeito, graças a este mesmo processo de construção de confiança que ganha força na vida do estudante, este último fica capaz de assimilar melhor o programa escolar e progredir cada vez mais depressa, tudo isso graças a você!

Porque sim, nesse caso não existem intermediários: a relação aluno professor se torna o centro da metodologia, e por isso você ganha tanta importância no seu desempenho escolar. Portanto, não tenha medo de ir até a casa do aluno, pois afinal, todos os benefícios estão a seu favor: seja em uma aula de alemão, uma aula de violão ou aula de português para estrangeiros. Nada e ninguém pode impedi-lo de avançar seu aluno, então você e ele devem estar cientes para ter sucesso!

E que tal dar aulas em um lugar público?

por que dar aulas em casa?
Um curso em casa é mais caro? | Um estudante está sempre mais confortável em seu habitat natural, sua casa, e por isso a aula pode ser mais eficiente.

Querer ir além no ensino também é saber desenvolver novas habilidades, seja no aluno ou no professor. Trata-se de construir um ambiente saudável e estável para ele (que também se torna para você).

Quando a qualidade de um trabalho bem feito está associada a um lugar onde os dois se sentem bem, o professor só tem a ganhar, afinal sua principal atividade e sua profissão ganham um novo significado. Um sentido ainda mais nobre, em que o gosto pelo trabalho e a recompensa por parte do aluno estão intimamente ligados, e ainda mais encorajadores para ele. Uma didática que comprova ser eficaz, independentemente do perfil do aluno.

Em matemática, física, como em aulas de violino, o local da aula, bem como o material disponibilizado no local, tem papel fundamental no enriquecimento do raciocínio. Porque sim, o apartamento de um aluno é acima de tudo um local de vida, antes de ser um lugar de aula. É preciso, portanto, de todo o material necessário para um curso de informática, ou para uma aula de álgebra. Não é preciso dizer, por exemplo, que para uma aula de piano é preciso que o aluno tenha o instrumento em casa!

Dê aula em casa: desenvolva um bom relacionamento com seu aluno

Como dar aulas em casa?
Como aproveitar a casa do um aluno para dar uma aula excelente? | Em um ambiente escolar, o sucesso de um aluno depende da didática de seu professor, mas também do ambiente e da infraestrutura escolar.

Os professores podem ser hoje os primeiros defensores de uma evolução do nosso sistema educacional - Jean-Michel Blanquer

Quando você ensina diretamente na casa do aluno, muitas vezes você tem a oportunidade de aprender mais sobre ele, de uma maneira indireta. Para fazer isso, a relação que o professor desenvolve com o aluno ao longo do curso é a diretriz, que também determina a eficácia do ensino. Porque afinal, como já foi mencionado, quando você se sente bem em seu local de trabalho (ou estudos, para o aluno), estamos mais aptos a abrir a mente e o espírito, assimilando mais facilmente o que nos é transmitido.

Você sabe quanto custa uma aula particular em casa?

Proporcionar aulas de física, cursos de idiomas ou aulas particulares em casa traz uma proximidade formal que dá força à relação. O aluno e o professor podem então se conhecer melhor, às vezes de maneira mais desinibida, para ir além nos conceitos mencionados e no próprio currículo. Pois bem, os serviços em casa são uma modalidade especial!

Se você é um profissional registrado no Superprof, em um site especializado ou em uma empresa, exercer sua atividade de professor em casa tem um papel humano significativo e, para desempenhar ele, você precisa saber como aproveitar ao máximo isso. Todos os benefícios, vantagens, metodologia, didática, recursos...

Afinal, um dos elementos chave para o desempenho escolar é o interesse do aluno. Fala-se muito sobre o papel do interesse do estudante no processo de ensino aprendizagem. Claro, além de os conteúdos apresentados precisarem fazer parte do contexto de vida do aluno, ou seja, precisam falar com ele, o ambiente onde acontece a aula é também fator fundamental para o estabelecimento do interesse e da motivação.

O professor e o aluno podem conversar antes das aulas se iniciarem e entrar em acordo sobre o melhor local e a melhor disposição das aulas. Ser professor também é saber observar, detectar elementos disruptivos ou, ao contrário, aqueles que podem desempenhar um papel de recurso educativo no aprendizado e progressão de seu aluno. A vantagem da casa é conhecer seu aluno mais rápido!

Ao conhecer alguém mais rapidamente, podemos orientá-lo melhor e direcionar seu próprio curso nos elementos que prenderão sua atenção. Estar no seu próprio ambiente, em casa, é para uma criança como para um adulto, uma oportunidade e uma oportunidade de ouro para o professor aproveitar para participar do sucesso acadêmico deste último.

Que seja dito! Ser professor na casa do seu aluno tem muitas vantagens! Ao dar confiança para o estudante, você pode ir mais longe no ensino e desenvolver uma relação mais humana, mais sólida, que vai contribuir na progressão e na melhor assimilação das suas aulas ao longo das semanas.

Administrar os bloqueios e o estresse do aluno

Entender bem o aluno que você tem na sua frente já é uma boa parte de seu trabalho!

A primeira aula é essencial para compreender as expectativas do aluno e apresentar sua metodologia de trabalho. Isso pode ser uma ferramenta importante para se aproximar dele e de suas barreiras com o aprendizado.

A definição de um objetivo preciso com o aluno ajuda em sua missão e pode ser uma ferramenta poderosa para você e seu aluno. Os objetivos podem ser:

  • Um 8 em uma prova valendo 10
  • Conseguir passar na recuperação
  • Aprender uma matéria muito difícil para ele que cai no seu concurso

Não deixe de perguntar para o aluno quais são suas dificuldades. Isso pode ajudar a compreender porque ele não consegue avançar em uma matéria ou conteúdo.

Em outros termos, aprender o modo de funcionamento de seus alunos permite compreender em quais pontos você terá que aperfeiçoar com eles.

Seja sistematicamente positivo com seus alunos. Incentive-os quando eles acertam e valorize cada ponto onde você acha que ele progrediu.

Portanto, não deixe de lado suas conquistas. Ao contrário, chame sua atenção e mostre para eles seus progressos de forma construtiva e positiva.

Nesse sentido, apresentar eixos a serem melhorados é mais positivo que enumerar os mesmos elementos com os rótulos de "erros" ou "pontos negativos".

O mais importante é deixar seu aluno à vontade!

Fique calmo e sorridente! Isso pode ajudar o aluno a ficar mais tranquilo durante suas aulas.

Uma pequena dose de humor também pode ajudar a passar seus conhecimentos de maneira mais fácil!

Trabalhar isso faz parte dos procedimentos para se tornar professor particular.

As aulas particulares em casa

Ter um método antes de dar as aulas parece ser algo bem positivo. Porém, você não deve ficar preso somente a um método e adaptá-lo de acordo com os objetivos, expectativas e necessidades de cada aluno. Eles vão precisar disso para progredir e ser bem sucedidos.

A metodologia é, mais ou menos, a mesma de acordo com a matéria que você vai ensinar.

Seja para dar aulas de contabilidade, informática, francês, português, alemão, biologia, história, geografia, canto, piano, o mais importante é saber como você vai passar seu conhecimento.

Sua organização como professor particular ou de reforço escolar na preparação das aulas é um sinal de seu investimento e sua seriedade.  Não dá para improvisar os exercícios do dia com o aluno e descobrir o que ele faz e quer nas aulas. A sua preparação é a garantia de seu rigor e influencia muito na sua reputação.

Enfim, se você acompanha um aluno em aulas particulares em domicílio e em aulas de reforço escolar num lugar diferente, tenha o mesmo tipo de comportamento com ele. Não seja menos rígido em sua preparação quando as aulas são em sua casa. Mais uma vez, a sua reputação e sua seriedade são os sinais de seu profissionalismo.

Organize-se também se você quiser dar aulas pela webcam! Ou em qualquer outro lugar em que quiser dar aulas.

Os estudantes aprendem de diferentes maneiras
Adapte o seu método de acordo com a necessidade de cada aluno

Seu programa para as aulas vai depender de várias coisas:

  • O nível de estudos de seus alunos: dar aulas particulares ou reforços escolares para alunos do 3º ano do ensino médio prestes a fazer vestibular e Enem não é a mesma coisa que acompanhar um aluno de um curso superior de matemática ou engenharia, por exemplo. O programa não é o mesmo e a maneira de se aproximar desses alunos não será a mesma.
  • Adaptar seu programa e seu coaching escolar à personalidade de seu aluno: como a gente falou, uma metodologia clara tem sentido somente se ela for flexível à personalidade de seus alunos. A medida que as aulas avançam, é importante evoluir em sua metodologia e propor novas coisas.
  • Adaptar o ritmo de suas aulas em função das circunstâncias: a metodologia e o trabalho devem ser diferentes para um aluno que vai fazer uma prova ou está com dificuldade em uma matéria. Por exemplo, para uma prova de vestibular ou concurso, por exemplo, estudar as provas dos anos anteriores é muito coerente e eficaz.

Simplesmente, é preciso saber gingar entre as fases de aprendizagem que vão construir o conhecimento básico do aluno e as fases de revisão, tipicamente presentes antes de uma prova.

Sua antecipação e comunicação são suas principais aliadas para encontrar o equilíbrio. Um bom professor particular sabe personalizar suas aulas.

Acompanhar o aluno a longo prazo e medir os frutos de seu trabalho

Definir objetivos também faz parte dos reforços escolares
Saiba medir os frutos de seu trabalho como professor

A melhor solução é acompanhar um determinado aluno durante todo o seu trajeto escolar, com certeza.

Ainda, uma frequência maior das aulas (uma vez por semana, por exemplo) parece mais eficaz que aulas dispersas no tempo.

A regularidade permite gravar na memória os assuntos tratados nas aulas anteriores, seja na escola ou durante a aula particular. Além disso, o professor e o aluno perdem menos tempo para explicar o conteúdo de matemática, português, e outras matérias das aulas anteriores.

Esse critério da regularidade, infelizmente, não depende só de você (disponibilidade do aluno ou recursos financeiros dos pais). Mas é importante tentar programar aulas regulares o máximo possível!

Como a gente já disse lá em cima, a primeira aula parece ideal para avaliar os pontos fortes e fracos do aluno e, principalmente, saber quais são suas expectativas.

É sempre melhor utilizar esse método sob medida que um acompanhamento inflexível. Você pode propor uma avaliação do progresso do aluno através de algumas provas durante o ano (depois de alguns meses de aula ou algumas aulas).

Esse tipo de iniciativa permite ao aluno ver o quanto ele progrediu, de medir concretamente seu progresso e ser mais confiante em seus estudos.

O grande desafio da independência e da autonomia

Aprender também deve ser aprendido
Ensine seu aprendiz a ser livre e estudar com seus próprios métodos

A função do professor particular ou do coach escolar não é a de acompanhar o aluno durante toda a sua vida escolar. A finalidade das aulas particulares é também dar autonomia ao aluno.

Esse processo vai demorar mais ou menos em função do aluno. Mas o resultado final deve ser sempre o mesmo: a sua independência. Tenha sempre na cabeça que você é um guia que mostra para o seu aluno um caminho seguro e autônomo.

Nesse sentido, é muito importante que você tenha o conhecimento para passar para ele, mas principalmente que você o ensine a aprender!

É a diferença que podemos encontrar entre um aluno que depende do professor, que pensa que o educador é responsável de seu sucesso e o outro que é autônomo. Esse caminho é útil para o seu aluno, não somente para a teoria que você ensina para ele, mas para a vida em geral.

Então, você deve ensinar e transmitir competências, mas também métodos. Mais uma vez, eles devem ser claros para que o aluno possa se apropriar deles. É assim que ele se tornará um aluno livre.

Resumindo:

  • Um bom professor particular é sério, com metodologia, pedagogia e observador.
  • Ele deve saber encontrar as dificuldades dos alunos que ele acompanha e deve adaptar seu método de trabalho em função da personalidade de seus alunos.
  • O professor tem que ter uma vontade sincera de ajudar o aluno não só nos conteúdos que ele tem dificuldade, mas a ser autônomo. O aluno deve aprender a aprender e buscar o método ideal para si.
  • Um coach escolar de qualidade deve ser capaz de se desprender do aluno progressivamente até o momento que ele esteja preparado para seguir e entender através de seus próprios métodos de acordo com o ensino do Brasil.

Um educador deve ter:

  1. Uma boa capacidade de comunicação
  2. Um entusiasmo e uma paixão pelo ensino
  3. Bom humor e ser capaz de rir com o aluno
  4. Tempo de escutar os alunos

Ajudar alunos com reforço escolar em nome de uma educação de qualidade

Segundo dados divulgados pelo InepInstituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - em 2015, a taxa de reprovação (considerada um dos principais indicadores de qualidade na educação em todo mundo) do primeiro ano do Ensino Médio no Brasil chega a 16,6%, índice considerado alto. Para a UNESCO, a reprovação reflete "condições insatisfatórias de ensino e de aprendizagem". Pois bem, sabemos que esse, infelizmente, não é o único índice com resultados negativos na educação brasileira. Poderíamos fazer uma lista de avaliações e pesquisas oficiais que indicam o quanto ainda temos de caminhar em direção a uma educação de qualidade para crianças e jovens.

Educação é a base da sociedade.
É preciso trabalhar por uma educação de qualidade: é o futuro que está em jogo!

Embora estes números reforcem a necessidade de melhoria na rede oficial de ensino, ele também serve para ilustrar o tamanho do mercado de trabalho para os profissionais que desejam trabalhar com educação no país, como a prestação do serviço de reforço escolar.

E como você se sentiria ao saber que pode contribuir efetivamente para melhorar esses dados? Pois bem, esse é o cerne da questão. Aí está a grande satisfação de trabalhar com o ensino: você pode transformar vidas!

Segundo Paulo Freire, pensador e educador brasileiro, ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção. Desse modo, deixa claro que o ensino não depende exclusivamente do professor, assim como aprendizagem não é algo apenas de aluno, as duas atividades se explicam e se complementam; os participantes são sujeitos e não objetos um do outro.

O desafio e prazer maior do professor está em dar as condições necessárias para seus alunos passarem a construir e a refletir por si sós. O importante é aprender a pensar, aprender a aprender.

Precisando de um professor de ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Fernanda

Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.