Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Saiba os elementos da batera!

De Carolina, publicado dia 08/12/2018 Blog > Música > Bateria > Quais são os componentes de uma bateria?

“A música, se ela faz sucesso ou não, não me interessa”. Georges Brassens

Quem canta os males espanta! Não somente para o canto, mas para tocar instrumentos também! A bateria, com certeza, está entre os mais alegres!

Quando alguém pensa em um baterista, por exemplo, não pensa em alguém reservado, quietinho… ao contrário! Alguém hiperativo para conseguir tocar todos os pratos, tambores, coordenar mãos e pés para tocá-la. Ou seja, não basta ser hiperativo, você também tem que ter coordenação motora o suficiente para não trocar os pés pelas mãos…

A bateria, com certeza, é um instrumento que exige muito do músico. Mas tem suas compensações!

Ela controla o tempo, é o motor de qualquer banda! A gente já ensaia alguns passos de dança, movemos nossa cabeça ou zumbimos quando escutamos seu som. Uma coisa é certa: ninguém é insensível a uma boa música que toca no rádio, em um bar ou em uma casa de shows.

E o ritmo é dado pelo baterista e seu instrumento. Como um metrônomo vivo, ele dá as chaves para outros instrumentos musicais: guitarra, baixo, saxofone, contrabaixo, sintetizadores…

Mas do que é feito uma bateria?

Vamos ver os elementos detalhados das baterias acústicas.

Os tambores da bateria

Primeiro elemento constituinte desde o início da bateria, os tambores são cilíndricos, abertos em ambos os lados e nos quais são esticadas peles retidas por círculos metálicos. É uma caixa de som do instrumento.

Originalmente, o tambor era feito de peles de animais, dificultando sua afinação.

O bumbo

Para tocar bateria é primeiro saber como tocar o bumbo.

Faça aulas de bateria Veja este instrumento da Coréia. Não seria um bumbo gigante?

O bumbo, ou bass drum em inglês, é o elemento mais imponente da bateria. É o tambor que tem o som mais grave.

A pele do bumbo é geralmente voltada para o público. Também encontramos muitas vezes o nome da banda impresso na pele do bumbo.

Quem sabe, depois de algumas aulas de bateria, você pode montar a sua banda?

Já comprou a sua bateria? Ludwing, Odery, Tama

O bumbo padrão é de 22″, mas é possível encontrar maiores e menores. Quanto maior, mais grave é o som.

Tocamos o bumbo com um pedal de pé direito para o destro e o esquerdo para o canhoto. Esse é o elemento que marca o ritmo.

No estilo da música de metal, é possível encontrar duas baterias ou um pedal duplo, para aumentar a velocidade dos golpes do baterista no bumbo.

Os tom-tons

Uma bateria padrão tem dois tom-tons e um surdo:

  • Um tom-tom agudo ou alto,
  • Um tom-tom médio,
  • Um surdo.

Eles são organizados em ordem, do maior para o menor, da esquerda para a direita para destros e vice-versa para canhotos.

Os tom-tons alto e médio são colocados acima do bumbo, suspensos, enquanto o surdo é colocado mais embaixo.

Como para o bumbo, quanto menor o tom-tom, mais agudo é. Quanto maior, mais grave ele soa. A profundidade do tom-tom também influencia no som que ele vai dar.

Duas peles compõem os tom-tons: uma pele para bater e uma pele de ressonância mais fina que faz o som vibrar.

Elementos da bateria: a caixa

Como montar um instrumento de percussão?

Vamos aprender primeiro os elementos de uma bateria moderna!

Aprender a bateria também é aprender o ritmo da caixa ou tarola.

A caixa é um tambor horizontal raso, colocado entre as pernas do baterista, ligeiramente para a esquerda para os destros, ligeiramente para a direita para os canhotos.

Em madeira ou metal, produz o som mais agudo de todos os tambores.

Ela tem duas peles, uma para golpear e outra para ressonância, mas também um selo: uma parte feita de vários metais, localizada sob a pele de ressonância. Ela dá um som ainda mais agudo à caixa.

Em inglês, é chamada de snare drum.

Existem vários tamanhos:

  • Standard: com um diâmetro de 14″ e uma profundidade entre 4,5″ e 8″,
  • Piccolo: com um diâmetro de 14″ e uma profundidade entre 3″ e 4″,
  • Soprano: com um diâmetro entre 10″ e 12″ e uma profundidade entre 5″ e 7″.

Esse instrumento de percussão possui sonoridades únicas, permitindo que você crie o som da bateria como um todo.

Saiba os elementos de seu instrumento de percussão Por que fazer aulas de batera? Quer ser um super baterista?

Como mudar o som da bateria? O som do instrumento depende de tom-tons e pratos que o compõem.

Os pratos da bateria

Em uma loja de música, você também terá que escolher pratos para constituir sua bateria de percussão. Pratos dão cor e delicadeza ao jogo do baterista. Cada um tem seu próprio som, reconhecível por milhares de conhecedores.

Você pode colocar quantos pratos quiser!

O chimbau

O chimbal, chimbau, contratempo, xipô, prato de choque (português de portugal) ou hi-hat em inglês, o chimbau é composto de dois pratos virados um sobre o outro e operados por um pedal. Mede entre 10″ e 15″.

Localizado geralmente à esquerda para um destro e à direita para um canhoto, o baterista usa para marcar a base de uma música, o ritmo.

O chimbau pode ser usado em diferentes posições, modulando, assim, o som: fechado, aberto ou meio aberto.

O prato de condução

O prato de condução pode substituir o chimbau usado para marcar o ritmo.

O prato de condução existe com ou sem cúpula (plano) e com rebites. Mede entre 18″ e 24″.

É possível tocá-lo com a bolinha da baqueta, com a ponta da baqueta (com o risco de quebrar) para um som mais redondo.

Geralmente é posicionado à direita do baterista.

Pratos de ataque

Muito mais fino que o de condução, o prato de ataque é usado para acentuar batidas ou trazer uma nova medida.

O prato do ataque mede entre 14″ e 18″.

Geralmente, é posicionado à esquerda do baterista.

Os pratos splash

Menor do que o de condução e o de ataque, também leva o nome do ruído que provoca. Mede entre 6″e 10″ e é mais raro no jogo dos bateristas.

Quais são os diferentes elementos de uma bateria?

Outros pratos

Existem muitos outros pratos loucos que podem obter sons diferentes. Pratos com buracos, sinos, octogonal… A imaginação de alguns vai muito longe!

Os componentes essenciais de um baterista A batera de seus sonhos tem quais instrumentos?

Acessórios de bateria

Eles só têm nome de acessórios porque, na realidade, se eles não forem de boa qualidade, sua bateria não vai longe!

Os pedais

O pedal do bumbo tem, geralmente, uma corrente dupla com um bastão de feltro que atinge a pele do bumbo.

O pedal duplo é tocado com os dois pés e tem dois bastões para dobrar a velocidade da batida.

O pedal de chimbau permite abrir ou fechar os dois pratos para modular o som obtido.

Pés

Os pés geralmente estão na parte inferior dos tripés para maior estabilidade.

Os pés do tom-tom e da caixa também são compostos de três ramos que dão acesso ao outro tom-tom ou a caixa na parte superior.

Finalmente, os suportes dos pratos são retos ou em forma de bastão para posicionar os pratos na altura ideal.

O banco

Alguns bateristas tocam em pé, mas a maioria fica sentado. O banco da bateria tem três pés para garantir uma grande estabilidade.

Ele é feito de espuma para evitar lesões, especialmente se o baterista tende a “saltar” no calor do momento.

Qual é a melhor posição para tocar bateria? Slim Jim Phantom, da banda Stray Cats, não precisa de um banquinho!

Bateria: uma composição universal, mas também pessoal

Os elementos que compõem a bateria e falados neste post são infinitos… Vai depender principalmente da vontade do baterista e o que ele pretende fazer com a sua batera.

No entanto, os únicos elementos essenciais para uma bateria são o chimbau (e seu pedal), a caixa e o bumbo (e seu pedal). E, claro, as baquetas!

Todos os outros elementos estão presentes para adicionar sons diferentes e novos.

Cada baterista é livre para construir sua bateria, com tantos tom-tons e pratos quiser, na ordem que quiser e de acordo com seu estilo preferido de música.

Em termos de baquetas, também é possível escolher o tamanho, mas também optar por vassourinhas, amplamente utilizadas no jazz proporcionando um som mais suave que as baquetas de madeira.

Os tambores são um instrumento multicultural: a caixa e o bumbo são europeus, os pratos vêm do oriente e os tom-tons são de origem africana e ameríndia.

Assim, de acordo com as influências da música que se deseja criar, a bateria assumirá diferentes formas.

Um instrumento personalizável, de acordo com seus próprios gostos, seus desejos e sua maneira de tocar.

Significados “composição de uma bateria”

Agora que sabemos o que é uma bateria, é hora de ir para seu curso de bateria! A menos que você ainda precise de uma pequena ajuda no vocabulário?

Como fazer aula de percussão? A batera é essencial para qualquer banda. Ela controla o tempo e ritmo

O que é um rack?

O rack é um pé para fixação de pratos e tom-tons. Sua particularidade? É flexível e pode fixar o maior número de pratos e toques possível para ganhar espaço nos pés.

O que é um prato chinês?

O prato chinês tem suas bordas viradas para cima. A maioria dos bateristas prefere posicioná-lo de cabeça para baixo para evitar danificar o bastão tocando neles. Eles têm um som muito particular.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar