Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como revisar o conteúdo de matemática para o vestibular?

De Glicia, publicado dia 10/09/2018 Blog > Apoio Escolar > Matemática > Como são as aulas de exatas no último ano do ensino médio?

Algumas pessoas parecem ter nascido com um dom natural para os números, enquanto outros penam para aprender a mais simples das equações. Será que ser bom em exatas é uma aptidão inata?

Cada pessoa é única e possui habilidades e competências diferentes. Enquanto uns tem facilidade com os números, outros são excelentes em gramática, em história ou em aprender línguas estrangeiras.

Ser bom em matemática não significa ser melhor ou mais inteligente do que a maioria das pessoas, significa apenas ter habilidades diferentes. Dessa forma, ter facilidade com cálculos não está necessariamente ligado à genética. Qualquer pessoa é capaz de aprender algo novo.

Se você nunca foi bom em matemática, talvez seja porque você nunca se interessou de verdade por essa disciplina. Quando algo não faz sentido para nós e que não conseguimos compreender suas aplicações na vida real, é muito mais difícil assimilar os conceitos.

Por outro lado, quando conseguimos entender as aplicações de um determinado conceito, percebemos a relevância que ele tem para as diferentes ciências e para sociedade como um todo. Assim, o estudo passa a fazer mais sentido e deixa de ser apenas um conjunto de regras e procedimentos vazios.

Com os vestibulares se aproximando, a ficha começa a cair para muitos alunos. Aqueles que passaram os 3 últimos anos empurrando o conteúdo de matemática com a barriga com certeza encontrarão mais dificuldades.

Quem deseja prestar vestibular, de exatas ou não, precisa estar em dia com a matéria e ter assimilado bem os conceitos básico de matemática para poder se sair bem nas provas.

Sem mais delongas, veja neste artigo como revisar o conteúdo de matemática e se preparar para tirar a melhor nota no vestibular.

As aulas de matemática no 3° ano do ensino médio

O último ano do ensino médio é uma corrida contra o tempo. Nesse ano será necessário estudar a matéria aprendida regularmente, para não se surpreender com a quantidade de conteúdo a ser revisado de uma só vez.

Além da carga maior de trabalho e atividades escolares, os alunos são confrontados a uma difícil tarefa: a escolha da área na qual desejam continuar seus estudos universitários! Independente da escolha, uma coisa é certa, todos deverão enfrentar a tão temida prova de matemática.

o conteúdo do 3° ano é denso e extenso O último ano do ensino médio traz muitos conceitos novos.

Assim, boa parte das aulas no ensino médio, em especial no último ano, é voltada para o conteúdo pedido nos vestibulares e no Enem. Veja a seguir os conteúdos trabalhados no 3° ano, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica do Ministério da Educação (MEC):

  • 1° bimestre: o 1° bimestre começa com os famosos polinômios e suas funções. Em seguida, entram em cena valor numérico, raiz, equações algébricas, teorema fundamental da álgebra, relações de Girard, decomposição de fatores de 1° grau, entre outros;
  • 2° bimestre: aqui os alunos começam a aprender os números complexos que englobam conjuntos e operações com números complexos, representação geométrica, forma trigonométrica e equações binômias e trinômias;
  • 3° bimestre: começam os estudos em geometria analítica, ou seja, estudo do ponto, distância entre pontos, condição de alinhamento, estudo da linha reta, coeficiente angular de uma reta, equação fundamental, área triangular, estudo da circunferência, parábolas, estudo das cônicas, elipse, hipérbole… ufa! Conteúdo para muitas horas de revisão;
  • 4° bimestre: último bimestre, as provas finais e o vestibular já estão quase chegando e é preciso assimilar os últimos conceitos antes de começar a maratona de estudos. O 4° bimestre começa com o estudo da estatística e suas variáveis, distribuição de frequência, tabelas, gráficos, medida de tendência, medidas de dispersão, variância, desvio de padrão, etc. Em seguida os estudantes começam a aprender noções derivadas. Nessa última etapa são vistos princípio de indução finita, incremento de uma função, razão entre incrementos, limite e derivada.

Como podemos ver, o volume de conteúdos novos a aprender é grande. Por isso, nada de procrastinar. Faça seus deveres de casa com antecedência, dessa forma você conseguirá avaliar melhor suas dificuldades. Quando você deixa para fazer tudo na última hora, as dúvidas se acumulam e bate o desespero.

Por que você deve fazer exercícios regularmente?

Seja qual for a área que você escolher para o vestibular, como já citamos anteriormente, não tem como escapar da prova de matemática. Assim, no último ano do ensino médio, a matemática deve ser trabalhada em sala de aula, mas também em casa.

Você provavelmente já ouviu falar que praticar  é primordial para aprender matemática. Para assimilar os novos conceitos você precisa colocar em prática o que você aprendeu nas aulas de matemática. E como fazer isso? Muito simples, resolvendo exercícios.

é preciso revisar os conteúdos com frequência para ter bons resultados Resolver exercícios é a melhor forma de praticar seus conhecimentos em matemática.

Além de prestar muita atenção às aulas e resolver os exercícios trabalhados na sala de aula, é necessário refazer os exercícios de matemática em casa. Para motivá-lo, você pode, por exemplo, organizar grupos de estudos com seus amigos.

A maior vantagem de estudar em grupo é que quando alguém não souber resolver um exercício ou não tiver entendido a matéria, os outros podem ajudar, explicando de uma forma diferente do professor. Entretanto, antes de ir estudar com seus amigos, revise sozinho também e tente fazer os exercícios.

O objetivo de estudar em grupo é a ajuda mútua e não esperar que o outro faça tudo por você!

Uma vez por semana após a aula, você e seus amigos podem se encontrar na casa de um de vocês, ou em uma biblioteca que possua sala de estudos. Vocês poderão revisar os últimos conteúdos aprendidos, trocar informações e garantir, assim, excelentes notas nas provas.

Estudar sozinho, em casa, também é uma opção viável, porém um pouco mais difícil. Além da falta de motivação que pode surgir, quando estamos em casa sempre encontramos uma desculpa para fazer outra coisa ao invés de nos concentrarmos em nossas tarefas.

Nossa dica é que você vá estudar na biblioteca do seu bairro, pois como se trata de um ambiente calmo e silencioso, você conseguirá se concentrar com mais facilidade.

Outra dica: busque sempre exercícios novos, diferentes dos que você está habituado a fazer em sala de aula. Na internet há uma grande variedade de conteúdo gratuito que você pode usar nas suas revisões. Você também pode usar livros e manuais escolares, assim como DVDs e vídeo-aulas de matemática.

Aprenda a fazer fichas de revisão

Para realizar uma boa revisão, nada é mais eficaz do que as famosas fichas de revisão. Quando você faz um fichamento, isso permite que você organize suas idéias, analise seus pontos fracos e reveja os conceitos básicos.

aprenda a fazer fichas de revisão Fazer fichamento dos conteúdos de matemática torna a revisão mais fácil e eficaz.

Um fichamento nada mais é do que um resumo que você vai fazer das aulas, tomando como base suas anotações e o conteúdo do livro didático usado em sua escola.

Para facilitar a compreensão, você deve fazer o fichamento por tópicos e usar diferentes fichas (ou folhas de papel) para escrever. Nelas você colocará apenas as informações que você julga mais importantes, dessa forma, a cada vez que você precisar revisar algum conceito, basta olhar as fichas, sem precisar reler todas as suas anotações.

Além disso, o ato de escrever você mesmo o resumo é uma excelente maneira de fixar o conteúdo. Você faz sua memória trabalhar para que tudo seja devidamente assimilado.

Para fazer um bom fichamento, otimizado e eficaz, você deve começar pela leitura das suas anotações. Releia também os capítulos principais do livro didático. A partir dessa leitura você conseguirá perceber os assuntos mais importantes, aqueles que merecem mais atenção.

Em seguida, você deverá escrever com suas palavras o que você entendeu, prestando atenção em colocar apenas o necessário. O uso de palavras-chave é uma ótima maneira de memorizar alguns conceitos importantes.

Use canetas coloridas, para destacar trechos importantes e também para criar um código de cores que o ajudará a achar as informações com mais facilidade.

Aulas particulares de matemática valem a pena?

Que você seja um aluno com dificuldades em sala de aula ou um estudante se preparando para o vestibular, aulas particulares de matemática com certeza poderão fazer toda a diferença.

o professor de matemática pode fazer você ver a matemática sob outro ângulo Por que estudar sozinho se você pode ter a ajuda e os conselhos de uma professor particular?

Um professor de matemática, qualificado e experiente, pode desenvolver uma metodologia adaptada às suas necessidades e objetivos. Além do mais, estudar com um professor particular não apenas vai ajudá-lo a compreender melhor os conteúdos vistos na escola, como também fará com que você se dedique ainda mais.

Para os pré-vestibulandos, as aulas de matemática serão de grande ajuda na hora de organizar as revisões e avaliar se todos os conceitos importantes foram de fato assimilados. Um professor, paciente e pedagogo, pode mesmo ajudar aqueles alunos que detestam matemática e nunca conseguiram se sair bem nessa disciplina.

Isso porque as aulas particulares podem oferecer ao aluno novos meios de aprendizagem, através de pedagogias alternativas e adaptadas às suas reais necessidades. Essa pode ser uma oportunidade para descobrir a matemática por outro ângulo e despertar um real interesse pela disciplina.

Você deve estar se perguntando onde você vai encontrar um professor com esse perfil, não é verdade?

Para encontrar o professor de matemática ideal, você pode usar o boca-a-boca, os fóruns e blogs sobre educação, os anúncios classificados ou a internet. O Superprof, por exemplo, é um site que conecta alunos e professores em todo o Brasil. Basta fazer um cadastro e buscar por cidade ou bairro.

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar