Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Por que o professor particular pode ajudar mais do que os pais?

De Joseane, publicado dia 20/12/2017 Blog > Aulas particulares > Reforço escolar > Aula de apoio escolar: solução à omnipresença dos pais

Acreditando está fazendo o melhor, a maioria dos pais ajuda os filhos a fazer a lição de casa, a revisar  e a se preparar para as provas. Claro que o acompanhamento escolar das crianças pelos pais é essencial no início da escolaridade: porém é necessário saber quando essa presença parental está sendo demais para as crianças!

A presença contínua dos pais pode se tornar rapidamente um fardo para a criança … 

Geradora de ansiedade e raramente eficaz, a ajuda por parte da mãe e pai não pode substituir o trabalho individual do aluno que deve aprender a ser independente. No entanto, muitos pais e famílias brasileiros não confiam mais nos professores e no ensino tradicional.

Por causa de classes superlotadas e da má organização do programa escolar nas escolas governamentais, os professores da educação pública acabam por não conseguir dar ao estudante a atenção e acompanhamento que ele merece.

Quais são os riscos ?

Notas e médias baixas, aumento no risco de evasão escolar, que podem levar à exclusão social.

Descubra como ajudar seu filho de maneira efetiva e produtiva graças a aula de reforço escolar a domicílio.

Ajuda com o dever de casa: até que idade deve-se ajudar as crianças?

Seja o seu filho aluno do primário, do colégio ou do ensino médio é normal que você queira ajudá-lo com suas tarefas e obrigações escolares.

Tudo começa geralmente nos primeiros anos da escola primária: a entrada na escola “dos grandes” pode rapidamente sobrecarregar e estressar a criança, ainda mais por que os deveres e tarefas para casa começam a ganhar em complexidade.

Dessa forma, é importante assegurar o aluno de forma que este não se sinta sozinho.

A ajuda dos pais é essencial nos primeiros anos da escola

Esse período é crucial para o futuro da aprendizagem da criança. O objetivo é de levar os estudos de forma lúdica e interessante e, para isso, ninguém melhor que os pais! Já que estes conhecem os seus filhos melhor do que ninguém!

Se você tem tempo e disponibilidade,  não meça esforços para ajudar o seu pequeno com os deveres de casa durante toda a sua passagem pela escola primária.

De fato, a ajuda dos pais serve como uma ponte que ajudará o aluno a se tornar futuramente independente.

A partir do ensino fundamental 2 ( sexto ano) o estudante deve se habituar a fazer o seu de casa sozinho. A esta altura, você já o ajudou o bastante para que ele se sinta em confiança. Isso não significa que o aluno não possa te questionar ou que você não deva ajudá-lo com certos conceitos e pontos que ele não compreenda. Porém, o aluno deve ter autonomia e organização para começar as suas tarefas sozinho.

Veja aqui alguns pontos a considerar para criar um ambiente de estudo eficaz para o seu filho!

  • Analisar em quais condições a criança se concentra melhor (a noite, escutando música, na biblioteca…)
  • Fazer perguntas relevantes para que o aluno entenda ao enunciado por ele mesmo.
  • Compartilhar sua própria experiência de quando você foi aluno primário para ajudá-lo a se sentir menos pressionado.
  • Adotar uma atitude positiva e evitar problematizações com relação ao sistema de ensino diante da criança!
  • Nunca, nunquinha, jamais fazer o dever no lugar do aluno!!!

No início do ano letivo, independente da classe em que a criança esteja matriculado, é normal que ela precise de um empurrãozinho para se adaptar com os novos assuntos e contextos.

Depois dessa fase inicial deixe que ele se vire sozinho enquanto você o observa a distância .

Não seja extremista, é muito importante que a criança saiba que pode contar com você enquanto pai ou mãe! Mostre que você está a disposição para ajudá-lo discutindo e respondendo as suas questões. No entanto, a essa altura, seu filho deverá já ter obtido conhecimento e autonomia suficientes para fazer os seus deveres de casa sozinho.

Pequeno lembrete amigo: Se você sente que não esteve muito presente na vida escolar do seu filho durante o ensino básico, não hesite a acompanhá-lo mais de pertinho durante o ensino fundamental 2. 

Mas cuidado com a culpabilização! De qualquer maneira, é importante que a criança compreenda que é primordial que ela trabalhe sozinha: afinal de contas você não estará presente para sempre, não é mesmo?

Pais que ajudam em excesso podem arruinar os estudos dos filhos!

É aquele velho ditado né: tudo em excesso faz mal! E não seria diferente para a ajuda excessiva dos pais quando o assunto é vida escolar das crianças.

Os pais devem ajudar e não substituir os filhos quando o assunto é tarefas escolares

Muitos especialistas defendem que a autonomia da criança com relação aos seus estudos, corresponde a uma grande parte do seu currículo. De outro lado, discute-se que pais e familiares não são sempre capazes de ajudar os seus filhos durante sua vida acadêmica, uma vez que não são geralmente capazes de compreender aquilo que o sistema espera do aluno.

O que isso quer dizer?

O programa escolar é feito, em partes,  para atender a uma demanda externa à escola: vida profissional, social, etc. Aquela velha história de se preparar para a vida…

Assim sendo, os pais podem até conhecer o conteúdo e agir de boa fé para ajudar os seus filhos com a parte intelectual, mas certamente a criança vai perder em autonomia. Fator importantíssimo para uma vida profissional de sucesso!

Contrariamente aquilo que pensam os pais, ajudar os filhos em excesso  pode ser mais prejudicial do que benéfico! A presença excessiva dos pais pode pressionar os alunos e como consequência esses podem perder o interesse pelos estudos.

Tal constatação foi feita por dois sociólogos americanos que explicam no livro deles “The Broken Compass” ( A bússola quebrada), que a ajuda parental acaba por prejudicar os resultados escolares da criança, pouco importa a origem social e os diplomas dos pais.

Desse feito, podemos concluir que a presença contínua dos pais é vista como fonte de estresse para o estudante sendo necessário que os pais fiquem atentos para evitar maiores danos no processo de aprendizagem e na vida do aluno de maneira geral.

Vida acadêmica em questão: o papel dos pais e dos professores

Ao contrário do que os próprios pensam, os pais raramente possuem as armas necessárias para ajudar os filhos de forma efetiva quando o assunto é acompanhamento escolar.  A razão é simples: Embora pais e familiares disponham de boa vontade, de forma geral, eles não possuem a pedagogia adequada para lidar com a problemática do aluno.

Embora cheios de boas intenções, nem sempre os pais possuem a competência necessária para ajudar os filhos

Pais e familiares possuem a tendência de superestimar-se: de acordo com uma pesquisa publicada em 2015 pelo Opinion Way, apenas 39% dos pais têm as habilidades necessárias para ajudar seu filho com a lição de casa. Além disso, eles costumam intervir demasiadamente na escolarização da criança e muitas vezes questionam o programa oficial da educação sem bases e fundamentos!

Com pais “tão presentes” para não dizer intrusivos, as crianças dificilmente conseguem encontrar um equilíbrio entre as partes: devo ouvir meu professor ou meus pais?

Quando existe essa divisão na mente do estudante apenas ele próprio sai perdendo.

É importante que os pais não tentem substituir os professores! Assim como é imprescindível que os pais não se omitam. Encontrar o bom equilíbrio entre as partes, estabelecendo um diálogo entre professor>pais>aluno fará com que este último encontre o apoio necessário e não se sinta pressionado a decidir entre um e outro.

Se a relação entre pais e professor escolar não  está sendo suficiente ou não aporta resultados satisfatórios na vida do aluno, um tutor particular pode servir como um intermediador!

Pontual, pedagogo e competente, o tutor particular de acompanhamento escolar é a solução perfeita para ajudar os alunos em dificuldade. Seu objetivo é dar lições adaptadas para garantir o sucesso acadêmico de seu aluno.

A professor a domicílio se colocará à sua disposição para responder todas as suas perguntas e fornecer a supervisão e suporte acadêmico que o seu filho precisa!

Professor de reforço escolar: quais o benefícios para o aluno e para a a sua família?

Durante as aulas de tutoria a domicílio,  o professor privado não só ajudará com a lição de casa e outras tarefas escolares, mas também poderá transmitir seu conhecimento prático ao aluno.

o professor particular possui um único objetivo: o sucesso acadêmico do aluno

Nos dias atuais, a aula particular está se expandindo! Estima-se que um em cada três alunos do ensino médio já tenha utilizado tutoria privada em casa. Este tipo de coaching escolar é muito mais personalizado do que a aula de reforço escolar tradicional ministradas nas escolas. O benefício do acompanhamento escolar a domicílio é idêntico para o aluno,pais e tutor já que ambos verão de perto o avanço e sucesso do aluno!

Como pai ou familiar, o seu papel será controlar -mantendo uma certa distância- o progresso do seu filho sem ter que impor a ele uma pressão adicional!

Seja para melhorar as suas habilidades em matemática, praticar sua aprendizagem em línguas estrangeiras, melhorar seu conhecimento em história….o aluno não estará mais sozinho e poderá se beneficiar de um acompanhamento de estudo em casa especialmente preparado para ele por um professor competente.

Para evitar uma certa tensão relacionada à educação, nada como a aula de apoio escolar a domicílio!

Com o acompanhamento personalizado proposto pelo curso particular  de reforço escolar, você pode ficar mais tranquilo com relação ao futuro acadêmico do seu filho.

A aula de apoio escolar ajuda a evitar uma possível falha escolar, já que as lições trabalhadas na aula particular são freqüentemente usadas para estimular a motivação dos alunos. O dever de casa não será mais um fardo, ao contrário, será visto pelo aluno como uma ajuda contínua rumo ao sucesso!

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar