Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Cursos para se tornar baterista na capital paulista

De Glicia, publicado dia 04/11/2019 Blog > Música > Bateria > Onde fazer aulas de bateria em São Paulo?

As aulas de instrumentos de percussão são bastante procuradas, seja em São Paulo ou em outras cidades brasileiras.

Você sabe o que são instrumentos de percussão?

São todos aqueles que produzem som ao passarem por um impacto, agitação ou raspagem. Este processo pode acontecer tanto com o auxílio das mãos como de outros itens específicos para isso.

A maior parte dessa família de instrumentos tem uma função rítmica – como o tambor, por exemplo – mas também existem instrumentos com função melódica e harmônica – o xilofone é um bom exemplo de instrumento de percussão melódico.

Cursos de bateria são, geralmente, os mais procurados. A bateria é um elemento indispensável para uma banda, pois ela tem uma função rítmica no conjunto musical.

A seguir, veremos quais são as opções para quem deseja aprender a tocar bateria na capital paulista. Continue lendo e descubra nossas dicas!

E não deixe de conferir nosso artigo sobre aulas de bateria em todo o Brasil!

Aprender bateria em uma escola de música em São Paulo

A música é uma revelação maior do que qualquer filosofia – Ludwig van Beethoven

Seja qual for seu estilo de música preferido, você provavelmente já ouviu alguém tocar bateria. Popularmente conhecida como o coração da banda, a bateria é a responsável por “dar” o ritmo da melodia.

curso de música, aula de bateria e percussão Aprenda a tocar bateria nas melhores escolas de música de São Paulo.

Aprender a tocar o instrumento é relativamente fácil, mas demanda um alto nível de dedicação, se possível diária, para o aperfeiçoamento. Além disso, é preciso ter um bom ouvido para música, ritmo e boa coordenação motora.

A ideia de ter domínio da coordenação motora e não necessariamente apenas o conhecimento das notas musicais ou leitura das partituras, estimula as pessoas a optar pela bateria quando decidem investir na música, seja por hobby ou de maneira profissional.

Que você busque se formar profissionalmente ou apenas fazer uma atividade que gosta, em São Paulo há diferentes escolas de música onde é possível aprender qualquer instrumento de percussão, inclusive bateria.

Algumas das melhores escolas de música da capital paulista são:

  • Faculdade e Conservatório Souza Lima: oferece cursos livres, técnico, graduação e pós-graduação em música, cursos de extensão e cursos específicos;
  • Atelier de la Musique Ensino de Música: cursos preparatórios para vestibulares, aulas de instrumentos, musicalização infantil e mais;
  • Centros de Música do Sesc: espaços dedicados à iniciação musical por meio da prática coletiva, cursos e oficinas.

Para aqueles que buscam estudar em uma instituição renomada, a Escola Municipal de Música de São Paulo é uma das mais prestigiosas instituições de ensino musical da América Latina.

Responsável pela formação de diversas gerações de músicos em atividade profissional no Brasil e em outras partes do mundo, a escola foi fundada em 1969 pelo maestro e compositor Olivier Toni. Desde o início de 2013 o estabelecimento passou a integrar a Fundação Theatro Municipal de São Paulo.

Outra escola de música renomada em São Paulo é a EMESP Tom Jobim, escola de música estadual que oferece tanto a formação de crianças e jovens nas áreas da música erudita e popular, quanto o aperfeiçoamento de músicos que já completaram sua formação e que desejam aprofundar e ampliar ainda mais seus conhecimentos.

Referência no ensino de música brasileira, a EMESP Tom Jobim reúne em seu corpo docente profissionais com reconhecimento internacional e é accessível por meio de processo seletivo.

Apesar das muitas escolas de música em SP, esta não é a única maneira de aprender bateria na grande metrópole. Vejamos a seguir as outras opções de cursos de bateria para iniciantes.

Mora no Rio? Conheça os estabelecimentos que oferecem aulas de bateria na capital carioca.

Faça aulas de bateria em um instituto musical

Não é raro vermos bateristas ou percussionistas experientes abrirem seus próprios ateliês ou institutos musicais na capital paulista para transmitir seus conhecimentos aos amantes de música.

aprender a tocar bateria com aulas em um instituto de música Os instrumentos de percussão ditam o ritmo da melodia, por isso são tão importantes.

Músicos aposentados, especialistas em música e instrumentos ou ainda, jovens músicos com um pouco de tempo livre, o perfil dos professores de bateria que ensinam em institutos musicais ou no próprio ateliê é bem variado.

Fizemos uma pesquisa rápida e encontramos alguns estabelecimentos onde você pode fazer aulas de percussão e outros instrumentos musicais:

  • Victor Lambert, aulas de bateria e violão;
  • Instituto Vera Figueiredo, cursos de bateria e percussão para crianças e adultos;
  • Bateras Beat, aulas de bateria, percussão, canto, contrabaixo, violão, entre outros.

Tanto as escolas de música e conservatórios, assim como os institutos musicais costumam cobrar preços bem salgados pelas aulas de bateria.

No entanto, estes estabelecimentos contam com profissionais altamente qualificados, especialistas naquilo que ensinam, o que garante que você terá acesso às melhores aulas e irá progredir rapidamente durante as aulas.

Uma opção mais em conta, para quem tem um orçamento apertado, são as associações. É o que veremos a seguir.

Confira também nosso artigo sobre as aulas de bateria em Belo Horizonte.

Estude bateria e percussão em uma associação

Porque pagar uma escola cara quando você pode aprender a tocar bateria em uma associação na cidade de São Paulo?

Se você não pode arcar com os custos de uma escola renomada, saiba que há diversos profissionais qualificados que se dedicam a ensinar em centros associativos como professores voluntários.

Estes profissionais da música, apaixonados pelos que fazem, desejam transmitir seus conhecimentos e sua paixão àqueles que dificilmente teriam acesso a aulas de música.

Veja a seguir algumas associações que fazem um excelente trabalho na capital paulista:

  • Músicos do Futuro: fundada em 1996 pelo Maestro Edison Ferreira, a Associação Músicos do Futuro carrega consigo a missão de transformar a vida das pessoas por meio do ensino musical. Oferece aulas de canto e de diferentes instrumentos musicais;
  • AIM (Associação para Iniciação Musical): a Associação Para Iniciação Musical da Criança Carente – AIM é uma instituição sem fins lucrativos dedicada a promover projetos de iniciação e educação musical para crianças e adolescentes economicamente desfavorecidos;
  • Programa Guri: o Programa Guri tem como missão a educação musical e a inclusão sociocultural de crianças e adolescentes na Grande São Paulo. O programa foi lançado em 2008 a partir de uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e é gerido pela Santa Marcelina – Organização Social de Cultura.

Nas associações é possível seguir um curso de música, fazer aulas de percussão ou ainda, uma oficina específica com o acompanhamento de professores voluntários e dispostos a ensinar e te ajudar a progredir.

Uma outra vantagem de estudar música em uma associação é o fato de que você pode fazer diferentes cursos e aprender a tocar diferentes instrumentos sem precisar pagar a mais por isso.

Os instrumentos mais ensinados em associações são:

  • Guitarra
  • Bateria,
  • violão
  • Flauta,
  • Violino
  • Contrabaixo

Você sabia que no nordeste também é possível aprender instrumentos de percussão! Veja aqui as melhores opções de aulas de bateria em Recife.

Como fazer curso de bateria de graça?

Como se tornar um baterista sem quebrar o banqueta? | As aulas experimentais são para todos!

Nem sempre estamos disponíveis para frequentar as aulas com data e local definidos na semana. A melhor solução, nesses casos, é optar por aulas particulares e contratar um professor de música dedicado.

Saiba que os professores particulares estão disponíveis durante todo o ano! Outra ótima notícia: no Superprof, a maioria deles oferece a primeira hora de aula gratuitamente.

Um professor particular pode identificar os erros do aluno para corrigi-lo e permitir que ele progrida ainda mais depressa.

Na verdade, nas aulas em grupo, o professor não tem muito tempo para se concentrar em cada aluno. Resultado? Uma turma heterogênea: os alunos mais avançados podem se sentir entediados e os iniciantes podem se sentir desmotivados com o grau de dificuldade.

Outra dica é aprender bateria por meio dos tutoriais na web. Muitos canais do YouTube podem ajudá-lo a aprender o básico da bateria, e também a reproduzir músicas de diferentes estilos musicais.

Aqui estão alguns deles:

  • Clube do Baterista: no portal você encontra artigos com exercícios, dicas sobre como escolher seus equipamentos, material para download, podcasts e muito mais. No canal você tem entrevistas, vídeo aulas, dicas rápidas com alguns dos maiores bateristas do Brasil e muito mais conteúdo para seu crescimento como músico.
  • Alysson Rezende: o canal do baterista  tem um conteúdo muito bom e diversificado. Nele Alysson publica vídeos sobre seu dia a dia como baterista de estrada e educador, tutoriais sobre equipamentos, vídeo aulas e vídeos de seus shows pelo Brasil.
  • Vida de batera: o Baterista Kaik Silva mostra de uma maneira divertida e irreverente como é viver de música. Rotina de shows, estudos, ensaios, estrada e outros.
  • The Web Drummer Show: é uma revista eletrônica – de conteúdo original – direcionada para bateristas de todo o Brasil. Aqui você irá encontrar matérias, crônicas, entrevistas, dicas, aulas, debates, vlogs e muito mais.
  • Gerson Lima Filho foi o primeiro Baterista do Brasil a disponibilizar conteúdo no Youtube. Seu trabalho na internet começou ainda antes do grande repositório de vídeos, em 2006 e com certeza você já se assistiu a alguma de suas videoaulas. Professor desde 1999, desenvolveu uma metodologia própria para atender a bateristas de todos os níveis e ainda é colunista da revista Modern Drummer Brasil.
  • TV Batera Clube: espaço dedicado aos vídeos publicados pela loja especializada BateraClube.com.br drum shop. Entrevistas, shows instrumentais, solos, sound checks e testes de produtos, dicas, eventos, entre outros.

Um outro canal bem interessante é o Cifraclub. No ar desde 1996, e o portal é o maior serviço de ensino musical do Brasil. São mais de 4 mil vídeos ensinando a tocar bateria mas também violão, guitarra e baixo, além de aulas de canto e teoria musical. O aplicativo já foi baixado milhões de vezes e o site tem mais 12 milhões de pessoas cadastradas. O acervo de 551 mil cifras e tablaturas é disponibilizado gratuitamente em todas as plataformas. E, para facilitar ainda mais vida dos músicos, há ferramentas como o Afinador, Dicionário de Acordes e Metrônomo.

O canal do YouTube oferece outra maneira de aprender bateria de uma forma visual e divertida.

O baterista profissional toca o instrumento de percussão no topo da tela, que é dividida em três: visto de cima, vista lateral e zoom no pedal do bumbo, enquanto na parte inferior da tela, a tablatura é exibida e os itens a serem batidos aparecem em laranja em tempo real.

Para decifrar a tablatura:

Cr = crash
Ri = ride,
Ch = chimbau
Cx = caixa
T1 = tom-tom menor
T2 = tom-tom médio
Su = surdo
Bu = bumbo

Além de todas as explicações serem em português, os recursos visuais disponíveis e o visual com a tablatura é uma ótima maneira de progredir.

Você vai encontrar muitos títulos como Eye of the Tiger do Survivor, Trust de Megadeth ou Perfect Strangers do Deep Purple, bem como muitas músicas brasileiras, é claro!!

A outra vantagem é que, dependendo da música tocada, você vê diferentes baterias, acústicas ou eletrônicas.

Bem, viu como fontes de aprendizagem online de bateria não faltam? Encontre o canal ideal para você!

Bacharelado em música com habilitação em percussão na USP

A Universidade de São Paulo é uma das melhores do Brasil e da América Latina. O estabelecimento público oferece um dos melhores cursos de música da capital paulista, com a opção de Bacharelado em Música com habilitação em Instrumentos.

tocar bateria em um grupo musical O bacharelado em música forma músicos profissionais, habilitados a trabalharem em todos os ramos da área musical.

Veja descrição do curso que está disponível no site da USP:

O Curso de Bacharelado em Música com Habilitação em Instrumento é oferecido pelo Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes e é voltado para alunos que buscam aperfeiçoamento de seus estudos dos instrumentos: Piano, Órgão, Percussão, Violino, Viola, Violoncelo, Violão, Viola brasileira, Oboé, Flauta, Clarinete, Fagote, Trompa, Trompete, Trombone e Tuba.

Objetivos do curso

  1. Formar instrumentistas, em suas habilidades específicas, aptos a atuar profissionalmente, de acordo com as áreas delimitadas por suas especializações;
  2. Criar um ambiente de profunda reflexão sobre a práxis musical em nossos dias, oferecendo meios para que os graduandos atuem de forma crítica e criativa em contextos diferenciados;
  3. Preparar para o ensino e  pesquisa.

Competências e habilidades

Voltado para a formação de músicos atuantes nos setores da prática de performance instrumental, o curso tem por objetivo formar os alunos nas seguintes competências e habilidades:

  1. Desenvolver amplo conhecimento dos fundamentos práticos e teóricos da música, tais como: percepção musical, análise musical, harmonia e contraponto, história da música, entre outros.
  2. No que diz respeito à formação instrumental, o curso objetiva fornecer aos graduandos uma base técnico-interpretativa de excelência. Além disso, ao final do curso eles devem estar aptos a construir uma postura crítica em relação à escolha e interpretação de seus repertórios.
  3. É importante realçar que a formação do instrumentista requer profundo domínio dos estilos musicais e conhecimento das diversas correntes interpretativas, que possibilitem a sua atuação não apenas como solistas, integrantes de conjuntos e professores de instrumento, mas também nos campos da improvisação e da criação. 
  4. Conhecer os processos de investigação na área de práticas interpretativas, procurando participar de projetos de pesquisa e eventos na área.
  5. Desenvolver e aprofundar a formação acadêmica e a prática da pesquisa, entendendo-a como uma ferramenta importante na construção de um pensamento crítico do instrumentista.

Se você deseja estudar na USP, saiba que a universidade é bem seletiva e o vestibular exige um alto nível de conhecimento musical. Assim, é necessário que o aluno ingresse no curso de música com conhecimentos prévios da prática instrumental.

O Manual da FUVEST (órgão responsável pelo vestibular da USP) oferece informações sobre os conhecimentos e repertório exigidos na prova de conhecimentos específicos.

Descubra como aprender bateria no Distrito Federal!

Aulas particulares de bateria em São Paulo

São Paulo é uma cidade imensa, uma grande metrópole na qual nem sempre é fácil se locomover!

aulas particular de bateria em SP Quer fazer aulas de bateria com um bom professor? O Superprof tem a solução ideal para você!

Você já pensou na possibilidade de fazer aulas de bateria com um professor particular? Além de oferecer aulas totalmente personalizadas, o professor particular geralmente se desloca até o domicílio do aluno.

Uma grande vantagem quando se mora em uma cidade com o trânsito caótico e poucas opções de transporte público – tendo em vista o número de habitantes – como SP. Você faz suas aulas em casa, sem se preocupar com tempo de deslocamento e ainda aprende a tocar bateria no seu ritmo.

Além das aulas em domicílio, você também pode optar por fazer aulas online, por webcam. O princípio é o mesmo: aulas totalmente personalizadas, pensadas de acordo com seu nível e seus objetivos. O diferencial desta modalidade de ensino é a flexibilidade que ela traz na hora de escolher os horários de aulas.

Como nem você, nem seu professor precisam se deslocar, as aulas podem ser feitas a qualquer momento. Incrível, não acha?

E se você acha que encontrar um professor particular de bateria em São Paulo é como procurar uma agulha no palheiro, você está enganado.

Existe uma forma rápida, prática e segura de encontrar seu professor de bateria ideal: o Superprof!

Se você ainda não conhece, saiba que se trata de uma plataforma online, que oferece a possibilidade de encontrar rapidamente um professor de bateria e outras disciplinas em todo Brasil. Basta fazer um cadastro como aluno e em seguida fazer uma busca por cidade ou bairro.

Em poucos minutos você terá acesso a uma lista com os melhores professores particulares próximos de você.

Os melhores festivais para descobrir a bateria!

Os melhores festivais para descobrir a bateria! Descubra os grandes eventos para bateristas no Brasil!

Sim, também é possível aprender bateria frequentando festivais e encontros de bateristas! São momentos de troca, aprendizagem, conhecimento e diversão.

Não importa quais são seus objetivos como estudante de percussão, saiba que há muitas opções de eventos voltados para a bateria e que vai fazer seus ouvidos estremecerem!

Vamos citar dois deles que acontecem ou já aconteceram em SP:

Batuka! Brasil – São Paulo

Um dos grandes festivais de bateria e percussão do mundo, o Batuka! Brasil celebrou sua 15ª edição em 2017.

Com quatorze edições já realizadas, e dois CDs oriundos do projeto, o Batuka! Brasil cumpre o papel de difusor da cultura brasileira e do intercâmbio cultural, reunindo em sua programação shows, workshops e performances de artistas brasileiros e estrangeiros.

Desde a sua primeira edição, o festival já recebeu ícones da música nacional, entre eles Zimbo Trio, um dos grupos de maior sucesso da era da Bossa Nova, a extraordinária Banda Mantiqueira, Pedro Mariano, Caju e Castanha e os bateristas Daniel Baeder, que tocou em um espetáculo do Cirque du Soleil, Paulo Zinner (Golpe de Estado/Rita Lee/Fickle Pickle) e João Barone (Paralamas do sucesso). O Batuka! Brasil sempre dá destaque à importância desses artistas na construção da biografia cultural brasileira.

Os convidados estrangeiros pontuam a diversidade que o público brasileiro aprecia. O intercâmbio cultural que ocorre durante a realização do festival é de grande importância aos estudantes de música e ao público em geral. Assim como a presença de artistas brasileiros intensificam o conhecimento sobre as origens da nossa música, os estrangeiros revelam suas próprias culturas e enriquecem nosso conhecimento, além de trazerem boa música ao festival.

Entre os bateristas estrangeiros que já passaram pelo Batuka! Brasil estão ícones do cenário da música mundial como Jim Chapin, Dave Weckl, Will Calhoun, John Blackwell, Marco Minnemann, Sam Aliano, Zoro, Robby Ameen, Johnny Rabb e Virgil Donati.

Bateras 100% Brasil

O projeto Bateras 100% Brasil reune bateristas profissionais e amadores, em shows eletrizantes, com apresentações de músicas em conjunto em diversos estilos: samba, pop, rock e etc, por todo o território brasileiro.

Em 2000, o Bateras 100% Brasil, no seu primeiro show reuniu 64 bateristas. Em 2001 esse número aumentou para 88. Em 2006 o projeto atingiu a marca de 156 bateristas.

Já foram realizadas mais de 50 apresentações em cidades como Brasília, São Paulo, Rio Janeiro, Santos, Santo André, Aracaju, Fortaleza, Palmas, Manaus e Boas Vista. Em 2010 aconteceu a primeira apresentação internacional do projeto na cidade de Cagilari, na ilha da Sardenha (Itália), ao comando de Raphael Saini, proprietário do Bateras Beat Sardenha.

A cada edição são prestadas as melhores homenagens aos bateristas importantes que marcaram a história da música nacional ou internacional.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Amanda Sousa Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Amanda Sousa
Convidado
Amanda Sousa

Adorei o post!