"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."
Cora Coralina

Muitos estudantes ficam tão impressionados com a beleza, o desafio e a estímulo intelectual oferecidos pelo estudo de línguas clássicas que escolhem passar o resto de suas vidas envolvidos nesta área. Como? Dando aulas de latim e transmitindo os conhecimentos adquiridos, é claro!

Se você deseja se dedicar a dar curso de latim, seja enquanto professor particular, profissional contratado por uma instituição especializada no ensino do idioma ou ainda em alguma universidade que ofereça aula latim no currículo de diferentes formações, então existem algumas informações que você precisa saber.

Graças a um fortalecimento conjunto e unificado da profissão, assim como de uma renovação na percepção do público sobre o valor do latim, o interesse em aprender latim aumentou nos últimos anos, de acordo com o site da Society for Classical Studies.

Ainda de acordo com a mesma fonte, no exterior, o latim vem sendo oferecido cada vez com mais frequência em uma ampla variedade de locais e situações, tais como:

  • escolas de ensino fundamental e médio,
  • programas especiais,
  • alunos particulares,
  • estudantes em situação de risco,
  • dentre outros.

Infelizmente, esta não é a realidade do Brasil. No entanto, o interesse por essa língua - que, no passado, também era oferecida nas escolas de educação básica brasileiras - ainda existe. E quem procura aula de latim procura também um professor de latim!

Você sabia que existe uma deficiência de professores de latim qualificados, não só no Brasil, mas em todo o mundo?

Se você está considerando uma carreira no ensino desta língua clássica e quer se qualificar da melhor maneira possível para se tornar um educador do melhor nível, então você veio ao lugar certo!

Superprof preparou esta matéria com algumas dicas de como se preparar para se tornar um professor de latim capacitado não só para dar aulas particulares, mas também em faculdades e universidades.

Que tal ainda um guia com várias informações para quem deseja se tornar um super professor de latim?

Leonardo
Leonardo
Profe de Latim
5.00 5.00 (6) R$70/h
1a aula grátis!
Laís
Laís
Profe de Latim
5.00 5.00 (11) R$100/h
1a aula grátis!
Juliana
Juliana
Profe de Latim
5.00 5.00 (32) R$70/h
1a aula grátis!
Alex augusto
Alex augusto
Profe de Latim
5.00 5.00 (11) R$40/h
1a aula grátis!
Michael
Michael
Profe de Latim
5.00 5.00 (4) R$40/h
1a aula grátis!
Pamella
Pamella
Profe de Latim
5.00 5.00 (2) R$50/h
1a aula grátis!
Giovanna
Giovanna
Profe de Latim
5.00 5.00 (3) R$60/h
1a aula grátis!
Daiane
Daiane
Profe de Latim
R$60/h
1a aula grátis!

Aprender latim: licenciatura e bacharelado em Letras

A capacitação do professor de latim está entre as primeiras coisas que as instituições de ensino procuram em um professor de latim em potencial.

No caso de faculdades ou universidades, cada uma delas também possui seus próprios procedimentos. Em algumas faculdades, você terá que ter um diploma de licenciatura para poder dar aula. Em outras, você pode ser bacharel em latim ou línguas clássicas. Sendo assim, é preciso avaliar se você pretende fazer um bacharelado ou uma licenciatura em latim e / ou línguas clássicas.

Mas qual a diferença entre os dois?

Descubra qual caminho seguir para virar professor de latim.

Diferença entre bacharelado e licenciatura em letras

Em resumo, a principal diferença entre bacharelado e licenciatura é que o primeiro tem um caráter de formação generalista, enquanto o segundo foca na preparação de futuros educadores e professores.

Bacharelado

De maneira bem ampla, no Brasil, o grau de bacharel é conferido no nível de graduação na maioria das áreas do conhecimento humano. Com duração média entre 3 e 6 anos, o curso de bacharelado prepara profissionais generalistas com sólidos conhecimentos sobre a base de uma profissão.

No caso do bacharel em letras com especialização em latim, o aluno sai do curso preparado para exercer diversas atividades, como, por exemplo:

  • traduções (tradutor),
  • edição (editores),
  • diplomacia (diplomata),
  • inúmeras funções que vão além da área de conhecimento onde o profissional atue.

Licenciatura

Obter um diploma de licenciatura em latim permite que o estudante, após sua formação, esteja apto a se tornar professor do ensino fundamental e médio. Com duração entre 4 e 5 anos, além de lecionar, o futuro profissional também será capaz de exercer todas as atividades de um bacharel.

Sendo assim, além de possuir os mesmos objetivos gerais que um bacharelado em latim, a licenciatura visa formar professores e/ou orientadores que tenham um domínio básico sobre a língua latina, nas modalidades escrita e oral, para que sejam capazes de transmitir criticamente tais conhecimentos instrumentais e, principalmente, ajudarem seus futuros alunos a produzir seu próprio conhecimento.

Confira também informações que podem te ajudar na sua preparação para dar aulas de latim!

Alguns cursos de licenciatura em letras no Brasil

Sua escolha universitária pode influenciar no profissional que você se tornará.

Latim na UFJF
(Universidade Federal de Juiz de Fora)

O curso de Licenciatura em Letras: Latim e respectivas literaturas visa formar seus alunos para que eles sejam capazes de planejar, organizar e desenvolver materiais e atividades relativos ao ensino de latim e literatura latina.

De acordo com o site oficial da instituição, a atuação principal do aluno é a docência, "atividade que requer conhecimentos teóricos e práticos sobre a estrutura, a história, as variedades e o uso da língua latina e de sua cultura, o domínio das ferramentas pedagógicas apropriadas ao ensino de língua estrangeira clássica. O licenciado em Letras: Latim e respectivas literaturas atuará, portanto, na maior parte, em sala de aula, o que não o impede de realizar tarefas didáticas de elaboração, revisão e análise de materiais didáticos, tais como livros, vídeos, ambientes virtuais de aprendizagem, programas computacionais, entre outros."

Português - Latim na UFRJ
(Universidade Federal do Rio de Janeiro)

De forma geral, o curso de licenciatura proposto pela UFRJ objetiva, dentre outros:

  • desenvolver habilidades de expressão escrita, leitura e interpretação de textos, quer em língua portuguesa, quer em língua estrangeira/clássica;
  • incentivar a percepção de diferentes contextos interculturais;
  • promover o conhecimento do universo cultural literário próprio das línguas de formação específica;
  • envolver os licenciandos em ações educativas que propiciem a reflexão sobre a produção e a difusão de novos conhecimentos para desenvolvimento de atividades que permitam a transformação de objetos de pesquisa em objetos de ensino.

Latim em habilitação única na USP
(Universidade de São Paulo)

O curso de letras da USP inicia-se com um ano básico, introdutório, que, segundo descrição da própria instituição, está destinado a "fornecer elementos para a compreensão do funcionamento da linguagem humana e subsídios para as disciplinas que serão cursadas posteriormente. No fim do ano básico, o aluno, de acordo com critérios pré-estabelecidos, fará a opção pela área em que deseja habilitar-se."

Ao optar pela licenciatura em Latim, o aluno seguirá, dentre várias outras, as seguintes matérias:

  • Metodologia do Ensino de Latim I e II;
  • Literatura e Educação;
  • Língua, Discurso e Ensino;
  • Psicologia da educação: constituição do sujeito, desenvolvimento e aprendizagem na escola, cultura e sociedade.
Fazer uma formação universitária é sempre um bom investimento.

Letras Clássicas (Latim e Grego) na UFPB
(Universidade Federal da Paraíba)

De acordo com o site oficial da universidade, "o Curso de Graduação em Letras Clássicas (Grego e Latim) da Universidade federal da Paraíba, iniciado em 2009 na modalidade Licenciatura, forma profissionais capacitados ao ensino das línguas e literaturas greco-latinas."

Com duração de 5 anos, o objetivo geral e principal do curso é, segundo a própria instituição, a formação de professores para o Ensino Universitário, através da capacitação do aluno ao domínio das línguas clássicas (grego e latim), bem como um repertório representativo de suas literaturas, tornando-o capaz de estabelecer as relações de intertextualidade com a literatura universal, e também a reconhecer o momento histórico no qual a escrita se torna literatura, possibilitando a reflexão das condições de sua produção.

Veja também várias dicas sobre como se tornar um professor de latim de primeira linha!

Curso latim: fazer um mestrado do idioma

As duas habilitações mostradas acima  - bacharelado e licenciatura - possibilitam ao aluno o reingresso nos cursos de pós-graduação lato sensu e stricto sensu a partir de processo de seleção oficial em instituições de ensino no Brasil e no exterior.

Ou seja, mesmo que você tenha optado pela licenciatura para ser professor no ensino médio e fundamental em um primeiro momento, nada te impede de continuar a estudar para obter um título de mestre em qualquer universidade que ofereça tal tipo de formação.

Mas por que fazer um mestrado?

De acordo com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, também conhecido como CGEE, o setor de educação é o que mais emprega profissionais com títulos de mestre (32%). Sendo assim, se seu objetivo é ser um professor de latim de qualidade e reconhecido pela sua excelência, ter um mestrado como bagagem fará toda a diferença.

Isso sem contar que se sua ambição maior for dar aulas de latim em um curso superior, então um mestrado é, na maioria das vezes, o nível escolar mínimo exigido pelas instituições empregadoras.

Doutorado em Letras focado no Latim

Se você quer ir ainda mais longe na sua carreira de professor universitário de latim, então o próximo passo, após a conclusão do seu mestrado, é o ingresso em um doutorado.

Mas para que serve um doutorado quando já se tem um mestrado?

Muitos professores ficam na dúvida se devem fazer ou não um doutorado.

Em um texto publicado na Revista “O Visconde” do Centro Acadêmico da FEAUSP (edição III, Agosto/2015, no. 25), Eduardo Luzio tenta responder a esta pergunta da seguinte maneira:

"Um doutorado é um investimento estratégico de longo prazo. Estratégico porque é um investimento em você, na sua capacidade de se diferenciar de seus concorrentes no mercado de trabalho privado, público e acadêmico. De longo prazo, pois não são só os quatro anos do programa em si, mas todo um preparo intelectual e financeiro que deve começar o quanto antes, desde a graduação.

O doutorado é capaz de ensinar algumas coisas importantes, que podemos aprender também na graduação e no mestrado, mas no doutorado o nível de profundidade é mais elevado e intenso."

Quer saber quanto ganha um professor de latim?

Aulas de latim e curso para professor no exterior

Se um doutorado é demais para você, mas a ideia de continuar melhorando seus conhecimentos e suas habilidades de ensinar latim é latente, então que tal procurar por um curso fora do país?

Abaixo listamos apenas algumas poucas instituições de ensino que oferecem cursos para formação e capacitação de professores de latim no exterior:

  • França
    • Universidade Bordeaux Montaigne
    • Universidade de Tours
    • Universidade de Strasbourg
  • Itália
    • Instituto Italiano de Estudos Clássicos
    • Accademia Vivarium Novum
  • Estados Unidos da América
    • Universidade de Boston
    • Universidade de Washington - Campus de Seattle

Mesmo que seu orçamento não lhe permita tal "luxo", vale a pena ficar de olho, pois várias bolsas de estudos são oferecidas por instituições tanto brasileiras quanto internacionais (onde as instituições de ensino acolhedoras se encontram).

Então, pronto para se tornar o melhor professor de latim do Brasil?

 

Precisando de um professor de Latim ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.