Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Técnicas e dicas para você mesmo afinar o seu instrumento de cordas!

De Fernanda, publicado dia 27/11/2018 Blog > Música > Violino > Como afinar um violino?

“Como tocar violino ou piano, pensar exige uma prática diária. Charlie Chaplin (1889-1977)

O violino tem a reputação de ser um dos instrumentos de corda mais difíceis de tocar. Esse pioneiro instrumento melancólico de música cigana, jazz e clássica requer grande precisão para tocar em harmonia.

Três estudos científicos (2013) confirmaram que a plasticidade neuronal é estimulada em todas as idades pela prática de instrumentos musicais.

Segundo o Dr. Gottfried Schlaug (Harvard Medical School e Beth Israel Deaconess Medical Center de Boston, EUA), musicólogo, especialista em neuroimagem e plasticidade cerebral, “a prática intensa da música gera novos processos cerebrais em diferentes estágios de vida, e com uma série de efeitos sobre a criatividade, cognição e aprendizagem”.

Se aprender violino e teoria musical não é fácil, se tornar um afinador é ainda mais difícil: você tem que ajustar cada nota e esticar as cordas do violino sem estourá-las.

Aqui estão as dicas para você mesmo afinar seu violino.

O que saber antes de afinar seu violino

Tocar uma nota muito baixa pode ser desagradável para um ouvido mais sensível. Até uma diferença de um semitom na frequência já é suficiente para soar desafinado e fazer uma música soar horrível.

Como afinar um violino? Uma peça valiosa e delicada: seu violino!

O que significa afinar seu violino?

Afinar um instrumento musical de cordas é diferente de afinar um piano: é muito mais acessível.

A afinação significa que todas as cordas tocadas soltas estão em faixas de frequência específicas.

A afinação precisa evitar dissonâncias quando você está tocando em uma banda ou orquestra juntamente com outros instrumentistas (baixo, violoncelo, piano, guitarra, bateria, etc.).

Contrabaixo, violoncelo, viola e violino fazem parte da família de instrumentos musicais de corda: eles são encontrados em quartetos de cordas.

Eles são afinados em quintas, isto é, há uma distância de tom de cinco notas que separa cada uma das quatro cordas – sol, ré, mi, lá – do instrumento. As cordas de violino são afinadas de acordo com uma frequência de vibração específica:

  • Sol (G – 196Hz),
  • Ré (D – 294Hz),
  • Lá (A – 440Hz),
  • Mi (E – 660Hz).

As cravelhas permitem uma afinação precisa, girando-as no sentido horário (para subir o tom) ou na direção oposta para diminuir o tom.

Antes de começar

Cuidar do próprio instrumento é quase tão importante quanto aprender a tocar. Também faz parte das noções básicas do violino: entender o papel da cravelha, das quatro cordas de violino, saber a postura para mudar as cordas, etc.

Regra nº 1: Nunca force as cordas, pois isso aumenta o risco de ruptura. Como acontece na afinação de uma guitarra, as novas cordas ainda são muito instáveis.

Quando eu troco as cordas do meu violão, eu sempre tenho que refazer a afinação várias vezes ao dia, às vezes durante a mesma música.

Isso é normal porque as novas cordas ainda não estão estabilizadas.

Você sente que uma nota está muito alta? Por tentativa e erro, vire a cravelha e toque a corda até chegar no tom!

Qual posicionamento adotar?

Para afinar corretamente seu violino, você deve obviamente se colocar em uma boa posição.

Para ajustar os microafinadores no cavalete, recomenda-se sentar e colocar a caixa de som do instrumento em suas coxas.

No entanto, se você tiver que virar as cravelhas, coloque o instrumento de pé em suas coxas, voluta erguida.

Desta maneira, o violinista tem ambas as mãos livres para segurar o braço com uma e virar as cravelhas com a outra.

Você se sente pronto para domar a fera e “se jogar nessa aventura”? Vamos primeiro fazer uma lista das ferramentas necessárias!

As ferramentas para afinar um violino

Todo músico concorda no mesmo ponto: afinar as cordas de um instrumento requer um mínimo de ferramentas, que são:

O diapasão

“Se você disser que eu desafino, amor…”

Bem, estar afinado significa se colocar em uma posição que esteja de acordo com as circunstâncias ou em harmonia com os outros. Na música, é o mesmo: nos colocamos em harmonia com o resto das notas na escala de .

Como deixar seu violino afinado? O diapasão: basta bater a ferramenta em um objeto e obtemos a nota de referência para afinar um violino!

Se você tiver um diapasão, saiba que ele produz uma sonoridade pura, emitindo uma nota de referência: o LÁ, em uma frequência de 440 Hz.

No entanto, além disso, é preciso um ouvido musical aguçado ou um bom nível de música para afinar seu violino.

Os afinadores

Escolher um afinador é a solução mais simples para um principiante na música: com grampos que são fixados na ponta do braço ou na forma de uma caixa digital, ele indica o tom a cada corda tocada.

Por estar fixado no instrumento ele capta a vibração total com mais precisão.

Use um instrumento musical

O último nec plus ultra é o teste do em um piano digital: é certo que ele esteja bem afinado, já que é um instrumento eletrônico sem cordas friccionadas.

O smartphone

Por fim, todos os telefones podem hoje baixar aplicativos gratuitos para afinar um instrumento como o violino.

O aplicativo gStrings, por exemplo, ou afinadores online são bem fáceis de usar.

Qual livro escolher para aprender o violino?

Afine seu violino com as cravelhas

Existem duas maneiras de começar a afinar um instrumento: encontre o lá médio em um piano ou use um afinador eletrônico.

Você não precisa ter ouvido absoluto para afinar seus instrumentos de corda ou os demais instrumentos – ukulele, guitarra, baixo, etc. – mas o exercício ainda requer um bom nível de ouvido.

Você então toca a nota lá na oitava média do teclado de um piano enquanto afina a corda de lá do violino.

Saiba que um afinador elétrico (ou um afinador cromático) será muito mais preciso do que o ouvido, que não capta todas as frequências.

É importante saber que:

  • Ajustes pequenos são feitos com os microafinadores, soltando ou apertando as cordas quando a afinação estiver próxima da correta.
  • Ajustes maiores são feitos com as cravelhas. Sempre gire a cravelha suavemente, pois tensionar a corda muito acima da sua afinação poderá estourá-la. Por isso tome cuidado quando estiver afinando pelas cravelhas.

Aqui está o procedimento (simples).

Comece, no caso de uma grande desafinação, localizando qual corda pertence a qual cravelha. Nós guiamos você …

A cravelha inferior direita corresponde à corda MI, a superior direita é a corda LÁ, a superior esquerda é a corda RÉ e, finalmente, a SOL responde à cravelha inferior esquerda.

Se a corda estiver tensionada e com frequência superior a correta, diminua a afinação voltando um pouco a cravelha para baixo. Já se a corda estiver mais solta e com frequência baixo da correta, suba a afinação girando um pouco a cravelha para cima.

Ao girar a cravelha, você deve tocar a corda desejada, sempre segurando firmemente o braço do violino. Isso serve para ouvir o quanto o tom da nota muda.

Quanto melhor o violino é – um violino Stradivarius, ou Gewa, por exemplo -, menos delicada é essa operação.

Quando você obtiver uma boa ressonância, a corda deve ser bloqueada: empurre a cravelha de volta para sua caixa.

Isso serve para deixar a cravelha firme e evitar que, sob o efeito da tensão das cordas (muito importante), o violino se desafine.

Repita o mesmo com as demais cordas: primeiro a corda LÁ, depois a RÉ, depois a SOL e finalmente a MI.

É isso! Tudo o que resta é pegar suas partituras e tablaturas e seguir suas aulas de violino para progredir em técnica e teoria musical – vibrato, pizzicato, escalas (sol maior , C major, etc.).

Afine seu violino com os microafinadores

Se o corda estiver só um pouco desafinada, você não precisa utilizar as cravelhas do violino.

Esta é uma característica que diferencia o violão do violino: esse último é frequentemente equipado com pequenos afinadores chamados de “microafinadores”. São parafusos circulares perto do cavalete.

Onde afinar seu violino? Existem violinos que possuem apenas um microafinador!

Se a nota a ser ajustada estiver mais baixa, gire o parafuso no sentido horário. Isso vai esticar a corda, mas não tanto quanto com a cravelha. Por outro lado, se a nota a ser ajustada estiver mais alta, gire o parafuso no sentido anti-horário para afrouxar a corda (e abaixar a frequência).

Então toque a nota e solicite sua audição: o timbre está perfeito?

Note que se a corda estourar, não entre em pânico: isso acontece com qualquer guitarrista, violinista, violoncelista ou baixista.

Basta comprar um novo conjunto de cordas em uma loja de música, trocar e iniciar a operação de ajuste novamente.

Se uma das cravelhas não se encaixar mesmo que você a pressione para encaixá-la, pode ser necessário procurar um luthier ou um especialista de instrumentos musicais de madeira. Se não, tire a cravelha, esfregue-a com giz e depois coloque-a novamente em sua caixa.

Pois bem! Agora você é um verdadeiro autodidata e sabe como usar os dez dedos da sua mão! Resta apenas aprender o dedilhado, tocar como solista e melhorar na arte da improvisação do jazz!

Aprender o violino pode ser feito em qualquer idade com a vontade 😉

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar