A cultura japonesa é um todo muito diversificado, do mangá à gueixa, passando por ramen e suhis. Muitas pessoas viajam ao Japão todos os anos para mergulhar nesse mundo, em seus costumes, ritos e, claro, em seus deliciosos pratos.

No folclore japonês, o Sumô é uma arte marcial na qual lutadores de tamanho impressionante praticam a luta durante combates rituais. É um dos esportes mais populares no Japão e um esporte de combate nacional: com séculos de história, tem uma longa trajetória e uma forte conexão com o xintoísmo.

De certa forma, o sumô está ligado ao xintoísmo.

No post de hoje, o Superprof convida você a descobrir esse esporte ancestral japonês, o Sumô, uma das artes marciais mais conhecidas quando falamos sobre a cultura japonesa. Do lutador, chamado Sumotori, à luta de Sumô cercada por várias cerimônias, você saberá tudo sobre essa disciplina popular no Japão e seus grandes campeões!

Maurício
Maurício
Profe de Japonês
5.00 5.00 (26) R$60/h
1a aula grátis!
Massumi
Massumi
Profe de Japonês
5.00 5.00 (87) R$50/h
1a aula grátis!
Tamires yasmin
Tamires yasmin
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$70/h
1a aula grátis!
Maru
Maru
Profe de Japonês
5.00 5.00 (17) R$80/h
1a aula grátis!
Victória
Victória
Profe de Japonês
5.00 5.00 (18) R$20/h
1a aula grátis!
Henry
Henry
Profe de Japonês
5.00 5.00 (10) R$35/h
1a aula grátis!
Guilherme
Guilherme
Profe de Japonês
5.00 5.00 (4) R$80/h
1a aula grátis!
Tatsuro
Tatsuro
Profe de Japonês
5.00 5.00 (6) R$70/h
1a aula grátis!

O que é um Sumotori?

"Não é tão fácil comer vinte ovos por dia, se você faz como todo mundo... Para mim, foi na forma de ovos cozidos que começou a funcionar." - Kazumi Yoshinaga

Um lutador de sumô precisa estar disposto a comer 20 ovos por dia.

Esta citação ilustra bem como deve ser um Sumotori: um tamanho muito grande para poder derrotar seu oponente durante uma luta voraz. No Japão, dificilmente usamos o termo Sumotori, que é considerado desrespeitoso: costuma-se usar mais o termo Rikishi, que significa "cavalheiro" e "força", o suficiente para mostrar respeito por esse lutador sagrado.

Os Rikishi são treinados desde muito jovens nos "estábulos" do Sumô, chamados Heya pelos ex-campeões. Eles estão acostumados a consumir alimentos extremamente ricos para ganhar peso. A maioria dos Rikishi chega a 140 quilos, mas pode subir até 220 quilos, o que reduz bastante sua expectativa de vida.

Esses lutadores lutam no Dohyô (o ringue) com os pés descalços, vestindo apenas uma roupa especial, o Mae-tate-mitsu acompanhado por um cinto chamado Mawashi. Cada Rikishi é estilizado de acordo com certa tradição, que varia de acordo com a classificação. Além disso, cada Rikishi tem seu próprio nome de combate, seu Shikona.

Há uma lógica de classificação entre os Sumotoris, variando de aprendizes (Uchi-Deshi) a profissionais (Sekitori). No entanto, existem classificações mais altas concedidas aos grandes vencedores. As fileiras mais importantes na disciplina são Sekiwake, Ozeki e, finalmente, Yokozuna, o grande campeão.

Aqui está uma lista de alguns dos maiores Yokozuna da história:

  • Akashi Shiganosuke (1600-1649);
  • Shiranui Dakuemon (1801-1854);
  • Shiranui Kôemon (1825-1879);
  • Jinmaku Kyûgorô (1829-1903);
  • Kimenzan Tanigorô (1826-1871);
  • Umegatani I Tôtarô (1845-1928);
  • Tachiyama Mineemon (1877-1941);
  • Tochigiyama Moriya (1892-1959);
  • Tsunenohana Kan'ichi (1896-1960);
  • Futabayama Sadaji (1912-1968);
  • Tochinishiki Kiyotaka (1925-1990);
  • Taihô Kôki (1940-2013);
  • Wajima Hiroshi (1948-2018);
  • Kitanoumi Toshimitsu (1953-2015);
  • Chiyonofuji Mitsugu (1955-2016);
  • Takanohana Kôji (1972 vivo);
  • Asashôryû Akinori (vivo em 1980);
  • Hakuhô Shô (vivo em 1985);
  • Kisenosato Yutaka (vivo em 1986).

O lutador de pesos pesados ​​também não é o esportista mais difundido no Japão: existem cerca de 800 Sumotoris no arquipélago, o que já é uma estatística de peso!

Rikishi é o melhor termo utilizado para nomear um lutador de sumô.

Está gostando? Descubra também a história das gueixas.

As regras e ritos básicos do Sumô

Os Sumotoris lutam no Dohyô, que simboliza o céu e mede 6m². A luta em si ocorre no círculo de 4m de diâmetro no centro do Dohyo. Acima deste anel, há um teto suspenso, que lembra um templo xintoísta e faz da arena um santuário: a luta é, portanto, dedicada aos deuses.

Antes de começar a lutar, existem vários rituais: para limpar seu corpo e sua mente, o Rikishi enxágua a boca com água e limpa o corpo com uma toalha de papel; para proteger contra ferimentos, o Rikishi joga sal para purificar o anel (somente os altos escalões).

Ganhamos uma luta de Sumô empurrando o oponente para fora do círculo interno ou fazendo-o cair no Dohyo (apenas seus pés devem tocar o chão - se outra parte do corpo tocar o chão, o Rikishi perdeu). A mesma regra vale se o Rikishi tocar os sacos de palha que cercam o círculo de luta.

No Sumô, é proibido dar socos, chutar os quadris, estrangular e puxar os cabelos. Você também não deve pegar o Mae-tate-mitsu do oponente. Por isso, lutamos desestabilizando as palmas das mãos e usando seu peso ou o do Rikishi oponente.

Aqui está um pequeno léxico dos principais termos do mundo Sumô:

  • Bashô: torneio de sumô (6 por ano no Japão);
  • Chiri-Chôzu: gesto ritual antes da luta (você bate palmas e depois estica os braços);
  • Danpatsu-Shiki: cerimônia de despedida durante a qual o pão é cortado pelos amigos dos Sumotori;
  • Dohyô: anel de combate em palha e barro;
  • Fusenpai: derrota para o Sumotori que não aparece em combate;
  • Gaijin: Sumotori estrangeiro, mais precisamente quem não nasceu no Japão;
  • Gunbai: ventilador em madeira lacada usado pelo árbitro;
  • Gyôji: árbitro principal de combate, presente no Dohyô;
  • Hanamichi: becos leste-oeste usados ​​pelos lutadores para ir do vestiário ao Dohyô;
  • Heya: organização de sumô e também casa de sumotori / sala de treinamento;
  • Hiiki: apoiadores e patronos;
  • Intai: retirada de um Sumotori;
  • Jungyô: torneio de exibição fora dos combates, que permite recrutar novos lutadores e se mostrar ao público;
  • Keiko: treinamento sumotori no Heya;
  • Kimarite: lista das 82 técnicas oficiais do Sumô;
  • Kokugi: "esporte nacional", os japoneses usam esse termo para falar sobre Sumô;
  • Kokugikan: principal estádio de sumô em Tóquio, abriga os escritórios da Federação Nacional de Sumô;
  • Kyôkai: Federação Nacional de Sumô, também chamada Nihon Sumô Kyôkai;
  • Mae-tate-mitsu: a roupa do Rikishi;
  • Oshi-Zumô: estilo de luta destinado a expulsar o Dohyô usando o peso corporal;
  • Ôzeki: grande campeão após o Yokuzuna e antes do Sekiwake;
  • Rikishi: lutador de sumô;
  • Sekiwake: grande campeão vindo após o Ôzeki;
  • Shingitai: coração, arte e corpo, os três principais elementos do Sumô;
  • Tachi-Ai: início da luta;
  • Tsuppari: pancadas com a palma da mão no peito ou no rosto;
  • Yokozuna: posto supremo de um Sumotori, levado até a morte;
  • Yûshô: vencedor de um torneio de sumô;
  • Zenshô-Yushô: torneio vencido sem nenhuma derrota.
O sumô japonês segue toda uma regra e rituais e classificação.

No Japão, acontecem 6 grandes torneios por ano: 3 em Tóquio, 1 em Osaka, 1 em Nagoya e 1 em Fukuoka. Cada Sumotori luta uma vez por dia durante 15 dias e o grande vencedor do torneio é o que apresenta a melhor proporção de ganhos / perdas. No final do torneio, este Rikishi recebe o troféu do Imperador!

Da próxima vez que for à aula de japonês, experimente perguntar sobre essa tradição ao seu professor.

As origens mais profundas do Sumô

A história do Sumô está associada à história do Japão: a primeira menção ao Sumô está no Kojiki, uma crônica da história do Japão de 712, a cópia mais antiga da escrita japonesa. Segundo a lenda, o controle das ilhas japonesas foi decidido após uma luta de sumô.

De fato, os deuses Takemikazuchi e Takeminakata teriam lutado na praia de Shimane-ken e o primeiro dos dois teria vencido, oferecendo aos japoneses o arquipélago. Além dessas lendas, é difícil definir em que data o Sumô realmente começou a se desenvolver no Japão.

Diz-se que o sumô foi usado como ritual agrícola para produzir boas colheitas. Originalmente, nenhum golpe foi proibido no Sumô, estas lutas geralmente duravam até a morte.

Outro trabalho, o Nihon Shoki , também contando a história do Japão, conta que o primeiro combate entre mortais ocorreu em 23 aC entre um oleiro e um bruto. O vencedor foi o primeiro, Sukune, que passou então a ser considerado o "pai do Sumô"!

Se você se matricular em um curso de japonês, descobrirá coisas incríveis sobre essa cultura, como o sumô e as armas japonesas mais usadas.

Sumô de ontem e de hoje

Durante o período de Nara (século VIII), o Sumô foi apresentado à corte imperial e um festival anual de luta livre foi organizado. Vários festivais existiam como o Sechie, nos jardins do palácio imperial do imperador Shomu. Assim, o Sumô não seria mais um ritual agrário, mas um ritual global de paz e prosperidade.

O sumô foi então adaptado à arte marcial durante o reinado da saga do imperador (século IX) e a classe guerreira começou a praticar esse esporte no século XII. Vários grandes líderes militares japoneses eram entusiastas do sumô, como Minamoto Yoritomo ou Nobunaga Oda .

Durante o século XVII, os Rikishi se tornaram mais profissionais: a luta se transformou em entretenimento para as classes médias da população. Foi também durante esse período que o círculo de combate foi delimitado por sacos de palha, que começaram a enterrar esses feixes a partir do século XVIII.

Assim, desde o século XVII até a era Edo, os grandes daimyos se tornaram patrocinadores dos principais campeões do Sumô. Além do salário, os Rikishi tinham direito ao título de Samurai!

O Sumô moderno nasceu de uma forma da luta desenvolvida durante o período Edo: Kanjin-Zumo, destinado a arrecadar fundos para a construção de edifícios e santuários, a reparação de templos e pontes ou outras grandes obras públicas .

Foi também durante a era Edo que um sistema e uma lista oficiais de classificação foram introduzidos. Organizações oficiais foram criadas e fundidas no século XX para determinar o moderno Sumô Kyôkai !

Agora você conhece o básico para entender essa disciplina japonesa e pode entrar no círculo muito fechado dos amantes do sumô!

Você também pode descobrir mais sobre a cultura japonesa através de nossos artigos sobre o assunto ou acessando a nossa plataforma Superprof para encontrar um professor particular e fazer aulas de japonês!

Precisando de um professor de Japonês ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.